Segurança deve ser reforçada durante eleição suplementar em Belo Jardim

(Foto: Ilustração)

Notícias de violência em Belo Jardim, foram apuradas por uma equipe do Tribunal Regional Eleitoral Pernambuco (TRE-PE) e reforço policial deve ser feito até o final do pleito, neste domingo (2). Por determinação do presidente do TRE-PE, serão encaminhavas mais quatro equipes da Assessoria, para atuação no pleito.

O presidente do TRE-PE, Antonio Carlos Alves da Silva, pediu reforço para o Governo do Estado. No dia 22 de junho, segundo o TRE, o homicídio ocorrido após um comício, está sendo apurado pela delegacia local. De acordo com a polícia, o crime aconteceu por se tratar de briga de grupos rivais, provavelmente com suspeita de drogas.Ainda segundo a polícia, houve conflito nas imediações do evento, tendo a vítima corrido para esconder-se entre as pessoas que estavam no ato político, sendo perseguido e assassinado no local. O GATI (Grupo de Ações Táticas) do 15º BPM, que estava realizando a segurança do comício, deteve alguns suspeitos, ainda com ferimentos, que procuraram o posto de saúde local, conduzindo para delegacia. Ninguém foi preso.

Após a ação, chegou reforço do BEPI ( antigo CIOSAC) para atuar até o final do pleito. A Assessoria de Segurança Institucional do TRE-PE, mandou uma equipe que está atuando no controle dos prováveis ilícitos eleitorais. A eleição suplementar vai ser realizada devido a cassação do ex-prefeito João Mendonça (PSB).

Com informações do G1

Deixe uma resposta