Semana nacional do trânsito será realizada pela Ammpla

(Foto: Ilustração/Internet)

O evento vai contar com palestras, blitz educativas e pilotagem defensiva. (Foto: Ilustração/Internet)

A Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA) vai promover, durante os dias 16 a 25 de setembro, a semana nacional do trânsito. A abertura do evento acontecerá no auditório do Sest/Senat a partir das 8h. O evento vai contar com palestras, blitz educativas e pilotagem defensiva. No dia do encerramento da mobilização será realizado um passeio ciclístico, às 9h, com saída da Avenida Cardoso de Sá.

Este ano, o tema da semana nacional de trânsito é: “Década Mundial de Ações para a Segurança no trânsito – 2011/2020: Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”. O diretor presidente da AMMPLA, Ryan Pedro, explica que a principal finalidade desta semana é conscientizar o cidadão de sua responsabilidade no trânsito, valorizando ações do cotidiano e visando a participação de todos para o alcance da segurança viária.

O coordenador de educação do trânsito da AMMPLA, Jilmar Barros diz que a meta é realizar sempre ações focadas em todos os integrantes do trânsito (pedestres, ciclistas, motociclistas, passageiros e condutores), para garantir um trânsito mais seguro. “Cada um é responsável pelas atitudes no dia a dia no trânsito e que cada um pode e faz a diferença!”, aponta Jilmar Barros.

Confira a Programação Semana Nacional do Trânsito em Petrolina:

Sexta-feira (16) – Abertura Sest/Senat às 8h.

Segunda-feira (19)-Forum professor Amigo do Trânsito – Auditório Detran Recife-PE às 8h

Terça-feira (20), Blitz Educativa. Avenida Clementino Coelho às 14h

Quinta-feira (22), Palestras nas Escolas Públicas. Manhã e Tarde

Sexta-feira (23), Blitz Avenida Monsenhor Angelo Sampaio. Manha e Tarde

Domingo (25) – 9h Passeio Ciclístico – Avenida Cardoso de Sá

A Organização Mundial da Saúde estima que, se nada for feito para diminuir os acidentes no trânsito, 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 e 2,4 milhões, em 2030. Nesse período, entre 20 milhões e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos. A intenção da ONU com a “Década de Ação para a Segurança no Trânsito” é poupar, por meio de planos nacionais, regionais e mundial, cinco milhões de vidas até 2020.

Com informações da ASCOM

Deixe uma resposta