Senador Fernando Bezerra Coelho é recebido pelo ministro da Educação

FBC MinistroMendonça_Educação

“Precisamos valorizar e melhorar as condições estruturais dos campus do IF-Sertão”, destacou Fernando Bezerra. Foto: Ascom

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) foi recebido, nesta quinta-feira (16), pelo ministro da Educação, Mendonça Filho. Durante a audiência – que também contou com a participação dos secretários nacionais de Educação Básica, Roffieli Silva, e de Educação Profissional e Tecnológica, Marcos Viegas Filho – o parlamentar solicitou a atenção de Mendonça Filho em relação ao Instituto Federal do Sertão de Pernambucano (Ife-Sertão) e a escolas públicas do estado.

“Precisamos valorizar e melhorar as condições estruturais dos campus do IF-Sertão”, destacou Fernando Bezerra. Na ocasião, o senador solicitou que o ministro receba a reitora da instituição, professora Leopoldina Veras, o que deve ocorrer no próximo mês de julho, segundo Mendonça Filho. Criado em 2008, o Instituto é sediado em Petrolina – cidade natal de Bezerra Coelho – e formado pelos campus de Ouricuri, Floresta, Salgueiro, Serra Talhada e Santa Maria da Boa Vista, além da unidade Petrolina Zona Rural. Uma das emendas individuais apresentadas pelo senador ao Orçamento da União deste ano, no valor de R$ 1 milhão, é destinada à expansão e estruturação de instituições federais de ensino.

Na audiência com o ministro, Fernando Bezerra Coelho também pediu a liberação de recursos para a conclusão de duas escolas municipais em Arcoverde – que vão beneficiar cerca de 1,2 mil alunos – e a priorização de projetos para a construção de outras duas, em Lagoa Grande. Em Arcoverde, as obras foram iniciadas por meio de convênio da prefeitura com o Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação, no valor total de aproximadamente R$ 4,5 milhões.

Durante a reunião com Mendonça Filho, o senador tratou, ainda, da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) – uma proposta do Ministério da Educação para unificar as bases dos ensinos infantil, fundamental e médio em todo o país. Em 2015, Fernando Bezerra atuou, no Senado, para o aprimoramento da BNCC apresentada pelo governo federal.

A estimativa é que mais de 190 mil escolas brasileiras sejam abrangidas pela Base Nacional, que vai definir 60% da grade de ensino em quatro grandes eixos: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. Na avaliação do senador, o projeto representa um avanço para a educação brasileira. “Com um currículo de ensino unificado de Norte a Sul, poderemos ter os mesmos parâmetros de qualificação profissional dos professores para a melhoria da qualidade do material didático e da educação em todo o país”, analisa o socialista pernambucano.

Da Ascom

Deixe uma resposta