Servidores da Adagro em Petrolina entram em greve nesta segunda-feira (2), paralisação atinge todo estado

(Foto: Divulgação/Sindagro)

O mês de abril começa com greve em Petrolina. Servidores da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária (Adagro) em Petrolina vão paralisar as atividades a partir da segunda-feira (2). Segundo a categoria, a decisão foi tomada após meses de negociação e descumprimentos de acordos por parte do Governo de Pernambuco.

Na próxima segunda-feira os servidores realizarão um café da manhã, para apresentar as demandas da categoria aos criadores e público em geral. De acordo com o presidente do Sindagro-PE, Lucíolo Galindo, a manifestação acontecerá nos 167 postos da Agência no estado.

Setores afetados

Com a greve, os criadores não poderão emitir o a Guia de Trânsito Animal (GTA). O funcionamento de feiras também será afetado pela irregularidade de funcionamento – que exige a fiscalização da Adagro – e serão interrompidos o registro de granjas no estado. “Outro setor que será afetado diretamente com nossa paralisação são os laticínios. Haverá também um comprometimento da produção de carne”, afirma o Galindo.

Criadores de Petrolina

Em Petrolina, a fruticultura e o trânsito de animais serão diretamente afetados pela greve. “Nós fazemos diariamente o monitoramento da praga da mosca das frutas e ataca a produção da fruticultura”, destaca o presidente do Sindagro.

De acordo com Galindo, a categoria está comprometida e decidiu pela greve em assembleia. “Nos últimos anos a categoria não teve nenhum tipo de ganho salarial e ainda recentemente, conseguimos no ano passado à custa de muita luta, realizar uma reunião com Estado e depois de fechar um acordo, o acordo não foi cumprido. São quatro anos sem reajuste” finaliza Galindo.

Deixe uma resposta