SESAU afirma estar apurando caso de paciente com material esquecido dentro dela após cesárea

(Foto: Arquivo)

O caso de uma paciente de Juazeiro (BA) que teve materiais utilizados em um parto cesárea, há cinco meses esquecido dentro do seu corpo, levou a Prefeitura de Juazeiro (BA) a se manifestar sobre o incidente. Hoje (7) a secretaria de Saúde (SESAU) informou estar “apurando os fatos para responsabilização dos envolvidos”.

Depois do parto no Hospital Materno Infantil de Juazeiro, Elneide Silveira começou a sentir dores e exames constataram a presença de “corpos estranhos”, ao que parece ser um pedaço de gaze. Segundo a nota enviada ao Blog, a paciente será submetida a uma cirurgia para retirada dos materiais “o mais breve possível.

A mãe da jovem fez um vídeo que está circulando nas redes sociais, onde denuncia o desaparecimento do prontuário da jovem e cobra uma solução para o problema de Elneide.

Confira a seguir a íntegra da nota:

A secretaria Municipal da Saúde informa que assim que tomou conhecimento do fato mobilizou a equipe para que as providências necessárias fossem tomadas. O que aconteceu foi um evento adverso, que serviu para sinalizar necessidade de melhoria no HMIJ, que já está sendo planejada, para que situações como essa não voltem a ocorrer. 

A intenção do Hospital Materno Infantil é prestar uma assistência segura e de qualidade, portanto, ações de segurança à saúde estão sendo tomadas.

A SESAU está apurando os fatos para responsabilização dos envolvidos e adotando medidas administrativas cabíveis.  Somente a investigação, que está sendo realizada, poderá apontar as reais causas do ocorrido. 

A paciente está recebendo assistência, bem como a sua família. A cirurgia está sendo providenciada para que ocorra o mais breve possível.

Deixe uma resposta