Sport enfrenta a Aparecidense sob o olhar de Oswaldo

Na partida que marcará a última vez do assistente-técnico Thiago Gomes comandando o time à beira do gramado, o Sport vai a campo com uma formação ofensiva/Foto: JC imagem

Na partida que marcará a última vez do assistente-técnico Thiago Gomes comandando o time à beira do gramado, o Sport vai a campo com uma formação ofensiva/Foto: JC imagem

A partida contra a Aparecidense-GO cresceu de importância para os atletas rubro-negros que vão ganhar uma chance de entrar em campo daqui a pouco, às 19h15, na Ilha do Retiro, pela volta da 1ª fase da Copa do Brasil. É que eles terão a primeira chance de mostrar serviço ao novo técnico do Sport, o carioca Oswaldo de Oliveira, que chegou ontem ao Recife. O comandante vai acompanhar o confronto de um camarote no estádio.

Apesar de a diretoria ter emitido um comunicado no fim do mês passado dizendo que o Sport não tem o interesse de ir além da 3ª fase da Copa do Brasil, para poder disputar a Sul-Americana no segundo semestre, os rubro-negros entram em campo focados em reverter a vantagem da Aparecidense. Com perderam a ida por 2×0, os rubro-negros precisam agora vencer por três ou mais gols de diferença para avançar e garantir a premiação de R$ 480 mil. “É sempre bom para o clube ter um dinheiro a mais entrando. Sabemos disso e isso acaba nos servindo como motivação extra”, disse o meia Clayton, que não está inscrito no Pernambucano e vai fazer a sua segunda partida com a camisa do Leão.

Na partida que marcará a última vez do assistente-técnico Thiago Gomes comandando o time à beira do gramado, o Sport vai a campo com uma formação ofensiva. Serão dois volantes (Ronaldo e Neto Moura), que vão se revezar fazendo o papel de terceiro zagueiro para dar liberdade maior aos laterais: Maicon e Christianno, na direita e na esquerda, nessa ordem.

O meio-campo terá três homens de criação, com Diego Souza, Clayton e Everton Felipe. Eles também vão se revezar, no caso se aproximando do atacante Johnathan Goiano, que atuará como referência na área. No início da semana, o centroavante reconheceu que está devendo e espera usar a partida contra a Aparecidense para marcar seu primeiro gol pelo Leão.

A Aparecidense chega para o jogo no Recife após a eliminação na Copa Verde. O técnico Márcio Azevedo garante que os goianos não virão preocupado apenas em se defender. O time deve ser o mesmo da partida de ida.

 Ficha do jogo:

SPORT

Magrão; Maicon, Matheus Ferraz, Luís Gustavo e Christianno; Ronaldo, Neto Moura, Diego Souza, Clayton e Everton Felipe; e Johnathan Goiano. Técnico: Thiago Gomes.

APARECIDENSE

Busatto; Clayton Sales, Wallinson, Robson e Paulo César; Jeferson, Geovane, Foguinho e Washington; Careca e Robert. Técnico: Márcio Azevedo.

Local: Ilha do Retiro. Horário: 19h15. Árbitro: Pablo Ramon Pinheiro (RN).  Assistentes: Lourival Cândido e Flávio Barroca (ambos do RN). Ingressos: de R$ 10 a R$ 60.

Com informações do Blog do Torcedor

Deixe uma resposta