MP da carteirinha estudantil digital perde validade neste final de semana

O Ministério da Educação (MEC) gastou R$ 2.996.632,71 na campanha publicitária para a implementação do ID estudantil. A informação foi divulgada no Metrópoles. Mesmo com as inserções no rádio e TV, a carteirinha de estudante digital não teve apoio dos parlamentares e caducou no Congresso Nacional.

Criada por Medida Provisória, a carteirinha perde a validade oficialmente nesse domingo (16). Dessa forma, o governo não poderá mais emitir as identidades. A reportagem teve acesso aos dados via Lei de Acesso à Informação (LAI). Em nota, o MEC informou que a exibição foi distribuída “homogeneamente ao longo da programação, durante o período da campanha”.

As propagandas foram transmitidas em três blocos: o primeiro de 25 de novembro de 2019 a 8 de dezembro de 2019; o segundo de 20 de dezembro de 2019 a 14 de janeiro de 2020; e 4 de fevereiro a 16 de fevereiro deste ano. No balanço do próprio Ministério, foram emitidas 295.283 carteirinhas, custando aos cofres públicos R$ 44.292,45, além do valor gasto na divulgação. Porém, nem tudo está perdido. Ideia do ministro Abraham Weintraub, a carteirinha pode chegar ao Congresso mediante projeto de lei.

MEC vai liberar recurso extra a universidades federais

Univasf receberá R$ 2,5 milhões (Foto: Internet)

O Governo Federal vai disponibilizar R$ 125 milhões em recursos extras às universidades federais. O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub na sexta-feira (29). De acordo com Weintraub, 65% da verba deve ser utilizado na aquisição de painéis solares.

O restante será utilizado na conclusão de obras. “Estamos liberando recursos para investimentos em energia fotovoltaica renovável e isso vai liberar orçamento na veia para as universidades”, disse o ministro. Todas as 63 instituições do país serão contempladas, inclusive a Univasf.

Cada universidade ficará com R$ 2,5 milhões. De acordo com o secretário de Ensino Superior, Arnaldo Lima, terão acesso a um volume maior de recursos as universidades que estiverem melhor classificadas em um ranking do ministério que avalia a qualidade e desempenho e que tenham o menor custo por aluno.

MEC libera mais de R$ 1 bilhão a universidades do Brasil

(Foto: Internet)

O Ministério da Educação (MEC) liberou hoje (18) verbas às universidades federais do país. O dinheiro estava sendo contingenciado desde o primeiro semestre. De acordo com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o contingenciamento não chegou a prejudicar nenhuma das ações da pasta.

“Foi feita uma boa gestão. Administramos a crise na boca do caixa. Vamos terminar o ano com tudo rodando bem”, disse em coletiva de imprensa. Estão sendo liberados R$ 1,1 bilhão dos R$ 19,6 bilhões que já estavam previstos para as despesas discricionárias do MEC.

Aqui na região, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) deve ser beneficiada com o recurso. Desde o anúncio do MEC a instituição precisou reduzir o número de terceirizados, gastos com energia, limpeza e até mesmo alimentação no Restaurante Universitário.

“O que temos de fazer agora é construir um novo Brasil”, afirma Miguel Coelho na visita do Ministro da Educação

Prefeito destacou que eleição passou e é hora de trabalhar pelo bem do país (Foto: Blog Waldiney Passos)

Na passagem do ministro da Educação, Abraham Weintraub por Petrolina nessa segunda-feira (17), o prefeito Miguel Coelho adotou o discurso apaziguador. Para o gestor, o tempo de interpor ideologias foi na campanha, vencida pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Tem muito mais gente para atrapalhar do que para ajudar, mas saiba que aqui em Petrolina o senhor tem amigos, tem gente leal para poder construir um Brasil melhor. Conte com a força do senador Fernando Bezerra, conte com o nosso apoio para que possamos, não para tratar de questões políticas partidárias. O lugar de falar isso é na campanha e vencemos a campanha. O que temos de fazer agora é construir um novo Brasil”, afirmou em seu discurso.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina e municípios do Sertão do São Francisco receberão mais de R$ 7 milhões em recurso do MEC

Weintraub assinou a liberação de recursos para a educação básica em Petrolina e cidades vizinhas, como Afrânio, Bodocó e Dormentes. Para Miguel, o caminho para a transformação do país começa pela educação e o Governo Federal precisa continuar nesse caminho.

Se a gente quer um amanhã melhor, temos que trabalhar de hoje. A gente cuida das nossas crianças e cuida do mais importante nessa estrutura, que são os nossos professores”, finalizou.

Petrolina e municípios do Sertão do São Francisco receberão mais de R$ 7 milhões em recurso do MEC

Ministro da Educação assinou liberação de recursos para Petrolina e cidades vizinhas (Foto: Blog Waldiney Passos)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub visitou Petrolina nessa segunda-feira (17) onde anunciou a liberação de recursos para a educação básica e ensino técnico na região do Sertão do São Francisco. Sua passagem trouxe boas notícias à Araripina, Afrânio, Dormentes, entre outros municípios vizinhos.

Na cerimônia realizada na Fundação Nilo Coelho, Weintraub anunciou a entrega da quadra poliesportiva do campus zona rural do IF-Sertão Petrolina, garantiu o pagamento dos bolsistas do projeto Hacktown e compra de mobília. Já em Ouricuri foi autorizada a aquisição de mobílias à unidade do Instituto.

Recursos para escolas

Na educação básica o Ministério da Educação (MEC) anunciou recursos de R$ 2 milhões e  100 mil a Afrânio, Araripina, Bodocó, Dormentes e Serrita, cuja destinação é a compra de mobília, climatizadores e instrumentos musicais para alunos da educação básica. Já em Petrolina o valor saltou para R$ 5 milhões e 730 mil, pois além da compra de climatizadores, uma unidade escolar de 12 salas será construída no bairro Quati 2.

LEIA MAIS

Em visita a Petrolina, ministro da Educação anunciará recursos para educação básica

Ministro da Educação cumpre agenda oficial em Petrolina

Conforme o Blog mostrou ontem (16), o ministro da Educação, Abraham Weintraub desembarca em Petrolina logo mais, para às 9h30 cumprir sua primeira agenda oficial na cidade. Ele anunciará a liberação de recursos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação para a região do Sertão do São Francisco.

LEIA TAMBÉM:

Depois da visita de ministro do Desenvolvimento Regional, Petrolina recebe titular do MEC nesta segunda-feira

A solenidade será realizada na Fundação Nilo Coelho, que já recebeu o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto em sua primeira visita ao Vale do São Francisco. Além de Weintraub, estarão presentes o senador Fernando Bezerra Coelho (FBC), o deputado federal Fernando Filho, o prefeito Miguel Coelho e gestores de cidades vizinhas.

Pela tarde Weintraub cumpre agenda em Recife, na Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). Sexta-feira (14) passada Petrolina recebeu de forma breve o ministro Canuto, em visita ao Exército da cidade.

Depois da visita de ministro do Desenvolvimento Regional, Petrolina recebe titular do MEC nesta segunda-feira

Gustavo Canuto teve rápida passagem na sexta-feira passada (Foto: Ascom/MDR)

Pela segunda vez o do Desenvolvimento Regional (MDR), Gustavo Canuto visitou Petrolina. A breve passagem aconteceu na sexta-feira (14), quando Canuto foi ao 72° Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro, acompanhado do comandante militar do Nordeste, general Marco Antônio Freire Gomes. A agenda oficial consista na analise de dados sobre a Operação Carro-Pipa.

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo também deveria ter vindo a cidade, mas desmarcou seu compromisso de última hora. Coube a Canuto conhecer de perto o trabalho do 72 BIMTZ e fazer uma visita técnica a comunidades contempladas com a Operação.

“O principal objetivo da visita é reconhecer o trabalho que o Exército Brasileiro vem desempenhando há 20 anos na Operação Carro-Pipa. Conhecemos os detalhes, números e dificuldades. Podemos otimizar a aplicação dos recursos públicos para ampliar esse abastecimento e, ainda, reduzir a sobrecarga atual do Exército com a ação”, disse o ministro.

Ministro da Educação vem a cidade

Amanhã (17) é a vez do ministro da Educação, Abraham Weintraub conhecer Petrolina. O titular do MEC tem agenda às 9h30, no bairro Quati, onde anunciará recursos para a educação. Pela tarde ele tem compromissos no Recife. A vinda de Weintraub foi anunciada na semana passada.

Gaturiano Cigano comemora visita de ministro da Educação a Petrolina

Vereador Gaturiano Cigano foi articulador da visita (Foto: Blog Waldiney Passos)

Articulador da vinda do ministro da Educação, Abraham Weintraub a Petrolina, o vereador Gaturiano Cigano (PRP) comemorou a confirmação da agenda para segunda-feira (17). Segundo o edil, a visita de mais um membro do Governo Federal em apenas seis meses de governo mostra a “força política” do grupo Coelho.

“Já tinha falado com o prefeito e o ministro já tinha publicado a agenda dele. Com apoio da força política do senador Fernando Bezerra Coelho e do deputado Fernando Filho, o ministro vai estar aqui assinando uma ordem de serviço de uma escola no Quati. É um pedido da gente e de toda bancada”, disse Gaturiano.

LEIA TAMBÉM:

Ministro da Educação visitará Petrolina na próxima semana

O vereador não deu detalhes da agenda, porém, acredita que Weintraub possa ficar na cidade durante o São João, juntamente com o deputado federal e presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM).

Ainda de acordo com Gaturiano, Petrolina ganha com mais uma unidade escolar, a qual deverá ter 12 salas e pode ser entregue em 2020. “Petrolina só tem que comemorar, é uma obra de grande importância que vai trazer mais qualidade de ensino e emprego. Vimos pessoas que fizeram concurso e não foram chamadas ainda”, finalizou.

Ministro da Educação visitará Petrolina na próxima semana

Na próxima segunda-feira (17) o ministro da Educação, Abraham Weintraub desembarcará em Petrolina. Ele lançará um convênio para a construção de uma escola municipal. A informação foi confirmada pelo vereador Gaturiano Cigano (PRP) e confirmada pelo prefeito Miguel Coelho.

“Bote aí na agenda, dia 17, o ministro da Educação vai estar aqui em Petrolina para que a gente possa assinar o convênio para construir uma escola de 12 salas, no bairro Quati, para toda a criançada“, contou Miguel nas redes sociais.

Essa será a terceira visita de um ministro de Jair Bolsonaro (PSL) a cidade. Antes o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto e da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, além do próprio Bolsonaro.

Com manifestação nacional prevista para quarta-feira, ministro da Educação deve se reunir com reitores ainda nessa semana

Nesta quarta-feira (15) estudantes, professores e técnicos administrativos das universidades federais e institutos federais do país devem realizar um grande ato nacional contra o corte de 30% na educação, anunciado pelo Governo Federal no final de abril.

O movimento já vinha sendo organizado desde abril, quando o governo de Jair Bolsonaro (PSL) começou a tratar das mudanças na regra da contribuição sindical. O ato ganhou força nos bastidores, já que o corte na educação deve paralisar pesquisas e o andamento das universidades e IFs.

LEIA TAMBÉM:

Univasf realiza ato contra cortes na educação na quarta-feira, em Juazeiro

Para evitar um problema ainda maior, o  ministro da Educação, Abraham Weintraub, deve receber representantes da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), presidida por Reinaldo Centoducatte, reitor da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) na quinta-feira (16).

LEIA MAIS

Corte de verbas a universidades federais afetará Univasf e IF-Sertão

Univasf e IF-Sertão serão atingidos por cortes (Foto: Arquivo)

Depois de repercutir negativamente o corte de verbas em três universidades por “balbúrdia”, o Governo Federal anunciou na noite de terça-feira (30) que o bloqueio de 30% dos recursos se estenderá a todas as universidades e institutos federais.

Com a determinação, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e o Instituto Federal do Sertão (IF-Sertão) serão atingidos, o que deve acarretar diretamente a formação dos estudantes já que com a redução do repasse, bolsas de estudo e projetos serão afetados.

“Prevenção”

Segundo o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Arnaldo Barbosa de Lima Junior, a medida foi feita de “forma preventiva” e será aplicada no segundo semestre deste ano. No entanto, apesar de afirmar que o bloqueio foi feito “de forma isonômica”.

LEIA MAIS

No Dia D de Vélez, Bolsonaro confirma mudança no MEC

Ricardo Vélez se envolveu em várias polêmicas (Foto: Fábio França/G1)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou na manhã dessa segunda-feira (8) a demissão do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez. Alvo de críticas dentro e fora do governo e pressões diversas, Vélez sofreu com disputa interna, recuos e aproximadamente 20 exonerações em menos de 100 dias de trabalho.

Através de sua rede social, Bolsonaro anunciou o nome substituto. Será Abraham Weintraub. “Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta. Aproveito para agradecer ao Prof. Velez pelos serviços prestados”, escreveu.

Na semana passada o presidente havia dito que hoje seria o Dia D de Vélez, já que estava descontente com o trabalho apresentado pelo ministro. (Com informações do Estado de São Paulo).