Pernambuco: após sofrer estupro de pai, garota de oito anos faz denúncia à PM por meio de áudios pelo WhatsApp

A vítima conseguiu entrar em contato com a polícia por meio do WhatsApp. (Foto: Ilustração)

A Polícia Militar (PM) prendeu na noite dessa terça-feira (1º) um homem de 38 anos suspeito de estuprar a filha de apenas oito anos. O fato aconteceu na cidade de Bom Conselho, localizada no Agreste de Pernambuco. Segundo a PM, a criança enviou áudios através do WhatsApp denunciando os abusos.

Ainda de acordo com informações da polícia, o suspeito teria colocado a criança no colo, acariciado as partes íntimas e tentado tirar a calcinha dela. Além disso, quando a garota tentava pedir socorro, o pai a ameaçava e tampava sua boca.

Segundo a mãe da vítima, o pai teria começado a agir de forma estranha após a menina completar oito anos. A vítima informou ainda que o suspeito a ameaçou caso o contasse algo para a mãe.

Os envolvidos foram encaminhados para prestar depoimento na delegacia de Bom Conselho. O acusado foi preso em flagrante e aguarda por audiência de custódia.

Professor é preso acusado de abusar alunas em Pernambuco

Coletiva Polícia Civil. (Foto: Julya Caminha/ Folha de Pernambuco)

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu um professor, de 32 anos, acusado de praticar crimes sexuais com duas adolescentes, com o consentimento da própria esposa, em Olinda (PE). Ele está preso temporariamente. A polícia investigava o caso desde março deste ano, após denúncias do pai de uma das jovens, de 15 anos. Semana passada, a mãe da outra vítima, de 14 anos, também procurou as autoridades para registrar queixa.

Após as denúncias, foram solicitados dois mandados: um de busca e apreensão domiciliar e outro de prisão temporária – pelo período de 30 dias. O professor foi preso em sua residência, no bairro de Casa Caiada, Olinda, na última sexta (13).

De acordo com o delegado do Varadouro, Vinicius Oliveira, foi encontrado na casa do professor material pornográfico envolvendo as menores no celular do acusado. Além do telefone móvel, também foram apreendidos computador, pendrive, CDs e cartas de “amor” que não ainda não sabe de quem são.

LEIA MAIS

Pernambuco: idoso é preso suspeito de praticar zoofilia com cadela no Agreste

Cadela abusada por idoso. (Foto: WhatsApp)

Nessa terça-feira (19), um idoso, de 68 anos, foi detido suspeito de abusar sexualmente de uma cadela em Brejo da Madre de Deus, Agreste de Pernambuco.

Segundo a Guarda Civil, o dono do animal foi quem denunciou o homem. Ele teria visto que a cadela esta com sinais de abuso e o suspeito sem roupa.

Ainda de acordo com a Guarda Civil, o idoso havia ingerido bebida alcoólica e foi encontrado com a cadela dentro da casa dele no Distrito de São Domingos, zona rural do município.

Além disso, foram encontrados, na residência do idoso, filmes com cenas de zoofilia. O homem foi levado junto com a cadela e o material apreendido à Delegacia de Polícia Civil de Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste.

Com informações G1

Pernambuco: Abuso contra menino de 5 anos em van escolar é investigado pela polícia

(Foto: Internet/Ilustração)

A Polícia Civil de Pernambuco está investigando um caso de abuso sexual contra um menino de 5 anos que teria acontecido dentro de uma van escolar no município de Paulista.

O principal suspeito é um adolescente de 16 anos, filho do condutor do transporte. Segundo o conselheiro tutelar da cidade, Cícero Dalhany, o caso teria ocorrido no início deste mês.

A vítima contou para o irmão mais velho o que teria acontecido e a mãe acabou escutando a conversa. Ela acionou a Polícia Civil e o Conselho Tutelar. O jovem teria passado a mão nas partes íntimas do menino por cima da roupa durante o trajeto casa-escola.

O caso está sendo investigado pelo Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente de Paulista. Segundo o conselheiro, a criança está em outra escola e recebendo apoio psicológico.

No Piauí, pais deixam filho em presídio durante visita e alegam cansaço

Menino de 12 anos foi encontrado debaixo da cama de um detento (Foto: Divulgação / Sinpoljuspi)

Noticiamos nesta segunda-feira (2) o caso do garoto de 12 anos que foi encontrado debaixo da cama de um detento no Piauí. Segundo informações do Conselho Tutelar, o garoto foi deixado no presídio pelo os pais.

De forma inusitada, os pais do adolescente informaram que o garoto foi deixado no presídio porque estavam muito cansados e o menino não queria voltar para casa caminhando, segundo a conselheira Nazaré Castelo Branco.

“Eles são de situação vulnerável e foram a pé visitar esse amigo. Relataram que é uma caminhada muito longa e todos estavam cansados, não iam ter como levá-lo, teriam que ir a pé. O adolescente disse que ele mesmo pediu para ficar”, informou a conselheira.

A profissional informou ainda que incialmente o menino nega que tenha sofrido abuso por parte do detento, que cumpre pena por estupro, segundo a Secretaria de Justiça (Sejus). “A fala do adolescente prevalece e em depoimento ele relata que não aconteceu coisa nenhuma, que estava lá assistindo filme. A mãe do menino ia levar ele para casa no dia seguinte quando voltasse ao presídio para lavar as roupas desse preso”, disse Nazaré Castelo Branco.

O delegado Jarbas Lima destacou que mesmo com o exame negativo de conjunção carnal, não está descartada a hipótese de estupro de vulnerável, porque outro tipo de abuso sexual, além do coito anal, pode ter acontecido. Por isso, os esforços estão concentrados em ouvir a criança, cujo depoimento é a única forma de comprovar o crime.

“Há vários outros tipos de abuso que podem ter acontecido e vamos apurar se até mesmo os pais participaram de alguma transação para favorecer isso, algum aliciamento. Os pais inicialmente podem responder por abandono de incapaz e pelo artigo 232 do código penal, que é submeter criança ou adolescente a situação de constrangimento, mas somente depois de investigarmos é que vamos saber como tudo aconteceu de fato”, disse.

Com informações do G1

No Piauí, adolescente é encontrado escondido em cela de homem preso por estupro

Menino de 12 anos foi encontrado debaixo da cama de um detento (Foto: Divulgação / Sinpoljuspi)

Agentes da Colônia Agrícola Major Cesar Oliveira, em Altos, resgataram um adolescente de 12 anos que estava escondido debaixo da cama de um detento no último sábado (30). O homem está preso por estupro.

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), informou que a situação inusitada aconteceu após o horário de visitas, em que o menino teria ido com os pais visitar um dos presos da unidade.

“Segundo as informações que conseguimos colher, o preso estava sem camisa, deitou com o adolescente e tocou em suas partes íntimas. Tem que ser investigado se houve favorecimento financeiro para que esse menino ficasse em poder desse preso”, disse o vice-presidente do Sinpoljuspi Kleiton Holanda.

O menino foi submetido a exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML) em Teresina, onde foi constatado que não houve conjunção carnal.

Com informações do G1

Pernambuco registra 213 casos de abusos de crianças e adolescentes

A audiência foi presidida pelos promotores de justiça Giani Maria do Monte e Salomão Abdo Aziz e teve o acompanhamento de autoridades federais, estaduais e municipais. (Foto: Reprodução)

Dados apresentados nesta sexta-feira (18) pelo Ministério Público Federal (MPF) durante a audiência pública, revelam que entre os meses de janeiro de 2016 e agosto deste ano, 213 casos de abusos de crianças e adolescentes foram registrados em Pernambuco.

Com o tema “Crimes contra dignidade sexual das crianças e adolescentes: a prevenção começa em casa”, durante a audiência foram apresentados o local dos abusos, que em sua maioria ocorre em casa. A maior parte das vítimas são meninas com idades entre 7 e 8 anos.

A audiência foi presidida pelos promotores de justiça Giani Maria do Monte e Salomão Abdo Aziz e teve o acompanhamento de autoridades federais, estaduais e municipais, além de ser aberta ao público. “Quando trabalhamos nesta área sabemos como é chocante o número de abusos que acontecem dentro de casa”, relata Salomão Aziz. “É impossível não se sensibilizar com os casos que vemos” completa Giani do Monte.

Com informações do FolhaPE

Juazeiro: idoso abusa sexualmente de cadela em praça pública

Moradores flagraram um idoso abusando sexualmente de uma cadela, nas proximidades do fórum, localizado no centro do município baiano de Juazeiro, na manhã deste domingo (16). A violência sexual contra o animal foi filmada pelos populares.

Populares contam que essa não foi a primeira vez que o idoso abusa de animais naquele local. O idoso foi identificado apenas pelo prenome de “Pedro”.

O deputado estadual Marcell Moraes (PV), repudiou a atitude do idoso. “É lastimável, uma absurdo. Não tive coragem e ver o vídeo, mas vou pedir que minha assessoria veja e identifique o autor. Vamos dar uma queixa na delegacia para o autor ser punido. Crimes como esse não podem ficar impunes. Estamos no século 21 onde as pessoas já começam a ter uma conscientização em defesa e proteção dos animais e vem um indivíduo e comete um crime bárbaro como esse”, disse.

O parlamentar defendeu que as pessoas denunciem casos como esse. “Que as pessoas possam denunciar esses monstros. O grande erro aí é que não temos na Bahia uma delegacia de proteção aos animais. Muitas vezes vamos dar uma queixa na delegacia e somos recebidos com chacota”, apontou.

Moraes explica que existe um projeto de lei tramitando na Assembleia Legislativa da Bahia para a criação de órgãos responsáveis de proteção aos animais. “Faço um apelo ao governador do estado que crie essa delegacia para tentarmos evitar esses crimes”, defendeu.

Bahia: Acusado de estuprar filhas em Campo Formoso é preso

(Foto: Ilustração)

Um homem foi preso nessa quinta-feira (8) em Campo Formoso (BA) acusado de estuprar as filhas de 14 e 17 anos. Segundo a Polícia Civil, a filha mais velha vinha sendo abusada desde 2015, enquanto a mais nova começou a ser abusada no início deste ano.

Ainda de acordo com a polícia, familiares das jovens procuraram o Conselho Tutelar da cidade para realizar a denúncia.

Delegado fala sobre prisão do pastor evangélico que praticava abuso sexual contra adolescentes em Petrolina

(Foto: Arquivo)

O delegado Marceone Ferreira falou na manhã dessa quarta-feira (31), durante entrevista ao programa ‘Super Manhã’, com Waldiney Passos, na Rádio Jornal, sobre a atuação e a prisão do pastor evangélico acusado de praticar abuso sexual contra adolescentes da igreja “Monte Moriá”, localizada no Loteamento Recife, em Petrolina (PE).

De acordo com as vítimas, o pastor Carlos André da Silva, de 38 anos, abusava de meninos com idade entre 13 e 14 anos dentro do seu gabinete. As vítimas alegaram ainda que o pastor pedia para eles tirarem as roupas alegando que precisava cuidar da saúde deles.

Marceone falou sobre o andamento das investigações que levaram à prisão do pastor. “As vítimas procuraram o Ministério Público e fizeram as denúncias, que foram encaminhadas à delegacia de polícia. A gente instaurou o inquérito e passamos a fazer as investigações. Após ouvir todas as vítimas, que contaram com riqueza de detalhes dos abusos sofridos, a gente entendeu que haveria a necessidade da decretação da prisão do pastor. Foi dado cumprimento também a um mandado de busca na igreja, onde ele residia, e foram apreendidos alguns computadores, uma pequena porção de maconha, que estava no escritório e no seu quarto. Ele foi recolhido para o presídio e está à disposição da justiça”.

Ainda de acordo com o delegado, os abusos aconteciam há cerca de três anos. Além disso, provavelmente a igreja seja fechada, já que o proprietário solicitou a entrega do imóvel.

“Os relatos é que há aproximadamente três anos aconteciam os abusos, mas somente agora as vítimas se reuniram e resolveram denunciar. O proprietário do prédio já solicitou a devolução do imóvel e, provavelmente, a igreja será fechada. As pessoas que frequentavam a igreja, após a denúncia, relataram que percebiam um comportamento não correto do pastor”.

Abuso em outras cidades

Segundo o delegado, há relatos de que o pastor já praticava os abusos em outras cidades do estado de Pernambuco. “As investigações apontam que ele já foi pastor em Recife, Salgueiro e há relatos de que nessas cidades também poderia ter ocorrido abuso a jovens da igreja. As vítimas são sempre meninos, até agora”.

Pastor de igreja evangélica é preso acusado de praticar abuso sexual contra crianças e adolescentes

(Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil, sob a coordenação do delegado Marceone Ferreira, prendeu, na tarde dessa terça-feira (30), um pastor evangélico da igreja Monte Moreá, que fica no bairro Loteamento Recife, em Petrolina (PE), após acusações de abuso sexual de crianças e adolescentes.

Carlos André da Silva, de 38 anos, foi preso dentro da igreja onde congregava e residia. Os policiais apreenderam computadores e uma quantidade de maconha que estava dentro do escritório do pastor. Ao todo, sete vítimas foram ouvidas pela Polícia Civil sobre o caso.

Idoso é preso acusado de abusar sexualmente netas de 9 e 14 anos

(Foto: Reprodução/TV Jornal)

Foi preso, nesta terça-feira (13), um pedreiro de 62 anos acusado de abusar sexualmente duas netas, de 9 e 14 anos, em Abreu e Lima, no Grande Recife. Além das netas, uma vizinha, de 8 anos, também estaria sendo vítima dos abusos do idoso. Na delegacia o acusado confessou o crime.

Segundo o delegado, Ivanildo Pereira, o pedreiro sabia o motivo da prisão e se mostrou totalmente indiferente à situação. “Ele é muito cínico, sempre debochando da situação, algo que causou bastante revolta para a gente. Nós estamos aguardando a perícia, pois só através dela podemos ter certeza”, afirmou.

As crianças e a adolescente eram abusadas quando iam ajudar a esposa, que tem problemas de saúde, do suspeito. O filho do idoso e pai das vítimas classificou o suspeito como “monstro”. “Ele criou a gente muito bem. Eu não esperava isso dele e ninguém esperava. Estamos todos sem acreditar. Infelizmente, tínhamos um monstro dentro de casa e não sabíamos”.

Com informações da TV Jornal

Polícia confirma acusação de duas menores de abuso sexual em Petrolina

arte_policia12 policial

Na noite de ontem (30), duas jovens, de idade não reveladas, deram queixa de um homem que teria as dopado e abusado delas. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Plantão de Petrolina (PE).

De acordo com informações da Polícia Civil, as menores foram encaminhadas para o Instituto Médico Legal (IML) para realizarem exames. O resultado deve sair nos próximos dias.

A polícia não confirma se o acusado é instrutor de academia, local onde elas teriam ingerido uma bebida oferecida como emagrecedora.