Vigilância Sanitária marca presença no São João de Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

Para que o público aproveite ao máximo os dias de festa no Pátio Ana das Carrancas a equipe da Agência Municipal de Vigilância Sanitária de Petrolina estão desde a sexta-feira (14) de olho nos vendedores ambulantes. Os fiscais observam desde o armazenamento dos alimentos e bebidas, até o manuseio dos alimentos.

Segundo o diretor da Agência Municipal de Vigilância Sanitária, Marcelo Gama, a população deve estar atenta, já que também é uma fiscal. “Se o lixo está sendo descartado em local correto, se a pessoa que manipula os alimentos está utilizando touca, luvas e roupas adequadas. Já a bebida, evitar comprar se as mesmas estiverem armazenadas no chão, e o gelo em escamas não pode ser usado para consumo humano“, disse.

No Pátio, quem precisar de apoio médico também contará com o suporte da equipe do SAMU que tem enfermeiros, médicos e técnicos de enfermagem a postos para atender ocorrências graves e as mais leves.

Após vídeo que mostra animais na Feira da Areia Branca, Vigilância Sanitária tenta identificar feirante

Uma cena chamou atenção nas redes sociais nessa segunda-feira (13). Um cidadão flagrou a presença de animais na Feira Livre do bairro Areia Branca, próximo as carnes comercializadas no local. No vídeo (confira abaixo) é possível ver gatos comendo pedaços de carne exposta nos galpões.

A imagem preocupa os petrolinenses com hábito de comprar carne nas feiras livres e levantou o questionamento a respeito da fiscalização municipal no recinto. Nossa produção entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina que, através de nota explicou como é feita a fiscalização.

LEIA MAIS

Consultório odontológico irregular é interditado em Rajada

Estabelecimento foi interditado ontem pela Vigilância Sanitária de Petrolina (Foto: Ascom)

Um consultório odontológico que funcionava de maneira irregular no distrito de Rajada, interior de Petrolina, foi interditado pela Agência Municipal de Vigilância Sanitária. Segundo a Vigilância, denúncias anônimas levaram os fiscais até o local na manhã de sexta-feira (1o).

Além de não possuir os documentos necessários para funcionamento, o local também abrigava um consultório oftalmológico em que as consultas eram feitas por um optometrista (profissional responsável pelas medições de amplitude visual).

As equipes de fiscalização apreenderam receitas médicas e todo o material do consultório oftalmológico foi apreendido. A Guarda Municipal deu suporte a ação. De acordo com o diretor da Vigilância Sanitária, Marcelo Gama, a clínica já tinha sido notificada para regularizar a documentação junto ao órgão.

“É importante explicar que o optometrista pode atuar normalmente dentro dos limites previstos na legislação, ou seja, ele não pode exercer a função do oftalmologista, nem utilizar os equipamentos restritos a esses profissionais. A oftalmologia e a optometria são áreas afins e complementares. Os riscos aos pacientes são inúmeros, pois somente o médico especialista é capaz de identificar e prevenir doenças. Então, nosso papel é zelar pela segurança sanitária da população do nosso município”, disse.

Vigilância Sanitária de Petrolina apreende mais de 3 mil kg de alimentos armazenados de maneira irregular em depósito 

(Foto: Ascom)

Cerca de dois mil kg de carne estragada foi apreendida pela Agência Municipal de Vigilância Sanitária de Petrolina na tarde de quarta-feira (17), no bairro Rio Corrente. A ação inicialmente tinha como objetivo fiscalizar um mercadinho que não tinha Licença Sanitária, mas terminou com mais de três mil kgs de produtos alimentícios retidos.

Após a ida ao estabelecimento, a equipe de fiscalização encontrou os produtos – a maior parte deles carne estragada – dentro de um depósito na Rua 29 do bairro. “Logo após, o proprietário foi direcionado para um depósito de alimentos onde foram apreendidos todos os produtos. Nosso papel é garantir a segurança alimentar da população de Petrolina”, explicou o diretor da Vigilância Sanitária, Marcelo Gama.

Punições

O mercadinho não foi interditado, mas o proprietário terá um prazo de três dias para regularizar a situação junto à Vigilância Sanitária. Na ação foram lavrados um auto de notificação, um de infração e outro de apreensão.

A população pode ajudar com o trabalho da Vigilância, denunciando estabelecimentos irregulares pessoalmente na sede da agência, na Rua das Camélias, Nº 73 A, no bairro Dom Malan (próximo à feira da Areia Branca), através do 156, whatsApp (087) 9 9985-0081 ou pelo site: petrolina.pe.gov.br.

SAMU avalia primeiras noites de São João como tranquilas em Petrolina

(Foto: Ascom)

O primeiro final de semana do São João no Pátio Ana das Carrancas foi de tranquilidade, mesmo com a média de 50 mil pessoas por noite. Na avaliação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), as três noites foram de marcadas por atendimentos de baixa gravidade.

Entre o sábado (16) e o início da segunda-feira (18), o SAMU realizou 18 atendimentos, grande parte motivada pelo uso excessivo de bebida alcoólica. As demais ocorrências foram causadas por agressões físicas, verificações de pressão arterial e dores em partes do corpo.

Comidas e bebidas

A tranquilidade também foi percebida pela Agência Municipal de Vigilância Sanitária. A fiscalização de bares, restaurantes, lanchonetes e ambulantes no Pátio terminou com seis notificações, motivadas por ausência de autorização e credenciamento junto ao órgão e também a falta de fardamento apropriado para a manipulação de alimentos.

Ontem a Vigilância Sanitária realizou 11 notificações. “Nossa equipe está atuando todas as noites para garantir uma festa com as melhores condições de higiene e segurança alimentar aos consumidores”, afirma o diretor de Vigilância Sanitária, Marcelo Gama.

São João dos Bairros: Vigilância Sanitária faz balanço de edições de 2018

(Foto: Ascom)

Com três edições realizadas no São João dos Bairros 2018, a Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AGVS) avaliou o ciclo de trabalho executado nos festejos que antecedem os shows no polo principal da festa. De acordo com o diretor-presidente da Vigilância Sanitária, Marcelo Gama, 62 ambulantes foram cadastrados e as equipes efetuaram 37 notificações de risco pequeno no José e Maria, Avenida dos Tropeiros e Areia Branca.

LEIA TAMBÉM:

Com avaliação positiva da SECULTE, São João dos Bairros encerra programação nesse fim de semana

Nessa semana mais um ciclo de capacitação foi realizado com os profissionais cadastrados para trabalhar no Rio Corrente. “Tivemos um encontro no auditório da Maurício de Nassau em que vários órgãos falaram, é importante destacar a importância dessas pessoas. Nós temos o maior São João do Brasil e os ambulantes são parte direta disso”, disse o diretor-presidente da Vigilância Sanitária, ao programa Super Manhã.

LEIA MAIS

Panificadora é interditada pela Vigilância Sanitária de Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

Uma panificadora localizada na Avenida Barão do Rio Branco, no Centro de Petrolina foi interditada pela Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS), nessa quarta-feira (16). De acordo com o diretor-presidente, Marcelo Gama, o local não apresentava condições de funcionar.

“O estabelecimento não apresentou as mínimas condições de funcionamento, colocando em risco a segurança alimentar da população. Foi efetuada a autuação e só será reaberto após a regularização de todos os itens apontados pelos fiscais”, disse Marcelo Gama.

Durante a fiscalização, a Vigilância Sanitária encontrou produtos estragados e ar-condicionados de forma irregular, panelas e formas utilizadas para a produção de pães e bolos no chão, equipamentos velhos e enferrujados, além de muita sujeira.

O cidadão que souber de algum estabelecimento funcionando sem as condições exigidas pode fazer denúncias na Ouvidoria Municipal, através do 156, no WhatsApp:(087) 9 9985-0081 ou pelo site da Prefeitura de Petrolina .

Ambulantes cadastrados para trabalhar no São João dos Bairros recebem orientação da Vigilância Sanitária

Às vésperas da abertura do São João dos Bairros, nesta sexta-feira (18) no bairro José e Maria, os ambulantes cadastrados na Prefeitura de Petrolina para trabalhar nos festejos receberam orientações da Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS), na manhã dessa quarta-feira (16), no Centro de Convenções.

Segundo o diretor-presidente da Vigilância Sanitária, as orientações serão realizadas sempre às quartas-feiras  os com ambulantes que trabalharão nos polos do São João dos Bairros. “A gente está realizando hoje o primeiro encontro com os ambulantes que vão comercializar no José e Maria e encerramos no dia 6, com o pessoal do Rio Corrente. Depois faremos um evento para os que vão trabalhar no Pátio de Eventos“, disse Marcelo Gama no programa Super Manhã, da Rádio Jornal.

As orientações são resultado de uma parceria entre a Vigilância Sanitária, da Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes e a Agência Municipal do Empreendedor (AGE), juntamente com o Corpo de Bombeiros e a Faculdade UNINASSAU.

Fiscalizações

Segundo Marcelo Gama, nos dias de festa serão feitas fiscalizações por parte da Vigilância Sanitária e dos Bombeiros, a fim de garantir a segurança dos ambulantes e do público. “A gente observa desde a manipulação a armazenamento de alimentos. A gente orienta aos ambulantes que já leve o alimento pronto, que deixe uma pessoa para receber o dinheiro e são informações de grande importância. O turista que sai da festa, ele destaca não só as atrações que estão tocando, mas também o atendimento desses ambulantes”, destacou.

O diretor-presidente também falou sobre a ansiedade para o início das festas juninas. “A expectativa vai aumentando, a tendência é que a gente supere todas as expectativas e a gente vai estar presente para fazer uma festa bonita”, finalizou.

Ipem intensifica fiscalizações a estabelecimentos de Petrolina na Semana Santa

(Foto: Thalita Chargel/Alagoas 24h)

As fiscalizações para combater irregularidades no comércio de peixe para a Semana Santa se intensificam nessa semana em Petrolina. O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem), juntamente com o Ministério Público do Estado (MPPE), da Agência Municipal de Vigilância Sanitária e da Guarda Municipal de Petrolina realizam ao longo da semana visitas a estabelecimentos comerciais da cidade.

Segundo a gerente do Ipem em Petrolina, Susan Turuda, até o momento apenas um proprietário foi autuado por ter violado o lacre da balança.

“Nós passamos nos estabelecimentos fazendo a fiscalização das balanças, para saber se elas estavam com a pesagem correta. Em relação a pesagem das balanças, todas que nós fiscalizamos nos cinco estabelecimentos estavam de acordo com o regulamento. Somente um proprietário foi autuado porque fez o manuseio da balança de forma irregular”, explicou Susan em entrevista ao programa Super Manhã, da Rádio Jornal.

De acordo com a gerente, o proprietário deve sempre realizar manutenção na balança, mas com profissionais credenciados, para evitar receber punições do Inmet.

Ao longo da semana as fiscalizações seguem em feiras livres e estabelecimentos comerciais, com foco nas balanças utilizadas na pesagem de peixe. “A gente tem que evitar o máximo possível que o consumidor seja lesado”, concluiu Susan.