Petrolina: PM prende homem por estupro e tentativa de homicídio

Vítima relatou ter sofrido agressão sexual há dois dias (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Policiais do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp), com apoio do 5º BPM, prenderam um homem na noite de quinta-feira (2), no Carujo, em Petrolina. Ele teria estuprado sua companheira e tentado matar a vítima com coronhadas de uma espingarda.

A Polícia Militar de Pernambuco foi acionada pelo 190 para apurar a denúncia. Chegando ao local encontraram o agressor portando uma espingarda calibre 12 de fabricação caseira. Ele estava acompanhado da vítima, que relatou ter sido estuprada e agredida fisicamente há dois dias.

Diante dos fatos os policiais encaminharam o homem à Delegacia de Polícia Civil para apuração dos fatos. Ele responderá por tentativa de homicídio e estupro.

Homem é agredido com socos e pauladas em Araripina

(Foto: Ilustração)

O final de semana foi violento em Araripina, no Sertão de Pernambuco. Um homem de identidade não revelada foi agredido no bairro Alto da Boa Vista.

Segundo a Polícia Militar, a vítima sofreu várias lesões na cabeça, rosto e nuca. A vítima desmaiou e precisou ser socorrida ao Hospital Santa Maria, para tratar das lesões.

O homem relatou a 9ª CIPM que sofreu vários golpes de madeira e socos desferidos por pessoas não identificadas. A vítima foi transferida ao Hospital Regional de Ouricuri e não há informações sobre seu estado de saúde.

Com informações do Roberto Araripina

Violência: homem é espancado e morto por casal em Miguel Calmon

Vítima continuou sendo espancada, mesmo estando no chão (Foto: Reprodução)

Um homem foi morto na tarde da segunda-feira (20), após ser espancado por duas pessoas, em Miguel Calmon, município vizinho a Jacobina (BA). A vítima, identificada como Lambidinho, de 59 anos, foi agredida por um casal, no Centro.

De acordo com o site Jacobina Notícias, a vítima tinha problemas mentais, mas era muito conhecido no município por causa do seu apelido. Uma câmera de segurança registrou o momento no qual Lambidinho foi covardemente agredido.

Nas imagens é possível ver Lambidinho recebendo socos e tapas do casal e mesmo caído, continuou apanhando, até o momento em que ficou desacordado e as agressões se encerraram. Os agressores ainda não foram identificados. A Polícia Civil investiga o caso.

Violência: estudante afirma ter sido agredida por PMs em Petrolina

Policiais teriam agredido estudante

A estudante secundarista e diretora da União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (UESPE), Camila Rabelo foi agredida no último sábado (9), em Petrolina. Em entrevista ao Blog Waldiney Passos ela relatou que no momento da ocorrência estava com duas colegas e foram abordadas por quatro policiais militares – que esconderam suas identificações na farda – na Rua das Laranjeiras, Centro da cidade.

De acordo com Camila, os PMs fizeram uma abordagem aparentemente rotineira ao grupo, mas tudo mudou rapidamente. “Falaram que estavam fazendo uma verificação por conta dos roubos na sede [da Univasf]. Olharam as nossas bolsas, não tinha nada. Elas estavam com o documento do partido e eles falaram que isso não podia, que era coisa de socialismo”, disse.

Agressão foi motivada por “terrorismo”

Ainda segundo a estudante agredida, ela levou um soco após as três terem sido liberadas da revista. “Eles falaram que iam liberar as meninas, mas iam confiscar o material. Eu falei que isso não estava certo e ele nos liberou, quando continuei descendo a rua, continuaram descendo atrás de mim e um veio, deu um soco no meu rosto dizendo que eu deveria deixar de ser terrorista“, relatou.

LEIA MAIS

Petrolina registra mais dois casos de violência doméstica

Vítimas relataram agressões aos policiais que prenderam suspeitos (Foto: Internet/Ilustração)

Mais dois casos de violência doméstica foram registrados em Petrolina nessa semana. Segundo a Polícia Militar, as duas ocorrências aconteceram na noite da Sexta-feira Santa (19). Por volta de 20h um homem foi detido no bairro Vila Mocó, após invadir a casa de sua ex-companheira e ameaçar amigos da vítima e a própria vítima.

O agressor foi preso na Rua Duque de Caxias por uma equipe que fazia rondas no bairro. Já no bairro João de Deus a PM prendeu outro homem que agrediu fisicamente sua e companheira e ameaçou-a com uma faca.

A vítima relatou aos policiais do 5º BPM ter sido agredida, sendo possível identificar as lesões em seu corpo. O suspeito foi detido na Rua 17 e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi registrada a ocorrência.

Tio é preso após discutir e agredir fisicamente sobrinha em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Mais um caso de violência contra a mulher foi registrado em Petrolina. Na tarde de quinta-feira (18) um homem foi preso após agredir sua sobrinha no bairro Pedro Raimundo.

A vítima relatou aos policiais que ela teria discutido com o tio, que após o atrito a empurrou contra a parede e provocou ferimentos leves na vítima.

O suspeito foi detido e apresentado à 213ª Delegacia de Polícia Civil, onde foi registrado um Boletim de Ocorrência.

Homem é preso após agredir comerciante e atirar pedra contra estabelecimento

Um homem foi preso no final da tarde de sábado (6) em Lagoa Grande, município do Sertão pernambucano, após agredir fisicamente um comerciante de 40 anos.

Segundo a 7ª CIPM, Adriano dos Santos, de 24 anos mora na zona rural da cidade e teria discutido com o proprietário de uma loja. Durante o bate-boca Adriano desferiu golpes contra a vítima.

Não satisfeito, ele pegou uma pedra e jogou na loja da vítima. Ele foi detido por uma equipe que fazia rondas na cidade. Contra Adriano foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

Homem é detido por populares em Juazeiro após agredir sua companheira

(Foto: Ilustração)

Um homem foi detido por populares na madrugada desta sexta-feira (01) acusado de agredir fisicamente sua companheira. O fato ocorreu por volta de 01h no bairro João XXIII, em Juazeiro (BA).

Policiais da 75ª Companhia Independente da Polícia Militar foram acionados e ao chegarem o local constatarm o caso de violência doméstica.

O homem foi entregue à polícia que o encaminhou a Delegacia de Polícia Civil para que fossem tomadas as medidas cabíveis.