Após Prefeitura intervir, agricultores de Lagoa Grande vão receber o Garantia Safra

Os agricultores poderão consultar pela internet ao se dirigir a secretaria municipal da Agricultura para conferir a situação.

Famílias de produtores rurais de Lagoa Grande (PE), que estavam bloqueadas no Programa Garantia Safra, devido a dados incompletos ou que tinham divergências de informações na base do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), conseguiram uma grande vitória esta semana.

Com atuação da Prefeitura de Lagoa Grande, através da secretaria da Agricultura e Desenvolvimento do Interior, foi possível atualizar os dados para permitir que estas famílias possam receber o Garantia Safra 2018/2019 ainda este mês. O Garantia Safra tem o objetivo de garantir as condições mínimas de sobrevivência dos agricultores familiares em razão de perda de safra por razão de estiagem.

LEIA MAIS

Prejudicados pela pandemia, agricultores petrolinenses esperam programa estadual de aquisição de alimentos

Com milhares de pequenos agricultores reclamando da dificuldade de comercializar seus produtos durante a pandemia do novo coronavírus, o governador Paulo Câmara decidiu esta semana sancionar o projeto que dispõe sobre a compra institucional de alimentos e a economia solidária.

É o Programa Estadual de Aquisição Alimentar da Agricultura Familiar (PEAAF), que assegura pelo menos 30% dos recursos do Estado destinados à aquisição de alimentos sejam utilizados na compra de produtos agropecuários, lácteos, resultantes da atividade pesqueira, dentre outros.

Aprovada há quase um mês pela Assembleia Legislativa, a nova lei traz sugestões do Sindicato dos Agricultores Familiares de Petrolina (Sintraf) e é uma reivindicação já antiga das entidades ligadas à agricultura familiar.

O programa se destina também a agricultores urbanos, pescadores artesanais, criadores de animais, povos indígenas, comunidades quilombolas e beneficiários da reforma agrária. O texto sancionado por Câmara, porém, limita a compra estatal no valor anual de R$ 20 mil, por pessoa, e de R$ 6 milhões, através de cooperativas e associações.

LEIA MAIS

Agricultores que apresentavam problemas cadastrais começam a receber parcelas do Garantia-Safra em Petrolina

A Prefeitura de Petrolina informa que a Folha de Pagamento do Garantia-Safra de 2016 até 2019 começou a ser paga nesta semana para 52 agricultores familiares que estavam com problemas cadastrais. Os cadastros apresentavam algumas incongruências que tão logo foram corrigidas e repassadas para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Secretaria de Política Agrícola.

O agricultor pode procurar uma agência da Caixa Econômica Federal para realizar o saque dos valores de acordo com o número final do Número de Identificação Social (NIS) sendo em ordem crescente a partir do número 1 até o 0.

O Garantia-Safra é um programa com ações voltadas aos agricultores familiares que tiveram prejuízos em suas lavouras e estão inseridos em municípios atingidos pela seca ou perdas nas colheitas devido ao excesso de chuvas.

A Secretaria de Governo e Agricultura (Segoa) é responsável, em Petrolina, pelo recebimento de inscrições, emissão dos laudos técnicos de verificação do plantio e de casos onde há perdas. Caso algum agricultor que aderiu à referida safra não esteja recebendo os recursos, ou ainda não tenha o cartão o recomendado é que entre em contato com a secretaria pelo e-mail (87) 98128-7054 para que possa ser regularizada a situação e o pagamento seja então liberado.

Governo de Pernambuco entrega sementes de milho e sorgo a agricultores do Sertão do estado

(Foto: Edilson Júnior/SDA)

O Governo de Pernambuco deu início, nesta quinta-feira (16), no município de Custódia, à distribuição de sementes do Programa Campo Novo aos agricultores dos 56 municípios do Sertão Pernambucano. Ao todo serão distribuídas 530 toneladas de sementes, sendo 445 toneladas de milho e 85 toneladas de sorgo forrageiro, que chegarão aos agricultores exatamente na quadra chuvosa da região, que vai de dezembro a março. Cerca de 75 mil famílias de agricultores serão beneficiadas.

Com investimento global de R$ 1,9 milhão, as sementes distribuídas sob a coordenação do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), vão permitir o cultivo de 22.250 hectares de milho, com uma produção estimada de 225 mil toneladas, e 16.500 hectares de sorgo, com uma produção que pode chegar a 530 mil toneladas de massa verde (forragem) para alimentação animal.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, o governador Paulo Câmara não mediu esforços para que as sementes chegassem agora no início das chuvas. “A previsão da APAC (Agência Pernambucana de Águas e Clima) para este ano são de chuvas normais a acima da média no Sertão, daí a importância das sementes chegarem à mão de vocês neste momento”, destacou Dilson, durante evento do Programa Campo Novo realizado no Parque de Exposições de Custódia.

LEIA MAIS

Prefeitura de Dormentes realiza encontro entre agricultores e IPA

(Foto: Ascom)

O salão principal do Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Dormentes (PE) ficou lotado para a reunião com a diretoria do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). A deputada estadual, Dulcicleide Amorim (PT) e o gerente de negócios do Banco do Nordeste, Fábio Cipriano também participaram do encontro.

Produtores e agricultores de todo o município foram convidados pela prefeita Josimara Cavalcanti (PTB) para uma conversa com o novo presidente do IPA, Odacy Amorim. “Fiquei muito feliz com a indicação de Odacy para essa instituição que é tão importante para gente. Semana passada estive em Recife onde conversamos sobre as necessidades dos agricultores do município e fui muito bem recepcionada. Sai de lá com boas notícias e fiz questão de marcar esse encontro aqui no sindicato, junto aos trabalhadores para eles saberem das coisas boas que estão vindo para gente”, explicou a prefeita. 

LEIA MAIS

Governo de PE atrasa repasse do Garantia Safra e agricultores de Petrolina terão benefício prejudicado

Pagamento do garantia safra em Petrolina foi prejudico por atraso do Governo Estadual.

Os agricultores de Petrolina (PE) foram prejudicados pelo atraso do repasse do Garantia Safra pelo Governo Estadual. O atraso do pagamento referente à parcela do benefício do Estado impediu a distribuição dos boletos na cidade.

Apesar do atraso, nesta segunda-feira (28) a prefeitura deve iniciar a distribuição dos boletos na sede da Secretaria de Agricultura localizada na Avenida Honorato Viana. Além das entregas na sede, os boletos também serão disponibilizados na terça-feira (29) na quadra de Rajada e na quarta (30), na sede da Associação de Moradores de Izacolândia.

De acordo com o secretário de Governo e Agricultura de Petrolina, Simão Durando, o atraso prejudicou a emissão dos boletos de adesão que seriam entregues nas comunidades rurais.

“Este atraso por parte do governo estadual inviabilizou totalmente a entrega dos nossos boletos. Por conta dessa demora, a prefeitura só teve acesso à senha para impressão dos boletos no dia 24 de janeiro, sendo que o prazo para adesão dos agricultores terminará no dia 31 de janeiro, ou seja, fomos prejudicados”, explicou.

LEIA MAIS

Conselho homologa agricultores de Juazeiro inscritos no programa Garantia Safra 2018/2019

(Foto: ASCOM)

Nesta segunda-feira (29), foi realizada na Casa dos Conselhos em Juazeiro (BA), a reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável – CMDRS, para homologação dos agricultores inscritos no Programa Garantia Safra 2018/2019.

“Nessa safra tivemos 3.345 inscrições, o número de agricultores cresceu um pouco esse ano, já que na safra passada registramos 3.169 inscritos. O diferencial é que todos os agricultores tiveram que passar pelas etapas de inscrição, independente se já participaram ou não do programa”, observou o representante do Bahiater, Carlos Tadeu dos Santos Guedes.

Durante a reunião os conselheiros pontuaram os critérios exigidos para os agricultores aderirem ao programa: devem cultivar em áreas não irrigadas de milho, feijão e mandioca; possuir a DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) do grupo B e não ter renda familiar anual acima de um salário e meio. Além disso, é proibida a adesão de mais de um membro da mesma família. “Após a homologação dos inscritos, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) por intermédio da ADEAP, fiscalizará as propriedades dos agricultores para comprovar se houve o plantio”, informou o presidente do Conselho e titular da ADEAP, Tiano Felix.

O programa Garantia Safra tem como objetivo garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios sistematicamente sujeitos a perda de safra em razão do fenômeno de estiagem ou excesso de chuva. “O beneficio será de R$850,00, pagos em cinco parcelas mensais, por família. A ação procura incentivar a produção agrícola na região, privilegiando os agricultores familiares, população vulnerável ao fenômeno da seca”, explicou Tiano.

LEIA MAIS

Sebrae e parceiros capacitam produtores rurais durante Fenagri

(Foto: ASCOM)

Cerca de 500 produtores rurais, profissionais e estudantes ligados à agricultura devem participar, por dia, de minicursos e seminários ofertados durante a maior feira de fruticultura irrigada da América Latina, a Fenagri. A 27ª edição do evento começou na última quarta-feira (11), e segue até sábado (14), na área de exposições do Juá Garden Shopping, em Juazeiro, com foco em negócios, transferência de tecnologias, divulgação de potencialidades do Vale do São Francisco e acesso ao conhecimento.

As capacitações técnicas da Fenagri começaram nesta quinta-feira (12), e estão sendo coordenadas pelo Sebrae, Centro de Excelência em Fruticultura, Embrapa, Codevasf, Senar, CNA e Sindicato dos Produtores Rurais de Juazeiro e Petrolina durante dois dias. Os Minicursos serão realizados no Centro de Excelência em Fruticultura e na Universidade do Estado da Bahia e ministrados por profissionais especializados, que vão abordar temas atuais focados nas culturas de manga, uva, coco, melão, melancia, além de tratar de problemas como moscas das frutas.

LEIA MAIS

Terreiros Produtivos: prefeitura orienta agricultores sobre uso de biofertilizantes

(Foto: ASCOM)

Orientar e capacitar os agricultores para o cultivo saudável utilizando tecnologias naturais na Agricultura Biossalina. Este foi o principal tema do dia especial promovido pela Prefeitura de Petrolina, na Unidade Demonstrativa ‘Terreiros Produtivos’, na fazenda Carretão, comunidade de Caititu, zona rural do município.

Durante o evento, que foi coordenado pelos técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário e com o apoio da Empresa Agrobom, os participantes puderam conferir de perto o preparo e a utilização da calda orgânica na produção de espécies nativas da região. A ideia é que as técnicas naturais de cultura sejam passadas aos agricultores, estudantes, professores e multiplicadas nas regiões.

“Esta é a segunda fase dos Terreiros Produtivos que visa auxiliar os pequenos agricultores na utilização de biofertilizantes naturais na sua plantação. Sem dúvida, uma capacitação sobre calda orgânica pode proporcionar aumento na produção e renda do agricultor, e o melhor, sem agredir o meio ambiente,” disse o secretário executivo de Desenvolvimento Rural e Irrigação, André Jackson de Holanda.

LEIA MAIS

Agricultores de Petrolina terão maior prazo para cadastrar projeto de eletrificação de poços tubulares

Até o final deste mês de março, a Prefeitura de Petrolina estará realizando o cadastramento de poços tubulares com vazão acima de 500 litros/hora para eletrificação. A iniciativa visa utilizar a energia elétrica para o bombeamento de água, possibilitando a irrigação de pequenas áreas da zona rural do município.

O agricultor interessado em fazer o cadastramento deve apresentar os seguintes documentos: Cópia e original do CPF; Cópia e original do RG; Cópia e original da Escritura da Terra ou INCRA; Número do telefone e Número do poste mais próximo da residência (barramento).

LEIA MAIS

Prefeitura reunirá agricultores para orientar sobre Programa Nacional de Alimentação Escolar

A reunião acontecerá na Associação dos Moradores, às 9h. (Foto: ASCOM)

Com o objetivo de orientar os agricultores sobre a compra direta de produtos da agricultura familiar para a merenda escolar desde ano, a Prefeitura de Petrolina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, desenvolveu um cronograma de reuniões com agricultores familiares do município.

O calendário inicia nesta sexta-feira (16), com agricultores do Sítio Coelho em Izacolândia, zona rural do município. A reunião acontecerá na Associação dos Moradores, às 9h e contará com a presença do Secretário da pasta, José Batista da Gama e equipe técnica.

“Quero convidar os agricultores familiares do Sítio Coelho para participarem desse encontro, pois na ocasião iremos apresentar informações sobre a inclusão dos produtores na compra para a merenda escola da rede municipal de ensino e as documentações necessárias para participar do processo que em breve será publicado em edital”, disse o secretário José Batista, que na ocasião, adiantou que na próxima semana será a vez dos projetos irrigados, N-9 e C-3. O encontro vai acontecer sempre na Associação de Moradores.

O PNAE

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é um programa de assistência financeira suplementar com vistas a garantir, no mínimo, uma refeição diária aos alunos beneficiários, suprindo ao menos parcialmente as necessidades nutricionais dos alunos beneficiários, no período em que estes se encontram na escola.

Do total de recursos repassados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), no mínimo, 30% deve ser utilizado na aquisição de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar. Em Petrolina, 30% dos recursos são utilizados para esse tipo de aquisição.

Quase 4 mil agricultores serão beneficiados com o Garantia-Safra em Petrolina

(Foto: ASCOM)

3 mil 764 produtores rurais terão a cesso ao programa Garantia-Safra em 2018, no município de Petrolina. Um aumento de 17% em relação à 2017, quando 3.214 agricultores receberam o benefício.

A informação é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário do município, que coordena o programa, que é destinado a agricultores familiares que se encontram em municípios sujeitos a perdas de safra devido à seca ou ao excesso de chuvas.

Os inscritos no Garantia-Safra, vão receber R$ 850,00, depositados em cinco parcelas mensais de R$170,00, através da Caixa Econômica Federal ou correspondente bancário, nas mesmas datas do calendário do Bolsa Família. O recebimento da primeira parcela está previsto para o dia 18 de janeiro.

Parceria entre Agrovale e BNB liquida dívidas de 300 agricultores familiares em Juazeiro e região

(Foto: Divulgação)

Na manhã de hoje (11) a Agrovale fechou parceria com o Banco do Nordeste para a liquidação da dívida de 300 agricultores familiares em Juazeiro e outras quatro cidades vizinhas, na Bahia. De acordo com a gerência da entidade bancária, os beneficiários terão seus nomes tirados da lista de inadimplentes ainda nesta semana.

Na prática, a ação se antecipa ao vencimento da Lei 13.340 de 2016, que dá prazo de até o dia 28 de dezembro para agricultores e pecuaristas do Nordeste poderem liquidar as suas dívidas com bônus de até 95% ou repactuá-las para pagamento em 10 parcelas anuais e sucessivas com a primeira parcela vencendo em 30/11/2021.

Na parceria fechada com o banco, a Agrovale se dispôs a liquidar as dívidas das famílias mais carentes, produtores da Agricultura Familiar (PRONAF), contratadas até 31/12/2006. Além de Juazeiro, onde a empresa quitará as operações de crédito de 200 agricultores, também estão incluídos os municípios de Curaçá, Casa Nova, Sento Sé e Sobradinho, que terão outras 100 famílias beneficiadas.

Codevasf convoca produtores para repactuar dívidas de lotes e K1

Para a renegociação de débitos do K1, os agricultores devem comparecer ao setor de cobranças da Superintendência Regional da Codevasf. (Foto: CODEVASF)

Termina no dia 29 de novembro o prazo para a renegociação de dívidas do crédito rural de agricultores de lotes e K1 em Petrolina. O valor da dívida chegou a chega a marca de R$ 57 milhões.

Segundo informações da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), apenas 14% do valor da dívida foi quitado. “Hoje nós temos em torno de 2 mil irrigantes que estão neste processo de repactuação da dívida. O volume total dos recursos que eles deviam chega a R$ 49 milhões. Somando com os juros o valor fica em R$ 57 milhões”, explica o Superintendente da 3ª SR Codevasf, Aurivalter Cordeiro.

Para a renegociação de débitos do K1, os agricultores devem comparecer ao setor de cobranças da Superintendência Regional da Codevasf de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Conselho homologa agricultores no Programa Garantia Safra 2017/208

Durante a reunião, o Conselho aprovou a homologação de 3.165 inscritos que aderiram ao programa referente à safra 2017/2018.(Foto: ASCOM)

Foi realizada nesta segunda-feira (23), na Casa dos Conselhos em Juazeiro, reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável – CMDRS, que teve como pauta a homologação dos agricultores inscritos no Programa Garantia Safra 2017/2018.

“Nessa safra tivemos 3.169 inscrições feitas no período de 03 de julho a 20 de outubro. O número de agricultores cresceu um pouco esse ano, já que na safra passada registramos 3.028 inscritos. Mas temos que levar em consideração que do ano passado para cá, o TCU em todos os municípios fez alguns ajustes de trabalho, identificando outras pessoas”, explicou um dos representantes do BahiAter, Carlos Roberto Ribeiro.

Carlos Roberto também informou que os critérios exigidos para os agricultores aderirem ao programa são: os mesmos devem cultivar em áreas não irrigadas de milho, feijão e mandioca; devem possuir a DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) do grupo B e não ter renda familiar anual acima de um salário e meio; além disso, é proibida a adesão de mais de um membro da mesma família.

“Após a homologação dos inscritos, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) por intermédio da ADEAP, fiscaliza as propriedades dos agricultores para comprovar se houve o plantio”, frisou.

LEIA MAIS
123