Prefeitura implanta sistema para reaproveitar água em irrigação na zona rural de Petrolina

Ações sustentáveis que contribuirão no cultivo de palmas, hortaliças e flores serão implementadas a partir deste mês na zona rural de Petrolina. A prefeitura, em parceria com o IF Sertão-PE, executará o projeto de reuso da água cinza, aquela que é descartada após ser utilizada na lavagem de pratos, roupas, verduras e legumes, para tomar banho ou escovar os dentes, por exemplo. A comunidade de Atalho, a cerca de 80 km da cidade, será a primeira beneficiada com a ação.

O projeto de extensão idealizado há mais de dois anos pelo professor doutor José Sebastião Costa teve seu experimento realizado numa propriedade rural no Assentamento Terras da Liberdade e propõe o reuso da água para irrigação. Esse é um sistema de tratamento simplificado para comunidades rurais. A ideia é facilitar o aproveitamento da água em comunidades que têm uma certa dificuldade com a aquisição do líquido. Em levantamento realizado na Escola Olavo Bilac, foi constatado que cerca de 700 a mil litros de água são descartados no solo depois das atividades na cantina.

“Com a construção da caixa de gordura, etapa de tratamento físico, fazemos a retirada da gordura e do sabão que ficam em suspensão e que seriam degradantes do solo. Uma vez que isso aconteça a água pode ser realmente reaproveitada. A parceria com a prefeitura tem dado muito resultado desde o ano passado com a unidade de experimento. A iniciativa só funciona se esse tipo de parceria for mantida porque não temos condição de fazermos sozinhos e a prefeitura estando conosco poderemos chegar a outras comunidades”, pontuou o professor.

Nesta segunda-feira (16), equipes da Secretaria de Governo e Agricultura (SEGOA), Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA) e do campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE começaram a implantação de uma unidade demonstrativa do projeto na Escola Municipal Olavo Bilac constituída. O sistema simplificado consiste na construção de uma caixa de gordura artesanal, desta maneira, utilizando um simples processo de filtragem, reaproveitando toda a água cinza que seria totalmente desperdiçada. “A proposta é excelente porque a água desperdiçada agora será usada para o plantio de uma horta para consumo da comunidade escolar, usando as noções de sustentabilidade com os alunos que já estão engajados nessa ação também junto aos pais”, comemorou a coordenadora e professora Marla Patrícia Silva.

“Precisamos conviver e aprender todos os dias com o semiárido em relação à escassez de água, esse é o principal desafio. A gente percebe que na zona rural de Petrolina a água utilizada nas pias da cozinha e durante o banho vai embora pelo ralo e poderia ser reaproveitada para irrigar palmas, uma fruteira, hortaliças. Então, o prefeito Miguel Coelho atento a isso e às novas tecnologias implementadas pelo IF Petrolina, através de parceria também com a AMMA, começamos a instalar projetos pilotos como este em Atalho na Escola Olavo Bilac onde os alunos serão os multiplicadores dessa ideia que também tentaremos levar para casas nessa comunidade e em outros povoados. Parcerias para que assim possamos reaproveitar cada vez mais esse líquido que é tão escasso no nosso semiárido”, destacou o secretário de Governo e Agricultura, Simão Durando.

Após manutenção, abastecimento de água deve voltar ao normal em Rajada, Dormentes e Afrânio

Abastecimento de água será normalizado a partir das 17h.

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que o abastecimento em Afrânio, Rajada e Dormentes deve voltar ao normal a partir das 17h desta quarta-feira (21).

A empresa havia suspendido o fornecimento de água devido a uma manutenção emergencial no trecho de uma adutora do sistema Afrânio-Dormentes, localizada em Pau Ferro, distrito de Petrolina.

A companhia informou, ainda, que a regularização do abastecimento ocorrerá de acordo com o calendário de cada localidade. O prazo para retorno integral do abastecimento é de 24h depois da religação do sistema.

Prefeitura de Petrolina avança em processo de licitação para contratar nova empresa de abastecimento de água e esgoto

A Prefeitura de Petrolina deu mais um passo para selecionar a nova concessionária que deverá operar os sistemas de água e saneamento básico do município. Após mais de 18 meses de trabalho, está pronta a minuta do edital com as regras que as empresas interessadas devem atender para concorrer ao processo licitatório.

O texto foi construído por representantes da administração municipal e da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a partir de estudos técnicos recebidos por meio do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) de três empresas.

O processo foi encaminhado para o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE), que deverá avaliar para posteriormente ser aprovado. “Estamos construindo um processo junto com o TCE para que possamos ter o edital que melhor contemple as expectativas da população. Após a devolução do tribunal, serão feitos os ajustes, se preciso for, para posterior publicação na forma exigida pela lei. A gestão do prefeito Miguel Coelho tem trabalhado incansavelmente para dar aos petrolinenses um serviço à altura do investimento aqui arrecadado”, explicou o procurador geral de Petrolina, Diniz Eduardo.

A previsão é que em até 90 dias o TCE dê o parecer sobre a minuta do edital. Após aprovado, o processo será encaminhado para publicação no Diário Oficial, no qual será dado prosseguimento ao processo licitatório.

Compesa informa sobre falta d’água em Petrolina neste domingo

ETA que receberá manutenção é responsável por abastecer 60% dos bairros de Petrolina.

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que deve ocorrer queda de pressão ou falta de água nos bairros das zonas norte, leste e central de Petrolina (PE). A empresa fará a manutenção elétrico preventiva na Estação de Tratamento de Água (ETA) Petrolina 1, no Centro.

A ETA é responsável pelo abastecimento de cerca de 60% dos bairros da cidade. A manutenção acontece a partir das 8h30 e segue até às 12h deste domingo (04). Segundo a companhia, a distribuição de água será retomada após a conclusão de serviços.

SAAE comunica falta de água em alguns bairros de Juazeiro nesta quinta

Serviço será feito nesta quinta.

O Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) comunica aos usuários dos bairros atendidos pelas Estações de Piranga, BA 210 e Distrito Industrial que o abastecimento de água será suspenso nesta quinta-feira (1º).

O serviço será feito das 8h às 12h para que as equipes possam concluir o serviço da retirada de um vazamento no decantador da ETA principal. Segundo o SAAE, o abastecimento da área do Centro da cidade não será afetado.

Bairros de Juazeiro ficam sem água para serviço de manutenção

Toda cidade ficará sem água.

Nesta terça-feira (23) todos os bairros de Juazeiro devem ficar sem água, segundo o Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE). A interrupção no abastecimento acontece para que sejam feitos serviços de manutenção.

Um dos decantadores da Estação de Tratamento de Água (ETA) passará por um reparo. Além disso, de acordo com o SAAE, haverá a substituição de dois registros no centro da cidade. O abastecimento será suspenso das 8h às 16h em toda a cidade.

Produtores rurais de Juazeiro e Petrolina reclamam de alta no preço da outorga de água                                      

(Foto: Divulgação)

Representantes de 3.772 produtores rurais de sete perímetros públicos irrigados de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), no Vale do São Francisco, se reuniram na tarde da última terça-feira (9) para reclamar de um reajuste médio de 400% no valor da outorga d’água cobrada pela Agência Nacional de Águas (ANA). O aumento é referendado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – CBHSF.

Durante o encontro, realizado na sede da 6ª Superintendência da Codevasf, em Juazeiro, os gerentes executivos e advogados dos perímetros Tourão, Maniçoba, Mandacaru, Curaçá I e II, no lado baiano, e Senador Nilo Coelho e Bebedouro, em Pernambuco, analisaram a nova metodologia de cobrança revelando que o aumento é abusivo e pode comprometer a produção agrícola da região.

“Somente para se ter uma ideia da gravidade deste reajuste, os 279 produtores do projeto Tourão pagaram no ano passado o valor de R$ 290.000,00. Com a mudança a ANA aumentou a outorga para R$ 2.200.000,00 com vencimento para o dia 31 deste mês”, reclamou o gerente executivo do perímetro, Walter Farias. Ele salientou ainda que se o impasse não for resolvido o aumento também terá que ser absorvido e pago por toda a população que vive e utiliza a água dos projetos agrícolas. O Tourão é considerado o maior projeto agrícola de Juazeiro ocupando uma área de 15.300 hectares.

LEIA MAIS

Em Audiência Pública, Prefeitura de Petrolina busca soluções para abastecimento de água em Rajada

Cerca de 300 moradores participaram do evento.

Estiveram reunidos na manhã desse domingo (9), na Escola Municipal José Cícero de Amorim, representantes da Prefeitura de Petrolina para participar de uma Audiência Pública requerida pela Câmara de Vereadores de Petrolina para debater, junto à comunidade do distrito de Rajada e autoridades competentes, os problemas no abastecimento de água daquela região.

Compareceram ao evento cerca de 300 moradores que tiveram a oportunidade de pontuar as dificuldades enfrentadas para o gerente regional da Compesa, João Rafael Queiroz, os deputados estaduais Lucas Ramos, Odacy Amorim e Ducicleide Amorim e o diretor-presidente da Agência Reguladora do Município de Petrolina (ARMUP), Rubem Franca.

Durante a ocasião, foi formalizado um documento de acordo com a solicitação da comunidade, para que seja unificado o serviço de distribuição de água em Rajada e demais localidades de seu entorno que têm enfrentado, constantemente, a falta do líquido em suas moradias e propriedades.

Representando o prefeito Miguel Coelho, o secretário de Governo e Agricultura, Simão Durando, destacou a importância da realização da audiência. “A gente tem que estar realmente reunido e trocando ideias com a população. Quem é que mexe com energia senão a Celpe? Quem é responsável por água e esgoto senão a Compesa? Não existe jogo de empurra-empurra, o que o prefeito de Petrolina quer fazer é tirar realmente de vez uma empresa que está arrecadando dinheiro e não está investindo na cidade. O prefeito Miguel Coelho está com coragem para puxar para si a responsabilidade”, ressaltou o gestor.

Inauguração de adutora garante acesso à água na comunidade de Mudubim, em Petrolina

A adutora deve alcançar 20 km de extensão.

Neste sábado (11), às 12h, o prefeito Miguel Coelho deve inaugurar a adutora na comunidade de Mudubim, a 75 km de Petrolina (PE). A obra foi iniciada em janeiro e já estava em fase de teste desde final de março. Mais de 50 famílias serão beneficiadas com a novidade.

Os serviços são executados pela Secretaria de Governo e Agricultura através de emenda do deputado federal Fernando Filho repassada para a 3ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) que realizou a entrega dos canos.

A adutora conta, atualmente, com 16,7 km construídos e ao fim das obras deve alcançar 20 km de extensão, incluindo a rede principal e demais redes de distribuição que também vão beneficiar a comunidade de Angical ofertando 40 m³ de água por hora.

“O permanente compromisso do prefeito Miguel Coelho com a população de toda a zona rural de Petrolina é constante e estamos muito atentos para atender uma das maiores solicitações que é o acesso à água. A Adutora do Mudubim beneficiará 50 famílias e indiretamente atenderá mais 20 que se encontram distantes da obra e agora poderão adquirir água nas cisternas das pessoas que estão mais próximas”, destaca o gestor da pasta, Simão Durando.

Oito pessoas passam mal depois de tomar banho no Rio São Francisco; grupo aponta possível contaminação da água como principal causa dos sintomas

No último fim de semana, oito pessoas que estiveram na Ilha da Amélia em um passeio, passaram mal depois de tomar banho no Rio São Francisco. A ocasião que inicialmente era de lazer e diversão se transformou em trauma.

“Estávamos em nove pessoas, oito de nós passamos mal ao mesmo tempo. Apenas uma de nós não passou mal, e a única coisa que ela tinha feito de diferente foi não entrar no rio”, conta Leticia Carvalho, umas das pessoas que apresentaram os sintomas.

A notícia que causou preocupação foi divulgada por Leticia, através de uma postagem nas redes sociais, alertando a população de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) sobre possíveis riscos de contaminação da água do Velho Chico.

LEIA MAIS

Educação ambiental: estudantes de Petrolina aprendem sobre preservação dos recursos hídricos no Dia Mundial da Água

A data é um esforço da comunidade internacional para colocar em pauta questões essenciais que envolvem os recursos hídricos.

Nesta sexta-feira (22), data em que é celebrada o Dia Mundial da Água, estudantes da rede Municipal de Petrolina participaram de atividades de conscientização sobre a importância dos recursos hídricos para o equilíbrio ambiental. Ao longo do ano, diversas ações ligadas ao tema são promovidas dentro e fora das salas de aula, através das atividades da plataforma ‘Petrolina Educa’.

No período da manhã, alunos do ensino fundamental da Escola Nossa Senhora Rainha dos Anjos (CAIC) participaram de um encontro promovido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF).

Os estudantes, sob supervisão dos professores e dos técnicos, lançaram no rio São Francisco 50 mil alevinos das espécies Pacamã e Curimatã. Durante o peixamento, eles receberam ainda orientação sobre características dos peixes e seu papel no ecossistema e foram orientados quanto aos cuidados com o rio.

LEIA MAIS

Juazeiro deve ficar sem água na próxima segunda, informa SAAE

O Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) emitiu um comunicado à população juazeirense que na próxima segunda-feira (25) faltará água em toda a cidade das 8h às 14h.

A interrupção do abastecimento acontece para que a Coelba faça uma manutenção nas redes elétricas que fornecem energia para a Estação de Captação de Água e Almoxarifado do SAAE.

Por esse motivo o sistema de abastecimento será paralisado até que a energia seja restabelecida. Caso a Coelba conclua o serviço antes do tempo previsto, o abastecimento de água voltará imediatamente.

Enquete: a Compesa presta um bom serviço em Petrolina?

A Compesa presta um bom serviço em Petrolina?

 

Atual responsável pelo saneamento básico em Petrolina, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) é criticada diariamente pelo trabalho realizado no município. Embora seja eleita por revistas como uma das melhores empresas de saneamento do país, a companhia não consegue emplacar um bom serviço na cidade pernambucana.

Além da constante falta de água registrada semanalmente em diversos bairros do município, os moradores reclamam de esgotos a céu aberto e bocas de lobo estouradas, por exemplo.

A empresa, inclusive, chegou a ser multada duas vezes – em R$ 20 milhões e R$ 800 mil – pela prefeitura por despejar esgoto sem tratamento diretamente no Rio São Francisco. Na oportunidade, a Compesa negou as acusações.

Municipalização do serviço

A prefeitura de Petrolina, com a promessa de melhorar o serviço de saneamento para as comunidades, defende a municipalização do serviço, tratada como prioridade do governo municipal, que, caso se concretize, será exercida por meio de uma Parceria Público Privada (PPP).

LEIA MAIS

Cano estourado e chuva faz lama entrar em casas do São Joaquim, em Petrolina

Em contato com o blog Waldiney Passos, um morador do São Joaquim, em Petrolina (PE), relatou um grave problema na estrutura da rua da sua residência. Sem pavimentação, sempre que chove ou quando um cano da rede água estoura, o que acontece constantemente, a lama escorre pela rua 20 do bairro e chega a entrar dentro das casas.

“Já não bastava o lamaceiro das chuvas que tinha ficado por causa da estrutura da rua. Muita lama muito e esgoto. O grande problema é quando estoura [canos de rede de água] ou quando chove aqui nessa rua. A lama sempre entra na área da gente por causa da estrutura da rua”, diz o leitor.

O morador relatou ainda a situação que encontrou sua casa após o cano da rede de água ter estourado. “Ontem (27) quando cheguei do trabalho me deparei com a pior situação que já teve aqui. A lama já tinha entrado na minha casa e em algumas casas vizinhas. Minha área estava cheia de sujeira da lama. Horrível a situação”.

Ainda de acordo com a reclamação, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi acionada e tentou resolver o problema. No entanto, o cano da rede de água estoura constantemente, o que piora a situação deixada pelas chuvas que tem caído na cidade.

Compesa afirma que quedas de energia têm provocado falta d’água em Petrolina

Após nosso blog receber diversas reclamações sobre falta de água em vários bairros de Petrolina (PE), além da redução da vazão nos finais de semana em algumas localidades, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa)esclareceu alguns pontos sobre a interrupção no abastecimento.

De acordo com a Compesa, a falta de água tem acontecido devido a “sucessivas quedas de energia que estão prejudicando a operação do sistema”. “Além disso, com as fortes chuvas que atingem a região, paradas para limpeza da captação de água estão sendo necessárias para retirar a vegetação que é arrastada pelas chuvas e sugada pelas bombas, reduzindo a vazão”.

Na nota, a Companhia informou que já acionou a Celpe sobre o problema e que fez nessa terça-feira (26) o “reforço das grades das unidades com o objetivo de minimizar os problemas causados pela vegetação”.

123