Virarte encerra Aldeia do Velho Chico com grande programação neste sábado

O pernambucano Almério é uma das atrações do Virarte. (Foto: Divulgação)

Após 15 dias de intensa programação cultural, a Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco, realizado pelo Sesc Petrolina, será encerrado neste sábado (31), com o tradicional Virarte. Serão mais de dez horas ininterruptas de atrações, em uma grade que conta com shows musicais, espetáculos de dança, teatro e o Mercado Cultural.

Entre as atrações mais esperadas da programação estão a cantora baiana Larissa Luz e o pernambucano Almério. Natural de Altinho, no Agreste de Pernambuco, Almério subirá ao palco alternativo da Aldeia às 20h, para apresentar ao público sucessos do seu segundo CD “Desempena”, e outras canções. O cantor e compositor é ganhador do Prêmio da Música Brasileira 2018 na categoria Cantor Revelação.

Às 23h será a vez da cantora Larissa Luz colocar todo mundo para dançar. Cantora, compositora e atriz, Larissa é um dos principais nomes da música negra contemporânea da Bahia. Atualmente em cartaz vivendo Elza Soares no musical “Elza”, a soteropolitana concilia carreira de atriz e cantora.  Em seu novo trabalho, “Trovão” Larissa constrói um ritual Baile que propõe conexão do sublime com o terreno, atualizando mitos yorubás e conduzindo um encontro entre som e movimento na pista.

LEIA MAIS

No último dia do Aldeia do Velho Chico, público lota Teatro Dona Amélia para bate-papo com escritores

(Foto: Karen Lima)

O sábado (11) foi marcado pelo Virarte, evento que tradicionalmente encerra a programação do Aldeia do Velho Chico. Em sua 14ª edição, o festival iniciado no dia 1º de agosto promoveu nesse começo de mês intervenções culturais, formações, além de shows e rodas de conversa.

Das 16h de ontem às 4h desse domingo (12) a programação gratuita levou um bom público ao Sesc de Petrolina, que acompanhou as 12 horas de cultura. O evento mais procurado foi o “Você é o que Lê”, roda de conversa protagonizada pelo escritor Xico Sá, pela atriz e apresentadora Maria Ribeiro e pelo também apresentador e escritor Gregório Duvivier.

Durante pouco mais de 1h30 eles discutiram juntamente com o público presente no Teatro sobre a literatura nacional e internacional, bem como a necessidade de representatividade. “A gente precisa muito de representatividade [na literatura]. É um sinal de alerta que a gente tem que ter”, disse Maria.

A política também surgiu como tema, mas de forma leve. Esse mesmo tom foi adotado para abordar a cultura local de Geraldo Azevedo, João Gilberto, Manuca e outros nomes da literatura e música nordestina. A programação do Virarte foi encerrada com show de Andrezza Santos, às 2h.

Aldeia do Velho Chico começa hoje (1º), programação segue até dia 11

A 14ª edição do Aldeia do Velho Chico começa nesta quarta-feira (1º), com o cortejo de abre alas, a partir das 16h em frente ao Sesc Petrolina. Nesse primeiro dia acontecerão apresentações musicais de grupos da região, entre eles o Afoxé Filhos de Zaze e Tio Zé Bá, além do grupo Cordel de Fogo Encantado.

Com programação em Petrolina, Lagoa Grande e Juazeiro, o evento contará ainda com apresentações teatrais, oficinas, discussões e mais shows no Teatro Dona Amélia.

Assim como já aconteceu nas edições anteriores, toda a programação do Aldeia do Velho Chico é gratuita, com exceção dos espetáculos realizados no Teatro Dona Amélia, que terão ingressos vendidos a R$ 20 (Inteira) e R$ 10  (Meia). Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo têm desconto, pagando apenas R$ 5.

Confira a seguir a programação completa:

LEIA MAIS

Inscrições para oficinas do Aldeia do Velho Chico já estão abertas

A edição 2018 do Aldeia do Velho Chico será realizada entre 1º e 11 de agosto, mas as inscrições para as oficinas e a venda para o show de Alice Caymmi já começaram. Com programação em Juazeiro, Lagoa Grande e Petrolina, a comunidade do Vale terá acesso à capacitações com profissionais de todo Brasil.

Segundo a organização do evento, as oficinas artísticas acontecem entre 2 e 10 de agosto. As inscrições devem ser realizadas no Sesc Petrolina e custam R$ 30 para o público geral, sendo R$ 15 a meia entrada. Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo pagam apenas R$ 10.

Hoje também foram iniciadas as vendas de ingressos para o show de Alice Caymmi, agendado para o dia 2 de agosto, às 21h no Teatro Dona Amélia. A programação completa do Aldeia com oficinas, apresentações e shows está disponível na internet.

Grupo Cordel do Fogo Encantado é uma das atrações do Festival Aldeia do Velho Chico

Grupo Cordel do Fogo Encantado. (Foto: Jonas Tucci)

A arte vai tomar conta das cidades de Petrolina e Lagoa Grande, em Pernambuco, e de Juazeiro, na Bahia, durante o mês de agosto.  De 1º a 11 o Sesc Petrolina realiza a 14ª edição do Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco.

A programação reúne mais de 100 artistas regionais e nacionais em shows musicais, espetáculos teatrais, dança, literatura, cinema e oficinas.  Clique aqui para ver a programação completa. Consolidado como importante projeto multicultural do Vale do São Francisco, o Aldeia é um desdobramento do Palco Giratório, maior projeto de artes cênicas em circulação no país.

LEIA MAIS

Agenda Cultural: confira a programação deste final de semana

Sexta-feira (11/08)

  • Cinema do Vale: Com a mostra “Drogas”, exibe o filme ‘Paraísos Artificiais’’, às 19h, no auditório da biblioteca da Univasf, campus Petrolina;
  • 13ª Aldeia do Velho Chico: Lançamento do Livro “Década Carmim” – Grupo Carmim, acontece às 17h, na Biblioteca Sesc.  Coletivo Incomum de Dança apresenta ‘Que Corpo é esse?’, no CEU do Rio Corrente, às 19h. apresentação Reisado da Comunidade Quilombola do Lambedor (Lagoa Grande-PE), acontece às 22h40.

Sábado (12/08)

  • 13ª Aldeia do Velho Chico: Na reta final, o festival promove o “Virarte” que tem início às 16h, com uma Mostra de Coreografias seguida por apresentação às 17h pelo Coral Vozes do Sertão, do IF Sertão.  Às 18h a Cia de Dança do Sesc apresenta o espetáculo “Eu vim da Ilha”.
  • Às 19h o Tio Zé Bá anima o público. Às 20h tem o espetáculo “Manga com Leite” e no mesmo horário Juliano Varela apresenta o espetáculo “Tempos Difíceis”. Carol Andrade apresenta uma performance às 21h, em seguida o espetáculo “Cavalo (em processo) ” será apresentado pela Qualquer Um dos 2 Cia de Dança.
  • Às 23h sobem ao palco As Bahia e a Cozinha Mineira (São Paulo-SP). Logo depois tem o “Dancing Queen” com participação de Jane di Castro (Rio de Janeiro-RJ) e DJ Candite. A DJ Lizandra Martins encerra a edição do festival. Toda a programação acontece no Sesc Petrolina.
  • Forró das Antiga: Reúne as bandas Limão com Mel, Mastruz com Leite e Forró Calango, a partir das 22h, no espaço de eventos, Zé Matuto.

Cinema

Petrolina

Meu Malvado Favorito 3 (Dub)
Homem Aranha: De volta ao Lar (Dub)
Dunkirk (Leg)
Planeta dos macacos: A guerra (Dub/Leg)
Transformers: O Último Cavaleiro (Dub)
Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (Dub/Leg)
O Reino Gelado: Fogo e Gelo (Dub)
Malasartes e o Duelo com a Morte (Leg)

Juazeiro

Planeta dos Macacos: A Guerra (Dub 3D)
D.P.A – Detetives do Prédio Azul (Nac)
Transformers: O Último Cavaleiro (Dub)
Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (Leg 3D, Dub 3D)
Diário de um Banana: Caindo na Estrada (Dub)

Dentro da programação do Aldeia do Velho Chico, Sandra de Sá apresenta o projeto ‘Baculêju da De Sá’ nesta sexta em Petrolina

Sandra de Sá, apresenta as cantoras Simone Floresta e Nanda Fellyx, nesta sexta-feira (4) no Sesc Petrolina. (Foto: Glaucio Gil)

Com o Baculêju da De Sá”, a cantora Sandra de Sá desembarca em Petrolina, nesta sexta-feira (4) como uma das atrações mais esperadas da programação do Aldeia do Velho Chico.

No projeto Sandra de Sá, irá apresentar as cantoras Simone Floresta e Nanda Fellyx. No show, às 20h30, no Teatro Dona Amélia, a artista é acompanhada pelos músicos Asbel Cezar, Bruno Sant Anna e Bebeto Sorriso.

O “Baculêju” teve início em casa, com a sua banda, onde despretensiosamente Sandra de Sá experimentava vários ritmos e vertentes. A ideia deu tão certo, que resolveu dividir com os amigos e com seu público esse momento, levando para os palcos esse caldeirão musical.

Aldeia do Velho Chico: Começa nesta quinta a exposição Caleidoscópio em Petrolina

A exposição será aberta às 19h, na Galeria de Artes Ana das Carrancas, do Sesc Petrolina. (Foto: Divulgação)

Dentro da programação do Aldeia do Velho Chico, nesta quinta-feira (3) inicia em Petrolina a exposição ‘Caleidoscópio’, que reúne três artistas de diferentes gerações em uma mostra conjunta.

A mostra será aberta às 19h, a Galeria de Artes Ana das Carrancas, do Sesc Petrolina. Daniel Santiago, representante da geração 1960, Gil Vicente, os anos 1970 e Marcelo Silveira, década de 1980, são os artistas envolvidos na exposição, que conta com curadoria de Joana D´Arc Lima e patrocínio do Funcultura.

Programação do Aldeia do Velho Chico começa hoje em Petrolina

Cortejo Abre Alas Pro Velho Chico 2016 (Foto: Rubens Henrique/ Divulgação)

A 13ª edição da Aldeia do Velho Chico, inicia programação nesta terça-feira (1º) e segue até o dia 12 com shows musicais, espetáculos teatrais, dança, literatura, cinema, oficinas, gastronomia e artesanato.  O festival percorre os polos localizados em Petrolina, Lagoa Grande e Juazeiro.

Às 15h será aberta a exposição fotográfica “Painel Instantâneo”, no hall de entrada do Sesc, um painel que pretende capturar o cotidiano da Aldeia. Às 19h, no terraço da Galeria de Artes Ana das Carrancas, acontece o debate “Protagonismo Negro”. Às 20h, no mesmo local, o Núcleo Biruta de Teatro, de Petrolina, apresentará o “Recital Ponto Poético”, uma celebração da luta e da fé de mulheres e homens negros. Nesse recital se reverenciam poetas como Conceição Evaristo, Cristiane Sobral, Elisa Lucinda e Victória Santa Cruz, entre outros.

A cantora mineira Ceumar encerra a programação de abertura às 20h30, no Teatro Dona Amélia. Pela segunda vez em Petrolina, a artista subirá ao palco acompanhada do seu violão, pandeiro, num momento intimista em que dividirá com o público músicas do seu mais recente CD “Silencia” (2014) e outras canções especiais de sua carreira.

A programação completa está disponível no site do Sesc Pernambuco: www.sescpe.org.br. Os ingressos para as apresentações que acontecem no Teatro Dona Amélia custam R$ 20 (público em geral) e R$ 10 (comerciário/dependente). Nos demais locais a entrada é gratuita, porém, limitada à capacidade de cada espaço.

12ª Aldeia do Velho Chico é encerrada com 12 horas ininterruptas de apresentações

(Foto: ASCOM)

As apresentações irão até a madrugada. (Foto: ASCOM)

Após aproximadamente mil artistas mostrarem seu talento em mais de 100 apresentações culturais, o Sesc Petrolina promove o encerramento da 12ª edição do Festival Aldeia do Velho Chico com o Virarte, que acontece neste sábado (20).

Acontecerá uma verdadeira maratona cultural, que tem início às 16h, na Lateral do Teatro Dona Amélia, com as ‘Degustações Literárias’, e, na Rua Pacífico Da Luz (ao lado do Sesc), com ‘O Espelho da Lua’, da  Tropa do Balacobaco, de Arcoverde (PE).

As apresentações irão até a madrugada do dia 21 e o encerramento do Festival de Artes do Vale do São Francisco – Aldeia do Velho Chico fica por conta da banda de reggae Sóda Solta, às 2h, que deve movimentar a plateia do Salão do Sesc, com outras influências, como o afoxé, bossa-nova, rap e o rock.

 

Artistas regionais e nacionais participam do Aldeia do Velho Chico hoje (16)

(Foto: ASCOM)

O espetáculo teatral ‘OraMortem’ da seguimento ao dia das festividades culturais e acontece às 20h. (Foto: ASCOM)

Nesta terça-feira (16), a partir das 18h, a Cia. Balançarte, de Petrolina (PE) apresenta sua performance no Aldeia do Velho Chico para o público do CEU das Águas, no bairro Rio Corrente. Várias atrações culturais se apresentam com a liderança de artistas da região e nacionais.

O espetáculo teatral ‘OraMortem’ da seguimento ao dia das festividades culturais e acontece às 20h, no Teatro Dona Amélia, no Sesc Petrolina (Centro). Em seguida, às 21h, o Palco Alternativo recebe o Coletivo Lugar Comum (Recife), que traz uma versão do espetáculo de dança ‘Segunda Pele’, para falar sobre a cultura, liberdade e a identidade de um indivíduo.

O Festival de Artes do Vale do São Francisco – Aldeia do Velho Chico está na 12ª edição e traz para as duas cidades, até dia 20 de agosto, mais de 100 atrações. O evento conta com apresentações de diversas linguagens como música, literatura, arte visual, teatro, dança e audiovisual. Este ano, o Aldeia deve mobilizar cerca de mil artistas, com uma expectativa de público de 70 mil pessoas.

Confira a programação do Aldeia do Velho Chico neste final de semana e feriado

aldeia 2

As apresentações acontecem nas cidades de Petrolina e Lagoa Grande./ Foto: divulgação

Já são 15 dias de muita música, dança, teatro e literatura em Petrolina e Lagoa Grande (PE). Com artistas regionais e nacionais, o Aldeia do Velho Chico chega a este domingo (14) e segunda-feira de feriado (15) com uma programação que o faz, pelo 12º ano consecutivo, o maior Festival de Artes do Vale do São Francisco.

Em Lagoa Grande, o aquecimento será feito pelos moradores do Lambedor. Primeira atração do dia, os reisados de Orocó (PE) e da comunidade local se encontram, às 14h, para uma ‘Conversa de Mestres’, na qual as memórias e contos populares serão compartilhados com os espectadores. Em seguida, às 15h, será a vez de dois palhaços aluados fazerem a festa com uma flauta mágica, no espetáculo circo-teatral ‘Pé de livro’.

LEIA MAIS

Aldeia do Velho Chico faz apresentação neste final de semana em Petrolina (PE)

Aboio.Div. Danilo L. e Thalita R.

Três bairros de Petrolina (PE) recebem shows e atividades culturais com o Aldeia do Velho Chico. (Foto: ASCOM)

Três bairros de Petrolina (PE) recebem shows e atividades culturais com o Aldeia do Velho Chico. O evento acontece nesta sexta (12) e sábado (13) na Orla, Centro e o bairro Rio Corrente. Na sexta-feira, o Aldeia do Velho Chico apresenta aos espectadores do CEU das Águas, no Rio Corrente, os curtas-metragens produzidos por alunos nas oficinas de vídeos, às 16h.

Às 18h, o espetáculo teatral ‘Aboio – Toada Ligeira pra Surubim’, do grupo Proscênio, entra em cena no Palco Bambuzinho (Centro), para contar a história da cidade pernambucana que surgiu de um boi.  Às 20h, o público do Teatro Dona Amélia (no Sesc Petrolina) assiste um ‘Recital’ com a psicanalista Viviane Mosé; e segue, às 21h, para o Palco Alternativo, onde poderá conferir a peça ‘Retratos de uma lembrança interrompida’, do grupo de teatro Bela Idade (Recife – PE), que narra a história de quatro personagens que foram militantes pela democracia durante o regime militar.

LEIA MAIS

Semana será de muita arte e shows com o Aldeia do Velho Chico

(Foto: Fernando Lopes)

Nesta segunda-feira (8) algumas atrações acontecem durante o dia e a noite. (Foto: Fernando Lopes)

O Aldeia do Velho Chico segue com toda a sua arte na cidade de Petrolina (PE). As atividades e shows, que começaram no dia (4), vão até o dia 20, trazendo muita festa e alegria para a população local.

Nesta segunda-feira (8) algumas atrações acontecem durante o dia e a noite. O filme ‘O Homem da Lua’, do alemão Stephan Schesch, acontece a partir das 16h, no CEU das Águas, que fica no bairro Rio Corrente. No bambuzinho, às 18h, acontece o espetáculo ‘O Palhaço e a Bailarina’, que traz números cômicos inspirados na tradição do circo brasileiro.

LEIA MAIS

Abre alas da 12ª Aldeia do Velho Chico sai às ruas de Petrolina (PE)

(Foto: ASCOM)

Vários artistas se apresentarão durante a Aldeia do Velho Chico. (Foto: ASCOM)

O centro de Petrolina (PE) contará com a presença de vários artistas nessa sexta-feira (5). O tradicional cortejo ‘Abre Alas Pro Velho Chico’ começa às 14h, no Sesc Petrolina, com os painéis ‘Visualidades do Aldeia’, ‘Instantâneo’ e uma mostra das oficinas de artes.

O início da 12ª edição do Festival de Artes do Vale do São Francisco começa com a a chegada das orquestras de frevo, fanfarras, axé e as quadrilhas juninas.

Durante todo o dia grupos artísticos se concentrarão: orquestras de frevo, movimentos da música popular, da dança e do batuque farão parte das performances do Reisado da Comunidade Quilombola do Lambedor e apresentações de cantores como o sanfoneiro Silas França, que vai fazer o show de encerramento do primeiro dia oficial de apresentações musicais do Aldeia do Velho Chico em Petrolina.

LEIA MAIS
12