Humberto Costa manda recado a Cristina Costa sobre possível aliança com Miguel: “É melhor que ela mude de ideia”

Senador refutou ideia de se aliar a bolsonaristas (Foto: Blog Waldiney Passos)

A eleição municipal de 2020 já movimenta o xadrez da política em Petrolina. E na visão do senador Humberto Costa (PT), uma das principais lideranças em Pernambuco, não há chances de a sigla desenhar alianças com bolsonaristas.

LEIA TAMBÉM:

Candidato a prefeito por três vezes, Gonzaga Patriota declara seu apoio a Lucas Ramos

Marília Arraes defende nome de Cristina Costa como candidata a prefeita de Petrolina

Ele concedeu uma entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos nessa quinta-feira (27) e foi curto e grosso: “Nós não vamos permitir em qualquer lugar do Brasil [alianças] do PT com bolsonaristas“, disse na Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS

PSB pode apoiar candidatura de Ciro Gomes à Presidência, afirma Paulo Câmara

(Foto: Julio Jacobina/DP)

Com a desistência do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa de não concorrer à Presidência da República pelo PSB, o partido já estuda apoiar o nome de Ciro Gomes para a disputa. A afirmação veio do governador de Pernambuco e vice-presidente nacional da legenda, Paulo Câmara, nesse final de semana.

“Apoio ao Ciro vai depender do processo de discussão interna do partido. Com a desistência do ministro Joaquim Barbosa de ser pré-candidato, isso passa a ser uma possibilidade“, disse Câmara sobre o político do PDT. Ainda segundo o governador de Pernambuco, a centro-esquerda deve seguir dois caminhos: encaminhar uma candidatura única ou se dividirá no primeiro turno, já que há a possibilidade de apoio ao PT.

No entanto, na opinião de Câmara, a candidatura ideal uniria PT, PSB e PDT lado a lado. “Se der para juntar tudo no primeiro turno, é o melhor dos mundos, independentemente de quem seja o candidato. Agora, se não der, é importante também a gente se preparar para estar junto no segundo turno“, disse.

Caso não haja consenso com as duas siglas, o PSB deve encaminhar uma candidatura única ao Governo de Pernambuco, porém ainda não decidiu quem seria o nome a disputar as eleições.

Marília e Lóssio participam de entrevistas juntos e reforçam sinais de aproximação

(Foto: Reprodução)

A vereadora de Recife, Marília Arraes (PT) e o ex-prefeito de Petrolina, Julio Lóssio participaram de uma entrevista juntos, na segunda-feira (7). Lado a lado, os então pré-candidatos ao Governo de Pernambuco comentaram sobre uma possível aproximação antes das eleições.

Marília Arraes elogiou Lóssio e afirmou se sentir honrada, caso faça parte de uma chapa com ele. “Me sentiria bastante honrada de ter o prefeito Júlio Lóssio na nossa chapa, porque é uma pessoa de grande experiência que fez gestões exitosas”, destacou.

A aproximação de Marília com a Rede Sustentabilidade, partido presidido por Marina Silva teve início nos últimos dias, mas esbarra em alguns posicionamentos de membros do PT e da própria vereadora. A neta de Miguel Arraes é um dos possíveis nomes a ser utilizado pelo Partido dos Trabalhadores nas eleições de outubro, para o Governo de Pernambuco.

No entanto, o PT ainda analisa se concorrerá com candidato único ou se de fato, fará uma aliança com o PSB no estado, já que os socialistas hoje estão fazendo oposição ao governo de Michel Temer no país.

Exclusiva: escolha do PT sobre nome que disputará governo do estado deve acontecer em maio, de acordo com senador Humberto Costa

Senador (esq.) revelou que PT pode ter candidatura própria ou se aliar a PSB (Foto: Ascom)

A escolha do Partido dos Trabalhadores para o nome que disputará as eleições de outubro para o governo de Pernambuco não deve ser definida por ora. Foi o que afirmou o senador Humberto Costa em entrevista exclusiva ao Blog.

Hoje três nomes disputam a preferência dos membros petistas: o deputado estadual Odacy Amorim, a vereadora do Recife, Marília Arraes e o militante dos movimentos sociais José de Oliveira, entretanto, a martelo somente deverá ser batido em maio.

“Hoje a decisão do partido tem é de ter uma candidatura própria, nós temos três nomes disputando: Odacy, Marília e José de Oliveira, militante do movimento social e ainda há uma discussão a ser feita antes disso, se o PT vai sair com uma candidatura própria ou se o PT vai fazer uma aliança, no caso com o PSB“, explica o senador.

LEIA TAMBÉM:

Em Petrolina, senador Humberto Costa reafirma que PT continua trabalhando na candidatura de Lula

Humberto Costa acredita que Lula pode participar das eleições de outubro

Pesquisa interna

Segundo Humberto Costa, o PT contratou uma pesquisa para analisar o cenário eleitoral e depois dessas informações será decidido o futuro ou não de uma aliança com os socialistas. O próximo passo para o diretório avançar na escolha dos nomes para a eleição a governo de Pernambuco em 2018 é uma reunião no dia 5 de maio.

LEIA MAIS

Guilherme Coelho anunciará apoio a Miguel nesta quarta-feira

miguel fernando guilherme

O anuncio será realizado amanhã, em um hotel na Orla de Petrolina./ Foto: Giomara Damasceno

E parece que os comentários sobre a união da família Coelho, finalmente irão se confirmar. Segundo a Assessoria de Comunicação do deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Petrolina Miguel Coelho (PSB), será anunciada na manhã desta quarta-feira (20) a aliança histórica com o grupo político liderado pelo deputado federal Guilherme Coelho (PSDB).

Os detalhes do apoio para a caminhada eleitoral deste ano serão anunciados em entrevista coletiva para a imprensa nesta quarta-feira (20), a partir das 11h, no Hotel Costa do Rio.