Denúncia: Animais de rua estão sendo mortos com requintes de crueldade no Distrito Industrial de Petrolina

(Foto: Ilustração)

Alguns animais de rua que costumam circular na região do Distrito Industrial de  Petrolina, no Sertão de Pernambuco, estão sendo mortos por envenenamento e até mesmo a tiros e com golpes de faca, situação que vem preocupando a Josy Santos, que faz parte de uma ONG de proteção animal da cidade. Ela denuncia que já há algum tempo vem notando o sumiço de alguns pets ali na região.

Segundo Josy, os casos começaram a surgir em janeiro desse ano, quando três cachorros foram envenenados, sendo que dois morreram e um conseguiu se salvar, e outros dois foram mortos a tiros. Neste mesmo mês, uma outra protetora que integra a ONG fez o primeiro boletim de ocorrência na delegacia da Polícia Civil, porém, não houve nenhum êxito. Já em março, mais um filhote de cachorro foi morto, dessa vez, com golpes de faca.

“São mais de vinte animais de rua que vivem por ali. Animais indefesos e que estão correndo o risco de serem mortos por esse monstro. A pessoa que faz isso aproveita o momento que não tem ninguém por perto para cometer os atos. Precisamos saber quem está fazendo isso. Essa pessoa tem que pagar por tudo que está fazendo”, disse Josy Santos. A falta de câmeras de segurança no local dificulta a identificação do autor dos crimes.

LEIA MAIS

Aumento da pena para quem maltratar cães e gatos vai à sanção

Em sessão remota nesta quarta-feira (9), o Plenário do Senado aprovou projeto que aumenta as penas para maus-tratos a cães e gatos (PL 1.095/2019). O texto foi aprovado na Câmara no final do ano passado e segue agora para a sanção.

Pela proposta, a prática de abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação a cães e gatos será punida com pena de reclusão, de dois a cinco anos, além de multa e proibição de guarda. Hoje, a pena é de detenção, de três meses a um ano, e multa — dentro do item que abrange todos os animais. O projeto altera a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605, de 1998) para criar um item específico para cães e gatos, que são os animais domésticos mais comuns e principais vítimas desse tipo de crime.

O deputado Fred Costa (Patriota-MG), autor da proposição, acompanhou a votação da sala da Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen), de onde são transmitidas as sessões remotas do Senado. Para o deputado, o projeto responde a um problema concreto da sociedade brasileira, que tem se revoltado a cada caso de violência com os animais.

LEIA MAIS

Leitora denuncia maus tratos a animais no Centro de Zoonoses de Petrolina; prefeitura responde

A leitora, que prefere ficar no anonimato, enviou mensagem ao Blog Waldiney Passos denunciando maus tratos a animais que são encaminhados ao Centro de Zoonoses de Petrolina (CCZ), no Sertão de Pernambuco. De acordo com a denúncia, a pessoa levou um gato doméstico, sem ferimentos, ao local e o mesmo saiu de lá com um ferimento no focinho depois de levar uma queda de uma parede com mais de 1 metro de altura. Segundo a leitora,o fato ocorreu por pura displicência do funcionário do Centro. A mesma ainda saiu com um formulário para autorização de eutanásia.

De acordo com a pessoa que entrou em contato com nossa redação, o gato foi capturado em um determinado local, que ela prefere não expor, com suspeita de sarna e levado para o Centro de Zoonoses para avaliação. Segundo ela, o animal foi dentro de uma gaiola, onde ficou se debatendo. Ainda de acordo com a denúncia, mesmo sendo informado que o animal era selvagem e não era acostumado com humanos, chegando ao CCZ, o funcionário abriu a porta da gaiola e soltou o gato em uma sala.

LEIA MAIS

ONG Proteger, Univasf e prefeitura de Petrolina estudam parceria em favor da causa animal

(Foto: Arquivo Pessoal)

Nesta segunda-feira (10), foi realizada uma reunião entre a prefeitura de Petrolina, representantes da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e a ONG Proteger, que atua no resgate e cuidado de cães e gatos na região.

No encontro, as instituições estudaram a possibilidade de se firmar um convênio no intuito de oferecer serviços destinados à população animal de rua e carente do município.

Esse projeto deve ser desenvolvido com a participação de todos e tem como premissa fundamental a conscientização da população. A ideia é construir um plano de trabalho onde serão ampliados e fortalecidos os serviços e ações direcionados à saúde, proteção e bem-estar animal.

LEIA MAIS

Polícia investiga envenenamento de gatos no bairro Vila Mocó, em Petrolina

(Foto: Reprodução / TV Grande Rio)

A Polícia Civil está investigando o envenenamento de, ao menos, 58 gatos na rua Bicouto, no bairro Vila Mocó, em Petrolina (PE), após voluntários da ONG Proteger – que cuida de animais abandonados no Vale do São Francisco – denunciarem três moradores do local, que teriam feito ameaças de que matariam os animais.

Uma das voluntárias da ONG alimentava os animais e percebeu que o número de gatos que apareciam diminui drasticamente. De acordo com ela, até o mês passado 25 animais iam comer na porta de sua casa, número que caiu para menos de dez atualmente. Com medo, a protetora retirou da rua uma gatinha que está grávida, porque ela e os filhotes seriam as próximas vítimas.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro apreende animais de grande porte soltos na rua

(Foto: Ascom)

Nesta terça-feira (28) a Prefeitura de Juazeiro através da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB) recolheu dois animais de grande porte nas vias públicas da cidade. A ação faz parte dos trabalhos de fiscalização do ordenamento urbano pelas ruas e bairros de Juazeiro, que tem como foco garantir a segurança nos espaços públicos da cidade.

De acordo com o setor de ordenamento urbano a criação de animais de médio e grande porte requer local e espaço adequados e é proibida a circulação dos mesmos nos espaços públicos. Caso a fiscalização encontre algum animal deste nas vias públicas, é recolhido e levado ao curral municipal onde permanece por até 72h. Passado esse período, se o responsável não aparecer, o animal é doado como previsto na Lei Complementar 018/2016 que rege sobre o código de polícia administrativa.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina responde a apelo de moradores do bairro Pedra Linda

(Foto: Whatsapp)

Nesta terça-feira (24) moradores do bairro Pedra Linda, em Petrolina, entraram em contato com o blog Waldiney Passos, pedindo providências em relações a outros dois moradores da rua 12, que alimentam e dão banho em animais de grande porte, como jumentos, em cima das calçadas de suas residências.

Segundo os denunciantes, os infratores são dois homens, um por nome de José Rodrigues Filho, cujo apelido é Neguim da Carroça, e o outro é conhecido apenas por Bruno.

Segundo os vizinhos, essas atitudes têm causado mal cheiro, proliferação de moscas e sujeira na rua. Os moradores informaram que procuraram resolver a situação através do diálogo, mas os donos dos animais gritam que quem manda lá são eles e que os funcionários da Vigilância Sanitária são todos amigos e que não se importam com o que eles fazem.

Nós procuramos a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Município, que informou o seguinte:

Nota da Secretaria de Saúde

“A Prefeitura de Petrolina informa que as pessoas podem registrar denúncias de criação irregular de animais na Agência Municipal de Vigilância Sanitária, através da Ouvidoria Municipal, no número 156. É importante destacar que, devido à pandemia do coronavírus, as equipes da Vigilância estão desenvolvendo um importante trabalho de fiscalização, junto a outros órgãos municipais e o atendimento pode não acontecer imediatamente. Ressalta-se, no entanto, que a formalização da denúncia é fundamental para as ações de fiscalização no município.”

Moradores do bairro Pedra Linda, em Petrolina, alimentam e banham animais na calçada de casa e ação incomoda vizinhos

(Foto: Whatsapp)

Moradores do bairro Pedra Linda, em Petrolina, entraram em contato com o blog Waldiney Passos pedindo providências em relações a outros dois moradores da rua 12. Segundo os denunciantes, dois homens, um por nome de José Rodrigues Filho, cujo apelido é Neguim da Carroça, e o outro conhecido apenas por Bruno estão causando mal-estar na vizinhança.

De acordo com informações, os dois homens alimentam e dão banho em seus jumentos em cima da calçada de suas residências. Segundo o vizinhos, essas atitudes tem causado mal cheiro, proliferação de moscas e sujeira na rua.

Os moradores alegam que procuraram resolver a situação através do diálogo, mas os donos dos animais gritam que quem manda lá são eles e que os funcionários da Vigilância Sanitária são todos amigos e que não se importam com o que eles fazem.

Nossa produção tentou contato com a Vigilância Sanitária na tarde desta terça-feira (24), mas não obtivemos êxito. Porém, a prefeitura disponibiliza o número 156 para denúncias.

Animais adotados em feirinha da prefeitura recebem visita de equipe do CCZ

Animais antes e depois da adoção.

A equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Petrolina visitou e avaliou lares de animais que foram adotados na primeira feirinha de 2020 realizada pela prefeitura no mês de janeiro. Pouco mais de um mês, os cães e gatos já se adaptaram aos novos lares.

As visitas são surpresas, assim, a equipe consegue verificar a real condição dos animais. Além disso, o CCZ verifica como os animais estão se comportando em seus novos lares. Durante esta ação, todos os animais estavam sendo bem cuidados pelos adotantes.

“Na última visita que fizemos, um mês após a feirinha de adoção, encontramos pessoas mostrando que, com bons cuidados e amor, todos os animais podem ser felizes em um novo lar”, disse a coordenadora do CCZ de Petrolina, Graziella Vasconcelos.

LEIA MAIS

Feirinha de adoção de cães e gatos de Petrolina encerra ao meio-dia deste domingo 

(Foto: Ascom/PMP)

Neste domingo (26), está sendo realizada mais uma feirinha de adoção de cães e gatos em Petrolina (PE). A ação acontece na Praça da Sementeira, bairro KM-2, das 8h ao meio-dia.

A feirinha tem o objetivo de promover e alertar para a adoção responsável. Diversos animais entre cães e gatos resgatados pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), adultos e filhotes estão disponíveis para adoção. Os animais foram vacinados, castrados ou estão com castração garantida

Para adotar um dos 15 animais disponíveis no local, o interessado deve ser maior de 18 anos, passar por uma entrevista e apresentar documentos pessoais, além de comprovante de endereço.  “Vale lembrar que, os interessados em adotar gatinhos devem levar uma caixa para transporte do animal, já para adoção de cachorros devem levar coleira e guia“, informa a coordenadora do CCZ, Graziella Vasconcelos.

Feirinha de adoção de cães e gatos acontece neste domingo em Petrolina

A prefeitura de Petrolina promove, neste domingo (26), mais uma feirinha de adoção de cães e gatos. A ação acontecerá na Praça da Sementeira, bairro KM-2, das 8h às 12h, e tem como objetivo promover e alertar para a adoção responsável.

Diversos animais entre cães e gatos resgatados pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), adultos e filhotes estarão disponíveis para adoção, aguardando uma chance de ter um espaço onde possam receber e doar amor e carinho.

Para adotar um dos 15 animais que estarão disponíveis no local, o interessado deve ser maior de 18 anos, passar por uma entrevista e apresentar documentos pessoais, além de comprovante de endereço.

LEIA MAIS

Feirinha de adoção de cães e gatos será realizada este mês em Petrolina

(Foto: Alexandre Justino/ Arquivo Ascom)

No dia 26 de janeiro, a Prefeitura de Petrolina realizará mais uma edição da feirinha de adoção de cães e gatos. A ação acontecerá na Praça da Sementeira, no bairro KM-2, das 8h às 12h.

Os interessados na adoção precisam ter mais de 18 anos, e devem passar por cadastro com a equipe técnica do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), com apresentação de documentos pessoais e comprovante de residência.

LEIA MAIS

Prefeitura de Orocó realizará campanha para apreender animais soltos na área urbana

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A prefeitura municipal de Orocó (PE) deve dar início, em breve, à campanha “Cidade Livre dos Animais”, com o objetivo de apreender animais soltos na área urbana do município. Em comunicado, a administração pública pede que os proprietários cumpram a legislação e recolham os bichos.

De acordo com a Lei Municipal Nº 844/2017, a liberação dos animais apreendidos pelo Poder Público Municipal só será possível quando a situação for devidamente regularizada. Isso implica em pagamentos de multa referente às diárias do tempo em que seu animal estiver aos cuidados da administração.

LEIA MAIS

Senado deve votar projeto que proíbe sacrifício de animais de rua

A proposta original só tratava da situação de cães e gatos, mas a relatora acatou uma que inclui as aves.

O Senado pode aprovar na próxima terça-feira (3) uma lei que proíbe o sacrifício, para fins de controle populacional, de cães, gatos e aves por órgãos de controle de zoonoses, canis públicos e estabelecimentos similares. As regras para esse controle por casos de doenças infecciosas típicas de animais e que podem ser transmitidas para seres humanos e vice-versa estão previstas no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 17/2017.

O objetivo do texto é criar condições para que os estabelecimentos públicos de controle de zoonoses adotem práticas menos cruéis para controlar o número de cães e gatos que vivem na rua. O PL prevê, por exemplo, a castração dos animais por veterinário em localidades onde haja superpopulação comprovada por estudo.

A eutanásia só será permitida caso o animal tenha doença grave incurável que coloque em risco outros animais e também humanos. Nesse caso, a medida deverá ser precedida de um exame e justificada por um laudo técnico.

LEIA MAIS

Pernambuco: animais são entregues voluntariamente à Agência Estadual de Meio Ambiente

Cinco animais silvestres foram entregues voluntariamente, nessa sexta-feira (29), à Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH). Um pintor-verdadeiro (Tangara fastuosa), uma patativa, dois papagaios e um filhote de Carcará.

O pintor verdadeiro, espécie ameaçada de extinção, foi entregue pela arquiteta Andreia Dantas. Ela explicou que a tia ganhou o pássaro de presente. “Isso faz aproximadamente um mês. Mas desde que o pássaro chegou, mostrou-se bastante estressado, chegando até a perder a calda, de tanto bater na gaiola. Então, combinamos de vir entrega-lo”, disse.

LEIA MAIS
123