Apac volta emitir alerta de baixa umidade para Sertão do São Francisco

Umidade relativa segue baixa na região

Além do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) também chamou atenção dos sertanejos sobre a baixa umidade relativa do ar. Há um alerta ao Sertão do São Francisco e de Pernambuco, com validade até a próxima segunda-feira (26).

A presença de uma massa de ar seco sobre o estado de Pernambuco está propiciando baixos valores de umidade relativa do ar. Nos dias 20 a 26/10/2020 a umidade relativa do ar deve atingir valores abaixo de 20%, no período da tarde“, afirma a Apac.

Desde o início de outubro a Apac vem alertando a população por conta da baixa da umidade. Os valores abaixo de 20% significam “Estado de Alerta”. E segundo a Apac, deve-se evitar exercícios físicos entre 10h e 16h e manter a hidratação.

Apac renova alerta de baixa umidade no Sertão de São Francisco e de Pernambuco

Alta temperatura e baixa umidade são risco à saúde

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) renovou a validade do alerta de baixa umidade nos municípios do Sertão. O “Estado de Alerta” é válido até esta sexta-feira (9), para o Sertão do São Francisco e o Sertão de Pernambuco.

No comunicado, a Apac destaca que a umidade segue abaixo de 20% – valor considerado de risco – no período da tarde. Em decorrência disso, há risco à saúde dos sertanejos. Ressecamento da pele, irritação dos olhos e sangramento das narinas são alguns dos problemas.

O clima seco também propicia os incêndios na Caatinga. Diante dos valores inferiores a 20%, a Apac faz uma série de alertas. Evite exercícios físicos entre 10h e 16h, se hidrate, evite exposição solar e aglomerações em ambientes fechados.

Apac faz alerta para baixa umidade do ar no Sertão de Pernambuco

Semana de muito sol em Petrolina.

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta sobre a baixa umidade do ar no Sertão de Pernambuco e Sertão do São Francisco. De acordo com a Apac, dessa quinta-feira (1º) até a segunda-feira (5), principalmente no período da tarde, a umidade relativa do ar deve atingir valores abaixo de 20% .

Segundo a Apac, a baixa umidade acontece em função da presença de uma massa de ar seco no estado de Pernambuco. No alerta, a Agência destaca alguns dos problemas que podem ser ocasionados em função da baixa umidade do ar, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Entre eles, estão ressecamento da pele, sangramento pelo nariz, complicações alérgicas e respiratória, além de irritação nos olhos.

LEIA MAIS

Apac emite alerta de baixa umidade para Sertão de Pernambuco

Saiba os cuidados que devem ser tomados

O forte calor já vem sendo sentido pelos sertanejos desde o final de setembro. Justamente por isso, na manhã dessa quinta-feira (1°) a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) emitiu um aviso de baixa umidade à região. O alerta é válido até a próxima segunda-feira (5).

A Apac explica que a presença de uma massa de ar seco está propiciando os baixos valores de umidade relativa do ar. Como resultado, devem-se atingir os valores abaixo de 20%, de hoje até a segunda-feira, em grande parte no Sertão do São Francisco e de Pernambuco.

Riscos e cuidados

De acordo com a Apac, quando a umidade relativa do ar está entre 20% e 30% pode-se considerar um Estado de Atenção. Mas, qual a consequência da baixa umidade? Irritação nos olhos, ressecamento da pele, aumento de incêndios, sangramento no nariz e complicações respiratórias são alguns dos problemas. Como evitar problemas de saúde nesse período de altas temperaturas e pouca umidade?

As dicas da Apac são as seguintes:

  • Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas;
  • Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins etc;
  • Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas etc;
  • Consumir água à vontade.

Moradores são surpreendidos com chuva de granizo em Custódia

Moradores registraram chuva

2020 realmente tem sido um ano de fatos surpreendentes. E no final da tarde de segunda-feira (28), os moradores de Custódia, no Sertão de Pernambuco, foram pegos de surpresa com uma chuva de granizo. O fenômeno – que é raro na região – provocou danos materiais.

A chaminé de uma fábrica de doces caiu, alguns telhados ficaram destruídos, mas por sorte ninguém se feriu. A Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) informou que a junção da temperatura elevada com a umidade faz surgir uma nuvem de grande desenvolvimento vertical.

É muito provável que esse tenha sido o fenômeno registrado na cidade sertaneja. Veja a seguir um vídeo registrado por moradores da região:

Barragem se rompe no agreste de Pernambuco e água invade cidade

(Foto: Ruth Máximo/Divulgação)

A barragem Guilherme Pontes se rompeu na tarde segunda-feira (15) na zona rural de Sairé, no Agreste de Pernambuco, e invadiu a cidade de Barra de Guabiraba, há 117km do Recife . De acordo com a Defesa Civil, mais de mil pessoas precisaram ser retiradas das casas. Ainda não há informações sobre a existência de vítimas ou de feridos.

A água do reservatório deixou as ruas de Barra de Guabiraba inundadas. O rompimento também atingiu a cidade de Cortês, na Zona da Mata Sul. A barragem tinha mais de 20 anos e não aguentou a força da água vinda do Rio Sirinhaém.

LEIA MAIS

Chuva forte deve seguir até esta segunda, alerta Apac

(Foto: Ilustração)

Deve chover pelo menos até a manhã desta segunda-feira (25), segundo alerta emitido pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). O boletim meteorológico indica possibilidade de chuvas com intensidade moderada a forte para a Região Metropolitana do Recife (RMR), Zonas da Mata Norte e Sul e para o Agreste.

Desde o último sábado (23), as regiões registram fortes chuvas e pontos de alagamento. O maior índice de precipitação nas 24 horas contadas até as 11h deste domingo foi no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, com 62,21 milímetros.

Em Charneca, no Cabo de Santo Agostinho, na RMR, choveu 59,86 mm. Goiana, na Mata Norte, também registrou altos índices, com 54,79 mm.

Em caso de emergências, moradores de áreas de risco devem acionar a Defesa Civil da sua cidade.

Veja vídeo das chuvas ontem em Olinda;

Sertão: Apac prevê chuva moderada hoje e amanhã 

Final de semana será de tempo parcialmente nublado e chuva isolada (Foto: Blog Waldiney Passos)

Pela segunda noite consecutiva os municípios do Sertão do São Francisco contabilizaram uma leve chuva. A previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) para esse final de semana é de mais precipitação, mas de forma breve e isolada.

Para esse sábado (11) a Apac prevê máxima de 37°C e mínima de 23°C. O dia será parcialmente nublado, com possibilidade de chuva fraca à tarde e à noite. O mesmo deve se repetir neste domingo de Páscoa (12).

Nessa madrugada choveu 18,00 mm em Petrolina; 14,20 mm em Parnamirim e 7,88 mm na zona rural de Dormentes.

Serra Talhada volta a registrar forte chuva

Chuva foi rápida, mas causou transtornos (Foto: Farol de Notícias/Reprodução)

O município de Serra Talhada (PE) voltou a registrar forte chuva na noite de quinta-feira (2). Apesar de rápida, a força da água resultou em vários problemas na cidade, alagando diversos bairros.

Em cerca de 30 minutos, a força da chuva resultou em alagamentos próximo ao Pátio da Feira, no IPSEP e em várias localidades do Centro, surpreendendo inclusive comerciantes. Até o momento a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) não divulgou os dados sobre a chuva de ontem.

Para hoje (3) o Instituto Climatempo prevê tempo firme durante a manhã, com a temperatura máxima na casa dos 32° C e a mínima, 21°C. Durante a noite podem ser registradas novas pancadas de chuva como ontem, então a população precisa ficar atenta.

Apac emite alerta de chuva para todas as regiões de Pernambuco

Afogados foi uma das cidades afetadas na semana passada (Foto: Alisson Nascimento/Cortesia)

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu na tarde de domingo (29) mais um alerta de forte chuva no Estado. Dessa vez todas as regiões estão listadas e a população deve seguir as orientações da Defesa Civil, especialmente onde já houve problemas causados pela água acumulada na semana passada.

De acordo com a Apac, pode chover de forma moderada a forte no Agreste, Sertão de Pernambuco, Sertão do São Francisco, Mata Norte, Região Metropolitana do Recife e Mata Sul.

Na última semana houve chuva e alagamentos em Arcoverde, Afogados, Sertânia, Serra Talhada e em Petrolina, mas na zona rural, onde foi registrado mais de 100 mm.

Sertão: chuvas continuam e Parnamirim registra mais de 55 mm nas últimas 24 horas

Desde o começo da semana tem chovido muito no Sertão de Pernambuco, concretizando as previsões da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). Depois de Afogados da Ingazeira, Terra Nova e Serra Talhada foi a vez de Parnamirim contabilizar um bom volume pluviométrico.

Nas últimas 24 horas, de acordo com a Apac, choveu 55,28 mm no município. Parnamirim tem registrado chuva desde a madrugada de quinta-feira (26), contudo até o momento a Prefeitura não informou números de afetados e como está a situação da cidade hoje (27).

A previsão do tempo para essa sexta-feira é de mais chuva durante a noite, com possibilidade de chover também durante o final de semana.

Municípios do Sertão registram forte chuva e somam prejuízos

Ruas de Serra Talhada ficaram alagadas (Foto: Reprodução/Farol de Notícias)

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) alertou sobre a possibilidade de forte chuva no Sertão Pernambucano e isso se concretizou em vários municípios da região em Lagoa Grande e Serra Talhada.

Somente no Distrito de Jutaí, zona rural de Lagoa Grande choveu nas últimas 24 horas 136,78 mm. Em Serra Talhada, onde houve alagamento do Centro da cidade. Mesmo com o alerta da Defesa Civil, comerciantes tiveram prejuízos por conta da água acumulada nas ruas.

Nessa semana outra cidade da região, Afogados da Ingazeira, teve chuva de 128 mm, registrando destruição de pontes e 20 famílias ficaram desabrigadas. Para hoje (26) a Apac renovou o alerta de chuvas tanto no Sertão do São Francisco, quanto no Sertão de Pernambuco.

Afogados da Ingazeira registra quase 130 mm de chuva e cidade contabiliza prejuízos

Choveu 128 mm na cidade (Foto: Alisson Nascimento/Cortesia)

Afogados da Ingazeira (PE) ganhou destaque em 2020 pelo desempenho do time da cidade, mas nessa quarta-feira (25) voltou aos holofotes por conta da forte chuva registrada entre a noite de ontem (24) e a madrugada de hoje.

De acordo com o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), chegou 128 mm hoje. A barragem da cidade cedeu diante da água acumulada, duas pontes na PE-292 ficaram destruídas, casas foram alagadas e há relatos também de desabamentos com feridos.

Desde o começo da semana a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) vem alertando sobre a possibilidade de forte chuva no Sertão, fato já concretizado em cidades como Sertânia e Afogados. A orientação aos moradores é que sigam as recomendações da Defesa Civil e busquem os abrigos municipais.

Após forte chuva em Sertânia, Apac emite alerta para Sertão de Pernambuco

Entre domingo (22) e a segunda-feira (23) choveu 150 mm apenas em Sertânia (PE), informou o Governo do Estado. Como mostramos ontem, a força da água deixou um rastro de destruição na cidade que ainda se recupera e pode sofrer mais nos próximos dias.

No final da tarde de ontem a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta, válido até hoje (24), de forte chuva a todo Estado, incluindo o Sertão do São Francisco e o Sertão de Pernambuco.

LEIA TAMBÉM

Forte chuva deixa parte Sertânia submersa nessa segunda-feira

Em Sertânia, segundo o Estado, o nível da barragem baixou 15 cm e várias ações de limpeza na cidade já começaram. Porém, com a possibilidade de novas chuvas, a população deve redobrar os cuidados e seguir as orientações da Defesa Civil.

Campanha de vacinação adiada

Por conta da chuva, o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe foi adiada na cidade. Uma nova data será anunciada, assim que a situação for normalizada. “Estamos trabalhando para superar essa adversidade. Todos juntos passaremos por esse momento difícil que vive nosso município, com inúmeras famílias afetadas pelas fortes chuvas”, destacou a Prefeitura.

Forte chuva deixa parte Sertânia submersa nessa segunda-feira

A segunda-feira (23) de quarentena começou com forte chuva no município de Sertânia (PE). De acordo com o portal Tribuna do Moxotó, o canal da cidade não suportou a quantidade de água caída do céu e inundou residências próximas.

Imagens divulgadas nas redes sociais dimensionam o estrago causado pela força da água. Carros ficaram submersos, residências foram invadidas, muros caíram e até mesmo parte da BR-232 ficou destruída.

Na última segunda-feira (16) a cidade registrou 111,7 mm de chuva, quase a metade do acumulado de março: 273,8 mm. O Blog Waldiney Passos pediu mais informações à Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) acerca do volume de chuva no município. Contudo, até o encerramento da matéria não tivemos retorno.

12345