Vítima de câncer, a atriz Chica Xavier morre aos 88 anos

Chica Xavier fez papéis marcantes em novelas como “Sinhá Moça” e “Renascer”. (Foto: TV Globo)

Vítima de câncer de pulmão, a atriz Chica Xavier morreu na madrugada deste sábado (8), no Rio de Janeiro. A artista, que tinha 88 anos, estava internada no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade carioca. A morte foi confirmada pelo neto Ernesto Xavier, segundo informações do portal G1.

Com mais de 60 anos de carreira, Chica fez papéis marcantes em novelas da TV Globo, como “Renascer” e “Sinhá Moça”. Francisca Xavier Queiroz de Jesus nasceu na cidade de Salvador e se consagrou como atriz de teatro, cinema e TV. Ela se destacou como um dos maiores símbolos da representatividade negra na arte brasileira.

Na emissora carioca, trabalhou em 26 novelas, 11 minisséries e 10 programas especiais. Chica Xavier esteve presente em 11 filmes e também participou de produções no Canal Futura e nas TVs Bandeirantes, Manchete e Educativa.

Chica Xavier deixa os filhos Clementino Junior, Izabela e Christina, três netos, Ernesto Junior, Luana Xavier e Oranyan, e o marido Clementino Kelé.

Sem cargo e sem palco, Regina Duarte assume desejo de voltar a atuar na Globo

(Foto: Montagem / Reprodução / TV Globo)

Ex-Secretária de Cultura do governo Bolsonaro, a atriz Regina Duarte não quer deixar os trabalhos na Globo apenas no passado. De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, a artista tem dialogado com amigos atores e autores sobre seu desejo de voltar às novelas da platinada.

Para correr atrás do prejuízo por ter trocado o bom salário da emissora por um cargo político em que foi “fritada”, Duarte já chegou a conversar com pelo menos uma autora. Para a amiga, ela garantiu que, se for convidada em algum projeto futuro, aceitará de imediato o papel.

Aos 73 anos e com 50 anos de carreira artística, Regina ficou sem cargo político e sem trabalhos na televisão depois que deixou a Secretaria Especial de Cultura em maio. Na época, o presidente Bolsonaro chegou a prometer para ela um cargo de comando, que não existe, na Cinemateca, em São Paulo.

Vinte dias depois de anunciar sua saída da pasta, Duarte foi oficialmente exonerada do cargo. Na ocasião, a artista celebrou a definição de sua situação com o governo. “Deu-se! #ufa!”, escreveu a ex-secretária, em uma postagem no Instagram, junto com a foto do decreto do presidente.

Em despedida, Regina diz que teve ‘dor’, ‘êxtase’, ‘risos’ e ‘lágrimas’ no governo

(Foto: Marcos Corrêa/PR)

Depois do seu desligamento oficial da Secretaria Especial da Cultura, Regina Duarte se despediu do governo e fez um balanço de sua gestão no governo Bolsonaro em um vídeo publicado nesta quinta-feira (11), em sua conta no Instagram.

De início, ela falou sobre a motivação para o afastamento. “Então, como vocês já devem saber, o presidente Jair Bolsonaro, quando me viu no café da manhã, assim, saudosa dos meus netos e entre tantas outras coisas, onde além de ficar próxima da minha família, eu vou pra São Paulo”, disse a atriz, desta vez sem citar a promessa feita anteriormente, de que assumiria a Cinemateca Brasileira. A oferta do presidente está travada e tem grandes chances de não se concretizar, pois a instituição passa por momentos dramáticos.

LEIA MAIS

Corpo da atriz Eva Todor será cremado hoje no Rio de Janeiro

(Foto: Reprodução/GloboNews)

Parentes, amigos e fãs prestaram a última homenagem a atriz no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

O velório foi aberto ao público até as 11h. Em seguida, o caixão com o corpo da atriz foi retirado do Theatro e levado para o Memorial do Carmo, no Caju, onde será cremado.

A cerimônia de cremação, restrita a familiares e amigos, está prevista para as 16h da tarde de hoje (11).

Eva Todor, morreu em casa na manhã deste domingo (10), aos 98 anos. A causa da morte foi pneumonia, mas a atriz também sofria de Mal de Parkinson e Alzheimer, além de problemas cardíacos, e vivia reclusa em sua casa, na Zona Sul do Rio.

Ela era viúva e não tinha filhos. Seu último trabalho na TV foi na novela “Salve Jorge”, de 2012, na TV Globo. Com mais de 80 anos de carreira no teatro e na TV, Eva nasceu na Hungria, mas veio para o Brasil ainda criança e se naturalizou brasileira.

“Calem a boca que nós já pagamos o Bolsa Família de vocês” diz atriz a nordestinos que acompanhavam assembleia na Câmara

“Calem a boca que nós já pagamos o Bolsa Família de vocês”. A frase desrespeitosa direcionada a nordestinos foi dita pela atriz da Globo Alexia Dechamps durante uma audiência pública sobre a proibição da vaquejada no Brasil.

Atriz era convidada em assembleia./ Foto: internet

Atriz era convidada em assembleia./ Foto: internet

A declaração causou revolta na bancada nordestina na Câmara dos Deputados nesta terça-feira. Vaqueiros convidados para acompanhar a sessão também ficaram indignados.

“A convidada se virou para os vaqueiros que ali estavam e disse para que eles calassem a boca porque ela pagava o Bolsa Família do nordestino. Esse ato de preconceito não é apenas contra os vaqueiros, mas contra nós da bancada do Nordeste”, reclamou no plenário o deputado Domingos Neto (PSD-CE), que pediu à Procuradoria da Câmara que tome providências contra a atriz.

LEIA MAIS

Eva Wilma está internada na UTI

eva wilma

Eva Wilma está internada, desde a última sexta-feira (25), na UTI do hospital Albert Einsten, em São Paulo. A atriz, que tem 82 anos, sofreu uma embolia pulmonar. Segundo informações do filho, John Herbert Junior, Eva responde bem aos medicamentos e não precisou de intervenção invasiva. A expectativa da família é de que a ela deixe a UTI, nesta quarta-feira (30) e se recupere no quarto.

Morre aos 69 anos a atriz mineira Regina Reis

Regina Reis

Ela estava internada há duas semanas no Hospital Biocor, em Nova Lima, por conta de uma cirrose. Foto: Arquivo pessoal

Morreu na manhã desse domingo a atriz mineira Regina Reis. Ela estava internada há duas semanas no Hospital Biocor, em Nova Lima, por conta de uma cirrose e tinha 69 anos. Dona de carreira de 50 anos no teatro, atuou em montagens como O relatório Kinsey, Oh Carol e A dama do camarote, totalizando cerca de 15 peças.

O último trabalho da atriz foi na série Pé na Cova, da TV Globo, dirigida por Miguel Falabella. O enterro será nesta segunda-feira de manhã, no Cemitério Parque da Colina, em Belo Horizonte.

Regina deixa uma filha, Daniela, e um neto, Kevin. O espetáculo que lançou Regina como atriz foi Oh! Oh! Oh! Minas Gerais, de Jota Dangelo e Jonas Bloch, em 1968. A atriz participou de outras montagens do tipo, também dirigidas por Dangelo, a exemplo de Numância, realizada na mesma época. Ela contracenou com vários atores de peso, como José Mayer e Antonio Grassi. A atriz atuou principalmente em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro e, entre outras montagens que tem no currículo, estão Oh Carol e Mumu, a vaca metafísica. A maior turnê que fez foi com o espetáculo A dama do camarote.

Com informações do Diário de Pernambuco.

Morre no Rio Marília Pêra

marília

A atriz, cantora e diretora Marília Pêra morreu às 6h deste sábado (5), no Rio, aos 72 anos. A atriz, que lutava contra um câncer há 2 anos, morreu em casa, ao lado da família. Ela deixa os filhos Ricardo Graça Mello, Esperança Motta e Nina Morena e o marido Bruno Faria.

Marília era uma das artistas mais completas do Brasil: além de interpretar, era cantora, bailarina, diretora, produtora e coreógrafa. Trabalhou em mais de 50 peças, quase 30 filmes e cerca de 40 novelas, minisséries e programas de televisão. Um dos últimos trabalhos da atriz foi sua participação na série “Pé na Cova”, da TV Globo.

Marília Soares Pêra nasceu em 22 de janeiro de 1943.