Lagoa Grande: Prefeito inaugura mais ruas pavimentadas. Serão entregues 60 mil m2 de ruas até dezembro

(Foto: Ascom)

Dando continuidade ao maior plano de obras estruturantes da história da cidade de Lagoa Grande, PE, foram inauguradas ontem, 03, mais ruas do Bairro Morada Nova e Chafariz, a Flávio Ramos, José Evangelista e Rua Duque de Caxias. Nos próximos dias começa o recapeamento asfaltico de toda a Avenida da Uva e do Vinho (da BR até o ginásio poliesportivo nas duas vias), e continua a obra da Concha Acústica (em frente ao Parque da Uva e do Vinho). Para a gestão municipal, todas as obras trazem mobilidade urbana, conforto e qualidade de vida para a população.

“Até dezembro, vamos concluir o maior volume de pavimentação granítica da história de Lagoa Grande com quase 60 mil metros quadrados de ruas na Sede e Distritos sendo: 15.000 m2 já concluídas; mais 40.300 m2 em obras e mais 3.000 m2 já com projeto. Vamos entregar também 100% de obra de esgotamento Sanitário na Sede, e dos bairros: Morada Nova, Alto do Deca, Cristo Rei e Alto Grande. Novos projetos de esgotamento sanitário nos Distritos de Jutaí e Vermelhos já foram aprovados via SICONVI com recursos da FUNASA. Temos ainda o Pátio de Feira da Sede, o de Vermelhos, a reurbanização da Avenida Miguel Arraes, a construção da Rotatória, além da Usina de Energia Solar que vai dar suficiência energética e mais economia”, garantiu Vilmar Cappellaro.

LEIA MAIS

Aulas presenciais em Pernambuco continuam suspensas até 31 de julho

Aulas estão suspensas até 31/07 (Foto: G1/Reprodução)

Aulas presenciais em Pernambuco, em escolas, faculdades e universidades públicas e privadas, estão suspensas até 31 de julho por causa da covid-19. Decreto estadual, publicado pela primeira vez em 18 de março, expira nesta terça-feira (30), mas será renovado por mais 31 dias.

“O Governo de Pernambuco prorroga a suspensão das atividades presenciais nas instituições de ensino em todo o Estado até o dia 31 de julho. A Secretaria de Educação e Esportes está trabalhando na elaboração de um plano para retomada das atividades presenciais que inclui um protocolo com diretrizes específicas para a Educação, observando todas recomendações pedagógicas e sanitárias”, diz nota do governo.

A expectativa agora é em relação ao plano de retomada da educação. Não há ainda data para ser divulgado. Mas já se sabe que o retorno será por etapas, gradualmente, como tem acontecido com as atividades econômicas. A data para reabertura das unidades de ensino depende, conforme o próprio governo, dos números de casos da covid-19.

LEIA MAIS

Escolas na Itália só reabrem em setembro, anuncia governo

Giuseppe Conte e Lucia Azzolina. (Foto: Divulgação)

As escolas na Itália vão reabrir em 14 de setembro, usando medidas de distanciamento social, anunciaram na sexta-feira (26) o primeiro-ministro Giuseppe Conte e a ministra da Educação, Lucia Azzolina.

Segundo o governo, as escolas terão que escalonar a entrada dos alunos de manhã e os estudantes terão de se sentar mantendo um metro de distância entre eles. Eles também terão de comer a merenda dentro da classe, em vez de ir à lanchonete da escola.

LEIA MAIS

Mais de 97% dos Trabalhadores em Educação é contra o retorno das aulas durante pandemia

Aulas estão suspensas até 30/06 (Foto: G1/Reprodução)

O número é resultado de uma consulta pública realizada pela a APLB, que é o sindicato do trabalhadores em educação do Estado da Bahia.

A APLB-SINDICATO ouviu quase 8 mil educadores baianos, entre os dias 18 e 22 de maio, em uma pesquisa promovida pela entidade sobre Ensino à Distância (EaD) e calendário letivo. Cerca de 91,9% dos entrevistados se manifestaram contra a implantação do EaD na Educação básica durante o período de aulas suspensas.

LEIA MAIS

Governador da Bahia afirma que ano letivo não será cancelado por causa da pandemia

(Foto: Secom/BA)

Em transmissão pelas redes sociais, nesta quinta-feira (28), o governador Rui Costa conversou com profissionais da imprensa do recôncavo baiano e do baixo sul da Bahia e afirmou que o ano letivo não será cancelado na Bahia.

“Não existe possibilidade de cancelamento. Muito provavelmente as aulas irão atravessar esse ano e serão concluídas em 2021. Iremos fazer um grande mutirão pela educação para superar esse período, com aulas extras, em turnos opostos e nos finais de semana. Será um ano atípico, mas não podemos prejudicar o ciclo escolar de nossos milhares de jovens e crianças”, afirmou o governador.

O governador falou ainda sobre a dificuldade de conseguir respiradores para implantar novos leitos de UTI na Bahia. “Nossa equipe tem buscado e entrado em contato com fábricas em todo o mundo, mas é uma dificuldade porque a procura é muito grande e o produto está em falta. Nenhum sistema de saúde do mundo está preparado com leitos de UTI suficientes para lidar com uma pandemia dessas; estão faltando leitos, médicos e equipamentos nos países mais ricos com os melhores sistemas de saúde do mundo. Por isso eu faço o meu apelo para que as pessoas evitem criar aglomerações e fiquem em casa. O isolamento social é a única forma efetiva de combate ao vírus”, disse Rui.

Em toda a Bahia, a estrutura que está sendo implantada pelo Governo do Estado para o enfrentamento ao novo coronavírus conta com 1.428 leitos na capital e 1257 leitos no interior. Para atender pacientes de baixa complexidade, que não tenham coronavírus, 285 leitos estão sendo instalados e 70 Unidades Pronto Atendimento (UPAs) irão realizar a classificação, manejo clínico, estabilização do paciente e, caso necessário, regulação para unidades de atendimento de maior complexidade.

Atualmente, o Governo da Bahia possui em estoque 879 mil luvas, mais de 922 mil máscaras cirúrgicas e 300 mil unidades de máscara do tipo N95. Além disso, o Governo do Estado adquiriu 32 milhões de luvas, nove milhões de máscaras cirúrgicas e um milhão de máscaras do tipo N95, o que são suficientes para atender a demanda por até seis meses.

Prodecon aciona escolas e busca acordo sobre desconto de mensalidades durante pandemia

(Foto: ASCOM)

Diante das medidas restritivas que impedem a manutenção das aulas, muitos pais de Petrolina seguem com dúvidas acerca do pagamento das mensalidades escolares. Para buscar um acordo junto às escolas, o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) convocou alguns donos de escolas nessa quinta-feira (7) com o objetivo de discutir sobre possíveis descontos nas mensalidades.

Recentemente, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) tentou uma negociação com o sindicato dos donos de escolas particulares, contudo, o órgão não conseguiu que o sindicato se comprometesse a reduzir os valores.

Com isso, o MPPE recomendou que as escolas façam propostas de revisão contratual com planilha de custos e relatório de despesas para viabilizar acordos de diminuição das mensalidades baseado no que foi economizado pela unidade de ensino.

LEIA MAIS

Novo decreto vai prorrogar suspensão das aulas até o dia 15 de maio em Petrolina

(Foto ilustrativa: Jonas Santos/PMP)

O prefeito Miguel Coelho realizou na noite desta terça-feira (28), uma live no Instagram,  desta vez direto de sua residência, para falar do trabalho realizado nos últimos dias e sobre algumas medidas adotadas pelo município para evitar aglomerações neste momento de cuidados com a disseminação do coronavírus.

Na oportunidade, Miguel adiantou que vai prorrogar, na publicação do próximo decreto, a suspensão das aulas no município seguindo determinações do Ministério da Educação, que publicou uma portaria prorrogando até o dia 15 de maio a suspensão das aulas na rede pública de ensino de todo Brasil.

“Os alunos da rede estadual o governador já disse que não tem previsão de retorno, então maio acho que também não terá aula na rede estadual. O Próprio Ministério da Educação já colocou uma suspensão para até o dia 15, eu acho, de maio, para não ter aula. O nosso decreto suspendo as aulas era até o dia 30, que é quinta-feira, mas a gente vai prorrogar esse decreto também até o dia 15 de maio”, afirmou.

Segundo secretário de Educação, não há previsão de volta às aulas em Pernambuco

(Foto: Internet)

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, não há previsão ainda de quando as aulas presenciais nas redes públicas e privadas voltarão a acontecer. As atividades estão suspensas, através de decreto estadual, desde 18 de março por causa da pandemia do novo coronavírus.

Por enquanto, o decreto estadual que suspendeu as aulas terá validade até o dia 30 deste mês. Diferente do que diz um card falso que tem circulado nas redes sociais afirmando que as aulas seguem suspensas por três meses.

LEIA MAIS

Novo decreto suspende aulas por mais duas semanas e determina multa para bancos que não adotarem medidas de prevenção à Covid-19

(Foto: Jonas Santos/PMP)

O prefeito Miguel Coelho assinou, nesta segunda (13), decreto municipal para renovar o prazo de suspensão das aulas nas escolas, creches municipais e na Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais (Facape) até o dia 30 de abril. O documento orienta também que as unidades de ensino da rede privada permaneçam fechadas por igual período. A decisão levou em conta o crescimento da transmissão do Coronavírus em Pernambuco (1.154 casos e 102 mortes) e, especificamente, em Petrolina, onde foram confirmados mais dois diagnósticos, totalizando 6 ocorrências.
Além de estender a suspensão das aulas, o decreto traz orientações a agências bancárias e casas lotéricas para reduzir os riscos da Covid-19. A Prefeitura de Petrolina poderá multar e até cassar os alvarás de funcionamento desses serviços onde forem detectado riscos por adensamento de público sem o devido cuidado com a segurança sanitária. O documento recomenda que as filas nas lotéricas e bancos devem ter, no mínimo, 2 metros de espaçamento entre os clientes. Esses estabelecimentos ainda devem disponibilizar funcionários para organizar permanentemente as filas.
Segundo o prefeito, a fiscalização com a Guarda Civil e equipes da ordem pública será redobrada para evitar aglomerações sem medidas preventivas à saúde da população. “Não queremos fechar nenhum banco ou lotérica, mas com a procura maior desses serviços, o risco de contaminação cresceu nesses ambientes. Decidimos, então, determinar essas novas medidas. Se os estabelecimentos não se adequarem, teremos que ser rigorosos e até suspender o funcionamento. É um momento que o Coronavírus cresce em nosso estado, precisamos de compreensão e união de forças”, justifica Miguel Coelho.

Coronavírus: Alunos da rede estadual terão aulas pela TV Pernambuco e pelo Youtube

Estudantes das escolas estaduais de Pernambuco terão aulas, a partir da próxima segunda-feira (6), pela TV Pernambuco e pelo Youtube. O material será produzido por professores da própria rede, coordenados pelo governo estadual. A nova plataforma, chamada Educa-PE, poderá ser acessada por qualquer pessoa, portanto alunos de outras redes terão a chance de também aproveitar o conteúdo. Desde 18 de março, todas as unidades de ensino do Estado, públicas e privadas, estão fechadas, uma das medidas adotadas para conter o avanço do novo coronavírus.

Para os alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, os conteúdos serão gravados por disciplina e disponibilizados todas as manhãs, de segunda à sexta-feira, no Youtube. Já os estudantes do ensino médio terão aulas ao vivo, todas as tardes, nesses mesmos dias, transmitidas pela TV Pernambuco e depois colocadas também no Youtube. Cada série dessa etapa da educação básica terá duas horas de aula. Começa às 13h para os 1º anos, 14h para os 2º anos e 15h para os 3º anos. Das 16h às 17h o material vai contemplar temáticas transversais, contemplando as três séries.

A rede estadual possui, atualmente, cerca de 580 mil discentes matriculados, dos quais 142.849 estão nos anos finais do ensino fundamental e 292.091 do ensino médio. “As aulas estão suspensas e estamos muito preocupados com a extensão desse período e o prejuízo na aprendizagem dos nossos estudantes. Algumas iniciativas foram pensadas para minimizar isso. Desde o dia 26 disponibilizamos um grande material no site da Secretaria de Educação, com sugestões de atividades, todas com finalidades pedagógicas”, destaca o secretário estadual de Educação, Frederico Amancio.

“Agora teremos aulas não presenciais. O Educa-PE não será só um canal, mas uma plataforma. Os assuntos fazem parte do currículo da rede estadual e serão relacionados ao final do primeiro bimestre, ou seja, temas que os alunos estariam vendo nas escolas se tivessem com aulas regulares”, explica Fred.

LEIA MAIS

MEC autoriza substituição de aulas presenciais em universidade por aulas que utilizem tecnologias de informação

(Foto: Ilustração)

O Ministério da Educação (MEC) autorizou a substituição de aulas presenciais em universidades por aulas que utilizem meios e tecnologias de informação e comunicação. A intenção é não prejudicar cursos em andamento em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A medida vale, inicialmente, por 30 dias, podendo ser prorrogável, dependendo das orientações do Ministério da Saúde e dos órgãos de saúde estaduais, municipais e distrital.

A portaria com as orientações foi publicada hoje (18) no Diário Oficial da União. As regras valem para as instituição de educação superior integrantes do sistema federal de ensino composto pelas universidades federais, pelos institutos federais, pelo Colégio Pedro II, pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), Instituto Benjamin Constant (IBC) e pelas universidades e faculdades privadas.

LEIA MAIS

Aulas do projeto Chapéu de Palha da Secretaria da Mulher de Pernambuco começam neste domingo em Petrolina e Lagoa Grande

(Foto: Reprodução/Internet)

Neste domingo (13), a Secretaria da Mulher de Pernambuco dará início às aulas do projeto Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada. De acordo com a Secretaria, o programa tem como finalidade apoiar a superação das desigualdades vividas pelas mulheres, gerando oportunidades.

Ainda segundo a coordenação do projeto, 600 mulheres da zona rural de Petrolina (PE) e Lagoa Grande (PE), serão beneficiadas mediante oferta dos cursos de formação sociopolítica e qualificação profissional.

LEIA MAIS

Novas escolas em tempo integral iniciam aulas nesta segunda em Petrolina

(Foto: Jonas Santos/Arquivo PMP)

A partir desta segunda-feira (11), as atividades do ano letivo 2019 na modalidade de ensino integral serão iniciadas em três escolas do município. Com horário diário de 7h30 às 16h30, essas unidades terão uma jornada de 9 horas, divididas em aulas de 50 minutos, além dos períodos para refeição e descanso.

Esse modelo será implantado pela primeira vez nas escolas Monsenhor Bernardino, na Vila Eulália e Anézio Leão, na Vila Eduardo, além da São Domingos Sávio, no Gercino Coelho, que já trabalhava nesse formato anteriormente.

No ensino de período integral, os alunos passam a ter um acompanhamento mais próximo por parte dos professores e também da comunidade escolar, para reforço do conteúdo ofertado em sala de aula e maior participação nas atividades e ações da escola, fortalecendo o protagonismo estudantil.

A iniciativa faz parte do Programa Municipal de Educação Integral (ProMEI) da plataforma Petrolina Educa e visa criar uma política pública permanente para manter as crianças por mais tempo nas salas de aula, com mais qualidade no aprendizado e redução na evasão escolar.

Qualifica Petrolina: prefeitura abre inscrições para aulas de violão nesta segunda-feira

(Foto: Ilustração)

A Prefeitura de Petrolina vai disponibilizar a partir desta segunda-feira (25) novas vagas para quem deseja fazer aulas de violão através do programa ‘Qualifica Petrolina’.

Serão 40 vagas, sendo 20 delas para aulas na Escola de Música no Parque Municipal Josepha Coelho e 20  para aulas na Escola Social, localizada na Cohab Massangano.

As inscrições seguem até o dia 8 de março, ou até o preenchimento das vagas, de forma gratuita e com entrega de certificado ao fim do curso.

Na Escola Social, as oficinas terão turmas no turno da manhã nas segundas e quartas-feiras, das 9h às 10h30 e nas terças e quintas-feiras, no período da  tarde, no Parque Municipal Josepha Coelho, das 14h às 15h30. As aulas iniciam já no dia 11 de março e têm duração de 3 meses.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina assegura aulas nas escolas e creches nesta quarta

As atividades haviam sido suspensas na segunda. (Foto: Whatsapp)

As aulas da rede municipal de ensino de Petrolina foram retomadas na manhã dessa terça-feira (29) após um levantamento da prefeitura apontar que o serviço poderia continuar sem prejuízo pedagógico ou administrativo. As atividades haviam sido suspensas na segunda-feira (28) devido à crise dos combustíveis.

Segundo a secretária interina de Educação, Larissa Soeiro, todas as medidas administrativas para garantir o pleno funcionamento das creches e escolas foram tomadas. “Em uma grande força-tarefa, capitaneada pelo nosso prefeito Miguel Coelho, conseguimos atender as escolas com o suprimento de gás de cozinha, merenda, material de higiene e limpeza, além de todos os ônibus escolares estarem rodando”, ressaltou.

A Secretaria de Educação (Sedu) garante que as unidades escolares continuarão funcionando nesta quarta-feira (30). “Mesmo com todas as questões de mobilidade de pais e profissionais, nossas equipes estão preparadas para cumprir o calendário letivo”, finaliza a gestora da pasta.

123