Volta às aulas: responsáveis poderão escolher entre ensino presencial ou remoto em Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

Considerando o retorno gradual das aulas presenciais, previstas para o dia 2 de agosto, e visando tranquilizar as famílias, a Prefeitura de Petrolina irá disponibilizar um termo de responsabilidade, que deverá ser preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis dos estudantes autorizando a modalidade de ensino que a criança participará.

O documento elaborado pela Secretaria de Educação, Cultura e Esportes e está entre as medidas do protocolo de retomada das atividades educacionais, além de servir para orientar como os responsáveis devem proceder nas duas formas de ensino.

Para assinar o termo de autorização, os pais devem procurar o gestor das Instituições de Ensino, entre os dias 19 a 26 de julho, para agendar o dia do seu atendimento e também para esclarecer possíveis dúvidas.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina detalha protocolo de biossegurança para retorno das aulas presenciais

(Foto: Ascom/PMP)

Preparando-se para o retorno gradual das aulas presenciais no dia 2 de agosto, a Prefeitura de Petrolina, através das Secretarias de Educação e Saúde, promoveu nesta quarta-feira (14), uma live voltada a toda comunidade escolar, para apresentar o protocolo que irá nortear a retomada das atividades educacionais no município.

Por meio de uma transmissão ao vivo, no canal do Youtube da prefeitura, o evento contou com o acesso de mais de 5 mil pessoas que puderam esclarecer suas dúvidas sobre as medidas que serão adotadas nas unidades de ensino para garantir a segurança dos estudantes.

A live que teve como mediador o secretário de Educação, Cultura e Esportes, Plínio Amorim, contou com uma explanação do protocolo, realizada pela secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, e pela secretária de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro. O evento também teve as participações da procuradora do Ministério Público da comarca de Petrolina, Rosane Cavalcanti, da presidente do Conselho Municipal de Educação (CME), Magda Oliveira, e do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDSEMP), Walber Pinheiro.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina divulga data do retorno das aulas presenciais na Rede Municipal de Ensino

(Foto: Ascom/PMP)

As aulas presenciais na rede municipal de ensino serão retomadas a partir do dia 2 de agosto em Petrolina. O retorno a sala de aula será de forma gradual e segura, seguindo o cronograma da Secretaria de Educação e o Protocolo Sanitário desenvolvido através de discussões com o Sindsemp, Conselho Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Saúde e Ministério Público. O plano contempla, além do protocolo no âmbito da saúde, orientações pedagógicas e jurídicas para a reabertura das escolas.

“A volta às aulas acontecerá por etapas e com toda a segurança para que os nossos alunos recomecem a rotina escolar de forma presencial com proteção e infraestrutura necessária. O retorno vai ser de forma responsável, priorizando momentos educativos, organizados e planejados de forma didática e sistemática”, afirmou o secretário de Educação Plínio Amorim.

LEIA MAIS

Escolas e universidades de Pernambuco voltam a fechar as portas adaptando-se às aulas remotas

(Foto: Sandy James/Esp. DP)

A decisão do governo de Pernambuco, anunciada na tarde desta segunda-feira (15), de restringir o funcionamento de atividades consideradas não essenciais, em razão da escalada de casos da Covid-19, volta a impactar diretamente a rede de educação. Em todo o estado, as instituições públicas e privadas, em todos os níveis de ensino, precisarão fechar as portas a partir desta quinta-feira (18), seguindo até o dia 28 de março. Ao todo, a medida interfere no cotidiano de mais de 3.500 estabelecimentos, cerca de 30 mil professores e mais de 1 milhão de alunos, que devem retornar à rotina de aulas remotas. Entre os representantes da categoria, a decretação ainda divide opiniões. Para os docentes, seria uma decisão acertada, capaz de desacelerar a contaminação. Já os empresários do setor sinalizam a falta de diálogo, apontando uma suposta precipitação.

“Este realmente é o cenário correto, pelo qual nós vimos lutando desde o primeiro momento. Reabrir o ensino presencial este ano foi um grave erro, que não considerou os altos índices de contaminação, algo que já estava bem diante dos nossos olhos”, ressalta a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), Valéria Silva.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco pretende fechar escolas apenas se houver lockdown, indica secretário de Saúde

O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, sinalizou, nesta quinta-feira (04), que o Governo do Estado pretende fechar as escolas apenas se houver um lockdown
(confinamento total).

Até o momento, as restrições adotadas pelo Governo do Estado com o agravamento da pandemia não atingiram as escolas que estão com aulas presenciais, como as da rede privada, em totalidade, e as da rede pública estadual, apenas para ensino médio.

“As escolas são ambientes seguros para esses jovens, muito mais do que as baladas, os veraneios, as casas de praia. As escolas têm seguido protocolos, quando há suspensão de casos há paradas em atividades nas escolas”, disse André Longo.

LEIA MAIS

A pedido de Sindicato, aulas na rede pública de Pernambuco serão suspensas no Carnaval

Não haverá feriado de Carnaval nas repartições públicas de Pernambuco. Porém, as aulas na rede estadual serão paralisadas. Em outras palavras, o ponto facultativo será mantido na educação. A informação foi divulgada pela rádio CBN Recife nesta sexta-feira (12).

As escolas estarão fechadas na segunda e quarta-feira. A CBN relata que o pedido para a suspensão das aulas no período foi feito pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE) e acatado pela Secretaria Estadual de Educação.

Anteriormente as escolas da rede privada já haviam anunciado a suspensão das aulas no carnaval, conforme já acontecia nos anos anteriores. Independentemente da folga das unidades, a Secretaria de Educação terá expediente normal na próxima semana.

Aulas da rede estadual retornam no dia 1º de março de forma gradual

O governador Paulo Câmara anunciou, nessa quarta-feira (03), o início do ano letivo do ensino médio na rede pública estadual a partir desta quinta-feira (04). O chefe do Executivo Estadual disse acreditar que as escolas estaduais estão preparadas para receber professores e alunos, adotando todos os protocolos de segurança e higiene.

A partir do dia 22 deste mês, os professores do Ensino Fundamental e servidores devem retornar para adequação das escolas e capacitação. Em seguida, os estudantes do nono, oitavo, sétimo e sexto ano do Ensino Fundamental retornam no dia 1º de março.

O calendário seguirá com os estudantes do quinto, quarto, terceiro, segundo e primeiro ano do Ensino Fundamental voltando no dia 08 de março. Por fim, haverá a volta dos alunos do Infantil, cujo retorno está previsto para o dia 15 de março.

LEIA MAIS

Matrículas da rede estadual de ensino de Pernambuco começam nesta terça-feira; serão oferecidas 66.046 vagas para 2021

Começa nesta terça-feira (15) o processo de matrícula para o ano letivo 2021 da rede estadual de ensino de Pernambuco. Segundo a Secretaria de Educação e Esportes, todo o cadastro deve ser feito pela internet, através do site Matrícula Rápida.

O processo será aberto às 7h e deve ser feito por estudantes novatos dos ensinos médio e fundamental até 30 de dezembro. Para o ano letivo, são ofertadas 161.636 vagas, das quais 95.590 já foram preenchidas por crianças e jovens oriundos das redes municipais.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco anuncia calendário de volta às aulas presenciais para educação infantil e ensino fundamental

Escolas particulares de Pernambuco poderão voltar a ter aulas presenciais para as turmas de 6º ao 9º do ensino fundamental a partir de 10 de novembro. Para as séries iniciais dessa etapa (1º ao 5º ano), a liberação será a partir de 17 de novembro. Já as crianças da educação infantil voltarão a frequentar presencialmente as escolas em 24 de novembro.

Esse cronograma não vale para as escolas públicas, das redes estadual e municipal. O anúncio foi feita no m da tarde desta quinta-feira (29) pelo secretário estadual de Educação, Fred Amancio. “Vamos aguardar como será o retorno de todas as séries do ensino médio para depois planejar a volta da educação infantil e do ensino fundamental nas escolas públicas“, justificou o secretário.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco autoriza retomada das aulas do Ensino Fundamental e Educação Infantil na rede privada

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Educação e Esportes, anunciou nesta quinta-feira (29), durante coletiva de imprensa, a autorização para o início do processo de retomada das aulas presenciais do Ensino Fundamental (Anos Iniciais e Anos Finais) e da Educação Infantil.

O retorno – que neste momento contempla apenas as unidades de ensino da Rede Privada – será realizado por etapas, começando no dia 10 de novembro com as turmas dos Anos Finais (6º ao 9º ano). No dia 17 de novembro, as escolas retomam as aulas dos Anos Iniciais (1º ao 5º ano) e, concluindo o processo, no dia 24 de novembro será a vez dos alunos da Educação Infantil retornarem às escolas. As aulas do Ensino Médio já haviam sido retomadas desde o dia 09 deste mês.

LEIA MAIS

Saiba datas e séries das próximas escolas a retomarem aulas presenciais em Pernambuco

Após impasse judicial, o cronograma elaborado pelo governo do Estado que permite o retorno presencial dos alunos da educação básica de Pernambuco começou a ser cumprido. Os cerca de 10,5 mil concluintes do ensino médio da rede privada – que tinham volta prevista para terça-feira (6), puderam voltar às escolas na sexta-feira (9).

A próxima etapa da retomada gradual contempla estudantes do 1º ano do ensino médio. Esses estão autorizados pelo Executivo estadual a retornarem às salas de aula no dia 20 de outubro.

LEIA MAIS

TJPE mantém suspensão das aulas presenciais nas escolas estaduais de Pernambuco

(Foto: Internet)

Nesta quarta-feira (07), o desembargador Fábio Eugênio Dantas decidiu extinguir o instrumento jurídico adotado pelo governo estadual, por meio da Procuradoria Geral do Estado, chamada de Ação de Reclamação.

A PGE havia solicitado a impugnação da decisão proferida pela 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital, na última terça-feira (06), que suspendeu o retorno das aulas presenciais nas escolas estaduais.

Como o pedido nem sequer foi analisado pelo TJPE, já que o desembargador optou pela extinção da Ação de Reclamação, está mantida a liminar que proíbe o ensino presencial na rede estadual.

LEIA MAIS

Justiça do Trabalho suspende retomada das aulas presenciais nas escolas privadas de Pernambuco

As aulas presenciais nas escolas particulares de Pernambuco não vão recomeçar nesta terça-feira (06), por determinação da Justiça do Trabalho. O Sindicato dos Professores da Rede Privada (Sinpro) conseguiu na Justiça liminar suspendendo a reabertura dos colégios. A ação tramitou na 12ª Vara do Trabalho e só vale para a rede privada. A decisão é do juiz Hugo Cavalcanti Melo Filho. Réu na ação, o governo de Pernambuco tem até 15 dias para apresentar defesa.

Dos 91 mil alunos do 3º ano do ensino médio, autorizados a voltar ao ensino presencial nesta terça, cerca de 10.500 estão em escolas particulares e os demais na rede estadual. As aulas na rede estadual não estão proibidas, mas os professores estaduais mantiveram a greve, em assembleia realizada também na tarde desta segunda-feira.

No seu despacho, o juiz determina “a suspensão da retomada das atividades presenciais nos estabelecimentos particulares de ensino do Estado de Pernambuco, até que o réu comprove em juízo haver constatado, por fiscalização eficaz, a adoção, por aqueles estabelecimentos, das medidas a eles impostas pelo protocolo de retomada.”

O réu, citado pelo juiz, é o governo de Pernambuco. Ele determina ainda que “o Estado de Pernambuco dê ciência da presente decisão aos estabelecimentos de ensino, a que se abstenham de retomar as atividades presenciais.

Exige também que “o Estado de Pernambuco, por ato do Poder Executivo, defina “grupo de risco”, a partir de parâmetros fixados pela Organização Mundial de Saúde, e determine aos estabelecimentos particulares de ensino que se abstenham de convocar para atividades presenciais os professores e as professoras que componham o referido grupo”. A Procuradoria Geral do Estado informou que foi notificada da decisão e avalia, junto com a Secretaria de Educação, o encaminhamento jurídico que será tomado.

TJPE acolhe pedido da PGE e determina fim da greve dos professores da rede estadual

A retomada do ensino presencial começa nesta segunda-feira (05) para turmas do 3º ano do ensino médio.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) acolheu ação apresentada pela Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE) e determinou que o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) encerre imediatamente a greve deflagrada em 30 de setembro de 2020 e não pratique qualquer ato que atrapalhe ou retarde o regular funcionamento dos serviços da rede estadual de educação.

A retomada do ensino presencial começa nesta segunda-feira (05) para turmas do 3º ano do ensino médio. A liminar foi concedida nesse domingo (04) pelo desembargador Fábio Eugênio Dantas de Oliveira Lima, do Órgão Especial do TJPE. O descumprimento da medida acarretará multa diária no valor de R$ 50 mil.

LEIA MAIS

Escolas devem retomar aulas presenciais entre 8h e 8h30 para fugir do horário de maior movimento em ônibus

(Foto: Internet)

As escolas que retomarem as aulas presenciais, a partir de 6 de outubro, terão que modificar o horário de início das aulas para o período entre 8h e 8h30. A ideia é fugir do horário de maior movimento em ônibus e do trânsito mais intenso. A retomada ocorrerá, inicialmente, para as turmas do 3º ano do ensino médio, de forma opcional.

A medida foi anunciada em coletiva de imprensa transmitida pela internet, nesta quarta (30). O estado também divulgou a permissão de retomada de festas, casamentos, shows, peças de teatro e cinema em 58 municípios do Agreste e do Sertão de Pernambuco.

LEIA MAIS
12345