Prefeitura afirma que intensificará fiscalização no Dom Avelar após denúncia de leitor

Imóvel está se deteriorando e servindo como foco de mosquitos

A Prefeitura de Petrolina encaminhou uma nota ao Blog sobre uma matéria publicada na última sexta-feira (26). Nós mostramos a denúncia de um morador do bairro Dom Avelar sobre uma casa localizada na Rua da Sílica. De acordo com o município, uma equipe de fiscalização será encaminhada ao endereço para notificar o proprietário.

LEIA TAMBÉM

Morador do Dom Avelar faz alerta para imóvel que virou “lagoa”

Sobre a insegurança a nota diz ainda que a Guarda Civil Municipal intensificará as rondas. A população também pode contribuir com os trabalhos denunciando os problemas pelo 153 da Guarda ou 190, da Polícia Militar. Confira a seguir a resposta da Prefeitura:

LEIA MAIS

Morador do Dom Avelar faz alerta para imóvel que virou “lagoa”

Imóvel está se deteriorando e servindo como foco de mosquitos

A foto acima é de um imóvel localizado na Rua da Sílica, bairro Dom Avelar, em Petrolina. O registro foi feito por um leitor que não aguenta mais ver a casa nessa situação. A propriedade é privada, contudo os donos não estão cuidando do local e quem sofre é a vizinhança.

“Parece uma lagoa, só presta pra juntar mosquito“, conta o leitor. Ele relatou já ter registrado dois protocolos na Prefeitura de Petrolina e inclusive buscou contato com a dona do imóvel. Apesar das tentativas, nada foi feito. Para completar, a casa também serve para esconderijo de criminosos.

Nossa Produção tentou contato com a Prefeitura de Petrolina para saber o que poderia ser feito em relação à denúncia mostrada. Infelizmente até a conclusão dessa matéria não obtivemos resposta. O Blog segue aberto aos esclarecimentos.

Famílias seguem em busca por informações de jovens sequestrados no Dom Avelar, em Petrolina

Já são duas semanas de angústia aos familiares de Augusto Carlos Melo Júnior, mais conhecido como Faustão e Lucas de Araújo Moura, o Gordim. Os amigos foram sequestrados no dia 4 de junho, na Avenida dos Sentimentos, bairro Dom Avelar, em Petrolina.

Familiares relatam que os dois foram espancados e levados por quatro homens encapuzados. Depois disso, não foram mais vistos.

16 dias sem notícias

Boletins de ocorrência sobre os desaparecimentos foram registrados na Polícia Civil da cidade, que investiga o sumiço. Porém, mais de 15 dias após o fato não há nenhum indicativo da localização de Faustão e Gordim.

Na busca por informações, familiares divulgaram fotos do carro de Lucas (foto ao lado), levado na ação e que também continua desaparecido. Quem tiver alguma informação pode entrar em contato pelo número (87) 98801-7250.

Com ajuda de filho menor de idade, 5º BPM prende pai que ameaçava família no Dom Avelar

Pai estava armado e ameaça esposa e filha (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Policiais do 5º BPM prenderam um homem armado no bairro Dom Avelar, em Petrolina, na madrugada desse domingo (14) após um menor de idade acionar a equipe que fazia rondas pela comunidade.

Segundo a Polícia Militar, o jovem encontrou os agentes na Avenida da Redenção por volta de 0h50 e relatou que sua mãe e irmã estavam sendo ameaçadas pelo pai armado com uma arma de fogo.

De pronto os PMs foram até a residência e prenderam o agressor, que responderá pelo crime de violência doméstica. Ele estava armado com um revólver calibre .38, com uma munição intacta. O material também foi apreendido e apresentado à Delegacia de Policia Civil, no bairro Ouro Preto.

Petrolina registra mais dois homicídios no mês de junho

Onda de violência continua em Petrolina (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Dois homens foram mortos a tiros na noite de segunda-feira (8), no bairro Dom Avelar, em Petrolina. O primeiro crime foi registrado no final da tarde, na Avenida da Redenção. A vítima tinha 25 anos. O segundo homicídio aconteceu já durante a noite, na Rua da Marcassita.

LEIA TAMBÉM

Petrolina registra quatro homicídios na tarde de quinta-feira

O segundo morto tinha 27 anos. Esse dois homicídios se somam a quatro da semana passada. Apenas na tarde da última quinta-feira (4) quatro homens vieram a óbito na sede e interior da cidade. A Polícia Civil investiga o crime através da Delegacia de Homicídios.

Ajuda: mãe cria rifa para arrecadar dinheiro e comprar medicamento dos filhos

Imagine vivenciar a pandemia do novo coronavírus com três crianças especiais, receber o benefício de apenas uma e ainda por cima não ter dinheiro para o básico dentro de casa. Essa é a realidade de Carmen da Silva, moradora do bairro Vila Marcela, em Petrolina.

Diante da situação nada fácil, ela criou uma rifa online para conseguir os fundos para cumprir seus compromissos e custear os medicamentos das crianças. Um dos filhos de Carmen é autista e tem alergia alimentar respiratória, a mais velha é esquizofrênica e a terceira criança é seu sobrinho de quem ela cuida. O garoto tem deficiência intelectual.

“Fiz essa rifa pra me ajudar a pagar água e luz atrasados e também pra comprar remédios fraldas, além de alguns alimentos especiais pra a criança alérgica”, contou ao Blog.

O prêmio da rifa é um relógio feminino. Para contribuir basta desembolsar R$ 3,00 e concorrer ao prêmio. Quem quiser contribuir com alguma outra ajuda pode entrar em contato com Carmen pelo número: (87) 98854-1608.

Petrolina encerra semana violenta com mais um homicídio

Mais um homicídio foi registrado em Petrolina (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A onda de violência em Petrolina fez mais uma vítima na noite de sexta-feira (5). Um homem foi morto no bairro Dom Avelar. Esse é o quinto homicídio no intervalo de um dia. A vítima, que não teve sua idade revelada, foi baleada próximo à Avenida Principal da comunidade.

LEIA TAMBÉM

Petrolina registra quatro homicídios na tarde de quinta-feira

O homem morreu no local. Outra pessoa que estava com a vítima no momento do crime foi alvejada e socorrida ao Hospital Universitário de Petrolina. O autor dos disparos fugiu e até o momento não foi localizado. A Polícia Civil de Pernambuco investiga os cinco homicídios, mas não forneceu detalhes sobre os trabalhos.

Leitor cobra resposta da Codevasf sobre pavimentação iniciada e não concluída no Dom Avelar

Serviço foi iniciado e deixado pela metade, afirma morador

Equipes contratadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) estiveram na Rua da Oração, no bairro Dom Avelar, em Petrolina para executar o serviço de pavimentação através de um convênio firmado com a Prefeitura.

Contudo, segundo um leitor, o serviço foi paralisado há três semanas e a pavimentação ficou pela metade. A empresa teria feito apenas uma camada do asfalto e abandonaram a obra. Outra queixa é que os meios fios também ficaram pela metade. “Estamos sem saber o fazer. A empresa fala que vem termina o serviço e não aparece ninguém. Você pode olhar na foto que só colocaram uma camada e foram embora“, contou o leitor que mora na rua.

Outro lado

Nossa equipe procurou a Codevasf na terça-feira (26) para solicitar uma resposta da Companhia acerca da denúncia apresentada na matéria, mas não obtivemos resposta. Deixamos o espaço do Blog aberto aos esclarecimentos.

Leitor chama atenção para buraco e vazamento de água limpa no bairro Dom Avelar

Prefeitura e Compesa se manifestam sobre reparos

Um morador do bairro Dom Avelar, em Petrolina, entrou em contato via WhatsApp para chamar atenção sobre um problema na Rua da Visão. A foto acima mostra bem a dor de cabeça da população. Por essa via passam os ônibus de transporte coletivo, mas devido ao peso do veículo e a falta de infraestrutura, formou-se um buraco.

Não bastasse o buraco, em uma viagem o ônibus atingiu uma tubulação ocasionando o rompimento de água limpa. Diante dessa situação nós procuramos a Prefeitura de Petrolina e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), para saber o que pode ser feito no bairro.

Respostas

Em nota a Prefeitura informou que a Rua da Visão está “no programa de pavimentação Petrolina Cresce”. Atualmente o processo está em fase de licitação e será contemplada com melhorias juntamente com outras 139 vias.

Já a Compesa respondeu que somente tomou ciência do rompimento após o Blog entrar em contato com a assessoria de comunicação. Uma equipe iria ainda ontem para analisar a situação e verificar o que poderia ser feito. “A Compesa aproveita a oportunidade para solicitar que os moradores repassem as solicitações dos serviços por meio do seu canal de atendimento, especialmente nessa fase de pandemia, para que a companhia tenha condições de agilizar os atendimentos. Para questões relacionadas ao abastecimento de água e demais serviços, o cliente deve ligar para o 0800 081 0195”, destaca a nota.

Leitores detonam petrolinenses que desrespeitam distanciamento para jogar bola: “Sem noção”

Agentes da Prefeitura seguem com fiscalizações, mas população desrespeita orientações (Foto: Ascom/PMP)

A Prefeitura de Petrolina já orientou diversas vezes, mas alguns petrolinenses ainda teimam em não seguir o distanciamento social durante a pandemia do coronavírus. Somente nessa semana o Blog Waldiney Passos recebeu queixas de vários moradores sobre pessoas se reunindo para jogar bola.

Isso está acontecendo com frequência no bairro Dom Avelar e no Povoado da Tapera, zona rural da cidade. Os jovens ignoram a recomendação e ficam nos famosos “babas” até o final da noite. “Era bom fiscalizar a zona rural, todos os dias o jovens se reúnem na quadra de esportes pra jogar bola à noite a partir das 18h“, contou um leitor que preferiu permanecer anônimo.

Já no Dom Avelar a situação é recorrente.“Já comunicamos, a equipe da Guarda Municipal veio na semana passada, mas o povo continua sem noção. Todos os dias começa por volta das 16h e segue até 22h, 23h da noite. Sempre muita pessoas e gritaria devido aos jogos”, relatou um outro leitor.

Fiscalização

A Prefeitura de Petrolina afirmou em nota que “é de responsabilidade de cada indivíduo, o descumprimento significa assumir a responsabilidade por colocar em risco a saúde pública”. O Poder Executivo também destacou suas atuações de fiscalização, inclusive com o fechamento de quadras.

Leia a seguir a íntegra da nota:

LEIA MAIS

Petrolina: moradores do bairro Dom Avelar cobram melhorias para a comunidade

As fotos foram enviadas a redação do Blog Waldiney Passos por moradores que teem receio de se identificar com medo de retalhações. As imagens são das ruas das Sensações, orações, prudência e rua da crença. E pelo jeito quem mora aqui vai precisar crer muito, ter bastante prudência e fazer muitas orações para poder, quem sabe, sentir alguma sensação boa no futuro.

De acordo com os moradores, basta alguns milímetros de chuva para as lagoas se formarem e o mal cheiro invadir as narinas de quem sente odor.

Eles contam que já comunicaram a demanda a prefeitura, mas nada de previsão de melhoria. “Sim, continua o mesmo problema. Não pode chover que os moradores daqui ficam todos ilhados”, diz uma moradora.

Procurada por nossa reportagem, a prefeitura enviou nota que diz o seguinte: “A Prefeitura de Petrolina informa que está angariando recursos para fazer projetos de macrodrenagem em várias partes do município. A Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos reitera que esta é uma localidade de alagamento histórico. A Seinfra realiza todas as medidas para amenizar os danos no período chuvoso, porém a solução definitiva desse problema, que existe há mais de décadas, só será possível após a realização do estudo de drenagem do local”.

Quando será realizada a solução definitiva? Nós não encontramos essa resposta na nota.

Chuva liga sinal de alerta no bairro Dom Avelar e equipes da Prefeitura visitam famílias em vulnerabilidade

Famílias foram cadastradas na SEDESDH (Foto: Ascom/PMP)

Voltou a chover em Petrolina nessa semana e a Defesa Civil visitou alguns pontos críticos da cidade. Um dos locais onde há problema é o bairro Dom Avelar, considerada uma área de risco. E na quarta-feira (15) as equipes identificaram a necessidade de uma intervenção preventiva na lagoa.

Uma força-tarefa composta pela Defesa Civil, Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDESH) e da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos está adotando as medidas necessárias para ajudar as famílias em vulnerabilidade no bairro.

A SEDESDH cadastrou as famílias com perfil para receber benefício eventual. Já a Infraestrutura analisa a possibilidade de drenar a lagoa, diminuindo o volume da água acumulada no local. Ontem choveu 18 mm em Petrolina, segundo o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), o suficiente para gerar transtornos nos bairros com infraestrutura precária.

Espaço do Leitor: moradores do Dom Avelar aguardam drenagem de água acumulada na última chuva

A chuva do final de semana em Petrolina causou problemas aos moradores do bairro Dom Avelar, que até hoje (25) aguardam a água empoçada ser drenada em quatro ruas da comunidade. Angustiados com as muriçocas e o fato de não conseguirem sair de casa para comprar o essencial à sobrevivência, eles entraram em contato com o Blog.

“Essa água da última chuva que deu no sábado, a gente acionou a Prefeitura e ficaram de mandar uma bomba [pra drenar]. Já foi prometida a drenagem e nós estamos pedindo ajuda pra imprensa“, comentou o leitor. Isso está acontecendo nas ruas Sensações, Oração, Prudência e Crença.

Nossa Produção procurou a Prefeitura de Petrolina, que até o momento não se pronunciou sobre a demanda apresentada nessa matéria. Seguimos aguardando uma resposta.

Após queixa de moradores do Dom Avelar, Prefeitura afirma que equipes seguem trabalhando para solucionar demanda

Moradores querem solução para problema na Rua do Ouro (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os moradores da Rua do Ouro, no bairro Dom Avelar, em Petrolina, querem uma solução urgente para a lagoa de esgoto formada na via. Ela é uma das afetadas desde a semana retrasada, depois que um Poço de Visita extravasou. Desde então equipes da Prefeitura de Petrolina estão trabalhando para solucionar a demanda.

LEIA TAMBÉM

Compesa retoma abastecimento dos bairros Dom Avelar e São Joaquim

Contudo a situação, segundo a comunidade, piorou com a chuva de ontem (8). “A empresa de saneamento veio no sábado, mas a engenheira falou que não pode atender a demanda até fazer uma nova caixa. O esgoto vem de outras ruas e agora misturado com água da chuva estamos sem saída”, contou uma leitora.

Procurada pelo Blog Waldiney Passos, a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Petrolina (Armup) afirmou que “as equipes seguem trabalhando, incansavelmente, para fazer a desobstrução das áreas afetadas”.

Confira a seguir a resposta da Prefeitura:

LEIA MAIS

Além do Dom Avelar, São Joaquim também teve abastecimento interrompido nessa terça-feira

(Foto: Ilustração)

Conforme anunciado na segunda-feira (2), o bairro Dom Avelar, em Petrolina está sem água desde as primeiras horas da manhã. Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), a Prefeitura solicitou o desligamento da rede de 6h até às 9h de quarta-feira (4), para fazer um serviço emergencial.

LEIA TAMBÉM

Dom Avelar terá abastecimento interrompido nesta terça-feira para manutenção emergencial

Dessa forma, além do Dom Avelar, o São Joaquim também está sem água. Equipes da Prefeitura buscam solucionar um problema num Poço de Visita que extravasou e acabou alagando com esgoto ruas do bairro.

A previsão é que o fornecimento seja normalizado a partir do final da manhã de quarta. “A paralisação do sistema de distribuição deve prosseguir até as 9 h desta quarta-feira (04), que é o prazo solicitado pela Prefeitura para a execução dos serviços. Após a finalização dos trabalhos o sistema será reativado o abastecimento normalizado gradativamente“, destaca a Compesa.

123