Petrolina: esgoto retornando para dentro de residência tira sossego de moradora do São Jorge

Esgoto está voltando para residência (Foto: Cortesia)

Uma moradora do bairro São Jorge, em Petrolina, entrou em contato com o via WhatsApp do Blog para relatar uma situação angustiante. Ela reside na Rua 08 e está convivendo com o esgoto retornando para dentro da sua casa.

Não bastasse a água suja, os mosquitos e o forte odor do esgoto estão tirando a paz da família. “Já entramos em contato com a Compesa e eles mandam entrar em contato com a Prefeitura. Ficam jogando um pro outro“, desabafou.

Resposta

Nossa Produção entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Segundo a Companhia, o esgotamento sanitário do São Jorge não é de sua responsabilidade. O bairro integra a bacia do Dom Avelar, cuja obra está sob os cuidados da Prefeitura.

A Prefeitura está averiguando a situação e acionou a equipe de engenharia, a fim de identificar o que está acontecendo na rua citada.

Moradora cobra resposta sobre obra paralisada no São Jorge; Codevasf emite nota

Uma obra iniciada e paralisada sem conclusão, deixando a rua praticamente intransitável. Esse é o cenário da Rua 10, no bairro São Jorge, em Petrolina. As fotos foram enviadas por uma leitora do Blog Waldiney Passos numa tentativa de descobrir o que houve no local.

Ela relatou a nossa equipe que há mais de uma semana os funcionários recolheram o material da obra e nunca mais voltaram. Com a chuva dos últimos dias, o que já era ruim ficou pior. “Eles foram colocar uma terra onde fizeram um buraco, a terra está muito frouxa e o vizinho já atolou o carro. Na minha casa e em outra, não entra carro na garagem“, contou.

Respostas

O Blog procurou inicialmente a Prefeitura de Petrolina para qual serviço estava sendo executado no bairro. A Rua 10 está contemplada no convênio de pavimentação com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que enviou uma nota.

“A Codevasf informa que a rua citada no bairro São Jorge está contemplada no convênio de pavimentação entre Codevasf e Prefeitura Municipal de Petrolina. Ela teve a obra paralisada por conta das chuvas que têm atingido o município de Petrolina nas últimas semanas. Entretanto, tão logo as condições climáticas fiquem mais favoráveis, a obra retomará o curso normal“, explica a Companhia.

Moradores do São Jorge, em Petrolina, denunciam lagoa de esgoto no meio de uma rua do bairro

Moradores do bairro São Jorge, em Petrolina, enviaram um vídeo para a redação do Blog Waldiney Passos, denunciando a existência de uma lagoa de esgoto que se formou no meio da rua 06, daquela comunidade.

Segundo uma moradora, que não se identificou, o problema começou depois de um serviço que foi iniciado na rua 12 do mesmo bairro há cerca de dois meses e não foi concluído. Depois disso a água com dejetos passou a escorrer pelas ruas e se acumulou neste local que aparece no vídeo.

Os moradores contam que o mal cheiro é insuportável. Veja o vídeo abaixo e em seguida leia o que dizem as autoridades.

A Compesa não enviou nota, mas informou através de sua assessoria de comunicação que não opera o sistema de esgoto do bairro.

A Prefeitura de Petrolina enviou nota afirmando que “a Compesa, enquanto concessionária do serviço de água e esgoto em toda a cidade deveria ser a responsável direta por este atendimento. Vale salientar que, após anos de negligência em diversas comunidades, a prefeitura vem interferindo em algumas regiões como a Bacia do Dom Avelar onde uma obra histórica vai devolver o saneamento à comunidade.”

E continua: “Além das intervenções emergenciais, a prefeitura também já concluiu a minuta de um edital que deve selecionar uma nova empresa para gerir os serviços de água e esgoto na cidade”, conclui a nota.

 

Petrolina: homem é morto a tiros no bairro São Jorge

(Foto: Ilustração)

Além de uma tentativa de homicídio registrada na noite de terça-feira (31), Petrolina teve ainda um Crime Violento Letal Intencional (CVLI), no bairro São Jorge.

LEIA TAMBÉM

2º BIEsp prende homem por tentativa de homicídio no Henrique Leite

A vítima é um homem, de 35 anos. Ele foi morto a tiros na Rua 2. O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da cidade.

 

Primeiro final de semana de fevereiro é marcado por violência em Petrolina e Juazeiro

Fevereiro começou violento (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Nos primeiros dias de fevereiro, dois homicídios foram registrados em Petrolina, todos por arma de fogo. A primeira ocorrência foi aconteceu no bairro Gercino Coelho, na calçada do CEMAN, na manhã de domingo (2). Um homem de 32 anos foi baleado na cabeça e morreu no local.

Em nota, a Polícia Civil de Pernambuco informou que a vítima tinha 32 anos. Os suspeitos de cometerem o crime estavam em uma moto e fugiram em seguida. A Delegacia de Homicídios de Petrolina abriu um inquérito para investigar o crime.

Já na noite de ontem, um outro homem foi morto a tiros, dessa vez no bairro São Jorge. Segundo a PC, a vítima tinha 24 anos e foi atingida por vários disparos de arma de fogo por pessoas ainda não identificadas. O homicídio está sendo investigado através da Delegacia de Homicídios da cidade.

Em Juazeiro (BA), o corpo de um homem foi encontrado no começo da manhã dessa segunda-feira (3), próximo ao bairro São Geraldo. A vítima apresenta sinais de violência, mas não há informações sobre a identidade do mesmo.

Com direito a bolo e “Parabéns”, moradores da Zona Norte de Petrolina cobram saneamento

Moradores de três bairros se reuniram em protesto (Foto: Reprodução/WhatsApp)

17 anos. Por pouco os moradores dos bairro São Jorge, São Joaquim e Terras do Sul não comemoravam a maioridade do saneamento básico que deveria contemplar as comunidades, através da Bacia do Dom Avelar. Nessa segunda-feira (16) eles se organizaram para protestar de forma irônica contra as autoridades.

Festa teve direito a bolo

A ideia? Fazer uma “festa” na Avenida do Petróleo com cartazes, teve direito a bolo, “Parabéns” e “Com Quem Será?”, chamando atenção da Prefeitura de Petrolina e da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) sobre a situação.

“Fizemos essa manifestação reivindicando melhorias nos bairros. A gente vê obras em outros locais como Orla e Bodódromo e aqui com essa lagoa de esgoto não tem nada. A gente pede para olhar para a Zona Norte que é esquecida“, contou Pedro Elias, morador e liderança comunitária do Terras do Sul.

LEIA MAIS