Covid-19: Brasil chega a 526,4 mil casos e 29,9 mil mortes

O balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde trouxe 12.247 novas pessoas infectadas pela covid-19, totalizando 526.447. O resultado marcou um acréscimo de 2,2% em relação a ontem (31), quando o número de pessoas infectadas estava em 514.819.

A atualização do Ministério da Saúde registrou 623 novas mortes, chegando a 29.937. O resultado representou um aumento de 2,1% em relação a ontem, quando foram contabilizados 29.314 falecimentos por covid-19. Geralmente, os dados são menores aos domingos e segunda, quando há menos alimentação do banco de dados, e maiores na terça-feira, quando há acúmulo de novos dados do fim de semana.

Do total de casos confirmados, 285.430 estão em acompanhamento e 211.080 foram recuperados. Há ainda 4.412 óbitos sendo analisados.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (7.667). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (5.462), Ceará (3.188), Pará (2.925) e Pernambuco (2.875).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (2.071), Maranhão (976), Bahia (701), Espírito Santo (614), Alagoas (461), Paraíba (370), Rio Grande do Norte (323), Minas Gerais (278), Rio Grande do Sul (232), Amapá (228), Paraná (190), Distrito Federal (171), Piauí (168), Sergipe (166), Acre (161), Rondônia (159), Santa Catarina (146), Goiás (127), Roraima (116), Tocantins (76), Mato Grosso (66) e Mato Grosso do Sul (20).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (111.269), Rio de Janeiro (54.530), Ceará (50.504), Amazonas (41.774) e Pará (38.046). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Maranhão (35.297), Pernambuco (34.900), Bahia (18.898), Espírito Santo (14.069) e Paraíba (13.695).

Covid-19: Brasil registra mais de 6 mil novos casos em 24 horas

(Foto: Ilustração)

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (29) o mais recente balanço dos casos de coronavírus no Brasil.
Os principais dados são:

  • 5.466 mortes, na terça-feira (28) eram 5.017;
  • Em 24 horas, foram 449 mortes a mais, aumento de 9%;
  • 78.162 casos confirmados, na terça-feira eram 71.886. Foram 6.276 casos a mais (9%);
  • 38.564 estão em acompanhamento (49%);
  • 34.132 pessoas estão recuperadas (44%);
  • 1.452 mortes em investigação;
  • São Paulo tem 2.247 mortes e 26.158 casos confirmados.

Pernambuco registra 58 mortes e 366 novos casos da Covid-19

(Foto: Gil Ferreira/CNJ)

Pernambuco confirmou, nesta terça-feira (28), 366 novos casos da Covid-19, sendo 196 casos que se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), portanto internados e/ou mais graves, além de outros 170 casos leves. O Estado totaliza agora, 5.724 casos confirmados (3.884 casos graves e 1.840 casos leves).
Também foram confirmados laboratorialmente 58 óbitos. É o maior número de mortes desde o início da pandemia em Pernambuco. Com isso, o Estado ultrapassa a marca das 500 mortes pela covid-19, chegando a 508 óbitos. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Brasil tem 3.670 mortes e 52.995 casos de coronavírus, diz ministério

(Foto: Freepik/Banco de Imagens)

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (24) o mais recente balanço dos casos de coronavírus no Brasil. Os principais dados são:

  • 3.670 mortes, na quinta (23) eram 3.313. Foram 357 a mais (10,8%) .
  • 52.995 casos confirmados, na quinta (23) eram 49.492. Foram 3.503 a mais (7,1%).
  • Em 7 dias foram mais 1.323 mortes.
  • São Paulo tem 17.826 casos e 1.512 mortes.

Com mais de 25 mil casos confirmados do novo coronavírus, Brasil ultrapassa 1.500 mortes, diz ministério

(Foto: Sajjad Hussain/AFP)

Os números divulgados nesta terça-feira (14) pelo Ministério da Saúde em seu boletim diário assustam. O mais recente balanço sobre a Covid-19 traz dados que impressionam. Veja:

  • 1.532 mortes, eram 1.328 na segunda, aumento de 15%
  • 25.262 casos confirmados, eram 23.430 na segunda, aumento de 8%
  • São Paulo tem 695 mortes e 9.371 casos confirmados

Pernambuco continua entre os cinco estados do país com maior número de mortes. A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta terça-feira (14), 13 novos óbitos, sendo 10 mulheres e três homens, com idades entre 45 e 95 anos. As mortes aconteceram entre os dias 3 e 13 deste mês. Agora, o estado totaliza 115 mortes pela Covid-19.

 Nas últimas 24 horas 130 novos casos da Covid-19 em Pernambuco foram confirmados. Com as novas confirmações, o estado totaliza 1.284 casos da doença.

Governo do Estado faz balanço das ações dos primeiros 30 dias de enfrentamento à epidemia de coronavírus

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

Desde o registro dos primeiros casos de infecção pelo novo coronavírus em Pernambuco, há 30 dias, o Governo do Estado implantou e colocou em prática uma série de ações para o enfrentamento da crise. Sob a coordenação do Gabinete de Enfrentamento da Epidemia, o Governo anunciou a criação de novas vagas de UTIs, abertura de novos hospitais, contratação de pessoal para a saúde, apoio ao setor produtivo e assistência às famílias carentes.
 
Nesse primeiro mês, o governo convocou 4.729 novos profissionais para a área de saúde. Desse total, cerca de mil já foram contratados e distribuídos estrategicamente em diversas unidades hospitalares em todo o Estado.  Os outros profissionais estão passando pelo processo administrativo para concluir a fase de admissão e deverão começar a trabalhar nas próximas semanas.
 
“Queremos que a nossa rede de hospitais públicos, universitários e o nosso laboratório Lacen/PE, esteja preparado e equipado com mão de obra e profissionais que possam efetivamente dar as respostas com agilidade necessária”, ressaltou o governador Paulo Câmara.
 
O reforço na infraestrutura de saúde também foi priorizado. Quase 390 leitos já foram implantados e estão atendendo aos pacientes. Desses novos leitos, 161 deles são UTIs. O governo fez a requisição administrativa de hospitais privados desativados, como o antigo Alfa, em Boa Viagem. Em parceria com a Prefeitura de Olinda, a maternidade Brites de Albuquerque, em Olinda, foi reequipada e começou a atender esta semana. A unidade já conta com 20 novos leitos, sendo 10 enfermarias e 10 UTIS.
LEIA MAIS

Mortes pela Covid-19 mais que dobraram em uma semana no Brasil; aumento foi de 121%

(Foto: Sajjad Hussain/AFP)

O total de mortes no Brasil pelo novo coronavírus mais que dobrou desde a semana passada. Na segunda-feira (6) eram 553 mortes. O aumento em relação ao total divulgado neste domingo foi de 121%. Ontem, sábado (11), eram 1.124 mortes. Em 24 horas foram confirmadas mais 99 vítimas, um aumento de 9%.

O balanço dos casos de Covid-19 divulgado no site do Ministério da Saúde neste domingo (12) aponta que país já registra 1.223 mortes e 22.169 casos confirmados. A taxa de letalidade é de 5,5%. No sábado (11), havia 1.124 mortes e 20.727 casos confirmados. São 1.442 casos (alta de 7%) e 99 mortes (alta de 9%) a mais, em 24 horas.

Tocantins segue sendo o único estado do país sem mortes devido à Covid-19. São Paulo (8.755), Rio de Janeiro (2.855), Ceará (1.676), Amazonas (1.206) e Pernambuco (960) são os estados com maior número de casos.

A região Sudeste registrou 12.799 (57,7%) dos casos do país. A região Nordeste é a segunda mais afetada com 4.246 (19,2%), seguida das regiões Sul, com 2.159 (9,7%); Norte, com 1.898 (8,6%); e Centro-Oeste, com 1.067 (4,8%).

Fonte: Ministério da Saúde.

Novos dados divulgados pelo Ministério da Saúde indicam que Brasil ultrapassou 1 mil mortes pelo novo coronavírus

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (10) o mais recente balanço de casos de coronavírus no Brasil. Os dados apontam:

  • 1.057 mortes
  • 19.638 casos confirmados
  • Taxa de letalidade é de 5,4%
  • São Paulo continua liderando o ranking nacional com 540 mortes e 8,2 mil casos.

Na quinta-feira (9), eram 941 mortes e 17.857 casos confirmados, o que significa um aumento de 12% e 9%, respectivamente.

(Com informações do Ministério da Saúde e G1).

Sem ocorrências graves, Guarda Municipal divulga balanço de atuação no Carnaval de Petrolina 

(Foto: Ascom/PMP)

A Guarda Civil Municipal divulgou nesta quinta-feira (27) o balanço das ocorrências durante os quatro dias de folia em Petrolina (PE).  Nenhuma situação grave foi registrada.

Ao todo foram 140 ocorrências registradas pela Guarda Municipal, incluindo busca pessoal, apreensões, entre outros. 11 pessoas foram conduzidas para a delegacia da Polícia Civil, 13 armas brancas foram apreendidas, apenas dois furtos foram registrados, cinco pessoas foram flagradas em posse de entorpecentes, e 30 ocorrências foram relativas à agressão, vias de fato, desordem, extorsão, desacato ou uso ilegal de paredões. Além disso, dois celulares foram recuperados.

No setor de achados e perdido, que este ano foi de responsabilidade da Guarda, a GCM também reuniu, no total, nove objetos ou documentos encontrados no circuito.

LEIA MAIS

Em reunião com secretariado, Paulo Câmara destaca ações exitosas de 2019

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

O governador Paulo Câmara reuniu todo o seu secretariado nesta sexta-feira (20), no Palácio do Campo das Princesas, para um balanço final do ano de 2019. No encontro, que contou também com a presença da vice-governadora Luciana Santos, foram abordados os principais avanços e realizações do Governo do Estado ao longo do ano, as ações em andamento, a questão orçamentária, assim como os principais desafios. Na ocasião, o governador destacou a importância da unidade entre as secretarias para alcançar resultados positivos, e abordou ainda as diretrizes e metas para o ano de 2020.

“Temos uma missão muito importante de ajudar Pernambuco a atravessar toda essa confusão que está no País, de maneira a ter em cada área respostas positivas em relação ao que a população precisa e tem o direito de receber. Vamos continuar fortalecendo o nosso modelo de gestão, nosso modelo de planejamento e o nosso modelo fiscal. Isso é fundamental para que a gente possa avançar”, afirmou Paulo Câmara.

LEIA MAIS

Balanço do feriadão: três pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais de Pernambuco

(Foto: Ilustração)

A Polícia Rodoviária Federal divulgou, nesta segunda-feira (18), o balanço da operação realizada durante o feriadão de Proclamação da República. Ao todo, foram 45 acidentes, que deixaram 31 pessoas feridas e três mortas, entre a quinta-feira (14) e o domingo (17). Em comparação com o ano passado, o número de acidentes e mortes reduziu. Em 2018, a operação teve um dia a mais. Foram registrados 61 acidentes, com 59 feridos e cinco mortes.

O acidente mais grave aconteceu na BR-232, em Sairé, no Agreste de Pernambuco. Uma tentativa de assalto resultou em colisão e morte no quilômetro 94 da rodovia federal. Cinco homens que estavam em uma caminhonete tentaram assaltar uma kombi com oito passageiros, que seguia de Moreno, no Grande Recife, para Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste.

Na investida, houve tiros e batida entre os veículos. O motorista da kombi e um dos suspeitos morreram no local. Outro suspeito faleceu a caminho do hospital, enquanto outro ficou ferido e foi socorrido para o Hospital de Bezerros. Os dois homens que estavam na cabine da caminhonete fugiram. Duas passageiras da kombi ficaram feridas.

Fiscalização

Durante os quatro dias de operação, foram abordados 3.205 veículos e 3.600 pessoas. Mais de 2.500 condutores foram multados. Entre as principais infrações cometidas estão o não uso do cinto de segurança (143), ultrapassagens indevidas (132), falta de capacete (90) e ausência da cadeirinha para crianças (25). Quanto ao teste do bafômetro, que na operação deste ano contou com o etilômetro passivo, que detecta a presença de álcool pela fala do motorista, foram 2.076 testes realizados. A PRF emitiu 56 autuações e prendeu dois motoristas que estavam sob o efeito de álcool.

Na operação também foram presas 17 pessoas por crimes como roubo, receptação de veículo roubado, porte ilegal de arma, uso de documento falso e por mandado de prisão em aberto. 243 veículos irregulares foram recolhidos.

Com informações do Jornal do Commercio

Paulo Câmara recebe comissão de senadores para balanço sobre o óleo

(Foto: Heudes Regis/SEI)

O governador Paulo Câmara, ao lado do secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade José Bertotti, recebeu, nesta sexta-feira (8), a comissão especial de senadores que monitora o vazamento de óleo nas praias do Nordeste. Estiveram no Palácio do Campo das Princesas os senadores Fabiano Contarato (ES), Jean-Paul Prates (RN), Randolfe Rodrigues (AP) e Humberto Costa (PE), além de representantes da bancada na Câmara Federal, como os deputados João Campos, Carlos Veras e João Daniel (SE). No encontro, Paulo Câmara fez um balanço das ações do Governo Estadual para dar combate ao desastre ambiental provocado pelo derramamento de óleo no litoral.

“Da nossa parte, pudemos documentar, entregamos uma pasta com todos os ofícios que foram feitos pelo Estado: à Marinha, ao Ministério do Meio Ambiente, ao Ministério da Defesa e à Agência Nacional de Petróleo. E levantamos as questões que são mais importantes em nossa opinião. A primeira medida, o Governo Federal só tomou 37 dias depois, fazendo com que uma comissão fosse instaurada para identificar a fonte do vazamento. Infelizmente, até o momento não temos uma informação precisa de qual é a fonte do vazamento”, lamentou o secretário de Meio Ambiente, que seguiu falando sobre as ações do Governo Estadual.

“Temos equipes mobilizadas em todas as praias atingidas, fazendo monitoramento principalmente das áreas mais sensíveis, que são 14, bem como os estuários que foram afetados, nossos arrecifes e nossos corais. Existem equipes de mergulhadores fazendo ações para retirada do material, coleta de água, coleta de análise, para dar mais tranquilidade à população”, acrescentou José Bertotti.

LEIA MAIS

SAMU e Vigilância Sanitária divulgam balanço de atuação no São João de Petrolina

(Foto: Ascom)

Nesta quarta-feira (26), os órgãos de saúde divulgaram o balanço de atuação nos nove dias do São João de Petrolina. Durante todo o período de festa, as equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e da Agência Municipal de Vigilância Sanitária estiveram presentes no Pátio Ana das Carrancas, prestando assistência à população.

No Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, foram feitos 185 atendimentos, por ingestão demasiada de álcool, desmaios, dores em partes do corpo e cortes superficiais. Nenhuma ocorrência grave foi registrada. A prefeitura disponibilizou um stand com médico, enfermeiro e técnicos de enfermagem, realizando procedimentos em saúde, como administração de alguns tipos de medicação, aferição de pressão arterial e verificação de glicemia.

LEIA MAIS

Prefeito Paulo Bomfim faz balanço de sua gestão em entrevista na Rádio Metrópole

(Foto: Ascom PMJ)

Na manhã desta segunda-feira (17) o prefeito  de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim (PCdoB) concedeu entrevista para o jornalista Mário Kertész, da Rádio Metrópole em Salvador (BA). Na oportunidade, o gestor de Juazeiro fez um balanço de sua gestão.

“Foi um bate papo muito positivo, quando apresentei o potencial do nosso município e informei que apenas nos últimos 2 anos e meio já realizamos mais de 170 obras, além de estarmos com mais de 100 em execução”, explicou Paulo Bomfim.

Durante a entrevista, o prefeito de Juazeiro foi elogiado pelos ouvintes do programa, através da participação por telefone. “É uma honra estar à frente da gestão de uma das mais importantes cidades da Bahia e ainda poder também contar com o reconhecimento dos demais baianos, como ficou evidente nas participações dos ouvintes por telefone. Como foi o caso de um cidadão de Serrinha, chamado Dr. Bira, que deu um depoimento emocionado ao citar o bom exemplo de nossa cidade. Isso é algo que nos traz muita alegria”, disse o gestor.

LEIA MAIS

Polícia Militar da Bahia divulga balanço do carnaval de Juazeiro; número de ocorrências foi menor este ano se comparado com ano de 2018

(Foto: Ascom CPRN)

Na manhã de segunda-feira (18), a Polícia Militar da Bahia (PMBA) encerrou sua atuação no carnaval de Juazeiro (BA). De acordo com o balanço divulgado hoje (19), os dados apontam que houve uma queda de mais de 32% no quantitativo de ocorrências registradas pela PMBA durante o Carnajuá 2019.

Segundo informações da polícia, foram 21 ocorrências neste ano contra 31 no ano ano passado. Ainda de acordo com a PMBA, os fatos delituosos são basicamente os mesmos: furto, porte de arma branca, uso e tráfico de drogas, lesão corporal; variando o quantitativo de cada fato. Este ano, a novidade foi a prisão por violência contra a mulher, foram duas, quando em 2018 não houve nenhuma; neste carnaval não foi registrado roubo pela PMBA, apenas furto.

LEIA MAIS
1234