Sport quer perícia em estádio; Juazeirense nega “má fé”

(Foto: Divulgação)

No campo o placar foi 3×2 para a Juazeirense contra o Sport. Mas fora dele, ainda na noite de quarta-feira (10) a batalha seguiu para as redes sociais. A diretoria do Leão da Ilha emitiu uma nota e exige uma perícia no Estádio Adauto Moraes. Os pernambucanos querem saber se houve de fato, problema no refletor, ou se alguém mandou apagar a luz.

LEIA TAMBÉM

Jogo ‘interminável’ dá vaga para Juazeirense contra Sport na Copa do Brasil

Por outro lado, a diretoria do Cancão de Fogo rebateu e repudiou as falas dos dirigentes pernambucanos. Ainda durante a partida, membros do alto escalão do Sport acusaram cartolas da Juazeirense sobre os apagaões. “A diretoria da Juazeirense vem através desta, repudiar a fala o Diretor de Futebol do Sport Club do Recife, Augusto Caldas, que, de forma leviana, acusa a Sociedade Desportiva Juazeirense de atitudes antidesportivas durante o jogo da noite desta quarta-feira (10) pela Copa do Brasil. O diretor chegou a nos acusar de reincidência em atitudes como essa e isso não faz parte dos nossos princípios e nos causa estranheza”, diz a nota.

LEIA MAIS

Vagner Barreto é o primeiro campeão do The Voice Kids

Wagner Barreto

Na tarde deste domingo, 27, o cantor mirim Wagner Barreto, 15 anos, morador da Ilha Floresta, cidade de Porto Rico (PR), sagrou-se campeão do The Voice Kids. Em sua última apresentação solo, o menino, que fazia parte do time da dupla Victor & Leo cantou , cantou Disparada e recebeu 66% dos votos do público.

Wagner Barreto concorreu na grande final com outros dois grandes talentos: Pérola Crepaldi, de Apucarana e Rafa Gomes, de Curitiba. Ele levou o prêmio de R$ 250 mil e um contrato com uma grande gravadora.

 

 

Mãe de Beatriz convoca famílias da região para participarem de mais um manifesto pela paz

Beatriz-Angelica-Mota-menina-sete-anos-morta-escola-auxiliadora

Conforme informamos em primeira mão aqui no Blog Waldiney Passos, os pais da pequena Beatriz Angélica Mota, brutalmente assassinada no último dia 10 de dezembro, nas dependência do Colégio Maria Auxiliadora, estarão participando no início da noite desta quinta-feira (11), da 4ª manifestação cobrando por justiça e pela paz.

Para reforçar o convite a própria mãe da Beatriz, Lúcia Mota (Lucinha), postou um áudio nas redes sociais convocando as famílias de Petrolina e região. “Vamos lutar para que outras famílias não passem pela dor que estamos passando hoje”, conclama. Ouça o áudio.