13º do Bolsa Família em Pernambuco começa a ser pago hoje

(Foto: Internet)

O 13º do Bolsa Família começa a ser pago hoje (12), em Pernambuco. Receberão o benefício nesse primeiro momento pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril. O pagamento acontece nas agências da Caixa Econômica Federal, nos terminais de autoatendimento e também nas lotéricas.

O saque de R$ 150 deve ser feito em até 120 dias da data do recebimento. 1.125.559 famílias têm direito a receber o valor, ou seja, 34,5%  da população pernambucana. Para sacar o valor disponível basta usar o mesmo cartão do programa federal. Mas atenção, nem todos têm direito ao 13º.

Em 2019, o período de apuração foi de 29 de março de 2019 a 31 de janeiro de 2020. Então, pode ganhar o décimo terceiro quem recebeu pelo menos cinco dessas dez parcelas, seguidas ou não”, explica o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), Sileno Guedes.

Confira a seguir o calendário de pagamento:

LEIA MAIS

Governo federal estuda restringir seguro-defeso de pescadores para ampliar Bolsa Família

(Foto: Internet)

Para aumentar os repasses ao Bolsa Família, o governo federal estuda mudanças nas regras do seguro-defeso, auxílio pago ao pescador artesanal durante o período em que ele fica impedido de exercer a atividade por causa da preservação das espécies.

O Ministério da Economia quer reduzir despesas ao transformar esse seguro num benefício condicionado à renda da família. A ideia é que o seguro deixe de ter caráter unicamente trabalhista e passe a ser um programa de transferência de renda para os pescadores mais dependentes da atividade. Outro critério em avaliação é a exigência de prestação de serviço de conservação ambiental.

Hoje, o benefício equivale a um salário mínimo (R$ 1.045) por mês durante o período de pesca proibida. O gasto anual do governo é de aproximadamente R$ 2,5 bilhões.

O valor do benefício, segundo os estudos, poderá variar de acordo com a dependência em relação ao dinheiro obtido na pesca e com a renda per capita (que considera o número de membros da família).

Uma possibilidade levantada é que, para receber o seguro-defeso, o pescador se enquadre nas mesmas condições do Bolsa Família: situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e de pobreza, com renda de R$ 89,01 a R$ 178 por mês.

LEIA MAIS

Petrolina: informação sobre benefício para compra de material escolar para beneficiários do Bolsa Família é falsa

Pais têm que estar atentos às notícias falsas. (Foto: Internet)

A prefeitura de Petrolina emitiu uma nota, nessa terça-feira (04), negando uma informação que tem circulado nas redes sociais sobre inscrições para um suposto benefício que vai conceder R$ 350,00 para compra de materiais escolares para beneficiários do Bolsa Família.

Segundo o Ministério da Cidadania, existe um Projeto de Lei em tramitação na Câmara de Deputados que prevê repasse de recursos para aquisição de materiais escolares, porém, ainda não foi aprovado.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco divulga calendário de pagamento do 13º do Bolsa Família

(Foto: Internet)

O Governo de Pernambuco divulgou, nesta terça-feira (4), o calendário de pagamento do 13º do Bolsa Família para beneficiários do estado pernambucano. Pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril serão os primeiros contemplados com a parcela extra, que será paga entre os dias 12 e 14, 17 e 21 e 27 e 28 de fevereiro. Em março, será a vez de quem nasceu em maio, junho, julho e agosto. Já em abril receberão os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro. A data de nascimento a ser considerada é do responsável pela família.

As famílias pernambucanas beneficiárias do programa federal receberão anualmente uma parcela extra de até R$ 150 paga pelo Governo de Pernambuco. No Estado, de acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Cidadania, 1.125.559 de famílias recebem o benefício, o que corresponde a 34,5% da população pernambucana.

Segundo o Governo do Estado, só terá direito à décima-terceira parcela quem recebeu o Bolsa Família durante pelo menos metade dos meses do período de apuração, intercalado ou em meses seguidos. “Em 2019, o período de apuração foi de 29 de março de 2019 a 31 de janeiro de 2020. Então, pode ganhar o décimo terceiro quem recebeu pelo menos cinco dessas dez parcelas, seguidas ou não”, explica o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), Sileno Guedes.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro divulga nova lista de beneficiários do programa Bolsa família

(Foto: Internet)

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) divulgou a nova lista de beneficiários do programa Bolsa Família que passarão a receber o benefício a partir deste mês.

Lista dos novos beneficiários

As famílias contempladas recebem através dos Correios um cartão de saque emitido pela Caixa Econômica Federal juntamente com panfleto sobre como ativá-lo, calendário de saques e outras informações sobre o programa. Caso o Responsável Familiar já possua o cartão cidadão e senha, deve apenas dirigir-se à casa lotérica para sacar o benefício conforme o calendário de pagamento. Se já tiver o cartão em mãos e esqueceu a senha, é necessário ligar para o 0800 726 0207 e no mesmo dia comparecer à casa lotérica ou correspondentes bancários para efetuar o recadastramento da senha e sacar o benefício.

LEIA MAIS

Paulo Afonso: Bolsa Família de outubro deve ser sacado até 28 de janeiro

Dinheiro será devolvido ao MDS após dia 28/01 (Foto: Ilustração)

Os beneficiários do programa Bolsa Família, residentes no município de Paulo Afonso (BA), têm até o dia 28 de janeiro – próxima semana – para sacar o valor referente ao mês de outubro de 2019.

Quem não fizer a retirada do benefício terá o dinheiro devolvido ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).  O titular que tem o cartão, mas não possui a senha deve ligar para o número o 0800 726 0207 e em seguida comparecer a uma Casa Lotérica levando documento de identidade para o recadastramento.

A lista de quem ainda não sacou está disponível no link a seguir: Bolsa Família Paulo Afonso.

Primeiro pagamento de 2020 do Bolsa Família começa nesta segunda

(Foto: Internet)

Começa, nesta segunda-feira (20), o pagamento do primeiro Bolsa Família do ano. A expectativa é de que o Ministério da Cidadania repasse R$ 2,526 bilhões para 13,2 milhões de famílias em todo o país. O valor médio do benefício é de R$ 191.

De acordo com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, a pasta trabalha para garantir o benefício de quem realmente precisa. Ainda segundo o ministro, o governo estuda melhorias no benefício.

LEIA MAIS

Juazeiro: benefício do Bolsa Família de outubro deve ser sacado até a próxima terça-feira 

(Foto: Internet)

Os beneficiários do Programa Bolsa Família que ainda não sacaram a parcela do mês de outubro de 2019 têm até a próxima terça-feira (28) para retirar o benefício. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES), o benefício que não for sacado até a data limite retorna para os cofres do Ministério da Cidadania.

Caso o beneficiário já possua cartão e senha, basta dirigir-se à casa lotérica para efetuar o saque. Se possui o cartão, mas esqueceu a senha, é necessário ligar para o 0800 726 0207 e no mesmo dia comparecer à casa lotérica ou correspondentes bancários para efetuar o recadastramento da senha e saque da parcela do benefício.

Clique aqui e confira a lista de beneficiários que devem efetuar o saque até a data limite. A relação está disponível também na Casa do Bolsa Família e nos cinco CRAS do município.

Governo já retirou 1,3 milhão de beneficiários por irregularidades no Bolsa Família

(Foto: Ilustração)

1,3 milhão de beneficiários foram retirados do programa Bolsa Família até novembro de 2019. Os dados, segundo o Governo Federal, indicam apenas usuários com irregularidades no cadastro. Com isso houve uma economia de R$ 1,3 bilhão nos cofres públicos, afirma o Ministério da Cidadania.

O Governo Federal estuda reformular o programa e já tem planos avançados para isso. A informação foi repassada pelo porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros. “É uma das propostas, mas ainda não está fechada. Tudo indica [que sim]“, disse sobre uma possível mudança no nome da ação.

Criado em 2003, o Bolsa Família atende famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e de pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais por membro. O benefício médio pago a cada família é de R$ 189,21.

Por falta de dinheiro, expansão do Bolsa Família para pessoas mais pobres pode ser prejudicada

(Foto: Ilustração)

O plano de reformulação do Bolsa Família, já entregue ao presidente Jair Bolsonaro, prevê um aumento focado na faixa de famílias em situação de extrema pobreza. Apesar de direcionado ao grupo mais necessitado, o projeto desagrada à equipe econômica, que defende uma versão ainda mais modesta para as mudanças no programa social.

Em 2019, Bolsonaro não concedeu reajuste do benefício pela inflação para cumprir a promessa de criar a 13ª parcela. A ideia, agora, é priorizar a camada com renda mais baixa, que representa dois terços dos 13 milhões de famílias incluídas no programa.

O Bolsa Família atende pessoas que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 por mês. O valor recebido varia de acordo com o número de integrantes da família, idade e renda. Atualmente, a média é de aproximadamente R$ 191.

LEIA MAIS

Bolsa Família: confira o calendário de pagamento em 2020

Veja os dias de pagamento do benefício (Foto: Ilustração)

O calendário do Bolsa Família 2020 já está disponível. Segundo a Caixa Econômica Federal, os primeiros beneficiados receberão o recurso no dia 20 de janeiro, para o cartão do Número de Identificação Social (NIS) de final 1.

LEIA TAMBÉM:

Bolsa Família deverá se chamar Bolsa Brasil, segundo Bolsonaro

Mantendo a tradição dos anos anteriores, o benefício será pago sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês. O Bolsa Família atende às famílias cuja renda per capita é de até R$ 89 mensais e entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais. Confira o calendário completo a seguir:

LEIA MAIS

Com buraco de R$ 1 bi no Bolsa Família, governo federal não explica como fará pagamento de beneficiários neste mês

(Foto: Ilustração)

A equipe do presidente Jair Bolsonaro evita dar explicações sobre como irá bancar o pagamento a todos os beneficiários do Bolsa Família este mês. Dados do governo apontam para um buraco no orçamento do programa de cerca de R$ 1 bilhão. Apesar do rombo, Bolsonaro anunciou o início dos depósitos deste mês, que incluem o 13º às famílias.

O governo pode remanejar recursos para elevar o orçamento do programa e evitar a insuficiência de dinheiro para as famílias que vivem em situação de pobreza ou de extrema pobreza. Desde a última segunda-feira (16), o governo federal foi questionado pela imprensa sobre como se dará esse deslocamento de verbas, mas o governo não respondeu.

LEIA MAIS

Bolsa Família deverá se chamar Bolsa Brasil, segundo Bolsonaro

Herança do PT, programa deve ser modificado (Foto: Ilustração)

A partir de 2020 o Bolsa Família, criado no governo do PT, deverá se chamar Bolsa Brasil. De acordo com o presidente da República, Jair Bolsonaro, já há um estudo no sentido de modificar o programa criado no mandato de Luiz Inácio Lula da Silva.

“Há um estudo nesse sentido, querem mudar para Bolsa Brasil”, disse durante reunião com deputados e lideranças evangélicas. A mudança vem num momento no qual o futuro do programa é incerto, devido a questão financeira do Governo Federal.

Durante a campanha eleitoral de 2018, Bolsonaro disse haver fraude em 30% do programa, sem apresentar dados para sustentar uma acusação dessa magnitude. “Tem gente que não precisa estar no Bolsa Família“, afirmou.

13º do Bolsa Família contemplará mais de 13 milhões de família

(Foto: Internet)

Para quitar o 13º do Bolsa Família o Governo Federal desembolsará R$ 5 milhões. A informação foi confirmada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Em suas redes sociais, Bolsonaro – que está sem partido – disse que mais de 13 milhões de famílias de baixa renda serão contempladas.

“O repasse acompanha o valor de dezembro, ou seja, neste mês, as famílias receberão o dobro do benefício”, escreveu. A região mais contemplada, segundo Bolsonaro, é o Nordeste.

Nessa terça-feira (17) a Folha de Pernambuco publicou uma matéria afirmando que o Governo Federal pretende anunciar uma reformulação do programa, mas não deu mais detalhes.

Caixa começa a pagar décimo terceiro do Bolsa Família nesta terça

O calendário de pagamentos seguirá o dígito final do Número de Inscrição Social (NIS) do responsável familiar apresentado no cartão do programa.

O abono natalino, décimo terceiro, do bolsa família começa a ser pago a partir desta terça-feira (10). Instituído pela Medida Provisória 898, editada em outubro, o abono consiste no benefício pago em dobro em dezembro.

Segundo a Caixa Econômica Federal, que administra os pagamentos, 13,1 milhões de famílias estão sendo atendidas pelo Bolsa Família em dezembro. Neste mês, o governo desembolsará R$ 2,5 bilhões com o pagamento do benefício deste mês, mais R$ 2,5 bilhões com o décimo terceiro.

LEIA MAIS
123