Saiba quem é Daniella Marques, assessora próxima a Guedes e nova presidente da Caixa

Daniella Marques assume a Caixa Econômica Federal para substituir Pedro Guimarães, após denúncias de assédio sexual feitas por servidoras do banco público

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, há pouco, a nomeação de Daniella Marques para o cargo de presidente da Caixa Econômica Federal. Ela assume o cargo após a demissão de Pedro Guimarães, alvo de denúncia de assédio sexual de funcionárias da instituição financeira.

Próxima do ministro da Economia, Paulo Guedes, Daniella Marques tem acesso direto ao ministro e goza de prestígio dentro do governo. Ela foi chamada para discursar, por exemplo, em um evento do dia das Mulheres, no Palácio do Planalto, em março deste ano. Marques estava ao lado das então ministras Flávia Arruda, Tereza Cristina e Damares Alves, além da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Por colegas da Esplanada dos Ministérios, é considerada boa negociadora nas tratativas com o Congresso Nacional. A nova presidente da Caixa atuou por anos no mercado financeiro, na área de gestão independente de fundos de investimentos, acompanhado o ministro Guedes. Foi sócia dele na Bozano Investimentos, onde atuou como Diretora de Compliance e Operações e Financeiras (COO e CFO).

Ela ainda tem formação de administradora de Empresas pela PUC/RJ com MBA em Finanças pelo Ibmec. Também foi diretora-executiva da Oren Investimentos; na Mercatto Investimentos, diretora de Risco e Compliance, Sócia e Gestora de Renda Variável.

Antes da nomeação, Marques estava na Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, cargo que assumiu em fevereiro deste ano.

Ela entrou no governo Bolsonaro no início, como chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do ministro Paulo Guedes, em janeiro de 2019, em equipe que na época era considerada o “dream team” da economia. Grande parte já deixou o governo. De acordo com o blog da Ana Flor, pesou na escolha de Marques também a necessidade de o governo tentar melhorar sua imagem com o eleitorado feminino, especialmente após as denúncias de assédio na Caixa.

Pedro Guimarães renuncia à Presidência da Caixa

Alvo de denúncias de assédio sexual, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou, hoje, ao presidente Jair Bolsonaro uma carta de demissão. Na carta, Guimarães nega as acusações de várias funcionárias da Caixa que apontaram situações de assédio. O caso é investigado pelo Ministério Público Federal. O Ministério Público do Trabalho também vai apurar.

“As acusações noticiadas não são verdadeiras! Repito: as acusações não são verdadeiras e não refletem a minha postura profissional e nem pessoal. Tenho a plena certeza de que estas acusações não se sustentarão ao passar por uma avaliação técnica e isenta”, escreveu Pedro Guimarães.

Na carta, o presidente da Caixa se diz alvo de “rancor político em um ano eleitoral”. Segundo ele, o objetivo da demissão é “não prejudicar a instituição ou o governo”.

“Não posso prejudicar a instituição ou o governo sendo um alvo para o rancor político em um ano eleitoral. Se foi o propósito de colaborar que me fez aceitar o honroso desafio de presidir com integridade absoluta a CAIXA, é com o mesmo propósito de colaboração que tenho de me afastar neste momento para não esmorecer o acervo de realizações que não pertence a mim pessoalmente, pertence a toda a equipe que valorosamente pertence à CAIXA e também ao apoio de todos as horas que sempre recebi do Senhor Presidente da República, Jair Bolsonaro”, escreveu.

Pedro Guimarães estava no cargo desde o início do governo. Ele é considerado um dos principais colaboradores de Bolsonaro e fez várias aparições durante as transmissões ao vivo semanais que o presidente faz por redes sociais. Confira a seguir a íntegra da carta:

À população brasileira e, em especial, aos colaboradores e clientes da CAIXA:

A partir de uma avalanche de notícias e informações equivocadas, minha esposa, meus dois filhos, meu casamento de 18 anos e eu fomos atingidos por diversas acusações feitas antes que se possa contrapor um mínimo de argumentos de defesa. É uma situação cruel, injusta, desigual e que será corrigida na hora certa com a força da verdade.

Foi indicada a existência de um inquérito sigiloso instaurado no Ministério Público Federal, objetivando apurar denúncias de casos de assédio sexual, no qual eu seria supostamente investigado. Diante do conteúdo das acusações pessoais, graves e que atingem diretamente a minha imagem, além da de minha família, venho a público me manifestar.

Ao longo dos últimos anos, desde a assunção da Presidência da CAIXA, tenho me dedicado ao desenvolvimento de um trabalho de gestão que prima pela garantia da igualdade de gêneros, tendo como um de seus principais pilares o reconhecimento da relevância da liderança feminina em todos os níveis da empresa, buscando o desenvolvimento de relações respeitosas no ambiente de trabalho e por meio de meritocracia.

Como resultados diretos, além das muitas premiações recebidas, a CAIXA foi certificada na 6ª edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), além também de ter recebido o selo de Melhor Empresa para Trabalhar em 2021 – Great Place To Work®, por exigir de seus agentes e colaboradores, em todos os níveis, a observância dos pilares Credibilidade, Respeito, Imparcialidade e Orgulho.

Essas são apenas algumas das importantes conquistas realizadas nesse trabalho, sempre pautado pela visão do respeito, da igualdade, da regularidade e da meritocracia, buscando oferecer o melhor resultado para a sociedade brasileira em todas as nossas atividades.

Na atuação como Presidente da CAIXA, sempre me empenhei no combate a toda forma de assédio, repelindo toda e qualquer forma de violência, em quaisquer de suas possíveis configurações. A ascensão profissional sempre decorre, em minha forma de ver, da capacidade e do merecimento, e nunca como qualquer possibilidade de troca de favores ou de pagamento por qualquer vantagem que possa ser oferecida.

As acusações noticiadas não são verdadeiras! Repito: as acusações não são verdadeiras e não refletem a minha postura profissional e nem pessoal. Tenho a plena certeza de que estas acusações não se sustentarão ao passar por uma avaliação técnica e isenta.

Todavia, não posso prejudicar a instituição ou o governo sendo um alvo para o rancor político em um ano eleitoral. Se foi o propósito de colaborar que me fez aceitar o honroso desafio de presidir com integridade absoluta a CAIXA, é com o mesmo propósito de colaboração que tenho de me afastar neste momento para não esmorecer o acervo de realizações que não pertence a mim pessoalmente, pertence a toda a equipe que valorosamente pertence à CAIXA e também ao apoio de todos as horas que sempre recebi do Senhor Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Junto-me à minha família para me defender das perversidades lançadas contra mim, com o coração tranquilo daqueles que não temem o que não fizeram.

Por fim, registro a minha confiança de que a verdade prevalecerá.

Pedro Guimarães

Sindicato dos Bancários de Juazeiro denunciam aglomeração em filas e pedem providências; Prefeitura diz que responsabilidade por organização no atendimento é do banco 

“Aglomeração de pessoas e muita desorganização em frente ao Banco da Caixa Econômica”, foi desta maneira que o Sindicato dos Bancários de Juazeiro classificou o atendimento na agência da Caixa Econômica Federal de Juazeiro, no Norte da Bahia, nesta segunda-feira (04).  O presidente do Sindicato pediu providências as autoridades competentes.

“Uma situação complicada, muita confusão e desorganização, muito arriscado para os funcionários também. Pedimos às autoridades que tomem providências e que consigam melhorar o atendimento e proteger a todos no momento. Precisamos de mais respeito, uma melhor estrutura e ordenamento no local”, disse o presidente do Sindicato, Maribaldes da Purificação.

O que disse a Prefeitura de Juazeiro

A equipe de reportagem do Blog procurou a prefeitura de Juazeiro que disse, em nota, que a responsabilidade pela organização do atendimento na parte interna e externa dos bancos cabem aos funcionários da agência. A nota destacou ainda que a prefeitura já cede os toldos e as cadeiras para acomodar da melhor forma os usuários das agências bancárias localizadas no centro da cidade, além de também interditar o trânsito na Praça Barão do Rio Branco para melhorar o fluxo de pedestres na área.

 

O que disse a Caixa Econômica Federal

Atualizado às 19h

Em nota encaminhado à nossa redação, a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal destacou que desde o ano de 2021 vem reforçando o quadro de funcionários para atender a população com a contratação de mais 5 novos empregados. Mas reforçou que não há necessidade das pessoas dormirem nas filas porque todos os clientes que chegarem até as 15h serão atendidos no mesmo dia.

Confira a nota da Caixa na íntegra:

A CAIXA informa que a Agência Juazeiro (BA) funciona das 10h às 15h, e que, antes mesmo do horário de abertura, a unidade realiza recepção qualificada e triagem do atendimento. Ressaltamos que as pessoas não precisam madrugar para ir ao banco e que todos os clientes que chegam até as 15h são atendidos no mesmo dia. Em Juazeiro, foram contratados 5 novos empregados entre 2021 e 2022.

O banco atua de forma a prevenir e cuidar da saúde e segurança dos seus empregados, colaboradores e clientes, adotando todas as medidas preventivas e sanitárias estabelecidas pelas autoridades competentes, priorizando o controle e mitigação dos riscos de transmissão da Covid-19, com limitação do acesso às unidades de 50% dos assentos disponíveis.

LEIA MAIS

Caixa libera consulta do abono salarial nesta terça-feira

(Foto: Ilustração)

A Caixa Econômica Federal liberou, nesta terça-feira (1°), a consulta aos valores do abono salarial do PIS. Os usuários podem acessar os aplicativos Caixa Trabalhador e Caixa Tem. No aplicativo Carteira de Trabalho Digital já é possível observar o valor desde a semana passada.

Outra opção é ligar para o número 158. O calendário de pagamentos começa no dia 8 de fevereiro, para nascidos em janeiro (PIS) e em 15 de fevereiro (Pasep). Têm direito ao abono salarial cerca de 23 milhões de trabalhadores – 22 milhões recebem o PIS e 1 milhão recebem o Pasep.

Confira o calendário de pagamento:

LEIA MAIS

Sento Sé ganhará agência da Caixa Econômica Federal


Sento Sé (BA) em breve ganhará uma agência da Caixa Econômica Federal. Os detalhes da implantação foram discutidos na terça-feira (4), entre o secretário Municipal de Administração, Juvenilson Passos e o superintendente de Rede da Caixa Econômica Federal (CEF), Rafael Mantai.

“Resolvemos trazer o superintendente da Caixa para que possamos alinhar a chegada de mais uma agencia bancária e assim dar condições aos sentoseenses, todos vamos ganhar muito com a nova agência”, afirmou o secretário municipal.

Ainda segundo Juvenilson, a expectativa é que no segundo semestre a agência já esteja em funcionamento. “Estamos estudando as disponibilidades de imóveis e muitas parcerias estão sendo feitas entre a Caixa e o Município para concretização dessa demanda da população de Sento-Sé”, pontuou.

Moradora do Monsenhor Bernardino relata problemas no imóvel; Defesa Civil aponta falha da construtora

Uma moradora do Residencial Monsenhor Bernardino, em Petrolina, está passando por um momento de desespero. Ela foi contemplada com um dos imóveis e há mais de uma semana tem enfrentando transtornos provocados por um problema na rede de esgoto.

Um relatório da Defesa Civil do município concluiu que toda a situação é reflexo de falhas da construtora na hora de construir os imóveis. Apesar de todo o drama vivido pela leitora, nenhuma providência ainda foi tomada por parte da Caixa Econômica Federal, financiadora do imóvel.

O endereço do problema é na Rua da Providência, no Bloco Ponta Grossa, no Apartamento 04, situado no térreo. A Defesa Civil esteve no imóvel no dia 7 de dezembro, para entender melhor a situação. No relatório emitido, a equipe da Prefeitura destacou que há de fato o vazamento e que a moradora tentou, por conta própria, resolver o problema.

Defesa Civil aponta problemas na construção

No documento assinado pelo coordenador adjunto da Defesa Civil, Anailton Acilino de Sousa, também constam registros fotográficos da umidade atingindo as paredes do imóvel. A análise concluiu que houve falhas no sistema de esgoto e que além disso, “com o vazamento ocorreu a proliferação de odores indesejáveis em todo ambiente interno além do aparecimento de insetos deixando o ambiente insalubre e sem condições de habitabilidade”.

Ainda conforme consta no relatório, “a construtora não observou em sua integralidade as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT que são utilizadas como parâmetros ou requisitos mínimos na construção civil, como a NBR 8160:1999 – Sistemas prediais de esgoto sanitário – Projeto e execução; que estabelece as exigências e recomendações relativas ao projeto, execução, ensaio e manutenção dos sistemas prediais de esgoto sanitário”.

LEIA MAIS

Caixa libera saque do FGTS para quem reside nas cidades baianas afetadas pela forte chuva

(Foto: Foto: Arquivo/ Agência Brasil)

Por conta da chuva que deixou desabrigados na Bahia e também em Minas Gerais, a Caixa Econômica Federal liberou o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a quem reside nas cidades afetadas. Segundo o banco, os valores serão disponibilizados após decretos municipais declarando o estado de calamidade e reconhecimento do Ministério do Desenvolvimento Regional.

O saque do FGTS poderá ser feito de forma digital, sem necessidade de ir a uma agência, por meio do aplicativo FGTS, na opção Saque Digital. De acordo com a nota da Caixa, o valor para saque será o saldo disponível na conta, na data da solicitação, sendo limitado à R$ 6.220,00 para cada evento caracterizado como desastre natural.

“A CAIXA ressalta que não será necessário ir às agências para receber os valores e que manterá a população informada sobre as próximas etapas para liberação do FGTS“, reforça o banco.

Auxílio Brasil começa a ser pago nesta quarta-feira, confira o calendário

O Auxílio Brasil começa a ser pago nesta quarta-feira (17). Neste momento, cerca de 14,5 milhões de família serão contempladas com o substituto do Bolsa Família. O calendário de pagamento seguirá o modelo antigo, que leva em conta o número final do Número de Inscrição Social (NIS).

O valor médio do novo benefício federal é de R$ 217,18. O Governo Federal se articula politicamente para conseguir aprovar a PEC dos Precatórios e obter recursos para manter o auxílio em R$ 400,00. Fica o alerta que, quem já era contemplado no Bolsa Família não precisa refazer o cadastro para receber o Auxílio Brasil.

Confira a seguir o calendário de pagamento:

LEIA MAIS

Caminhão da Caixa ofertará atendimento a moradores de Orocó até 19 de novembro

O Caminhão Agência da Caixa Econômica Federal, que está atendendo a população de Orocó (PE) seguirá no município até o próximo dia 19. O veículo está estacionado no Centro, em frente ao prédio da Prefeitura da cidade, ofertando serviços aos moradores, pois Orocó não conta com uma agência.

O caminhão chegou à cidade através de uma parceria com a Prefeitura de Orocó. Segundo a gestão municipal, o veículo vai desafogar “o fluxo de beneficiário que necessita dos serviços do banco neste momento”.

O atendimento ocorre das 10h às 15h. “Durante o atendimento, se faz necessário todos os cuidados de prevenção à Covid-19, como o uso obrigatório de máscara e distanciamento social”, orienta a Prefeitura.

Caixa conclui pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial

(Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil)

Caixa Econômica Federal conclui nesta sexta-feira (30) o pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial. Os últimos depósitos serão feitos aos trabalhadores informais nascidos em dezembro e aos beneficiários do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) de final 0.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem.

LEIA MAIS

Caixa e Whatsapp fecham parceria para envio de mensagens sobre auxílio

Nos próximos dias, os beneficiários do auxílio emergencial passarão a receber de graça as informações sobre datas de depósito, de pagamento e de saque no celular. A Caixa Econômica Federal e o WhatsApp fecharam parceria, inédita no mundo, para o envio de mensagens sobre o benefício.

Uma conta oficial e verificada da Caixa passará a enviar as informações sobre o auxílio emergencial. Segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães, cerca de 500 milhões de mensagens gratuitas deverão ser enviadas durante o pagamento das parcelas restantes do benefício.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro assina termo com a Caixa Econômica para carência de até quatro meses no pagamento de crédito consignado para servidores

A Prefeitura de Juazeiro assinou um termo aditivo ao convênio de crédito consignado com a Caixa Econômica Federal, contemplando todos os servidores municipais efetivos, aposentados e pensionistas com carência de 120 dias nas novas contratações e renovações de empréstimos consignados. Com isso, eles podem optar por carência para início de pagamento das prestações de quatro meses, a contar da data da assinatura do contrato, de acordo com a Lei nº 14.131, de 30 de março de 2021, em seu artigo 4º.

O termo foi assinado pela prefeita Suzana Ramos em seu gabinete no Paço Municipal, nesta sexta-feira (28). O ato contou com a presença de representantes da Caixa, do chefe de Gabinete da prefeitura, Ciro Viana, e do procurador geral do município, Thiago Cordeiro.

LEIA MAIS

Bandidos explodem posto de atendimento da Caixa em Betânia

(Foto: Reprodução)

Um posto de atendimento da Caixa Econômica Federal, localizado na cidade de Betânia, no Sertão do Moxotó, foi explodido por bandidos durante a madrugada de domingo (9). De acordo com o Sindicato dos Bancários do Estado, a ação foi registrada pouco antes de meia noite.

Até o momento não há mais informações sobre a ação dos criminosos e sobre a quantia levada pelos criminosos, pois a Caixa não se manifestou oficialmente.  A Polícia Federal de Salgueiro ficará responsável pelas investigações do caso.

Terça-feira é marcada por manifestação dos funcionários da Caixa de Juazeiro

Terça-feira é marcada por luta dos bancários (Foto: Ascom)

Os funcionários da Caixa Econômica Federal de Juazeiro (BA) estão em manifestação nesta terça-feira (27). Eles dedicam o dia a luta contra os “ataques do governo Bolsonaro”. Segundo o Sindicato dos Bancários (Seeb), o estopim da insatisfação é a abertura de capital da Caixa Seguridade.

A “Seguridade” está marcada para quinta-feira (29) e, também, pela contratação dos aprovados no concurso de 2014 para amenizar o déficit de cerca de 20 mil empregados a menos na empresa. Outro ponto que pesa na manifestação é a falta de segurança aos funcionários em plena pandemia.

O Seeb luta pela inclusão dos trabalhadores na prioridade da vacinação contra a covid. Vale lembrar que desde 2020 o banco é o responsável pelo pagamento do Auxílio Emergencial, o que coloca os servidores em contato direto com público.

Mega-Sena: Prêmio milionário vai para uma única aposta

(Foto: Ilustração)

O prêmio era gigante: R$ 40.076.100,78. A expectativa dos apostadores também, mas apenas uma aposta feita em São Paulo acertou os 6 números do concurso 2.363 da Mega-Sena.

O sorteio foi realizado na noite deste sábado (17), no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. Veja as dezenas sorteadas: 34 – 06 – 58 – 39 – 14 – 24.

LEIA MAIS
123