Vereadores de Petrolina apresentam pedidos voltados a nova empresa de transporte coletivo

A nova empresa de transporte coletivo de Petrolina começou a operar no domingo (1°), mas já rende debates na  Câmara de Vereadores. Nessa manhã de quinta-feria (5) a vereadora Cristina Costa (PT) apresentou o Requerimento n° 404/2019, no qual solicita cópias do processo licitatório para contratação da Atlântico Transportes Ltda.

Ao justificar seu pedido, Costa argumentou que “é papel nosso enquanto vereadora fiscalizar e cobrar um melhor transporte público”. O pedido foi aprovado por 16×0, assim como as Indicações n° 1529/2019 e 1530/2019, de Paulo Valgueiro (MDB).

O edil, líder da Oposição, chamou atenção ao fato de que a licitação manteve as mesmas linhas e quantidade de ônibus, mantendo os problemas antigos no transporte coletivo. “Foi feito o Plano Municipal de Mobilidade, fez-se a licitação, colocou ônibus novos e o sistema é o mesmo. As linhas permanecem as mesmas. É preciso que se renove a frota e se renove o sistema”, argumenta.

Maria Elena levanta bandeira e cobra valorização de artistas locais

Vereadora quer cumprimento de lei já no carnaval 2020 (Foto: ASCOM/Jean Brito)

Depois da rusga com Gilmar Santos (PT) na sessão passada, a vereadora Maria Elena de Alencar (PRTB) apresentou nessa quinta-feira (5) o Requerimento n° 412/2019, no qual solicita à Prefeitura de Petrolina o cumprimento da Lei Municipal n° 2.851/2016.

Conforme Elena lembra, a lei busca valorizar os artistas locais em eventos patrocinados pelo poder público. A edil destacou que já ouviu o grupo e inclusive tem um abaixo-assinado para apresentar ao secretário de Cultura. “Esse abaixo assinado tem assinatura de todos os grandes artistas locais”, destaca.

Ainda segundo Elena, é relevante o cumprimento dessa lei já no carnaval de 2020. “Que a gestão possa realmente cumprir a Lei Municipal que dispõe sobre a contratação e valorização dia artistas locais, em relação a cachês, número de artistas contratados e tratamento que são dado a eles”, conclui.

Ronaldo Silva avalia 2019 e destaca ações para interior de Petrolina

Vereador e Guilherme Coelho (esq.) receberam imprensa de Petrolina

Na confraternização que abre a temporada de encontros entre políticos e a imprensa local, o vereador Ronaldo Silva (PSDB) avaliou seu trabalho em 2019 e destacou uma mudança de postura: a defesa pelo interior. Na noite de quarta-feira (4) ele e o Guilherme Coelho reuniram amigos e já traçaram metas para 2020.

Ronaldo, que hoje ocupa um cargo na Câmara de Vereadores, mira a reeleição e espera reconhecimento no futuro. “Se vai levar para uma releição ou não, isso é o povo que avaliar, que vai ter a consciência do trabalho do vereador. Eu tenho trabalhado, sou consciente do que fiz. Se o trabalho dá releição, durmo tranquilo porque tenho trabalhado 24 horas”, afirma.

Para o vereador, o eleitor está cansado de prometes e vai saber reconhecer quem trabalha. “O povo já está cansado de político promessa, que chega a eleição e só promete. Hoje eu posso chegar no interior de Petrolina e dizer que tenho serviço prestado ao interior. Estou chegando com obras, trabalhando“, destaca.

Audiência pública sobre cultura gera atrito entre Gilmar Santos e Maria Elena

Audiência foi realizada no CEU das Águas, no Rio Corrente (Foto: Blog Waldiney Passos)

A Câmara de Vereadores de Petrolina promoveu uma audiência pública na segunda-feira (2), no bairro Rio Corrente para debater as políticas públicas da cultura. Contudo, o autor do pedido, Gilmar Santos (PT) se disse triste por não ter a presença dos colegas e de representantes da Prefeitura.

“Lamentamos muito a ausência dos colegas vereadores. Essa Casa aprovou o Requerimento, estava previsto para o dia 29/11 e realizamos ontem [segunda-feira]. Lá registramos a ausência de representantes da Prefeitura Municipal, não teve um representante [do Executivo] para ouvir os artistas”, afirma Gilmar.

Falta de comunicação

Defensora da cultura, Maria Elena de Alencar (PRTB) interferiu na fala e defendeu a Casa. “Os gabinetes não receberam convite oficial sobre essa audiência, eu o vi fazendo o convite aqui. Seria um assunto que não teria o porquê de não participar. Também falei com o secretário Cássio Lucena e ele disse que não foi avisado oficialmente“, pontua.

LEIA MAIS

Após falar em renúncia, Ronaldo Cancão muda de ideia e diz que permanece na Mesa Diretora

Vereador explicou fala de ontem, na Câmara (Foto: Jean Brito/Ascom CMP)

Ronaldo Cancão (PTB) não escondeu sua insatisfação com a votação que terminou com Cícero Freire (PR) sendo alçado ao cargo de 2º vice-presidente da Mesa Diretora. Na terça-feira (3), Cancão disse que renunciaria ao seu posto, caso Cícero entrasse para o grupo.

LEIA TAMBÉM:

Cícero Freire é eleito segundo vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Petrolina

Nessa quarta-feira (4), em entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, o vereador disse ter mudado de ideia. “Ontem me reuni com o secretário do Governo, Simão Durando e com Orlando Tolentino, conversei bastante com a vereadora Cristina Costa, Gabriel Menezes, com o líder Aero Cruz, que entendeu minha situação, alguns assessores e familiares e me orientaram a continuar o trabalho que estou fazendo e vou continuar“, diz.

LEIA MAIS

Câmara aprova orçamento de 2020, mas rejeita emenda de Cristina Costa

Orçamento de 2020 será de quase R$ 1 bilhão (Foto: Jean Brito/Ascom CMP)

R$ 948.053.290,00, esse será o orçamento de 2020 para Petrolina. O projeto da Lei Orçamentária Anual  (LOA) e o Plano Plurianual (PPA) foram aprovados na sessão de terça-feira (3), por 22 votos a zero. Sem muitas polêmicas, o debate se concentrou nas emendas parlamentares.

Nesse ano foram apresentadas 378 emendas de todos os edis. Duas modificativas – uma de Cristina Costa e outra de Gilmar Santos, ambos do PT – foram rejeitadas ainda na Comissão de Finanças. Gilmar ainda teve nove emendas refutadas, enquanto Costa, mais uma.

O maior debate foi em relação às emendas modificativas, já que tratava do limite de 40% à abertura de créditos adicionais. Costa e Gilmar solicitaram a limitação de 20%, como acontecia no governo de Julio Lóssio. Em sua justificativa, a vereadora ironizou Alvorlande Cruz (PSL), ex-aliado de Lóssio.

LEIA MAIS

Vereadores de Petrolina começam a discutir orçamento de 2020

Membros da Comissão apresentaram parecer da LOA (Foto: Blog Waldiney Passos)

Principal projeto do ano legislativo, a Lei Orçamentária Anual (LOA) está sendo discutida na Câmara de Petrolina nessa terça-feira (3). O projeto prevê um orçamento de pouco mais de R$ 948 milhões para 2020. Nesse momento os edis discutem as emendas parlamentares.

Os membros da Comissão de Finanças apresentaram os pareceres da LOA. Presidente da Comissão, Ronaldo Silva (PSDB) ressaltou que “mais uma vez Petrolina sai na frente”, obtendo o recorde de emendas. Para Zé Batista da Gama (PSB), os pedidos individuais fortalecem o Poder Legislativo.

O Poder Executivo não faz nada sem autorização do Legislativo“, lembrou Zé, relator da LOA. Entre as emendas estão pedidos de saneamento, pavimentação, mais equipamentos públicos de lazer e investimentos na infraestrutura dos bairros.

Motivo de polêmica na semana passada, Moção ao BIEsp será apreciada nessa terça-feira

Moção será votada nessa terça-feira (Foto: Divulgação/ SDS)

Na última terça-feira os vereadores de Petrolina aprovaram uma Moção de Solidariedade a Gilmar Santos (PT), que foi algemado e levado à Delegacia de Polícia Civil durante a confusão formada no CÉU das Águas, no bairro Rio Corrente. Naquela ocasião, Elias Jardim (PHS) havia ido de encontro aos edis.

LEIA TAMBÉM:

“Não retiro nenhuma palavra que falei no áudio”, afirma Elias Jardim sobre caso envolvendo Gilmar Santos e 2º BIEsp

Vereadores aprovam Moção de Solidariedade a Gilmar Santos, mas Elias Jardim se abstém

Gilmar Santos critica truculência de policiais; PM rebate e diz que agentes foram agredidos

Na mesma sessão ele apresentou verbalmente um pedido de Moção de Aplausos aos soldados do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp), fato que gerou críticas dos membros da Situação, inclusive da Bancada Evangélica.

Passada uma semana, Elias apresenta hoje (3) a Moção ao BIEsp, mas pelo serviço prestado à sociedade petrolinense. Ainda nessa semana o comandante da corporação deverá participar da sessão, para fazer um balanço das ações da Polícia Militar na cidade.

Paulo Valgueiro quer sinalização em rua onde motoboy foi atropelado e morto

Rua 16 é acesso a diversos condomínios e residenciais (Foto: Reprodução/Google Maps)

Uma das vias mais movimentadas na periferia de Petrolina, a Rua 16 do bairro Jardim Guararapes ganhou notoriedade nas últimas semanas devido ao acidente de trânsito que vitimou um motoboy. Na sessão da última terça-feira (25), o vereador Paulo Valgueiro (MDB) chamou a atenção para o local.

LEIA TAMBÉM:

Plantão policial: motorista que colidiu veículo com entregador de pizza está sob custódia

Feriado termina com motociclista morto em Petrolina

O edil cobrou melhorias na via e outro ponto importante, a sinalização. “Solicitamos do chefe do Executivo, o recapeamento da via e bem como a construção de redutores de velocidade na Rua 16, no bairro Jardim Guararapes. Rua que dá acesso a muitos Vales, é uma rua longa, reta e que está com o asfalto bastante estragado“, destacou Valgueiro.

Ele também lembrou do acidente do motoboy, mas há poucos dias um novo caso foi registrado próximo à uma borracharia, sem muita gravidade. “Estão acontecendo constantes acidentes, inclusive com vítimas fatais, como foi o caso do motoboy atropelado e morto”, lembrou.

Paulo Valgueiro apresenta pedido para duplicação da Avenida Perimetral

Em meio a tantas duplicações de avenidas em Petrolina, o vereador Paulo Valgueiro (MDB) apresentou o Requerimento n° 382/2019, solicitando do Poder Executivo que analise a viabilidade de fazer melhorias na Avenida Perimetral.

O pedido foi apresentado na sessão de quinta-feira (28) e seguirá para análise do prefeito Miguel Coelho (MDB). “Que possa providenciar a duplicação asfáltica da Avenida Perimetral, com a implantação de ciclovia e não ciclofaixa, bem como a iluminação em LED em toda a extensão da Perimetral”, justificou Valgueiro.

Segundo bem lembrou o edil, a via é uma das mais importantes da cidade. “Ela liga as BR 407 e 428, essa Avenida margeia diversos bairros da nossa periferia, que já não dá conta do fluxo de veículos. Já se faz necessário uma ação de melhoria, colocando a Avenida Perimetral no patamar que ela merece”, concluiu.

“Em Petrolina a medida protetiva não é só um papel”, destaca coordenador da Patrulha da Mulher

Coordenador destacou trabalho do efetivo (Foto: Jean Brito/Ascom CMP)

Os integrantes da Patrulha da Mulher de Petrolina marcaram presença na Câmara de Vereadores na sessão de quinta-feira (28). Através do seu coordenador, Jenivaldo Santos, o Jota Santos, a instituição destacou as ações dos 12 agentes que estão a frente do projeto.

Em seu discurso, Jota Santos lembrou que a luta pela proteção das mulheres não se restringe ao gênero feminino e masculino. “Essa não é uma luta de gênero e muito menos de poderes e sim uma luta de toda sociedade. A Patrulha da Mulher foi um instrumento que nasceu nessa Casa numa contribuição marcante da vereadora Cristina Costa, como autora da lei e de cada um dos senhores vereadores“, explica.

Os trabalhos da Patrulha da Mulher tiveram início no segundo semestre, após a aprovação e sanção de uma lei proposta por Cristina Costa (PT). Os agentes passaram por uma capacitação, a fim de melhor atender as vítimas. “Essa missão estava além da nossa formação, que é o tratamento especial às mulheres humilhadas, feridas na alma, na sua dignidade e no seu corpo. Saímos da patrulha tradicional para entrarmos nas vidas dessas pessoas. Isso passou a fazer parte das nossas vidas diárias e das nossas emoções”, afirma Jota.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva cobra eleição para vaga deixada por Gilberto Melo na Mesa Diretora

Posto que era ocupado por Gilberto Melo ainda não foi preenchido na Mesa Diretora (Foto: Blog Waldiney Passos)

No começo de 2019 o vereador Gilberto Melo (PR) anunciou sua renúncia ao cargo de 2º vice-presidente na Mesa Diretora da Câmara de Petrolina. O edil deixou sua função para focar no comando do PR municipal. Desde então a vaga está desocupada e Ronaldo Silva (PSDB) cobrou uma posição da Casa Plínio Amorim.

LEIA TAMBÉM:

Gilberto Melo anuncia renúncia de cargo na Mesa Diretora

Na sessão de quinta-feira (28), Ronaldo questionou o presidente Osório Siqueira (PSB) sobre a eleição da Mesa. “Vai acabar o ano e não vai ter eleição para a Mesa. Nosso candidato é Cícero Freire, o senhor poderia fazer a eleição hoje”, disse.

Osório, por sua vez, alegou que é necessário cumprir os trâmites legais da Casa. “Tem que seguir os trâmites legais para poder ter validade. A gente vai sentar numa reunião para discutir isso. Fazer a tramitação via edital, tem que ser de acordo”, pontuou. Cícero Freire é do mesmo partido de Gilberto Melo. O mandato da atual Mesa Diretora é para o biênio 2019/2020.

“Não retiro nenhuma palavra que falei no áudio”, afirma Elias Jardim sobre caso envolvendo Gilmar Santos e 2º BIEsp

Vereador voltou a criticar “teatro” de Gilmar Santos (Foto: Blog Waldiney Passos)

“O que eu falei, tá falado”, afirmou Elias Jardim (PHS) na sessão dessa quinta-feira (28), ao ser questionado pela imprensa sobre um áudio de sua autoria que circulou na cidade ontem. O vereador destacou que Gilmar Santos (PT) orquestrou a ocorrência do último final de semana.

LEIA TAMBÉM:

Vereador Elias Jardim diz que Gilmar Santos armou confusão no Rio Corrente para se promover

Gilmar Santos critica truculência de policiais; PM rebate e diz que agentes foram agredidos

Não retiro nenhuma palavra que falei no áudio, minha posição é essa mesma, é o meu pensamento. Se alguém pensa diferente tem toda liberdade. Entendi que foi uma encenação pra tirar proveito, não retiro uma palavra“, alegou o edil.

Segundo Elias, o homem abordado pelo 2º BIEsp não questionou a ação da Polícia Militar de Pernambuco. “A abordagem que a polícia fez ao rapaz foi normal, não foi violenta. E de repente chega o grupo e Gilmar junto tentando defender. E ele fez questão de querer ser algemado para a delegacia”, ressaltou.

LEIA MAIS

Vereadores aprovam Moção de Solidariedade a Gilmar Santos, mas Elias Jardim se abstém

Vereadores se solidarizaram com vereador Gilmar (Foto: Jean Brito/Ascom CMP)

Como era de se esperar, a Câmara de Vereadores de Petrolina deu destaque à ocorrência do último domingo (24), quando o edil Gilmar Santos (PT) foi algemado e levado para a delegacia. Membros da bancada da Oposição e Situação se uniram para apoiar o colega, pela forma que ele foi tratado.

Companheira de partido, Cristina Costa apresentou uma Moção de Solidariedade a Gilmar e a Companhia Biruta. Na justificativa, Costa alegou que a ação do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp) foi “desnecessária, gratuita e repugnante ação”. Maria Elena de Alencar (PRTB) lembrou que o vereador é uma autoridade que sabe dialogar com todos os poderes, mas foi vítima do abuso da Polícia Militar de Pernambuco.

LEIA TAMBÉM:

Tenente do 2º BIEsp explica ação da PM no Rio Corrente e nega abuso dos policiais

Gilmar Santos critica truculência de policiais; PM rebate e diz que agentes foram agredidos

Alvoerlande Cruz (PSL) cobrou uma investigação da PM sobre a ação dos policiais da ROCAM. Seu irmão, o líder do Governo na Câmara, Aero Cruz (PSB) foi categórico: a solidariedade a Gilmar não diz se a polícia está certa ou errado.

LEIA MAIS

Bancada de Oposição de Petrolina pede investigação administrativa de policiais envolvidos em ação no Rio Corrente

Vereadores prestaram apoio a Gilmar Santos (Foto: Ascom)

Os vereadores da Oposição de Petrolina emitiram uma nota em solidariedade ao companheiro de bancada, Gilmar Santos (PT), que foi parar na delegacia depois de uma abordagem policial no bairro Rio Corrente. O Blog mostrou mais cedo o fato, bem como a versão da Polícia Militar de Pernambuco.

Em nota, os membros da Oposição – Cristina Costa (PT), Elismar Gonçalves (MDB), Gabriel Menezes (PSL) e Paulo Valgueiro (MDB) – lamentaram o fato e se mostraram indignados. “Solicitamos que haja uma investigação administrativa para avaliar a conduta profissional dos policiais envolvidos”, lembrou o grupo.

LEIA TAMBÉM:

Gilmar Santos critica truculência de policiais; PM rebate e diz que agentes foram agredidos

Vereador Gilmar Santos diz ter sido detido por reagir a violência policial

“Também aproveitamos para ratificar a nossa confiança nos órgãos de segurança e lamentamos que casos como estes ocorram na nossa cidade”, conclui a nota. Leia a seguir o texto assinado pelos vereadores:

LEIA MAIS
123