Capitólio: sobe para nove o número das vítimas identificadas

A Polícia Civil de Minas Gerais conseguiu identificar mais quatro vítimas do acidente registrado em Capitólio, no último sábado (8). O piloto da lancha “Jesus” foi identificado na manhã desta segunda-feira (10). Na madrugada, outras três pessoas também foram reconhecidas.

Os identificados foram:

  • Geovany Teixeira da Silva, de 37 anos;
  • Geovany Gabriel Oliveira da Silva, 14 anos;
  • Thiago Teixeira da Silva Nascimento, 35 anos;
  • Rodrigo Alves dos Anjos, 40 anos.

Geovany Teixeira e Geovany Gabriel eram pai e filho. Thiago era primo de Geovany Teixeira. Todos estavam na mesma lancha. Ainda segundo a polícia, todos estavam hospedados em um rancho em São José da Barra (MG) e eram familiares e amigos.

O número de vítimas fatais é de 10. Desse total, falta apenas uma pessoa para ser identificada. Nesta segunda, os bombeiros trabalham para recolher os fragmentos dos corpos no Lago de Furnas.

Metade das vítimas em Capitólio já foi oficialmente identificada

Foto: Corpo de Bombeiros MG

Cinco das 10 vítimas fatais do desabamento de rochas em Capitólio (MG) já foram identificadas. Elas têm entre 18 e 68 anos e são de Minas Gerais e São Paulo. A tragédia do sábado (8) ainda deixou 32 feridos, segundo o Corpo de Bombeiros Militar.

De acordo com o delegado regional em Passos, Marcos Pimenta “os ocupantes se conheciam e estavam hospedados em uma pousada em São José da Barra”. As vítimas já identificadas são:

  • Júlio Borges Antunes (68), natural de Alpinópolis (MG)
  • Camila Silva Machado (18), natural de Paulínia (SP)
  • Mykon Douglas de Osti (24), natural de Campinas (SP)
  • Sebastião Teixeira da Silva (64), natural de Anhumas (SP)
  • Marlene Augusta Teixeira da Silva (57), natural de Itaú de Minas (MG)

Os bombeiros trabalham nesta segunda-feira (10) para localizar fragmentos dos corpos das vítimas. O trabalho deve seguir ao longo do dia.

Capitólio: número de mortos sobe para 10

Foto: Corpo de Bombeiros MG

Os bombeiros conseguiram resgatar mais dois corpos no Lago de Furnas, em Capitólio, Sul de Minas Gerais. Somente hoje (9) as equipes já encontraram três vítimas fatais do acidente registrado no último sábado (8), após uma pedra se soltar e atingir embarcações.

Segundo os bombeiros, partes de corpos foram encontrados e encaminhados para a Polícia Civil. As buscas seguirão pelo menos até segunda-feira (10). No acidente ontem, quatro embarcações foram atingidas. Somando-se o total de ocupantes, havia pelo menos 34 pessoas, das quais 10 já morreram.

O portal G1 relata que dos mortos, há quatro homens e quatro mulheres. Outras duas vítimas ainda não tiveram os sexos informados. Do total, apenas uma pessoa foi oficialmente identificada e teve o corpo liberado.

Bombeiros confirmam 7 mortes em Capitólio, Sul de Minas Gerais

Até o momento foram confirmadas sete mortes no acidente registrado em Capitólio, Sul de Minas Gerais. As vítimas estavam em embarcações atingidas por uma pedra que se soltou de um cânion, no sábado (8). Há ainda três pessoas desaparecidas.

LEIA TAMBÉM

Pedras deslizam de cânion e atingem embarcações em MG; há vítimas em estado grave

Na atualização de ontem à noite, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou que da estimativa inicial de 20 desaparecidos, sete tiveram as mortes confirmadas, 10 foram encontradas e estão bem e há as três desaparecidas.

LEIA MAIS

Bombeiros confirmam duas mortes em Capitólio (MG) e mais de 30 feridos

Foto: Corpo de Bombeiros MG

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais confirmou, na tarde deste sábado (8), duas mortes após a queda de pedras num cânion na cidade de Capitólio, sul do Estado. Tratam-se de dois homens, ainda não identificados. Há ainda 32 vítimas, sendo 23 com ferimentos leves.

LEIA TAMBÉM

Pedras deslizam de cânion e atingem embarcações em MG; há vítimas em estado grave

As informações foram repassadas pelo porta-voz da corporação, o tenente Pedro Aihara. “Os corpos não estão no IML, estão em um posto de comando que foi montado provisoriamente em um clube náutico da região. Vinte e três vítimas foram atendidas e liberadas na Santa Casa de Capitólio. Duas pessoas foram atendidas na Santa Casa de Piumhi, com fraturas expostas. Três vítimas estão na Santa Casa de Passos, não há confirmação sobre o estado de saúde delas e quatro vítimas estão na Santa Casa de São João da Barra com ferimentos leves”, explicou o tenente.

Pelo menos 40 militares dos bombeiros estão no local, com ajuda de mergulhadores e helicóptero. Das duas embarcações atingidas pela pedra afundaram. A Marinha já informou que vai abrir um inquérito para apurar o fato.

Pedras deslizam de cânion e atingem embarcações em MG; há vítimas em estado grave

As imagens são impressionantes. Um vídeo flagrou pedras se soltando e atingindo embarcações na cidade de Capitólio, Sul de Minas Gerais, neste sábado (8). Apesar do susto, as primeiras notícias que chegam são de que a maior parte das vítimas foi socorrida e está bem.

Segundo apuração da BandNews FM, o Corpo de Bombeiros fala em 15 vítimas. O G1 apurou que três pessoas estão internadas em estado grave na Santa Casa de Passos. Outros seis turistas tiveram ferimentos leves e foram levados ao Pronto Socorro de São José da Barra.

A CNN Brasil reporta um óbito. “Ocorrência em andamento na região do cânion em Capitólio, a princípio uma “tromba d’água”, junto com pedras atingiu 3 lanchas que estavam na região. Sem informações de possíveis vítimas até o momento. Guarnições de Passos e Piumhi em deslocamento para a região”, informou a corporação, através de nota assinada pelo major Rodrigo Paiva de Castro, comandante da 1ª Cia Independente.