Caps de Dormentes ganha veículo 0km

Veículo está à disposição dos usuários e equipe (Foto: Ascom/PMD)

O Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Dormentes, no Sertão do São Francisco, ganhou um veículo novo para atender os pacientes. O carro foi entregue, seguindo todo o protocolo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) durante a pandemia.

A prefeita Josimara Cavalcanti também visitou as instalações do Caps e pôde ver de perto o trabalho do servidores, que não pararam de prestar apoio a pessoas com transtornos ou dependência química. “Ver o CAPS funcionando aqui em nossa cidade e ver o carinho das nossas equipes com os pacientes é um sonho realizado. Tenho certeza que este carro será de grande utilidade para que a nossa equipe tenha mais mobilidade e conforto para atender e acompanhar os pacientes aqui da unidade“, disse.

O Caps funciona no bairro Olímpio José e funciona das 8h  às 15h, de segunda a sexta-feira. Os atendimentos são tanto espontâneo (quando o usuário vai até a equipe) ou via encaminhamento das Unidades Básicas de Saúde (UBS). No local há uma equipe formada por enfermeiros, psicólogos, psiquiatra e orientadores.

Secretaria da Saúde de Lagoa Grande oferece atendimento psicológico e apoio emocional ‘on line’ para a população

A psicoterapia ‘on line’ já é praticada em alguns países há vários anos, mas aqui no Brasil, desde a publicação da Resolução Nº 04, de 26 de Março desta ano, pelo Conselho Federal de Psicologia, autorizando o atendimento da psicoterapia através de ferramentas de tecnologias da informação e comunicação aos usuários, os serviços públicos também puderam implantar estas alternativas de atendimentos beneficiando um maior número de usuários dos serviços públicos.

Reforçado pelo momento de pandemia, o município de Lagoa Grande (PE), através da Secretaria da Saúde implantou o teleatendimento psicoterapêutico (na modalidade plantão psicológico), em três serviços de saúde (NASF-AB, CEAME e no CAPS – I), com três psicólogas atendendo 40 horas por semana.

Para o coordenador do Núcleo Ampliado da Saúde da Família e Atenção Básica – NASF/AB, o funcionamento obedece há um novo fluxo de referenciamento técnico.

“Quando o usuário vai à unidade de saúde, é avaliado sobre a necessidade do atendimento psicológico, nesse momento o profissional da saúde já encaminha para as psicólogas os dados e queixas do paciente e, em seguida o psicólogo já liga direto para o paciente e agenda a modalidade do atendimento que, devido á pandemia, pode variar de três formas. Além da presencial, a novidade é o atendimento remoto “on line”, que se divide em duas partes, através de vídeo chamada e telefone. No contato com o paciente, é que a profissional da psicologia, avalia qual a melhor forma de atendimento. Se necessitar presencial o paciente é agendado para o atendimento no CEAME, sempre observando as medidas de prevenção“, explicou o psicólogo Edjan Silva Santos.

Segundo a Secretaria da Saúde, depois da implantação do Teleatendimento Odontológico (TELESSORISO), agora foi a vez do teleatendimento psicológico que tem dado muito certo. Os serviços ajudam o paciente em diversos sentidos. Além do apoio emocional,evita o deslocamento desnecessário, aumenta a celeridade do atendimento e aumenta a segurança do próprio profissional da Saúde.

Em relação aos pacientes do CAPS, os serviços seguem com a rotina diferenciada do NASF e CEAME. O encaminhamento para este setor só é feito quando o paciente tem alto grau de comprometimento (transtorno mental severo) e, tem maiores critérios na avaliação.

Miguel entrega centro de excelência em atendimento a dependentes de álcool e outras drogas

Um espaço humanizado, equipado e com diversos profissionais para atendimento a dependentes químicos já está em funcionamento no bairro da Vila Mocó. O prefeito Miguel Coelho inaugurou, na última sexta-feira (13), o novo prédio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) AD III. O equipamento teve mais de R$ 1,2 milhão de investimento e será uma referência em tratamento público de dependentes de álcool e outras drogas.
O espaço substituirá uma casa que era alugada e com menos estrutura. Já na entrada do novo CAPS, chama a atenção a ambientação humanizada feita a partir de desenhos nos muros e paredes pelo artista de graffiti, Alexandre Esteves. Além do cuidado com o aspecto da humanização, o Centro tem estrutura moderna, com diversos ambientes para acolhimento, tratamento, integração e lazer. Também estará disponível uma equipe multidisciplinar de profissionais para acompanhar dependentes de álcool e outras drogas.
No ato de inauguração, o prefeito ressaltou o tamanho do investimento na nova estrutura como um exemplo de que o serviço público precisa incentivar o resgate e a valorização de vidas. “Todo mundo merece uma segunda chance para ser inserido na sociedade. Todos enfrentam algum tipo de problema, alguns mais difíceis de superar e não devemos aqui fazer julgamentos, mas dar as condições para resgatar vidas. Esse novo centro é uma estrutura de excelência que nos traz orgulho e enche de esperança pelas condições de recuperar pessoas, famílias, a nossa gente”, defendeu Miguel.
O novo CAPS AD III funcionará em regime de 24h, atendendo até 300 pessoas, a partir de 18 anos, com transtornos decorrentes do uso abusivo de álcool e outras drogas. A unidade presta serviços de saúde de caráter individual e coletivo, através de uma equipe formada por psicólogos, psiquiatra, enfermeiros, farmacêutico e assistente sociais.

Aliviada, mãe de Gustavo e Manoel espera que polícia prenda terceiro envolvido no crime

Mãe acompanhou coletiva nessa manhã (Foto: Blog Waldiney Passos)

“Eu não tô bem”. Foi com essa fala que Francineide dos Santos encerrou sua entrevista à imprensa. Ela acompanhou a coletiva convocada pela Polícia Civil de Petrolina nessa sexta-feira (5), onde foram apresentadas as informações sobre o assassinato de Gustavo e Manoel, seus dois filhos e disse que a apreensão dos menores autores do crime ameniza sua dor.

LEIA TAMBÉM:

De acordo com a Polícia Civil de Petrolina, irmão mais novo foi morto para ocultar primeiro homicídio

“Ameniza porque já pegaram eles e eu creio que vão pegar o outro também”, disse a mãe. Um dos autores do crime residia no bairro Cacheado, assim como Francieldo da Costa Brito, de 26 anos, apontado pela polícia como comandante dos infratores.

LEIA MAIS

Farmácia do CAPS de Casa Nova está abastecida com medicamentos

(Foto: Ascom/PMCN)

Após um 2018 de problemas com a empresa fornecedora, a farmácia do Centro de Atenção Psicossocial de Casa Nova (CAPS) está reabastecida. Os medicamentos necessários para o tratamento de pacientes estão a disposição e o prefeito da cidade comemorou.

“A licitação foi realizada, de forma transparente, com convite ao Promotor Fernando de Assis Rodrigues, participação de membros do Conselho Municipal de Saúde e aberta a todas as empresas qualificadas. O resultado é esse que estamos vendo. Remédios na farmácia, nenhuma reclamação, nem impugnação”, disse Wilker Torres durante cerimônia.

De acordo com a Prefeitura de Casa Nova, em 2018 a empresa contratada fez “impugnações” e dificultou a localização dos remédios, deixando a população desassistida. Mas agora a secretária de Saúde, Maria de Lourdes Santos garante que a situação está normalizada.

“São quantidade às vezes pequenas e as empresas não se interessam por participar. Outras vezes participam e um outro concorrente discorda e faz a impugnação. Foi um ano inteiro dessa forma. A que foi realizada agora no início do ano contou até com um convite ao promotor de Casa Nova para que não houvesse dúvidas. Não queremos impugnações, que atrasa e atrapalha o atendimento aos nossos pacientes usuários do CAPS”, explicou.

Secretaria da Saúde realiza festa carnavalesca no CAPS II em Juazeiro

(Foto: Ascom PMJ)

Nesta quinta-feira (14), as festividades carnavalescas foram iniciadas no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) de Juazeiro (BA) e os usuários do centro se divertiram ao som da orquestra da Polícia Militar da Bahia. O Caps II realiza todos os anos este momento de alegria e sai um pouco da rotina que os pacientes têm dentro do serviço.

Usuária do serviço há 6 anos, Valdenice Marilza Teodoro Leite fala do momento de alegria vivenciado nesta manhã. “Eu gosto de andar bem vestida, gosto muito do carnaval e me enfeitei toda para esta festinha”, pontuou. Outro paciente que se divertiu muito foi Alberto Evangelista da Silva. “Estou aqui há 15 anos e sempre participo das festas que acontecem aqui. É animado, divertido e muito lindo”, explicou.

A Secretária de Saúde Fabíola Ribeiro esteve presente à festa e falou da satisfação em ver os usuários se divertindo. “É gratificante ver que cada usuário do Caps II está feliz com esse momento. Eles realmente curtiram, se enfeitaram e vivenciaram o carnaval através das marchinhas carnavalescas. O nosso serviço de saúde também é responsável pelo bem estar dos nossos pacientes e vemos em momentos como este que eles estão gostando”, descreveu.

Dia das Crianças: pacientes do CAPSi de Petrolina têm semana dedicada à brincadeiras de quintal

(Foto: Ascom)

O Dia das Crianças foi celebrado com uma semana especial no Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil (CAPSi) de Petrolina. A garotada atendida na unidade esteve imersa no universo das brincadeiras de quintal no dia dedicado a elas.

Brincadeiras como amarelinha, bambolê, bolinhas de sabão, tiro ao alvo, desenhos, pinturas em telas, desenhos e jogos de tabuleiro tomaram o tempo das crianças, deixando de lado a tecnologia tão presente na vida delas.

“Com essa ideia de trazer para eles os brinquedos e brincadeiras que nós tínhamos e fazíamos na infância, quisemos mostrar que é possível se divertir dentro de casa, gastar energia e não ficar em frente a uma televisão, celular, computador. A resposta dos usuários e pais foi excelente, e todos nós nos divertimos”, disse a Coordenadora do CAPSi, Maria do Carmo Roriz.

Centros de Atenção Psicossocial levam alegria a pacientes durante o Carnaval de Petrolina

(Foto: ASCOM)

Inclusão, alegria e o batuque inconfundível do Baque Opará marcaram o Carnaval dos Centros de Atenção Psicossociais de Petrolina (CAPSs). Cerca de 200 usuários dos serviços de saúde mental tiveram nesta sexta-feira (9) uma manhã colorida de festa, que teve início com o maracatu do Baque Opará.

A festa foi realizada na Associação de Moradores do bairro Areia Branca onde a vibração e energia do grupo contagiou a todos os profissionais ligados à Secretaria de Saúde do Município. Uma das mais animadas era Patrícia, usuária do CAPS II. “Estou muito feliz e me divertindo muito, o som deles é muito bom! É Carnaval!”

(Foto: ASCOM)

A folia contou ainda com a animação da cantora Rubi e Gil do Sax, além de show de talentos com apresentações dos próprios usuários. A festa foi finalizada com a eleição do príncipe, princesa, rei e rainha do Carnaval dos CAPSs.

Na escolha da princesa, as meninas Maria Eduarda e Caroline dividiram a faixa, enquanto que o príncipe foi Luís Carlos. Os três fazem parte do CAPS infanto-juvenil. O rei escolhido, Daniel, e a rainha Michelle, muito aplaudida com a fantasia de Carmen Miranda, fazem parte do CAPS AD.

SAÚDE MENTAL

Em Petrolina existem três CAPS, vinculados à Secretaria Municipal de Saúde:  um voltado para usuários de álcool e outras substâncias, que funciona 24 horas, um para pacientes com transtornos mentais graves e persistentes e o infanto-juvenil, voltado para crianças e adolescentes com uso ou não de drogas.

Através de uma equipe multiprofissional, composta por psicólogos, psiquiatra, assistente social, enfermeiro e redutor de danos, realiza o acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer e direitos civis.

Bloco dos CAPS’s de Petrolina promove inclusão de pacientes

(Foto: Divulgação)

Os usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) em Petrolina irão pra folia no próximo dia 9 de fevereiro, juntamente com as equipes de profissionais atuantes na rede municipal. O tema da festa deste ano é “De folião e louco todo mundo tem um pouco” promove a inclusão dos assistidos pelos CAPS nos festejos.

O Baque Opará fará uma participação no bloco que sairá pelas ruas da cidade, até chegar na Associação de Moradores do bairro Areia Branca.

Para a coordenadora de Saúde Mental de Petrolina, Grécia Nonato, o bloco vai quebrar alguns estigmas existentes na sociedade. “Uma vez que o tratamento acontece no meio social,  comemorar o carnaval nas ruas tem proposta terapêutica e abre espaço para inúmeras discussões no processo de cuidado dos envolvidos” afirma.

CAPS Infanto-Juvenil, de Petrolina, está funcionando em novo endereço

O Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi) está funcionando em novo endereço para melhor atender aos usuários.

Agora o serviço está localizado à Rua da Simpatia, Centro, ao lado da Casa do Barco. O funcionamento continua das 08h às 17 horas.

O CAPSi atende crianças e adolescentes até 17 anos com transtornos mentais e problemas com álcool e outras substâncias, através de acompanhamento com equipe multiprofissional, composta de psicólogo, psiquiatra, assistente social e redutor de danos.

CAPS de Petrolina estão movimentados durante o mês de janeiro

(Foto: ASCOM)

Atividades voltadas para a promoção da saúde mental estão agradando os pacientes e deixando os Centros de Atenção Psicossociais (CAPS) de Petrolina (PE), bem movimentados durante o mês de janeiro.

São rodas de conversa, dinâmicas de grupo, oficinas e atividades artístico-culturais que estão sendo realizadas, através da campanha “Janeiro Branco”, voltada à atenção e promoção da saúde mental.

No CAPS Álcool e Drogas, as oficinas de redução de ansiedade fizeram o maior sucesso. Os participantes puderam aprender técnicas para controlar a ansiedade através de exercícios relaxantes.

O CAPS II, que atende quase 600 usuários com transtornos mentais, tem conscientizado sobre a importância de cuidar da mente, com rodas de conversas mediadas por psiquiatras e psicólogos.

Já o CAPSi, voltado para crianças e adolescentes com transtornos mentais e problemas com álcool e drogas, realizou dinâmicas de grupo com os usuários e ministrou palestras no  Centro de Internação Provisória (CENIP). Na próxima quarta-feira (31), promove a ação no Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE).

Segundo a coordenadora de Saúde Mental, Grécia Nonato, o Janeiro Branco é um momento de pensar nas relações, dando atenção as emoções não somente com os usuários, mas com familiares e a sociedade como um todo.

“Discutir a saúde mental é algo que deve ser feito diariamente, em diversos contextos, não  somente com os usuários dos serviços de Saúde mental especificamente,  mas com a sociedade em geral”, destaca.

CAPS infantil realiza campanha para arrecadação de brinquedos durante o Natal

(Foto: Internet)

O Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPS), vinculado à Secretaria de Saúde de Petrolina, está realizando uma campanha de arrecadação de brinquedos, para presentear, neste natal, as crianças que são atendidas pela unidade.

A culminância da campanha será na próxima sexta-feira (22), durante a confraternização das quase 400 crianças que frequentam o CAPS infantil. O evento acontecerá na Associação de Moradores da Areia Branca. Até lá, qualquer pessoa pode adotar um dos pedidos das , feitos durante esta época.

 As crianças e adolescentes que precisam de acompanhamento do CAPS infantil, possuem diferentes tipos de transtorno mental, e, em sua grande maioria, vem de famílias carentes e/ou desestruturadas. A doação de presentes de Natal é uma forma de valorizá-las e fazê-las sentirem-se crianças inseridas na sociedade.

“Essas crianças e suas famílias estão habituadas a receberem sempre portas fechadas no meio social e muito preconceito. Aqui temos a missão de acolhê-los e acompanhá-los através de uma equipe multiprofissional. A arrecadação destes brinquedos será de fundamental importância para elas”, frisa a Coordenadora do CAPSi, Maria do Carmo.

Além de brinquedos, doação de materiais lúdicos como lápis de cor, hidrocor, tintas e giz de cera também são bem-vindos. “A gente utiliza muito este tipo de material nas oficinas para auxiliá-los no processo criativo, então será de grande ajuda para a nossa rotina”, completa Maria do Carmo.

As doações estão sendo recebidas até a próximo terça-feira (19), na sede do CAPSi que fica localizado à Rua Pio XII, nº284, em frente à Praça do Galo.

CAPS AD recebe nova sede em Juazeiro

(Foto: ASCOM)

Na manhã desta sexta-feira (10), o prefeito Paulo Bomfim, acompanhado pela secretária da Saúde Fabíola Ribeiro, e por outras lideranças políticas, entregou a nova sede do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD), cumprindo mais uma agenda do Toda Sexta tem Obra.

Além do descerramento da placa, Paulo Bomfim também realizou o plantio de mais uma árvore nativa da região. O ato é parte do projeto “Minha cidade mais verde”, desenvolvido pelo município.

Na ocasião, o prefeito reafirmou o compromisso da gestão em melhorar a qualidade da assistência em saúde da população juazeirense.

“Estamos focados em qualificar os serviços, dando estrutura para que eles tenham seu funcionamento pleno. Em menos de um ano, já entregamos sete novos postos de saúde, além das reformas do Centro de Saúde III, do Centro de Especialidades Odontológicas e as novas sedes do nosso Laboratório Central e hoje, a sede do CAPS AD”, destacou.

Paulo Bomfim ainda lembrou a importância da humanização dos atendimentos, e a criação do programa Atender Melhor, que está focado em melhorar o acolhimento nos serviços de saúde da rede.

LEIA MAIS

Pacientes do CAPS participam da I Semana da Saúde em Petrolina

(Foto: Ilustração)

Os pacientes do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas III (CAPS – AD III), em Petrolina, participam entre os dias entre os dias 24 e 27 de julho, da I Semana de Saúde. O evento, realizado pela Secretaria de Saúde, visa orientar os pacientes sobre o tema, com ações de avaliação, prevenção e promoção da saúde.

Diversos serviços serão oferecidos, entre eles: café da manhã; aula de zumba; palestras sobre saúde do homem, crises convulsivas, saúde mental, primeiros socorros, nutricionista, Pastoral da Mulher; serviços do consultório de rua; corte de cabelo; escova; cuidados com as unhas, entre outros.

O evento, que começa às 08h e segue até as 15h, é voltado para os pacientes e seus familiares. A unidade atende cerca de 250 pessoas com um serviço voltado para o cuidado, atenção integral e continuada às pessoas com necessidades em decorrência do uso de álcool, crack e outras drogas.

O CAPS – AD III fica localizado na rua Bahia, Nº119- Bairro Vila Mocó.

CAPS de Lagoa Grande passa a funcionar em novo endereço

A secretaria da Saúde de Lagoa Grande (PE) anunciou que o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) está funcionando em novo endereço. A instituição está agora na Rua Xique-Xique, 49, centro, próximo ao Cartório (Atrás do PSF 1).

CAPS

O Centro de Atenção Psicossocial atende diariamente, pacientes com quadros de transtornos mentais, graves ou leves. Com equipe interdisciplinar, diversos grupos de apoio em oficinas terapêuticas e de reinserção social, fortalecimento de vínculos, acompanhamento psicológico e nos casos clínicos prescritos pelo médico, a intervenção medicamentosa.

12