Petrolina: obra do novo Pátio de Eventos do São João avança

Novo pátio vai ganhando forma (Foto: Emerson Leite)

Acabou o carnaval e é hora de rodar a chave do São João. Em 2020 a festa junina ganhará uma nova casa em Petrolina. O Pátio de Eventos está em ritmo acelerado, onde antes funcionava o Centro de Abastecimento de Petrolina (CEAPE), no bairro KM2.

A obra no novo pátio começou em fevereiro e deve ficar pronta em quatro meses. A Prefeitura está investindo R$ 2.849.683,88 milhões numa área com mais de 50km². “Estamos trabalhando no plano de segurança, na estrutura e claro, na contratação e escolha das bandas. Cada ano é um novo desafio e, temos nos superado e elevado o nível dos nossos eventos, movimentando ainda mais a economia da nossa cidade, através da geração de empregos direto e indiretos, além do setor hoteleiro que já vem recebendo reservas para o período”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Emicio Junior.

O São João de Petrolina é considerado um dos melhores do país e atrai turistas de todos os estados do país. A festa desse ano já tem data para acontecer e em breve a Prefeitura divulgará as atrações.

Prefeitura confirma datas do São João de Petrolina 2020

Serão 10 dias de festa no Novo Pátio (Foto: Ascom/PMP)

O São João 2020 em Petrolina terá uma nova casa e a Prefeitura já confirmou as data das festividade. Serão 10 dias com shows no novo pátio, que está sendo construído no antigo prédio do Ceape, no bairro KM-2. A programação começará no dia 12 de junho e seguirá até 23 do mesmo mês, com dois dias de pausa.

LEIA TAMBÉM

Miguel Coelho assina ordem de serviço para construção do novo pátio de eventos

15 e 16/06 serão as datas escolhidas para a folga das equipes e do público. A Assessoria de Comunicação do Poder Executivo não deu mais detalhes sobre a festa, já que o foco das secretarias é a organização do Carnaval. A construção do novo Pátio já foi iniciada e a expectativa é que a conclusão se dê ainda no primeiro semestre.

Até 2019 o São João de Petrolina foi realizado no Pátio Ana das Carrancas, mas devido a um acordo, a Prefeitura precisou adotar um novo local já que a Infraero alegava que as luzes do pátio poderiam atrapalhar no trabalho dos pilotos.

Ruy Wanderley volta a cobrar implantação do novo CEAPE

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A implantação do novo Centro de Abastecimento de Petrolina (CEAPE) voltou a ser discutida na Câmara de Vereadores de Petrolina. Ruy Wanderley (PSC) havia abordado o tema há alguns dias e voltou a cobrar da Mesa Diretora a votação do seu pedido.

“Falei desse assunto na sessão passada e é um assunto de interesse de toda Petrolina, foi discutido por vários vereadores dessa Casa e por mim, em relação à sugestão ao prefeito [o Requerimento nº 277/2018] sobre o CEAPE”, justificou o edil.

Na sua solicitação Ruy sugere a implantação do CEAPE no Pátio Ana das Carrancas, já que o antigo foi desativado e até hoje não um centro na cidade, o que para o vereador é uma vergonha para Petrolina. O pedido foi colocado em votação e aprovado por 18 votos a zero na sessão de terça-feira (11).

Ruy Wanderley cobra informações sobre CEAPE de Petrolina

(Foto: Blog Vinícius de Santana)

Entre os requerimentos aprovados na sessão de quinta-feira (6) os vereadores da Câmara de Petrolina aprovaram o pedido de Ruy Wanderley (PSC) que reivindicava ao município informações a respeito do Centro de Abastecimento de Petrolina (CEAPE).

No Requerimento nº 261/2018 solicitando informações sobre a Lei nº 2.712/2015 que desafetou e autorizou doação de imóveis públicos em favor dos ocupantes e permissionários. “Peço algumas informações sobre o que aconteceu com os comerciantes e permissionários do CEAPE, toda Petrolina sabe que está fechado, não existe mais Centro de Abastecimento“, afirmou Ruy.

Empecilho para economia local

De acordo com Ruy que já foi líder da bancada governista, é inadmissível uma cidade do porte de Petrolina não possuir seu próprio Centro de Abastecimento. “Petrolina e o Vale do São Francisco clamam pela implantação de um [novo] CEAPE, não podemos permitir que uma cidade como Petrolina, que o que move a economia dessa região é a fruticultura irrigada, não ter um CEAPE. O de Juazeiro já está estrangulado, não tem mais como crescer”, destacou.

Novo local

O edil sugeriu um local para implantação do CEAPE, no antigo Pátio Ana das Carrancas já que o São João não poderá mais ser realizado no local e pela localização, dando acesso à Bahia e ao Piauí. “Que possam buscar investimentos junto com o governo do Estado e o governo Federal porque é inadmissível [Petrolina estar sem um CEAPE]”, finalizou. O pedido foi aprovado por 20×0.

Técnicos da Ceasa Pernambuco visitam áreas que sejam viáveis para a construção do novo Ceape em Petrolina

(Foto: Divulgação)

Uma equipe de técnicos da Ceasa Pernambuco, estiveram em Petrolina, para avaliar possíveis locais para a construção da sede da Central de Abastecimento do município. O grupo atendeu a um pedido do prefeito Miguel Coelho (PSB).

O grupo esteve com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama e percorreram diversos pontos onde uma análise foi feita, para avaliar a viabilidade da construção do Ceape. Na ocasião, estiveram presentes Antônio Soares Beltrão, Gerente de Mercado da Ceasa; Eduardo Barbosa Vieira, Assessor Técnico, além do secretário executivo de Indústria e Comércio de Petrolina, Luca Ballalai.

Centro de Abastecimento de Petrolina (CEAPE)

(Foto: Arquivo)

O centro de abastecimento de Petrolina, foi demolido em julho de 2016, entretanto desde 2011, quando o então prefeito, Julio Lossio anunciou a desativação do local para a construção de um Centro Administrativo, o espaço se tornou o motivo de diversas confusões envolvendo a gestão e os permissionários.

Os permissionários foram descolados para a feira livre do bairro José e Maria, que também é alvo de críticas devido ao trânsito congestionado por estacionamento irregular de veículos.

Petrolina: Guarda Municipal prende homens roubando parte do telhado do antigo CEAPE

(Foto: Ilustração)

As equipes do Grupamento Tático Motorizado (GTM) da Guarda Civil Municipal (GCM) de Petrolina foram acionadas por volta das 18h45 para atender uma ocorrência na Avenida Sete de Setembro, no bairro Km 2. Segundo populares, homens estariam roubando parte do telhado do antigo Centro de Abastecimento de Petrolina (CEAPE).

Os guardas prenderam dois homens em flagrante. Os suspeitos já estavam se preparando para transportar parte da cobertura da antiga estrutura que se encontra no local. Em seguida, os dois foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil do bairro Ouro Preto para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

Em protesto contra demolição do Ceape homem ameaça se jogar de caixa d’água

Homem ameaça pular de caixa d'água

Foto: Grupo Ocorrências 24 horas da PM

Na tarde desta segunda-feira (08) o Corpo de Bombeiros conseguiu evitar uma tragédia em Petrolina. Revoltado com a demolição do Ceape (Centro de Abastecimento de Petrolina), promovida pela Prefeitura de Petrolina, um homem não identificado ameaçou se jogar da caixa d’água e provocou suspense entre as pessoas.

Ele chegou a ficar em pé na beirada da caixa d’água e felizmente foi convencido pelos policias a descer. O fato chamou a atenção de quem passava pelo local.

Presidente da CUBAPE apresenta proposta que visa proibir a prefeitura de demolir prédios públicos

(Foto: Arquivo)

Segundo Pedro, a prefeitura não pode agir discricionariamente na demolição de prédios públicos. (Foto: Arquivo)

O presidente da Central Única dos Bairros de Petrolina (CUBAPE), Pedro Caldas, sentiu-se incomodado com a ação da prefeitura da cidade de Petrolina (PE) que resultou na demolição do Centro de Abastecimento de Petrolina (Ceape) e vai apresentar uma proposta na Câmara de vereadores da cidade para alterar a Lei Orgânica do Município.

Segundo Pedro, a prefeitura não pode agir discricionariamente na demolição de prédios públicos, pois trata-se de patrimônios construídos com o dinheiro público. A proposta trata, ainda, da criação de audiências públicas para debater com a sociedade a possibilidade de demolição de prédios públicos.

“Como presidente da CUBAPE estou apresentando à Câmara de vereadores uma proposta de alteração da Lei Orgânica do Município que proíbe a prefeitura de demolir qualquer prédio público sem a prévia autorização do legislativo, com apresentação de Relatório Técnico da inviabilidade do referido prédio. Trata-se do nosso dinheiro investido e nenhum gestor pode chegar e tomar a decisão de demolir sem ouvir o povo. A alteração ainda obrigará a prefeitura a promover audiência pública para debater com a sociedade”, disse Pedro Caldas.

A ideia assemelha-se à proposta apresentada na Câmara de Patos (PB), quando o vereador da cidade, Sales Júnior (PRB), usou a tribuna da Casa Juvenal Lúcio de Sousa para levantar um questionamento quanto à derrubada de prédios públicos pelo poder executivo local.

Na Assembleia Legislativa Miguel Coelho discursa contra a retirada dos últimos comerciantes no Ceape

 miguel coelho

A desativação do Centro de Abastecimento de Petrolina (Ceape) foi reprovada pelo deputado Miguel Coelho (PSB), em discurso na Reunião Plenária desta quarta (03). O parlamentar criticou a prefeitura do município sertanejo pela decisão e pela forma com que teria retirado os últimos comerciantes que ocupavam o prédio. O Ceape será demolido para dar espaço a um centro administrativo.

“As imagens da operação do último sábado (30) são de impressionar. Assistimos a máquinas passando por cima de alimentos e pessoas vendo seu sustento sendo destruído”, relatou o socialista. Segundo o governista, a operação foi realizada “sem diálogo ou aviso prévio” e representará um prejuízo para cerca de dois mil comerciantes e suas famílias.

LEIA MAIS

Novas demolições põe fim ao CEAPE em Petrolina (PE)

(Foto: Blog Vinícius de Santana)

CEAPE é totalmente demolido em Petrolina (PE). (Foto: Blog Vinícius de Santana)

Ontem (30) novas demolições no Centro de Abastecimento de Petrolina (CEAPE) foram ordenadas pela prefeitura da cidade. Todas as edificações que restavam foram destruídas.

Segundo a equipe da prefeitura, havia uma autorização para retirada de permissionários que resistiam ao ato e que ainda estavam ocupando o CEAPE. Os permissionários informaram que não houve sequer uma aviso para que eles retirassem suas mercadorias e outros pertences do local.

De acordo com a prefeitura, o local servirá para a construção de um Centro Administrativo da Prefeitura onde todas as secretarias serão reunidas. Os permissionários afirmaram que irão recorrer à justiça.

Em nota sobre ação no Ceape, prefeitura chama vereador Ibamar Fernandes de truculento e desinformado

A Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria Executiva do Centro Administrativo – SECAC, divulgou nota esclarecendo a ação de retirada de luminárias do CEAPE e condenando a atitude do vereador Ibamar Fernandes, que, segundo acusa, teria agido de forma truculenta e desinformada ao tentar obstruir a ação realizada com o apoio da Polícia Militar.

Confira a íntegra da nota:

Em relação as declarações feitas pelo Vereador Ibamar Fernandes, durante sessão da Câmara Legislativa de Petrolina, realizada no dia 02 de junho de 2016, divulgadas por alguns meios de comunicação, a Prefeitura vem declarar através da Secretaria Executiva do Centro Administrativo – SECAC, as seguintes afirmações:

Na última quarta-feira (01/06/2016) durante diligência de monitoramento nas instalações do antigo CEAPE, foi identificado o furto de luminárias elétricas dos galpões desativados, conforme Boletim de Ocorrência – BO;

Visando preservar o patrimônio público do Município, foi solicitada pela SECAC, a retirada dos equipamentos elétricos restantes para evitar um prejuízo maior ao erário público;

Durante a ação, que foi apoiada pela Polícia Militar de Pernambuco – PMPE, o vereador Ibamar Fernandes de forma truculenta abordou o secretário Municipal, Sr. Marcone Prazeres, solicitando do mesmo uma ordem judicial, documento desnecessário para realização da referida operação, uma vez que os equipamentos e espaço público é de propriedade municipal;

O citado vereador de forma deselegante identificou-se como autoridade do Poder Legislativo e ordenou a paralisação da operação, ordem não acatada pelo Secretário Municipal que informou ao Vereador que o mesmo não tinha competência para a solicitada ordem e que iria dar continuidade a operação;

O supracitado vereador, sentindo-se contrariado, procurou de imediato o oficial da PM que dava apoio a operação e não obteve êxito, uma vez que todos os procedimentos estavam cumprindo rigorosamente os preceitos legais pertinentes;

Declaramos a população e aos meios de comunicação de Petrolina e região que em momento nenhum o referido Vereador foi desrespeitado ou desacatado, muito pelo contrário, o mesmo se comportou de maneira truculenta, e desinformada. Garantimos que todas as inverdades declaradas pelo referido vereador caíram por terra, pois a Luz sempre vence a escuridão, o bem sempre vence o mal, a verdade sempre impera.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Petrolina

Vereador Ibamar Fernandes requere moção de repúdio a Marcondes Prazeres “Ele disse em alto e bom som que vereador não é nada”

monção repudio

O requerimento foi não foi aprovado por 7 x 5 e três abstenções

Nesta quinta-feira (02), na sessão da Câmara Municipal de Petrolina, o vereador Ibamar Fernandes (PRTB) colocou como requerimento de moção de repúdio ao secretário executivo do Centro Administrativo, Marcondes Prazeres. Segundo o vereador da oposição, o secretário estaria tendo ações de abuso de poder no Ceape.

De acordo com o Ibamar Fernandes,  o secretário acionou a Polícia Militar, afirmando que estavam roubando as lâmpadas, para que fosse retiradas as outras do Ceape. E o vereador ainda vociferou “eu queria que isso fosse lá na minha terra, lá em Cabrobó, que ele ia tomar uma camada de pau. Arrogante, prepotente, não respeita nem um pai de família ali do Ceape” afirmou.

O vereador José Batista da Gama (PDT), atacou mais uma vez o prefeito Julio Lossio (PMDB) “É pau mandado. Esse tipo de gente, se não fizer perde o emprego”, afirmando que o secretário estava sob ordens do prefeito.

Já o vereador Betão (PMDB), tentou acalmar os ânimos, afirmando que Marcondes Prazeres, recebeu a demanda e estava apenas cumprindo a função de zelar pelo local. “Qualquer movimento que fizer no Ceape, vai gerar essa polêmica (…) a explicação de Marcondes é que estavam roubando as luminárias e ele foi para preservar o patrimônio público”

Seguindo o embate na Câmara,  Ibamar ainda afirmou que Marcondes Prazeres ainda desrespeitou os vereadores. “Ele disse em alto e bom som que vereador não é nada. Pode não ser nada para ele, mas para Petrolina é. Quem não é nada é ele”.

O requerimento foi não foi aprovado por 7 x 5 e três abstenções.

Prefeitura vence processo de reintegração de posse e permissionários deixam CEAPE

Os permissionários que acordaram saída do espaço foram beneficiados com novas áreas para instalação de seus comércios, segundo a Prefeitura/Foto: PMP

Os permissionários que acordaram saída do espaço foram beneficiados com novas áreas para instalação de seus comércios, segundo a Prefeitura/Foto: PMP

O juiz Josilton Antonio Silva Reis, titular da Vara da Fazenda em Petrolina, deu sentença favorável à Prefeitura em processos de reintegração de posse na área do Centro de Abastecimento de Petrolina (CEAPE) . Até o momento, 11 sentenças foram expedidas e oito delas já foram executadas.

Outras ações, movidas pela gestão municipal, ainda tramitam na justiça. Nelas, o governo de Petrolina solicita a retirada dos comerciantes, que ainda resistem em permanecer na área já desativada pelo município, e onde vai funcionar o novo Centro Administrativo. “Convidamos todos os comerciantes para o diálogo e para que pudéssemos buscar uma solução amigável. Acionar a justiça para retirada compulsória foi nosso último recurso para iniciar as obras do Centro Administrativo”, destaca o procurador-geral do município, Fábio Lima.

Os permissionários que acordaram saída do espaço foram beneficiados com novas áreas para instalação de seus comércios. “Infelizmente não podemos arcar com a realocação dos comerciantes que perderam ações na justiça”, conclui o procurador. Os permissionários que foram obrigados a deixar o local, arcam com os valores dos honorários advocatícios que variam entre R$1 mil e R$ 3 mil.

Cerca de 20 processos ainda estão em andamento e seguem os mesmos moldes das ações já concluídas. Os comerciantes que estão sendo acionados ainda podem realizar acordos com a Prefeitura de Petrolina para a saída voluntária do CEAPE. Os acordos estão sendo intermediados pela Secretaria do Centro Administrativo, localizada na Av. Guararapes, 2288, 2° andar.

Com informações da Assessoria

“Não é nada contra Luiz Augusto Fernandes”, afirma prefeito Júlio Lossio

Julio Lossio

Diferentemente do que afirmou na justificativa do veto ao projeto que denomina o Centro Administrativo de CCP prefeito Luiz Augusto Fernandes, o atual gestor Julio Lossio disse em entrevista exclusiva a este Blog que o motivo do veto foi o desejo de denominar o espaço de CAC Osvaldo Coelho.

“Acho uma homenagem mais que justa, não que a homenagem ao ex-prefeito ou qualquer outro não seja justa, mas como eu tinha esse convencimento nós tínhamos vetado, mas vamos acatar a decisão da Casa Legislativa que é a casa do povo a quem compete fazer essas escolhas”, informou.

Júlio Lossio disse ainda que vai procurar uma outra forma de homenagear Dr. Osvaldo Coelho. “Eu tenho motivos de ordem pessoal e política, a cidade sabe da importância que foi o deputado na minha vida”, enfatizou.

Oposição derruba mais um Veto do prefeito Júlio Lossio

Câmara Municipal Petrolina

A bancada da situação sofreu mais uma derrota na sessão desta quinta-feira (10) com a derrubada do Veto do Executivo ao Projeto de Lei de autoria do vereador Alvorlande Cruz (PRTB) que denomina o Centro Administrativo de Prefeito Luiz Augusto Fernandes.

Por 10 votos a 5, com abstenção de Alvorlande, o Veto foi rejeitado mantendo, portanto, a matéria inicial. Votaram a favor os vereadores: Betão, Ibamar Fernandes, Maria Elena, Edilsão, Ronaldo Cancão, Zé Batista, Cristina Costa, Geraldo da Acerola, Pérsio Antunes e Manoel da Acosap. Votaram contra: Edinaldo Lima, Elias Jardim, Paraíba, Ailton Guimarães e Pedro Felipe.

12