Celpe aumenta número de equipes em Petrolina por causa das chuvas; saiba como pedir ajuda

(Foto: Celpe/Divulgação)

Responsável pelo abastecimento de energia elétrica em 184 municípios de Pernambuco e pelo o município de Pedras de Fogo, na Paraíba, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), dobrou o número de equipes que trabalham no campo, para atender com mais rapidez as ocorrências registradas devido às chuvas que afetam a região de Petrolina durante o mês de janeiro, informa a assessoria da concessionária.

De acordo com a Celpe, os técnicos da empresa seguirão em esquema de reforço nas ruas até que todas as solicitações emergenciais registradas pelos clientes sejam atendidas.

LEIA MAIS

Celpe registra aumento de ocorrências em Petrolina após chuvas

Equipes seguirão de prontidão até normalização das condições climáticas

Os raios e ventos percebidos nos últimos dias em Petrolina fez a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) a colocar suas equipes de prontidão, pois houve um aumento nas ocorrências na cidade. De acordo com a Celpe, será mantido o “reforço no contingente até que a situação entre em regime de normalidade”.

A previsão dos institutos de meteorologia é de mais chuva pelo menos até quinta-feira (14). Nesse meio tempo a Celpe pede paciência a quem reside em locais de difícil acesso, pois o tempo de atendimento é comprometido pelas condições de infraestrutura.

“Em casos de ocorrências envolvendo a rede elétrica, a empresa deve ser acionada pelo teleatendimento gratuito 116 ou pelo aplicativo para smartphones. A companhia solicita aos clientes que durante a comunicação de interrupções no fornecimento tenham sempre em mão o número do contrato, o que facilita a identificação das ocorrências. A Celpe se coloca à disposição”, reforça a Companhia.

Boa notícia: conta de energia em janeiro terá bandeira amarela

(Foto: Arquivo)

A conta de energia nesse mês de janeiro estará mais barata, isso porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) adotou a bandeira amarela como referência no primeiro mês de 2021. Dessa forma, o preço da tarifa será de R$ 1,34 para cada 100 quilowatts consumidos por hora.

LEIA TAMBÉM

Conta da Compesa terá reajuste de 2,4% em 2021

Até dezembro a Aneel estava utilizando a bandeira vermelha, cujo preço é de R$ 6,2 para cada 100 quilowatts consumidos por hora. Na mudança para a bandeira amarela, a Agência informou ter identificado melhoria no cenário de produção hidrelétrica com elevação das vazões dos afluentes dos principais reservatórios.

A notícia é um alívio ao bolso do pernambucano, já que a conta de água terá reajuste já neste domingo (3). A nota tarifa da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deveria ter entrado em vigor no mês de julho, mas por conta da pandemia a Compesa adiou o reajuste.

Ronaldo Cancão cita negligência da Celpe e cobra melhorias na rede elétrica na Ilha do Massangano

Cancão lembrou morte provocada por problemas na rede elétrica

A morte de um homem, registrada no início do mês na Ilha do Massangano, não passou despercebida na Câmara de Vereadores. A vítima foi eletrocutada durante a forte chuva registrada no feriado de Finados (2) e para o vereador Ronaldo Cancão (DEM), isso representa negligência.

“A morte, a fatalidade, na Ilha do Massangano serviu de exemplo que a Celpe precisa ter um cuidado maior com as ilhas”, destacou o edil durante a sessão de terça-feira (24). Representante da zona rural, Cancão revelou já ter procurado a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe).

“Já mandei um ofício para o diretor-presidente para ele mudar toda fiação da Ilha do Massangano e Ilha do Coqueiro, para colocar cabos isolados para evitar tragédia que ocorreu na Ilha do Masssangano. Dar um tratamento mais adequado“, destacou.

Celpe realiza operação especial para evitar falta de energia nas eleições do próximo domingo

(Foto: Celpe/Divulgação)

Para que as urnas eletrônicas possam receber, no próximo domingo (15), os votos de mais de 6,7 milhões dos eleitores pernambucanos, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) montou uma operação especial para evitar transtornos durante a votação para prefeitos e vereadores.

De acordo com a gerência de comunicação da Celpe, a empresa está inspecionando e promovendo manutenções nos circuitos elétricos que atendem aos mais de 3.200 locais de votação, além de cartórios eleitorais e centros de apuração. O objetivo da ação é garantir as condições de segurança nos equipamentos de distribuição de energia, evitando possíveis solicitações de emergência.

LEIA MAIS

Celpe aumenta número de equipes para atender população após chuvas

(Foto: Celpe/Divulgação)

O grande volume de chuva que vem caindo nos últimos dias no Sertão de Pernambuco, fez aumentar a demanda de serviço da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). A Celpe informou, através de nota, que registra, desde segunda-feira (2), elevação no volume de chamados no Sertão pernambucano, em decorrência das fortes chuvas, associadas a ventos de maior intensidade e descargas atmosféricas, mais conhecidas como raios.

A nota informa que preventivamente, a empresa redobrou o número de equipes de prontidão e está atuando no restabelecimento da energia com a maior brevidade possível nas áreas afetadas.

LEIA MAIS

Queda de energia em Estação de Tratamento deixa bairros de Petrolina sem água

Celpe trabalha para normalizar fornecimento de energia na ETA (Foto: Ascom)

A chuva que caiu em Petrolina ao longo da segunda-feira (2) ainda repercute na cidade. Uma das consequências foi o desabastecimento dos bairros da Zona Oeste. Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), “consecutivas quedas de energia” resultaram na suspensão do abastecimento.

LEIA TAMBÉM

Forte chuva deixa bairros de Petrolina alagados

A Compesa acionou a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), que deu como previsão o restabelecimento da energia na Estação de Tratamento Vitória até às 14h dessa terça-feira (3). “Tão logo o sistema volte a funcionar, o abastecimento retornará gradativamente”, destaca a Compesa.

Celpe oferece recompensa por informações sobre fazendeiro que matou eletricista

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) ofereceu recompensa no valor de R$ 20 mil a quem tiver informações sobre Sebastião Ayres de Assis Neto. Ele é o fazendeiro que matou um funcionário da Celpe, em uma fazenda de Limoeiro, região Agreste do estado.

LEIA TAMBÉM

Funcionário da Celpe que presenciou morte de eletricista presta depoimento à polícia

Funcionário da Celpe é assassinado ao tentar cortar energia de cliente

O crime foi registrado na tarde de terça-feira (29), após Sebastião – mais conhecido como Neto Santos – ter ameaçado a equipe que teria ido à sua fazenda para cortar a energia do imóvel. Depois de matar José Reginaldo de Santana Júnior, Neto Santos fugiu.

Quem tiver informações sobre o suspeito pode entrar em contato com o Disque Denúncia Agreste pelo telefone (81) 3719-4545 ou por meio do WhatsApp: (81) 98256-4545 e 98170-2525. O anonimato é garantido pela Polícia Civil de Pernambuco.

Funcionário da Celpe que presenciou morte de eletricista presta depoimento à polícia

Eletricista foi morto a tiros na terça-feira (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil de Pernambuco ouviu o eletricista que trabalhava com José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos. O colega de trabalho de José estava na Fazenda Haras Vovó Zito, na zona rural de Limoeiro quando o proprietário do local matou o funcionário da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe).

Segundo a Celpe, a Fazenda tinha um débito de R$ 28 mil. José e o colega de trabalho estavam no local para fazer o corte de energia. O proprietário ameaçou a dupla, solicitou a religação e depois matou José. Em seu depoimento à polícia, o funcionário da Companhia relatou que foi obrigado a fazer a ligação depois de presenciar a morte do colega e na sequência foi colocado dentro da mala do carro da Celpe.

Tentativa de suborno e homicídio

Testemunha ocular do homicídio, o funcionário da Companhia contou que a dupla chegou à Fazenda por volta de 14h da última terça-feira (29). Uma pessoa que estava na propriedade falou que se eles religassem a energia receberiam “um negocinho”, mas eles se negaram.

Quando estavam de saída, o proprietário do lugar chegou e ofereceu dinheiro para religarem a energia, mas novamente a proposta foi recusada. Quando tentavam sair da Fazenda, a dupla percebeu que a porteira estava trancada.

De acordo com a polícia, eles pediram ao dono que liberasse a saída. Nesse momento ele já estava armado e ordenou que os funcionários da Celpe deixassem o carro da Companhia. O dono da Fazenda mandou José fazer a ligação e ele obedeceu.

Contudo, quando estava deixando o carro, foi baleado e morto. O proprietário da Fazenda segue foragido. José Reginaldo foi sepultado na tarde de ontem.

Funcionário da Celpe é assassinado ao tentar cortar energia de cliente

(Foto: Celpe/Divulgação)

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informou que um funcionário da empresa foi assassinado enquanto realizava seu trabalho, na Zona Rural de Limoeiro, no Agreste, nesta terça-feira (31).

José Reginaldo de Santana Júnior tinha 31 anos e era eletricista. Ele estava no local para procedimento legal de suspensão do fornecimento de energia por inadimplência e, segundo informações iniciais, foi assassinado pelo dono da propriedade que teria a energia cortada.

LEIA MAIS

Acidente com carro deixa 2 pessoas feridas em Petrolina

O acidente aconteceu na noite desta sexta-feira (25) na Avenida da Redenção, no Bairro Dom Avelar, em Petrolina, cidade do Sertão de Pernambuco.

Segundo informações de moradores do bairro, o motorista perdeu o controle do veículo e bateu em um poste de iluminação pública. Com o impacto, o carro tombou e o condutor ficou preso nas ferragens.

O motorista estava acompanhado de uma mulher. Uma equipe do corpo de bombeiros foi ao local, retirou os ocupantes de dentro do veículo e os levou para um hospital de Petrolina, mas não informou o estado de saúde e nem os nomes da vítimas.

Uma equipe da Celpe deu apoio a operação retirado a energia elétrica do poste danificado para evitar acidentes com choques elétricos.

Segundo Celpe, fogo em poste na Vila Eduardo foi provocado por falha na rede elétrica

(Foto: Blog Waldiney Passos)

No início desta semana, a equipe do blog Waldiney Passos registrou um poste pegando fogo na rua José Batista dos Santos, que fica na Vila Eduardo, Zona Leste de Petrolina.

Em contato com a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), nosso blog foi informado que houve uma “falha em componentes da rede elétrica da localidade”. Ainda segundo a Companhia, uma equipe foi enviada ao local e solucionou o problema.

LEIA MAIS

STF autoriza suspensão de energia por inadimplência em Pernambuco

Clientes com conta em aberto estão sendo reavisados da existência do débito e terão a oportunidade de quitar a dívida, prioritariamente, pelo Portal de Negociação

O Supremo Tribunal Federal (STF) deferiu, na tarde desta quinta-feira (13), liminar autorizando a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) a suspender o fornecimento de energia elétrica dos clientes residenciais inadimplentes. Assim como já ocorre em todo o País, as ações de cortes devem seguir os critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A empresa ressalta que os consumidores com conta em aberto já estão sendo reavisados da existência do débito e terão a oportunidade de quitar a dívida, com condições especiais de pagamento, como parcelamento dos débitos. A negociação deve ser realizada prioritariamente pelo site www.celpe.com.br.

“O corte de energia é o último recurso utilizado pela empresa, antes são adotadas medidas administrativas para a quitação da dívida. Para evitar a suspensão do fornecimento de energia, a empresa está disponibilizando condições, realmente, diferenciadas aos clientes nesse momento de dificuldade”, comenta o superintendente da Celpe, Pablo Andrade.

A maioria dos mais de 3,7 milhões de clientes se mantém com as contas em dia. Mas, para os que enfrentaram dificuldades, a concessionária está disponibilizando um Portal de Negociação para pagamentos e parcelamento de débitos. A condição é válida para clientes residenciais com mais de duas contas de energia em aberto. O portal é mais uma iniciativa da distribuidora para minimizar o impacto econômico provocado pela pandemia da Covid-19 no orçamento doméstico dos clientes.

O Portal de Negociação da Celpe oferece uma série de vantagens no pagamento de faturas, tais como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual Caixa Elo (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito (nesses dois últimos casos por meio da Flexpag, bom bônus de R$ 35 para os primeiros clientes que negociarem o débito). Na negociação, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex.

Além dos clientes da Tarifa Social de Energia Elétrica, a Aneel decidiu manter a proibição de cortes de energia para imóveis residenciais nos quais morem pessoas que dependam de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida até o final de 2020. Entretanto, a empresa reforça que não se trata de isenção da conta de energia e recomenda que os clientes evitem acumular dívidas com a distribuidora.

PRAZO – Os clientes inadimplentes estão sendo comunicados previamente da existência do débito. Após receber o reaviso, o cliente terá aproximadamente 15 dias para regularizar a situação. Se permanecer o débito, pode ocorrer a suspensão do fornecimento. Nesse caso, a energia apenas será restabelecida em até 48 horas após a quitação das faturas em aberto.

Celpe não pode cortar energia de residências, segundo Defensoria Pública

(Foto: Reprodução/Internet)

Após a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informar que o corte de energia dos consumidores inadimplentes poderia ser realizado, a Defensoria Pública de Pernambuco afirmou que a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) permanece vetada de realizar a interrupção ou suspensão do fornecimento de energia elétrica a todos os consumidores residenciais do Estado.

A medida é válida ao longo do período de emergência de saúde relativa à covid-19, que foi decretado pelo Governo Estadual até 16 de setembro deste ano, podendo ser prorrogado, independente da qualificação como família de baixa renda. A informação foi dada nessa terça-feira (04).

LEIA MAIS

Defensoria Pública de Pernambuco e Celpe divergem sobre suspensão do corte de energia

(Foto: ilustração)

A Defensoria Pública de Pernambuco informou que a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) permanece vedada de realizar a interrupção ou suspensão do fornecimento de energia elétrica ao longo do período de emergência de saúde relativa à covid-19. A Companhia, no entanto, disse que a suspensão do fornecimento para clientes inadimplentes está autorizada desde 1º de agosto pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), exceto para clientes que possuem tarifa social ou o uso de equipamentos essenciais à vida.

De acordo com a Defensoria, o corte estaria suspenso até 16 de setembro deste ano, data decretada pelo Governo de Pernambuco, que pode ser prorrogada independente da qualificação como família de baixa renda. No entanto, o prazo da Resolução da Aneel, que também proibia a suspensão do fornecimento de energia, está encerrado. Segundo a Defensoria, mesmo com a decisão da Agência Nacional, a suspensão continua valendo em Pernambuco.

O superintendente de Processos Comerciais da Celpe, Pablo Andrade, informou, por meio de vídeo, que a companhia está atenta aos processos judiciais que envolvem esse processo.

“A Aneel autorizou, em âmbito nacional, desde o 1º de agosto a suspensão do fornecimento de energia para os clientes que estão inadimplentes com a fornecedora. As únicas exceções são os clientes que possuem tarifa social ou utilizam equipamentos essenciais à vida”, informa. Ele também salienta que, desde o começo da pandemia, a Companhia buscou formas para que os clientes quitarem suas dívidas.

“A Companhia oferece desde o começo da pandemia formas para o cliente posso honrar seu pagamento. Seja por meio de cartão de crédito, em até 12x, ou pelo site da Empresa”, completa.

Liminar

A liminar concedida pelo juiz Julio Cezar Santos da Silva, da 3ª Vara Cível da Capital, que impede que a Celpe suspenda ou interrompa o fornecimento de energia elétrica, foi obtida pela Defensoria Pública no dia 23 de março, após Ação Civil Pública impetrada pela Instituição. A decisão judicial garante ainda que a concessionária restabeleça o fornecimento de energia elétrica para os consumidores residenciais que tiverem sofrido corte por inadimplência, tudo isso sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil por consumidor afetado, além da possibilidade de responsabilização criminal.

Na decisão, o juiz afirmou que a ação da Defensoria Pública “foi proposta diante da essencialidade do serviço perseguido, da necessidade de isolamento domiciliar de toda a população e do impacto econômico-social sofrido pelos trabalhadores, sobretudo os autônomos e os em situação de informalidade, tudo isso decorrente do coronavírus”.

Com informações do Ne10

123