“É da natureza das charges”, diz DCE da Univasf sobre cartaz repudiado por associação policial

Nessa quarta-feira (24), o Diretório Central dos Estudantes da Univasf (DCE) respondeu a nota de repúdio da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus familiares do Estado da Bahia (ASPRA), que criticou o cartaz de um evento promovido pelo Diretório, União Nacional dos Estudantes (UNE) e a organização Tempo de Mudar.

De acordo com o DCE, “há policiais que trabalham diuturnamente dentro dos marcos constitucionais, sem brutalidade, conforme a formação recebida nas Academias. E há aqueles que extrapolam, fazendo de sua autoridade um instrumento para abusos e brutalidades. É sobre este segundo grupo de que a charge trata”.

LEIA TAMBÉM

Associação de Policiais da Bahia repudia cartaz de DCE da Univasf e UNE

A imagem, que foi divulgada em redes sociais do DCE da Univasf, faz publicidade sobre uma roda de conversa com o título: “Democracia na berlinda: A ofensiva fascista no Brasil” e mostra uma pessoa vestida com as cores da bandeira do Brasil caída no chão algemada e um policial fardado com uma arma em punho, como se acabasse de realizar um disparo.

No documento, o DCE afirma ainda que “se coloca à disposição das autoridades e entidades policiais democráticas para desenvolver um diálogo acerca da polícia que temos e da polícia que precisamos”.

Confira a íntegra da resposta

“O Diretório Central dos Estudantes da Univasf vem a público manifestar suas convicções na democracia, no Estado de Direito e no diálogo. 

A charge é uma manifestação artística, crítica e reflexiva. É da natureza das charges.

123