Após fortes chuvas, Compesa afirma que “sistemas de esgotamento sanitário estão sobrecarregados”

No São Gonçalo, água das chuvas se misturou com esgoto

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) enviou uma nota ao Blog esclarecendo a questão dos vazamentos de esgoto durante a forte chuva de sexta-feira (23). De acordo com a Compesa, “Os sistemas de esgotamento sanitário estão sobrecarregados”.

LEIA TAMBÉM

Moradores de Petrolina registram alagamentos em bairros; Prefeitura afirma estar atuando de maneira preventiva

Um dos bairros a registrar esse problema foi o São Gonçalo, conforme o Blog mostrou ainda ontem. A Compesa orientou a população a não realizar ligações de água de chuva na rede, porque isso “agrava ainda mais a situação”. Veja a seguir a resposta da Companhia:

LEIA MAIS

Defesa Civil de Petrolina divulga orientações sobre como moradores se comportarem no período chuvoso

(Foto: Ascom)

Nas orientações divulgadas pela defesa civil municipal existem normas sobre o que fazer antes e depois das chuvas. São precauções para quem está fora e dentro de casa evitar acidentes.

De acordo com a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil antes da chuva é essencial ter os seguintes cuidados:

“Os moradores devem manter calhas e bueiros limpos para prevenir o risco de entupimento durante o período da chuva”, lembra o coordenador da Defesa Civil, Cícero Dirceu

LEIA MAIS

Moradores de Petrolina registram alagamentos em bairros; Prefeitura afirma estar atuando de maneira preventiva

Rua Por do Sol no São Gonçalo

Duas moradoras procuraram o Blog na manhã desta sexta-feira (23) para relatar os alagamentos observados nos bairros onde residem. A situação mostrada acima é na Rua Por do Sol, no bairro São Gonçalo. Sempre que chove a rua é tomada pela água da chuva, porque não há escoamento.

“Agora, além da água da chuva, está se misturando com esgoto. As casas das pessoas entrando água e como sobreviver a uma situação dessa?”, questiona a leitora. No outro extremo da cidade, na Rua 10 do Loteamento Recife o cenário é semelhante.

A leitora registrou o seguinte vídeo, mostrando o alagamento na Rua 10. Ela alega que a situação se agravou por conta de uma obra realizada pela Prefeitura:

LEIA MAIS

Segundo Apac, choveu quase 90mm em Petrolina nas últimas horas

Dia amanheceu com mais chuva

De ontem até hoje (23) choveu bastante em Petrolina. De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), somente no bairro Cohab Massangano o acumulado de chuva foi de 87,80 mm nas últimas 12 horas. No Jardim São Paulo a Apac contabilizou 75 mm nesse mesmo período.

Já nos bairros José e Maria e Gercino Coelho, respectivamente, o acumulado de ontem para hoje foi de 53,60 mm e 46mm. Procurada pelo Blog, a Defesa Civil do município informou que, até o momento não foi registrada nenhuma ocorrência grave na cidade.

Chuva forte nas cidades vizinhas

A Apac também registrou forte chuva em outras cidades do Sertão, a exemplo de Moreilândia, Ipubi, Cabrobó e Lagoa Grande nessa manhã.

Segundo a Apac, o dia será chuvoso, com possibilidade de pancadas de chuva a qualquer hora do dia. Portanto, os moradores desses municípios listados precisam estar atentos às orientações da Defesa Civil. Em caso de problemas, basta acionar o número 153.

Municípios do Agreste e Sertão registram forte chuva

(Foto: Reprodução)

Diversos municípios do Agreste e do Sertão pernambucano registraram forte chuva desde o feriado de Tiradentes (21) e na manhã desta quinta-feira (22). Em Garanhuns, uma mulher desapareceu após um buraco se abrir e ela ser carregada pela correnteza.

O fato aconteceu na Rua Antônio Paulo de Miranda, no Centro. De acordo com a Prefeitura, as buscas pela vítima se estenderam ao longo da madrugada, mas ainda não há informações sobre sua localização.

“A Secretaria informa ainda que há relatos de outros buracos, afundamentos, galerias obstruídas, alagamentos e ruas com problemas em outros locais no município, e está multiplicando as equipes para atender os chamados. As últimas chuvas já haviam causado diversos estragos, principalmente em ruas calçadas ou asfaltadas fora do padrão de qualidade ou que há muito tempo não passam por manutenção”, diz a nota da Prefeitura.

Aqui no Sertão, chove forte nas cidades de Moreilândia e Cabrobó. Na primeira cidade foi registrado mais de 60 mm apenas nas duas últimas horas, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Defesa Civil de Petrolina orienta moradores sobre cuidados durante período chuvoso

As chuvas dos últimos dias trouxeram alguns transtornos para os moradores de Petrolina e cidades vizinhas. Por enquanto, nada grave, mas algumas situações podem ser evitadas se alguns cuidados forem tomados com antecedência.

Apensar de deixarem equipes de prontidão para casos de urgências, a Defesa Civil de Petrolina elaborou uma relação de cuidados que os moradores devem ter para evitar problemas nos períodos de chuvas.

LEIA MAIS

Após chuvas, moradores registram alagamentos em Petrolina

Moradores do São Gonçalo, Dom Avelar e Jardim Maravilha registraram problemas nos bairros

A chuva é sempre bem-vinda no Sertão. Mas ao passo que traz alívio ao sertanejo, agrava problemas antigos na infraestrutura de Petrolina e desde a quinta-feira (18) o Blog tem recebido fotos e vídeos de leitores chamando atenção da Prefeitura para pontos de alagamentos na periferia.

Rua do Dom Avelar virou lama

No bairro São Gonçalo o problema é na Rua Por do Sol. “É uma rua que não tem escoamento de água. Ela também recebe água de outras ruas, porque é baixa”, explicou a nossa equipe.

A Rua da Sensações, bairro Dom Avelar, virou um lamaçal e para completar, os ônibus estão usando a via como itinerário de ônibus. Por fim, na Rua Caatinguinha, no bairro Jardim Maravilha a via é pavimentada, porém a água não está escoando e acumulou na frente de algumas residências.

LEIA MAIS

Defesa Civil de Petrolina atende famílias atingidas pelas chuvas

(Foto: Ascom/PMP)

As equipes da Defesa Civil de Petrolina estão nas ruas para fazer o levantamento das comunidades mais atingidas pelas chuvas nos últimos dias. Os agentes também estão realizando vistorias em algumas áreas consideradas mais críticas na cidade. Desde a madrugada, até o começo da tarde de hoje, a Defesa Civil registrou o acumulado de 37mm de chuva.

O foco da ação é verificar pontos de alagamentos, quedas de árvore, residências danificadas por conta da chuva, entre outros. “As equipes estão atentas aos problemas e já estamos atuando com a preparação de lonas e outros instrumentos que possam ser utilizados. Ainda não tivemos nenhuma chamada urgente ou grave, mas vamos circular por toda a cidade, justamente, para identificar isso”, diz o secretário de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Sustentabilidade, Emício Júnior.

A população pode acionar a Defesa Civil pelos telefones 153 ou (87) 98106-7310. A Ouvidoria Municipal também pode ser acionada pelos números 156 ou (87) 99190-7475. O contato pelos números de celular disponibilizados devem ser feitos por WhatsApp.

Vídeo que mostra alagamento no Mercado do Produtor de Juazeiro após chuvas é falso

Suposto alagamento no Mercado do Produtor é mentira

O Blog recebeu um vídeo onde é possível observar o Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) alagado e repleto de lixo. As imagens supostamente teriam sido feitas nesta quinta-feira (18), numa consequência das chuvas que caíram no início da manhã.

Porém a Prefeitura afirmou que as imagens não condizem com a realidade. “A Defesa Civil esclarece que é falso um vídeo que vem circulando nas redes sociais sobre um suposto alagamento no Mercado do Produtor de Juazeiro nesta quinta-feira”, diz a nota.

O Blog mostrou mais cedo que não foram observados problemas graves no município baiano e aqui em Petrolina. Mesmo assim as equipes das Defesas Civis seguem visitando as localidades mais afastadas, a fim de observar a situação.

Chuvas: Defesa Civil não contabiliza desabrigados em Petrolina

Foram registrados apenas pontos de alagamento em Petrolina

A quinta-feira (18) começou com chuva e apesar de a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) ter registrado mais de 35 mm acumulados em Petrolina, a Defesa Civil Municipal não observou problemas nos bairros que geralmente são os pontos críticos em dias chuvosos.

Houve apenas alguns pontos de alagamento, entretanto, sem registro de desabrigados. No balanço do órgão a chuva de hoje foi moderada. Os bairros em observação nesta manhã são Antônio Cassimiro, Dom Avelar e José e Maria. As equipe seguem nas ruas monitorando as comunidades periféricas.

Em Juazeiro a situação é semelhante. A Defesa Civil não havia contabilizado ocorrências, porém reiterou que os servidores estão nas ruas desde o início da manhã.

Defesa Civil de Juazeiro continua de plantão para atender a população no período chuvoso

(Foto: Ascom/PMJ)

Com previsão de chuva para este sábado (16), segundo o Instituto Climatempo, a Defesa Civil de Juazeiro (BA), escalou uma equipe de plantão e disponibilizou um número de telefone para a população entrar em contato, caso precise de ajuda. Para manter contato com a Defesa Civil do município, em caso de emergência, é preciso enviar mensagem via Whatsapp ou ligar para (74) 9 9198-1233.

O órgão também também orienta que as pessoas não se aproximem de fios elétricos caídos, bem como de árvores.  Ao identificar postes caídos, a orientação é que procure a empresa concessionária de energia elétrica e mantenha distância do local.

LEIA TAMBÉM

Defesa civil alerta população para cuidados durante as chuvas em Petrolina

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Ramiro Cordeiro, para reduzir os impactos relacionados às chuvas é necessário, também, conscientização da população. “É importante que a população não suje as vias públicas e nem jogue lixo nos canais, para evitar que transbordem. A Sesp e o SAAE têm feito um trabalho de limpeza nos canais para evitar esses transtornos”, explicou o coordenador.

Defesa civil alerta população para cuidados durante as chuvas em Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

Como a previsão dos institutos de meteorologia estima que as chuva deve continuar em Petrolina, a Defesa Civil do município emitiu alerta a população sobre alguns cuidados a serem seguidos para evitar acidentes. Segundo o secretário executivo de Segurança Pública, Cícero Dirceu, os principais transtornos causados pelas precipitações são o descarte irregular de lixo e problemas com rede elétrica.

“Pedimos a compreensão da população para não jogar resíduos em locais impróprios, pois isso pode comprometer o escoamento da água da chuva, entupindo bueiros e causando alagamentos. Quanto aos locais que estejam ocorrendo raios, a gente pede que a população não mexa na rede elétrica, pois pode ter risco de descarga elétrica. A orientação é de sempre ficar em lugar coberto, de preferência dentro da casa, nunca ficar em locais abertos, nem debaixo de árvores.”, explicou.

LEIA MAIS

Petrolina: Moradores do N-7 sofrem com alagamentos por causa da chuva

 

Famílias que moram na Vila Nova, do N-7, Projeto Senador Nilo Coelho, em Petrolina (PE), tiveram as casas invadidas pela água da chuva que caiu na madrugada desta quarta-feira (13). Veja o vídeo acima. Entre elas a família de um agricultor que está hospitalizado.

Maria Sirene Alves, tem 5 filhos pequenos, mora na 14, número 39, N-7 e está passando por dificuldades. Quem puder ajudar pode deixar donativos no local.

Moradores de algumas ruas de Juazeiro estão sem energia elétrica há mais de 36 horas

(Foto: Whatsapp)

Moradores da Rua Santo Antônio, no bairro alto do Alencar, em Juazeiro, município do norte da Bahia e moradores dos bairros Lomanto Júnior e Castelo Branco, na mesma cidade, procuraram o Blog Waldiney Passos para denunciar que estão sem energia elétrica há de 36 horas.

O fornecimento foi interrompido na noite de domingo (10), durante uma chuva forte, com ventos e raios e até agora não foi restabelecido. Segundo uma moradora, que prefere não se identificar, já fizeram várias ligações para a central de relacionamento da Coelba, companhia responsável pelo fornecimento de energia no estado baiano, mas a cada ligação, os atendentes dão uma previsão de atendimento diferente.

LEIA MAIS

Instituto emite nesta segunda alerta amarelo de chuvas intensas na região do São Francisco

Durante as próximas 48 horas, moradores do Sertão do São Francisco, devem ficar atentos com a possibilidade de chuvas acompanhada de raios e trovões. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), emitiu um alerta amarelo nesta segunda-feira (11) de chuvas intensas. A previsão indica que deve chover entre 20 e 50 milímetros.

Ainda de acordo com o INMET, os riscos de corte de energia elétrica, quedas de galhos, alagamentos e de descargas elétricas são baixos. A temperatura deve variar entre 25º e 36º.

LEIA MAIS
123