“A gente está às cegas”, afirma Elismar Gonçalves sobre Adutora de Nova Descoberta

Vereador quer informações sobre conclusão da obra (Foto: Blog Waldiney Passos)

Um dos Requerimentos colocados em votação na sessão de hoje (18) na Casa Plínio Amorim foi o de número 34/2020, proposto por Elismar Gonçalves (MDB). O edil, que é da Oposição, pediu informações à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF) acerca da Adutora de Abastecimento de Água de Nova Descoberta.

Segundo Elismar, a obra se arrasta por uma década, deixando a comunidade desassistida. “É uma obra que se iniciou há alguns anos, a ordem de serviço foi dada em 2010 e já estamos em 2020 com ela se arrastando. A informação que nós temos é que falta pouco e lá é uma comunidade muito importante, com cerca de 8 mil habitantes e que [a população] bebe água sem tratamento”, afirmou.

O vereador disse ainda que recebeu informações de que falta pouco mais de 10% para conclusão da Adutora, por isso está pedindo resposta da Codevasf. “Esse sistema já está pronto, faltam ajustes para ser concluído. A gente está solicitando à Codevasf informações sobre o que está faltando, até se for o caso, para solicitar emendas para recurso. A gente está às cegas sobre qual é a real situação desse sistema”, finalizou.

Cristina Costa reivindica presença do superintendente da Codevasf para debater problemas na Adutora do Caititu

(Foto: CODEVASF)

A vereadora Cristina Costa (PT) voltou a chamar atenção para a zona rural de Petrolina. Na sessão de terça-feira (11), a edil apresentou o Requerimento n° 007/2020, no qual solicita o uso da Tribuna Livre ao superintendente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Aurivalter Cordeiro.

Cristina Costa, do PT (Foto: ASCOM)

O Requerimento foi aprovado por 17×0, mas a participação ainda não tem data definida. Segundo Costa, o momento será destinado à discussão com a Câmara acerca dos problemas enfrentados na Adutora de Caititu.

Estamos encaminhando convite ao superintendente da Codevasf, o senhor Aurivalter Cordeiro para participar da Tribuna Livre dessa Casa, para discutir o fornecimento de água feita pela adutora do Caititu que é para o consumo humano e não está atendendo à demanda a qual foi destinada“, disse.

Segundo Costa, a Adutora não está dando conta da demanda humana e animal. Por isso cabe aos poderes encontrarem uma solução.

Em visita ao interior ouvimos a demanda de vários moradores da comunidade. A Adutora de Caititu tem um objetivo e é nesse sentido que nós estamos convocando o superintendente da Codevasf para que possa nos esclarecer o que está acontecendo e o que nós podemos fazer”, justificou.

Codevasf convoca futuros irrigantes do Projeto Pontal

(Foto: CODEVASF)

A Comissão Responsável pelo assentamento dos produtores familiares vencedores da Licitação de lote familiar do Projeto Pontal, realizará uma reunião com os futuros irrigantes, na  sede da 3ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf).

O atendimento ocorrerá nos dias 10, 11, 12 e 13 de fevereiro, no horário de 8h30 às 11h30 e 14h às 17h. Os encontros obedecerão uma ordem prevista por um cronograma que deve ser seguido pelos produtores:

LEIA MAIS

Leitora cobra recuperação em estrada de acesso ao N-8, em Petrolina

Chuvas agravaram situação na via do N-8 (Foto: Reprodução/WhatsApp)

As chuvas de janeiro trouxeram muita alegria aos petrolinenses da zona urbana e rural, mas também agravaram velhos problemas nas estradas do interior. No Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 08 (N8) uma moradora registrou a cratera que os motoristas enfrentam diariamente para ir trabalhar.

A foto dessa matéria foi tirada na entrada da agrovila do N8. Devido ao tamanho do buraco, ciclistas, motociclistas e os motoristas são obrigados a se arriscar. Isso porque ali próximo fica um canal. Se o condutor não estiver atento, pode cair e se acidentar.

O problema, segundo a leitora, é antigo. “Já estava ruim [antes da chuva]. Eles relatam que faz parte da BR e a responsabilidade não é da Prefeitura, aí fica assim. Os colonos colocam barro, mas não resolve“, relatou.

LEIA MAIS

Agricultura: pera produzida no Vale é comercializada ao Rio Grande do Sul

Cerca de 1 tonelada foi comercializada com o Sul (Foto: Frederico Celente/Codevasf)

Conhecida por exportar uva e manga, o Vale do São Francisco agora é uma região produtora de pera. O fruto até então inimaginável na região já ganhou um mercado interno: a Serra Gaúcha. Na última terça-feira (21) cerca de uma tonelada foi despachada até o município de Farroupilha (RS).

O desenvolvimento da pera na região é resultado de uma parceria da Companhia de Desenvolvimento dos Vales São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), trabalho conjunto que já dura uma década.

“Ao longo dos anos de pesquisa nós colhemos importantes resultados que nos mostram que é possível produzir pera em grande escala no Vale do São Francisco. Alguns anos atrás nós já víamos que a produção poderia chegar a cerca de 60 toneladas por hectare no quarto ano de cultivo, com possibilidade de duas safras-ano”, disse o engenheiro agrônomo da Codevasf Osnan Ferreira.

Dados da Embrapa indicam que a pera é a terceira fruta do clima temperado mais consumida no Brasil. Até chegar a fase de colheita, as duas entidades desenvolveram longos trabalhos de pesquisa e análise de mercado, para saber qual a cultura mais viável.

Nesse meio tempo foram realizados experimentos com pereira, macieira, caquizeiro, cacaueiro e outras culturas típicas de clima temperado nos projetos públicos de irrigação Senador Nilo Coelho e Bebedouro.

Pacote de obras da Prefeitura e Codevasf garante a pavimentação em 16 bairros de Petrolina

Foto: Jonas Santos

O prefeito Miguel Coelho e o superintendente da Codevasf, Aurivalter Cordeiro, assinaram, na noite desta quinta (16), uma ordem de serviço no valor de R$ 10 milhões que vai propiciar o asfaltamento de 37 ruas e avenidas dos bairros de Petrolina. O serviços começam neste mês e devem ser entregues até maio.

A solenidade ocorreu no bairro Santa Luzia, onde serão pavimentadas cinco vias. As obras beneficiarão ainda as comunidades da Vila Marcela, Jardim Guararapes, Antônio Cassimiro, Jardim Petrópolis, Quati II, Alto do Cocar, Vila Eulália, Vila Mocó, Jardim Imperial, Dom Avelar, Jardim São Paulo, Vila Débora, Loteamento Giovana, Vila dos Ingás e Cidade Universitária.

Com a parceira entre a Prefeitura e Codevasf, serão pavimentados também corredores na região dos perímetros irrigados. Segundo o prefeito Miguel Coelho, o trabalho é mais um fruto da articulação política em Brasília e permitirá a Petrolina atingir uma marca superior a 400 vias pavimentadas em quatro anos, somando o que já foi feito por meio de recursos próprios e outros convênios. “No último dia do ano, essa parceria com a Codevasf foi celebrada e o dinheiro liberado. Esses recursos poderiam ter sido direcionados a outras cidades ou nem serem utilizados no orçamento deste ano. Isso só ocorreu por conta da força política do senador Fernando Bezerra, do deputado Fernando Filho e nossa equipe que fizeram um mutirão de esforços para mais uma vez transformar projetos em obras para Petrolina”, revelou o prefeito no evento.

Confira a lista de ruas beneficiadas:

LEIA MAIS

Pavimentação: Prefeitura anuncia pacote de investimentos para área irrigada de Petrolina

Pacote contemplará região irrigada (Foto: Jonas Santos/Ascom)

Um pacote de R$ 15 milhões para execução de obras na zona rural de Petrolina será anunciado hoje (16), às 19h pelo prefeito Miguel Coelho (MDB). Os recursos serão destinados a pavimentação de 15 comunidades, incluindo vias do Projeto Senador Nilo Coelho, Maria Tereza, Bebedouro e Alto da Bela Vista.

Essa nova leva de recursos é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Petrolina e a Codevasf. A meta dos dois órgãos é pavimentar 400 vias em todo interior, englobando não apenas a área irrigada, mas a região de sequeiro entre outros.

Os detalhes da parceria serão anunciados pelo prefeito na sede da Cacau Fest, no Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 07.

Investimento de mais de R$ 200 milhões da Codevasf beneficiará cerca de 70 municípios de Pernambuco

(Foto: CODEVASF)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) vai investir mais de R$ 200 milhões em diversas ações em Pernambuco. O recurso, fruto de termos de execução descentralizada (TEDs) firmados com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), beneficiará cerca de 70 municípios da área de atuação da empresa no estado, de acordo com o cronograma estabelecido com as prefeituras.

Parte dos R$ 200 milhões será usada em obras de melhoria da mobilidade urbana e rural, bem como em ações que amenizem os efeitos dos períodos de estiagem. Assim, ao longo de 2020 a Codevasf realizará a pavimentação de vias; recuperação e construção de barragens; e construção de passagens molhadas, de matadouros para caprinos e ovinos e de quadras de múltiplo uso. Também serão perfurados e instalados centenas de poços, todos movidos a energia solar.

LEIA MAIS

Convênio de R$ 22 milhões para duplicar Cardoso de Sá e outras vias é assinado

Obra da duplicação da avenida Cardoso de Sá deve começar em abril

A Prefeitura de Petrolina e a Codevasf firmaram um convênio de R$ 22 milhões para obras de infraestrutura no município sertanejo. O documento assinado pelo prefeito Miguel Coelho e o superintendente Aurivalter Cordeiro garantirá recursos para a pavimentação de dezenas de ruas na cidade e a duplicação de um importante corredor de trânsito, a avenida Cardoso de Sá.

Os investimentos foram assegurados no final do ano passado em articulação do senador Fernando Bezerra e o deputado federal Fernando Filho. A verba deve permitir a pavimentação de aproximadamente 80 ruas em diversos bairros de Petrolina. A expectativa é que até maio sejam iniciadas as obras de pavimentação desse pacote de investimentos. Já a duplicação da Avenida Cardoso de Sá tem licitação prevista para abril.

Os investimentos foram assegurados no final do ano passado em articulação do senador Fernando Bezerra e o deputado federal Fernando Filho. – Crédito: Divulgação

O aporte dos recursos federais na virada do ano, segundo Miguel Coelho, é mais uma prova da articulação política que tem propiciado a Petrolina ser um canteiro de obras públicas. “Serão mais de 80 ruas e a duplicação de uma das maiores avenidas da cidade. É preciso reconhecer que essas obras foram conquistadas pela força e habilidade política do senador Fernando Bezerra e do deputado Fernando Filho. Essa mobilização tem permitido um volume de ações nunca visto na história de Petrolina”, destaca o prefeito

Responsável por arrastões nos bairros Piranga e Codevasf é preso em Juazeiro

Arma apreendida com o menor de idade.

No início da tarde dessa segunda-feira (16), policiais faziam rondas com abordagem nas proximidades do bairro Piranga, em Juazeiro (BA), quando foram acionados por populares que haviam sido assaltados. O indivíduo teria levado celulares, carteiras e dinheiro das vítimas, que descreveram como o criminoso estava.

Com as informações, a guarnição se deslocou em direção ao bairro Jardim das Acácias, quando foi informada por um Policial Militar que viu o elemento entrando no matagal por trás da Câmara de Vereadores.

Os policiais avistaram o indivíduo, que tentou se desfazer da arma jogando dentro de um cercado. O suspeito foi rendido e abordado. Após busca pessoal, a equipe policial encontrou o celular de uma das vítimas. Os policiais encontraram, ainda, a arma do suspeito com cinco munições intactas e uma munição deflagrada.

LEIA MAIS

Codevasf deve investir R$ 20 milhões para pavimentação em Petrolina

(Foto: ASCOM)

O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Marcelo Moreira, esteve em Petrolina (PE), nesta semana, para assinar uma ordem de serviço de pavimentação de vias no município.

O investimento de R$ 20,3 milhões da Codevasf vai melhorar as condições de escoamento da produção de projetos públicos de irrigação. “Os recursos são oriundos de emendas parlamentares e vão permitir a pavimentação em paralelepípedo e asfalto de mais de 40 quilômetros de vias”, destacou Marcelo.

Além disso, o diretor-presidente realizou visitas aos principais projetos públicos de irrigação da Codevasf e esteve reunido com empregados da 3ª Superintendência Regional. Parte da agenda foi cumprida juntamente com o superintendente regional em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro.

LEIA MAIS

Ministro do Desenvolvimento Regional visita Petrolina nessa segunda-feira

Novo pacote prevê pavimentação na sede e interior (Foto: ASCOM)

Logo mais às 9h30 o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, estará cumprindo agenda em Petrolina. Ele assinará convênios e ordens de serviço ao lado do prefeito Miguel Coelho (MDB), para obras de pavimentação na cidade.

A solenidade acontecerá na Fundação Nilo Coelho, no Centro e contará com a presença do presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, do senador Fernando Bezerra e dos deputados Fernando Filho e Antonio Coelho. Nesse pacote serão investidos R$ 60 milhões em pavimentação.

Serão contemplados tanto sede como interior de Petrolina. “O ministro também terá a oportunidade de ver a obra da nova superintendência regional [da Codevasf]”, destacou o senador e líder do Governo, Fernando Bezerra em um vídeo divulgado nas redes sociais.

DPU entra com pedido contra reintegração de posse em Casa Nova e Juazeiro

Defensoria entrou com pedido contra reintegração (Foto: Ascom PF)

A Defensoria Pública da União (DPU) acionou a Justiça contra a reintegração de posse realizada pela Polícia Federal na segunda-feira (25), nas cidades de Casa Nova e Juazeiro, na Bahia. O defensor público André Cerqueira foi contra a reintegração, até que um novo local para os acampados seja encontrado.

LEIA TAMBÉM:

Codevasf alega que ocupações em Casa Nova e Juazeiro trazem “grave ameaça” ao funcionamento do Projeto Salitre

Acampados relatam violência, mas PF afirma que reintegração de posse acontece forma pacífica em Casa Nova e Juazeiro

Polícia Federal realiza operação de reintegração de posse no Salitre, em Juazeiro

Na madrugada de ontem agentes da PF cumpriram uma ordem judicial, que era favorável à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). A Companhia alega que os acampamentos Abril Vermelho, em Juazeiro e Irani I e II, na cidade de Casa Nova, são prejudiciais ao desenvolvimento da irrigação local.

Os acampados alegam que a PF abusou da força, tendo inclusive efetuado disparos de arma de fogo contra dois moradores. Em nota, a polícia negou e disse que a reintegração de posse foi tranquila. (Com informações do Bahia Notícias).

Produção de famílias despejadas de assentamentos servia inclusive para Ceasa, segundo acampado

Barracos foram destruídos em cumprimento à ordem judicial.

A Polícia Federal esteve, no início da manhã desta segunda-feira (25) em Juazeiro e Casa Nova, ambas na Bahia, em uma área pertencente à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) para cumprimento de mandados de reintegração de posse. A área estava invadida por membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Segundo a Comissão Pastoral da Terra de Juazeiro, a ação da PF foi violenta, inclusive com uso de bombas de gás e spray de pimenta. Em nota, a PF rebateu e afirmou que a desocupação aconteceu de forma pacífica.

LEIA MAIS

Codevasf alega que ocupações em Casa Nova e Juazeiro trazem “grave ameaça” ao funcionamento do Projeto Salitre

Codevasf pediu reintegração desde 2012 (Foto: PF/Divulgação)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) emitiu uma nota sobre a reintegração de posse realizada em lotes de sua posse, mas que desde 2012 estavam ocupados por integrantes do Movimento Sem Terra (MST), nos municípios de Casa Nova e Juazeiro, na Bahia.

Segundo a Codevasf, os acampados do Abril Vermelho (Juazeiro) e Irani I e II (Casa Nova) entraram nas terras de forma ilegal. “Em 2019, a Companhia venceu as duas ações judiciais e requereu à Justiça Federal o cumprimento das sentenças. Assim, em setembro deste ano, os ocupantes irregulares foram notificados a se retirarem voluntariamente no prazo de 15 dias após o recebimento da notificação, que deverá ocorrer até o dia 07 de outubro“, ressalta a nota.

LEIA TAMBÉM:

Acampados relatam violência, mas PF afirma que reintegração de posse acontece forma pacífica em Casa Nova e Juazeiro

Vereador Gilmar Santos diz ter sido detido por reagir a violência policial

A Codevasf afirmou ainda que a “ocupação irregular no Projeto Salitre traz uma grave ameaça ao seu funcionamento, pois interrompeu o processo de transferência da gestão do projeto da Codevasf para o distrito de irrigação. Atualmente o déficit anual com a manutenção da infraestrutura provocada por usuários irregulares chega a R$ 5 milhões somente com custos de energia elétrica”.

Confira a íntegra da nota:

LEIA MAIS
1234