Professor Paulo Ricardo Moreira se destaca com cursos de Oratória em Petrolina

Curso de oratória tem feito sucesso em Petrolina.

Falar em público é um dos maiores medos da humanidade, segundo especialistas. E aqui no Vale do São Francisco, o radialista e professor de Oratória, Paulo Ricardo Moreira, tem se destacado com treinamentos que ajudam centenas de pessoas a perderem essa fobia e conseguirem fazer grandes apresentações em público, seja um seminário, uma palestra ou uma reunião de negócios, por exemplo.

Segundo o professor, com as técnicas corretas e a prática, é possível que qualquer pessoa consiga fazer apresentações de forma segura e atrativa para o público. “Quem se comunica bem, se destaca em qualquer ambiente. Se a pessoa tem vontade de vencer o medo de falar em público, já é o primeiro passo. Em seguida vêm as técnicas e a prática”, disse.

LEIA MAIS

Bolsonaro coloca general para comandar a Empresa Brasil de Comunicação

(Foto: Internet)

Pouco mais de um mês depois de ter tomado posse na Secretaria de Governo, o general Luiz Eduardo Ramos, decidiu nomear o general de divisão Luiz Carlos Pereira Gomes no cargo de presidente da EBC – Empresa Brasil de Comunicação. A mudança foi acertada com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e com o secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten. O general Pereira Gomes assumirá o lugar do administrador de empresas Alexandre Henrique Graziani Junior, que ocupava o posto desde fevereiro.

LEIA MAIS

Protagonismo feminino: jornalistas do Vale do São Francisco criam projeto para pautar esporte

Maria Akemi e Thamires Santos, criadoras do projeto de jornalismo esportivo. (Foto: Blog Waldiney Passos)

“O esporte sob a ótica delas”. Essa é a frase que descreve no Instagram, o projeto “Elas e os Esportes“, das jornalistas Maria Akemi e Thamires Santos. Com o objetivo de pautar esporte, o projeto pioneiro na região do Vale do São Francisco foi lançado em abril deste ano, e surgiu em meio à ausência da atuação feminina no jornalismo esportivo e do desejo de protagonizar a área ainda muito restrita aos homens.

“Uma oportunidade de dar visibilidade também a quem faz o esporte no Vale, principalmente mulheres. Não somos sexistas, quem acompanha sabe que também falamos de qualquer esporte de maneira geral. Não esquecendo do cenário nacional. Não queremos apenas falar de mulheres no esporte, queremos falar de tudo!”, explicou Thamires Santos.

Destemidamente, as jornalistas do “Elas” escolheram as redes sociais como plataforma de atuação. É pelo Instagram, Facebook e youtube, que as comunicadoras, mentoras do projeto, produzem conteúdo nos mais diversos formatos: fotografias, podcasts, vídeos, entre outros.

Nossa rotina de trabalho é corrida, ter a rede social como carro chefe do Elas foi talvez a melhor escolha que fizemos”, relatou Maria Akemi em entrevista ao Blog Waldiney Passos, ressaltando que outro diferencial do projeto é o tratamento destinado às mais diversas modalidades esportivas, como artes marciais e futebol americano, além do espaço dado ao esporte masculino. “O fato de sermos mulheres não exclui nossa vontade de tratar do esporte masculino, que aqui, vem em segundo plano”, afirmou.

LEIA MAIS

Waldiney Passos apresentará boletins diários de Petrolina para todo o estado pela TV Jornal

Waldiney Passos vai levar notícias diária de Petrolina para todo o estado.

Os radialistas Waldiney Passos e Marco Aurélio levarão os acontecimentos de Petrolina para todo o estado de Pernambuco. Eles devem apresentar boletins diários na TV Jornal, filiada ao SBT, divulgando ainda mais os acontecimentos da região. Para assitir a programação da emissora, basta acessar o site tvjornal.ne10.uol.com.br.

Assim como o blog Waldiney Passos, a TV Jornal faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, a maior fonte de notícias de Pernambuco. Sediada em Recife, a emissora também compõe o grupo JCPM, o maior de comunicação do Nordeste e que tem como presidente João Carlos Paes Mendonça. Fundada em 18 de junho de 1960, a TV Jornal é a mais antiga ainda em operação na Região Nordeste do Brasil.

23 de fevereiro é o Dia Nacional do Surdo; confira algumas dicas para respeitar a boa comunicação com essas pessoas

Nesta sexta-feira (23), é lembrado o Dia Nacional do Surdo, deficiência que afeta a fala e a audição ao mesmo tempo. A data tem o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância desta condição e de reivindicar medidas que incluam essas pessoas de forma eficiente.

A maioria dos surdos tecnicamente não são mudos (exceto nos casos em que também haja deficiência na fala), e que um surdo até pode ficar sem falar quando não faz os exercícios necessários para tornar-se um “surdo oralizado”.

A maior parte dos deficientes auditivos não são mudos, mas apenas não recebem os adequados estímulos para suprir o referencial perdido com a falta da audição, fazendo com que eles possam se tornar surdos oralizados, visto que, muitos têm voz e conseguem falar se forem estimulados por fonoaudiólogos.

Quando uma criança nasce com problemas de audição é preciso estimulá-la desde cedo para que aprenda a falar. Mesmo que essa percepção se faça tardiamente, ainda assim, as chances do aprendizado da fala são grandes.

Muitas pessoas erroneamente acreditam que o surdo-mudo vive isolado por conta de suas limitações de audição e fala, o que pode dificultar a comunicação, tanto que a doutrina no Direito Civil, somente considera que um surdo mudo somente poderia ser considerado incapaz para os atos da vida civil, se não tiver sido estimulado o suficiente para alcançar uma boa comunicação com o mundo exterior.

Os surdos-mudos podem realizar muitos tipos de atividades, basta que desenvolvam outros sentidos e que sejam estimulados. A integração dessas pessoas na sociedade é de suma importância, por isso é preciso respeitá-las e reconhecer seus direitos. Daí uma urgente necessidade de que a sociedade aprenda mais também sobre os deficientes auditivos e de fala.

Ao tratar com um surdo ou surdo-mudo, leve sempre em conta as seguintes dicas:

Não é correto dizer que alguém é surdo-mudo apenas porque ela também não fala. Muitas pessoas surdas não falam porque não aprenderam ou não lhes foi ensinado a falar. Muitas fazem a leitura labial, e podem fazer muitos sons com a garganta, ao rir, e mesmo ao gestualizar.

LEIA MAIS

V Encomum acontece neste sábado

A quinta edição do ENCOMUN – Encontro de Estudantes de Comunicação Social da UNEB – acontece entre os dias 12 e 15 de novembro, na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro (BA). Em quatro dias de evento, os participantes poderão usufruir de uma programação rica e diversa, na qual haverá espaço para um debate não só acadêmico, mas também social.

O encontro tem como tema “Comunic(ações): a vez e a voz das minorias“. O objetivo é abrir uma discussão acerca do papel dos estudantes de Comunicação – enquanto minorias – na mídia, tendo em vista que esta tem sido cada vez mais monopolizada, indo totalmente contra o conceito de democracia.

LEIA MAIS

Encontro de comunicação será realizado no final deste mês na UNEB

uneb

Além de ser totalmente gratuito, o evento é aberto à comunidade externa, e conta com palestras, debates, minicursos e atividades culturais./ Imagem da internet

O mercado das assessorias de comunicação tem ganhado espaço na última década, marcando presença no setor e abrindo novos horizontes para os profissionais que atuam nesse segmento. Os meios de comunicação se inovam e os jornalistas devem acompanhar suas transformações. Novos caminhos se alinham no campo da comunicação, sobretudo quando empreendedorismo e independência se firmam no mercado. Essas e outras temáticas estão na programação do 4º Encontro de Comunicação do Vale São Francisco (ECOVALE), que acontece entre os dias 26 e 28 de setembro de 2016, no Campus III da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), DCH-III, Juazeiro (BA).

Além de ser totalmente gratuito, o evento é aberto à comunidade externa, e conta com palestras, debates, minicursos e atividades culturais como música, exposição de pintura, artesanato, livros, etc. e exibição de documentários, com a presença de profissionais renomados e atuantes em meios de comunicação ou universidades públicas e privadas.

LEIA MAIS