Em jogo com muita chuva, Petrolina estreia com derrota na copinha

Sub-20 do Petrolina perdeu por 3 a 0 em sua estreia na competição. (Foto: Reprodução/FPF)

A Ferinha não conseguiu estrear com vitória no começo de sua história na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com um campo extremamente alagado, devido à forte chuva que caiu durante praticamente toda a partida, a equipe de Petrolina sofreu para chegar ao ataque da Ferroviária e perdeu por 3 a 0.

Na primeira etapa do jogo, quando a chuva deu uma trégua, a equipe paulista teve um pênalti marcado a seu favor. A penalidade foi convertida por Davi aos 28 minutos. Após o gol, a Ferroviária tomou de conta do jogo e os petrolinenses não conseguiram sair do seu campo defensivo.

O técnico do Petrolina, no intervalo do jogo, concedeu entrevista e falou sobre o desenvolvimento de sua equipe. “Muita chuva no início do jogo, o que dificultou um pouco a nossa chegada ao gol. Mas apesar da chuva, não ficamos muito bem posicionados no primeiro tempo e precisamos organizar isso”, disse William Lima.

LEIA MAIS

Sub-20 do Petrolina faz vaquinha para disputar Copinha em São Paulo

Ferinha tem se preparado forte para a competição. (Foto: Emerson Rocha)

Com grupo definido na próxima temporada da Copa São Paulo de Futebol Júnior, os garotos da base do Petrolina Social Futebol Clube buscam, agora, dinheiro para custear a viagem e a estadia para disputa da competição.

LEIA TAMBÉM

Petrolina cai no grupo do Palmeiras na Copa São Paulo de Futebol Júnior

Para isso, a Ferinha criou uma “vaquinha virtual” para poder arrecadar o valor necessário, que gira em torno de R$ 70 mil. Mesmo sem o título do Campeonato Pernambucano sub-20, o Petrolina conseguiu a vaga inédita na principal competição da categoria no país.

LEIA MAIS

Petrolina cai no grupo do Palmeiras na Copa São Paulo de Futebol Júnior

(Foto: Reprodução/Instagram)

Mais conhecida como Copinha, a Copa São Paulo de Futebol Júnior é o campeonato de futebol mais tradicional do país para atletas sub-20. A competição é organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF). E na próxima edição, Petrolina terá, pela primeira vez, um time representando o município na Copa.

A Ferinha Sertaneja, sub-20 do Petrolina, conseguiu a classificação para a competição nesta temporada. Os grupos foram divulgados nesta quinta-feira (28). O Petrolina ficou no grupo 17, com sede em Araraquara (SP), com Palmeiras, Ferroviária e União Rondonópolis (MT).

LEIA MAIS

Flamengo vence o São Paulo e é campeão da copinha 2018

(Foto: Internet)

A garotada do Flamengo derrotou o time do São Paulo, em jogo realizado na manhã desta quinta-feira (25), e se tornou Tetra Campeão da Copla São Paulo de Futebol Júnior.

O Rubro-Negro abriu o placar nos primeiros minutos do jogo. Pepê fez um ótimo cruzamento e Wendel marcou de cabeça. Daí em diante foi segurar a insistência do Tricolor no Pacaembu, e esperar o apito final para levantar a taça da maior e mais importante competição de futebol de base do país.

O São Paulo foi o líder do grupo 10, com três vitórias em três jogos. Depois, passou por Chapecoense (2 a 0), Botafogo-SP (1 a 0), Cruzeiro (1 a 0), Vitória (4 a 3 nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal) e Internacional (6 a 5 nas penalidades, depois de 1 a 1 no tempo normal) até chegar à final.

O Flamengo também terminou a fase de grupos na liderança de sua chave, com sete pontos. No mata-mata, passou por Elosport (5 a 0), Coritiba (1 a 0), Audax (1 a 0), Avaí (1 a 0) e Portuguesa (3 a 2).

Copinha contará com cinco representantes de Pernambuco

Assim como no ano passado, Pernambuco contará com cinco representantes na 48ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior, que começa amanhã e vai até 25 de janeiro, abrindo o calendário nacional em 2017.

Além do trio de ferro, formado por Náutico, Santa Cruz e Sport, o Central, estreante na competição, e o Porto, que acumula dez participações nos últimos 11 anos, também confirmaram presença. Este ano, a Copinha terá o número recorde de 120 equipes (oito a mais que em 2016), divididas em 30 grupos de quatro times cada, além de 29 cidades sedes.

Todos os representantes do Estado buscam fazer uma boa campanha. Ano passado, o Sport conseguiu, terminando o campeonato como quinto colocado. O Leão chegou às quartas de finais (foi eliminado pelo Cruzeiro), igualando sua própria marca de 1997, ano em que o atacante Irani marcou sete gols, e a do Santa Cruz de 1992, dos jovens Rivaldo e Válber, no melhor resultado de clubes pernambucanos na história do torneio de base mais importante do futebol brasileiro.

JC online