No dia de Combate ao Trabalho Infantil, Prefeitura de Petrolina reforça canais para denúncia

CREAS é um dos elos dessa rede (Foto: Ascom/PMP)

12 de junho é o dia escolhido para lembrar o Combate ao Trabalho Infantil. Aqui em Petrolina existe uma rede de proteção a elas, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDESDH). A pasta tem a missão de identificar as crianças e adolescentes em vulnerabilidade e dar assistência a elas.

A rede inclui apoio psicológico às vítimas. Há ainda um trabalho de assistentes sociais executados no Centro de Referência Especializado de Assistência Social, o famoso CREAS. Para se ter uma noção do problema no Brasil, em 2015 foram registradas 2,7 milhões de crianças e adolescentes trabalhando.

Para denunciar essa prática ilegal basta entrar em contato com os seguintes números: Disque 100; Conselho Tutelar R1: (87) 3862-9211; Conselho Tutelar R2: (87) 3862-2022; Delegacia Regional Trabalho: (87) 3861-1267; Ministério Público do Trabalho: (87) 3983-4800; Creas: (87) 3861-5371.

Prefeitura de Petrolina chama a atenção da população para o combate à violência e exploração sexual infantil

Além dos números de telefones disponíveis, as denuncias podem ser feitas também no CREAS.

Através da campanha nacional ‘Maio Laranja’, diversas entidades dedicam-se ao combate contra a violência sexual infantil. E neste 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, a Prefeitura de Petrolina acende o alerta a toda a população sobre a necessidade de somar esforços entre sociedade civil e poder público para proteger essas vítimas.

É necessário estar atento a mudanças bruscas de comportamento, crises de choro ou de agressividade, ou mesmo uma quietude incomum nos pequenos; estes podem ser alguns dos sinais que indicam que algo não está certo. Além disso, em meio ao isolamento, o uso da internet por essas crianças está ainda maior e com isso há uma exposição a conteúdos impróprios e uma vulnerabilidade a possíveis violadores. Por isso, a prefeitura reforça a necessidade de monitorar de perto esse acesso.

LEIA MAIS

Adolescentes assistidos pelo Creas recebem apoio de familiares durante confraternização em Petrolina

(Foto: Ascom/PMP)

Os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e são acompanhados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), equipamento vinculado à prefeitura e à Vara da Infância e da Juventude participaram do encerramento das atividades no ano de 2019 na sede da unidade. O evento contou com a participação dos responsáveis pelos adolescentes e a presença do juiz da Vara da Infância e Juventude, Dr. Marcos Bacelar.

Na ocasião, a equipe do CREAS fez uma retrospectiva das atividades realizadas durante o ano, além de sorteio de brindes para os adolescentes e seus familiares. “Nós ficamos com a sensação de dever cumprido em mais um ano de atividades. As dificuldades existem, mas conseguimos reverter e realizar muitas ações junto aos nossos adolescentes”, finaliza a coordenadora do CREAS, Idalina Araquam.

Para o juiz Marcos Barcelar, a expectativa é que a parceria entre as instituições continue fortalecendo o trabalho em prol da recuperação dos adolescentes assistidos. “O Creas vem desenvolvendo um bom trabalho no cuidado com os jovens que passam por medidas socioeducativas e esperamos que essa parceria continue no próximo ano, principalmente para que estes adolescentes possam cumprir suas medidas e possam seguir suas vidas, de olho no futuro”, afirmou Bacelar.

MP-BA identifica problemas nos Centros de Referência de Juazeiro

Falta funcionário e estrutura não é adequada, alega MP

O Ministério Público da Bahia (MPBA) identificou uma série de irregularidades nos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) de Juazeiro. De acordo com o órgão, falta espaço para atividades em grupo, há pouca acessibilidade para pessoas com deficiência e há funcionários insuficientes para atender a demanda.

Segundo o MPBA, as inspeções feitas entre 16 e 19 de setembro tinham o objetivo acompanhar a real execução de políticas de assistência social na cidade. A promotora de Justiça Rita de Cássia Rodrigues coordenou a ação junto com analistas da Central de Assessoramento Técnico Interdisciplinar (Cati), órgão do Centro de Apoio de Direitos Humanos (Caodh).

Sete centros foram inspecionados: seis Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centro-POPS) e um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Outros problemas notados foram a precariedade dos vínculos profissionais e a necessidade de maior capacitação dos funcionários, informa o MP.

Outro lado

Nós entramos em contato com a Prefeitura de Juazeiro para saber quais medidas a gestão municipal está adotando para sanar os problemas identificados pelo MP. Estamos aguardando um posicionamento do Poder Executivo.

Comissão de Direitos Humanos de Petrolina pede mais ações da Prefeitura na assistência social

Gilmar pediu mais ações na saúde de Petrolina (Foto: Blog Waldiney Passos)

Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa Plínio Amorim, Gilmar Santos (PT) reivindicou mais ações na saúde de Petrolina. O edil faz um apelo em especial à saúde mental e assistência social na sessão da última quinta-feira (12).

“O CREAS [Centro de Referência Especializado de Assistência Social] é importante para a população que sofreu algum tipo de violência e violação dos direitos. Lá se acolhe principalmente crianças, idosos e adolescentes. Identificamos que há uma necessidade de ampliação da equipe: educador, psicólogo e assistente social”, afirmou.

O pedido feito pelo teve autoria dividida com Paulo Valgueiro (MDB), que também é membro da Comissão. “Estamos solicitando que seja criada uma unidade na zona rural e que sejam ampliadas a quantidade de brinquedos, a cozinha seja melhor equipada e que a gestão municipal dê atenção a esse serviço. Temos boa parte da nossa população sofrendo negligenciamento e há muita demanda”, continuou Gilmar.

Petrolina: cena de mulher abandonada em terreno comove leitores

Leitores pedem ajuda a mulher que está abandonada próximo ao Ponto de Apoio da Gontijo (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma cena comoveu dois leitores do Blog: uma mulher deitada sozinha em um terreno baldio próximo ao Ponto de Apoio da Gontijo, em Petrolina. Ela não consegue se comunicar, está debilitada e não quis receber apoio dos cidadãos que entraram em contato com nossa Produção.

“Ela está muito fraca, chamamos a SAMU e tentamos prestar socorro. Ela não aceita, ela aparenta estar depressiva, não reage e não quis nem sair do sol”, disse uma das pessoas que tentou ajudar a mulher que ainda não teve sua identidade revelada.

Nós entramos em contato com a Prefeitura de Petrolina que acionou uma equipe do Centro de referência Especializado de Assistência Social (CREAS) para tentar localizar a mulher e prestar apoio a ela. Estamos aguardando novas informações.

Juazeiro ganha mais uma unidade do CREAS

(Foto: ASCOM)

O CREAS presta serviços especializados e continuados a indivíduos e famílias em situação de ameaça e violação de direitos promovendo a integração de esforços, recursos e meios para enfrentar a dispersão dos serviços e potencializar a ação para os usuários.

A nova sede, localizada à Rua Argentina, número 36, bairro Maria Gorete, tem melhor localização, é mais ampla e com espaços bem definidos para melhor atender aos usuários.

A partir desta sexta-feira (15), os moradores do bairro Maria Gorete podem desfrutar de um novo centro de atendimento. A solenidade contou com a presença do prefeito Paulo Bomfim, da secretária de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, Cida Gama, vereadores e demais autoridades.

 “A estrutura é muito boa e vem dar mais conforto e comodidade para o usuário, além de ser uma forma de motivar a equipe de servidores. Essa inauguração é mais uma prova de que a gestão municipal se preocupa com a comunidade e com o usuário que chega ao serviço”, ressaltou a coordenadora do CREAS, Ivânia Nascimento.

O CREAS atende indivíduos e famílias em situação de ameaça e violação de direitos oferecendo serviços especializados e continuados. Possui também um número telefônico que recebe denúncias de violação de direitos funcionando através do 0800 284 7033.

Miguel Coelho inaugura Creas no bairro Palhinhas, em Petrolina

(Foto: Divulgação)

O prefeito de Petrolina Miguel Coelho (PSB) inaugurou nesta segunda-feira (10) as novas instalações do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), localizado no bairro Palhinhas.

O novo espaço será destinado ao tratamento, mais adequado, a pessoas em situação de vulnerabilidade como crianças, mulheres e idosos vítimas de violência. O espaço oferece serviços de orientação psicológica, suporte jurídico e acompanhamento social para vítimas e familiares de alguma violação de direitos.

O local funciona Rua Riachuelo, n° 30, com atendimento de 15 funcionários e capacidade para receber cerca de 100 famílias por mês. Durante a entrega da nova sede, o prefeito Miguel Coelho ressaltou a importância do serviço funcionar em um prédio exclusivo.

“Petrolina tem cerca de um terço da população dependente de programas sociais e isso revela a dimensão de um serviço de qualidade para esse público. Desde que assumimos, soubemos da situação do Creas, que funcionava junto com outro centro, e isso acabava dificultando o trabalho das equipes de atendimento. Portanto, hoje, nós estamos não só inaugurando um prédio, mas propiciando um avanço significativo no resgate social de vítimas de violência e exploração”.

Creas de Petrolina ganhará novas instalações para aprimorar serviços à comunidade

(Foto: Internet)

Um espaço mais amplo para garantir acolhimento às pessoas que tiveram algum direito violado em Petrolina. Este é o principal objetivo do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) que ganhará novas instalações na próxima segunda-feira (10). O novo espaço será inaugurado pelo prefeito Miguel Coelho, a partir das 9h na Rua Riachuelo nº 30, bairro Palhinhas.

O serviço deixará o prédio da Avenida projetada, S/n, Vila Mocó e passará para o bairro de Palhinhas. O novo imóvel recebeu serviços de melhorias para garantir que o espaço pudesse acolher os usuários com mais tranquilidade.

O Creas atende pessoas que tiveram algum direito violado como trabalho infantil, além de crianças, adolescentes, mulheres e idosos que foram vítimas de violência física ou psicológica. O equipamento conta com cerca de 15 funcionários, entre eles, assistente social, psicólogo e advogado e tem capacidade de atender cerca de 100 famílias ao mês.

LEIA MAIS

Teresa Leitão denuncia fechamento de treze Creas pelo Governo do Estado de Pernambuco

09-14-plenario-jb-25A deputada Teresa Leitão (PT) se posicionou contra o fechamento de treze Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), pelo Governo do Estado de Pernambuco. O tema foi abordado durante pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa na tarde desta segunda-feira (5).

Teresa fez ainda um apelo ao governo para que pague os salários atrasados dos trabalhadores; atenda a proposta de reformulação apresentada pela categoria, fruto da solicitação feita pelo secretário Isaltino Nascimento e que a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) procure os prefeitos dos municípios para que se discuta como será prestada a assistência social à população.

A deputada explicou que recebeu representantes dos Creas regionais e destacou o fechamento das 13 unidades, após o rompimento do contrato do Poder Executivo com a empresa executora, em junho. Segundo ela, a medida provocou a demissão de 103 servidores.

LEIA MAIS

Caminhada chama atenção para o problema do trabalho infantil

trabalho infantil

A Secretaria de Desenvolvimento Social de Salgueiro – através do Centro de Referência Especializado em Assistência Social e do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil(PETI) –  promove a partir das 8h desta sexta (10), nas principais avenidas da cidade, uma caminhada com profissionais da Justiça, do CRAS, órgãos que trabalham com o Programa Jovem Aprendiz, alunos e educandos dos programas e serviços sociais e das escolas de Salgueiro. A concentração será na praça da Catedral e durante o trajeto serão distribuídos panfletos com trabalho educativo sobre o combate ao trabalho infantil.

Este ano, a campanha traz como tema “Nem a rua, nem o trabalho. Criança deve brincar e estudar” e tem como símbolo uma carroça e um ursinho, fazendo alusão à exploração da mão de obra infantil no carregamento de produtos, nas feiras-livres.

A caminhada termina na praça em frente à Prefeitura e conta com a animação de pernas de paus e da banda de percussão do Centro da Criança e do Adolescente.

LEIA MAIS

Semana de Combate à Homofobia é promovida em Salgueiro

homofobia
A Associação Sertão das Cores (Asserco), em parceria com a Prefeitura de Salgueiro, através da Secretaria de Desenvolvimento Social/CREAS Municipal e a sociedade civil, realiza a ‘Semana de Combate à Homofobia’ que começa em Salgueiro nesta terça-feira (17) e se estende até 06 de junho.

Com o tema: “Família também é constituída por laços homoafetivos”, a semana tem como objeto conscientizar a sociedade e os familiares a respeito da diversidade sexual, da busca na igualdade e no acesso aos direitos, e da luta contra a violência e o preconceito.

Na programação, estão previstas diversas atividades com entrevistas em rádios, blitzes com distribuição de material informativo, campeonato de futebol, torneio de futsal, palestras e coquetel. Todo o evento é gratuito.

“O nosso intuito maior da campanha desse ano é conscientizar as nossas famílias a nos aceitar e respeitar como realmente somos”, explica a presidente da Asserco, Adriana Gomes.

Com informações do Portal da Prefeitura de Salgueiro

Campanha de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes é realizada em Salgueiro

crianças

A secretaria de Desenvolvimento Social de Salgueiro, por meio do Centro Especializado de Assistência Social (CREAS), realizará nesta terça-feira (17), a culminância do projeto ‘Faça bonito, plante uma flor’, com mobilização nas escolas, palestras, apresentações culturais e panfletagem.

Às 15h, na praça Ceus Cohab serão realizadas apresentações culturais, através da modalidade artística do teatro.

No dia 18 de maio, haverá a continuidade do projeto ‘Faça bonito, plante uma flor’ que será às 9h, na praça da Prefeitura, com um pit-stop dos alunos da Escola Dom Malan e, às 16h, haverá apresentações culturais na Praça da Academia das Cidades.

LEIA MAIS