Governadores do Nordeste discutem linhas de crédito com agência francesa

Paulo Câmara destaca que tratativas visam fortalecer projetos sustentáveis e agricultura familiar.

No segundo dia da missão na Europa, os governadores do Nordeste discutiram com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) o financiamento de projetos para o desenvolvimento sustentável da região.

No encontro com a diretoria-geral da AFD, realizado em Paris, nesta terça-feira (19), os gestores trataram de linhas de crédito para investimentos principalmente nas áreas de sustentabilidade e agricultura familiar.

Caixa anuncia redução de juros do crédito imobiliário

A Caixa lidera o mercado de financiamento imobiliário, com 69% de participação no mercado.

A Caixa Econômica Federal anunciou hoje (8) redução de até 1 ponto percentual nas taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE). A menor taxa passou de 8,5% ao ano para 7,5% ao ano e a maior: de 9,75% ao ano para 9,5% ao ano. As novas taxas será válidas a partir da próxima segunda-feira (14).

A redução é válida para crédito com saldo devedor atualizado pela Taxa Referencial (TR) no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).

O SFH é voltado para os financiamentos de imóveis de menor valor e tem parte das unidades financiadas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O SFI é destinado a imóveis mais caros, sem cobertura do FGTS.

Câmara de Juazeiro aprova abertura de crédito para Executivo de R$ 35 milhões

O valor será usado para saneamento e/ou infraestrutura.

Nessa segunda-feira (07), durante sessão ordinária, a Câmara de Vereadores de Juazeiro aprovou o Projeto de Lei 3.532/2019, que prevê a autorização para o Poder Executivo Municipal contratar operação de crédito no valor de R$ 35 milhões.

De acordo com o texto aprovado, o valor só poderá ser usado para a melhoria de infraestrutura e/ou saneamento. O financiamento terá como garantia os recursos do ICMS e ou FPM.

Outra proposição aprovada, o Projeto de Lei 3527/2019 autoriza abertura de crédito adicional especial para atender ao Programa de Trabalho do Fundo Municipal de Saúde no valor de R$ 20 mil. De acordo com o Executivo, a Lei vai direcionar recursos já existentes para o Programa.

Caixa lança crédito imobiliário corrigido pela inflação

E/D. Presidente do BB, Rubem Novaes, presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, presidente Jair Bolsonaro, presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e a deputada federal Joice Hasselmann, líder do governo no Congresso Nacional

O governo federal anunciou ontem (20), em evento no Palácio do Planalto, o lançamento de uma nova linha de financiamento habitacional na Caixa Econômica Federal (CEF). Essa linha vai operar contratos habitacionais corrigidos pela inflação oficial medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mais uma taxa fixa.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, havia adiantado a medida na semana passada, sem detalhes. Na tarde desta terça-feira, no Planalto, Guimarães explicou que a nova linha, baseada no IPCA, trará taxas reduzidas e utilizará o IPCA no lugar da Taxa Referencial (TR), definida pelo Banco Central e considerada por Guimarães de baixa previsibilidade.

A nova linha traz uma taxa de 4,95% do valor financiado mais correção do IPCA. A porcentagem pode chegar a 2,95% do valor financiado para quem tem as melhores relações com o banco (ter conta no banco e apresentar baixo risco de inadimplência, por exemplo). Os valores serão corrigidos mensalmente, prestação a prestação, conforme o IPCA mais recente.

Já a linha de financiamento praticada atualmente traz uma correção de TR mais 9,75% do valor financiado. Essa porcentagem pode cair até 8,5%, sendo 8,5% para clientes com boas relações com o banco.

Prefeitura amplia linha de crédito para ambulantes cadastrados para trabalhar no São João de Petrolina

Os juros são de apenas 1% ao mês. (Foto: Divulgação)

O período mais esperado pelos vendedores ambulantes de Petrolina vem acompanhado de boas notícias. A prefeitura inova, mais uma vez, e anunciou que ampliará em até 50% a linha de credito especial para os comerciantes cadastrados na Associação de Barraqueiros e que irão trabalhar no Pátio de Eventos Ana das Carrancas. A estimativa é liberar até R$ 3 mil para cada profissional. O valor anterior era de R$ 2 mil.

Viabilizada pela Agência do Empreendedor de Petrolina (AGE), a boa nova visa aumentar os lucros e potencializar as vendas dos ambulantes. “Este ano, mais uma vez, a gestão municipal está priorizando o compromisso de alavancar o desenvolvimento econômico do município”, afirmou o diretor-presidente da AGE, Sebastião Amorim.

Prefeitura libera duas novas linhas de crédito para empreendedores e produtores rurais

A AGE oferece também empréstimos das linhas Popular.

Uma boa notícia para quem precisa de apoio para abrir uma pequena empresa ou impulsionar os negócios. Com valores que podem atingir até R$ 25 mil, a Prefeitura de Petrolina abriu duas linhas de crédito a baixos juros voltadas para o incentivo ao empreendedorismo e à produção rural. A medida já foi publicada no Diário Oficial e está à disposição dos interessados na Agência do Empreendedor (AGE).

Os recursos são destinados a empreendedores do comércio, serviços, indústria e agricultores familiares. A linha Masterplus garante empréstimos de R$ 8 mil a R$ 15 mil, com taxa de apenas 1,6% de juros ao mês. Uma das vantagens, além dos juros baixos, é que o empreendedor pode dividir em 20 vezes, com a primeira parcela podendo ser paga só depois do terceiro mês do contrato assinado.

A outra linha de crédito, Gold, varia entre R$ 15 mil e R$ 25 mil, também com 1,6% de juros ao mês. Neste caso, o empréstimo pode ser quitado em 25 meses, com a primeira parcela prevista também após três meses do contrato.

Prefeitura garante linha de crédito para mototaxistas em Petrolina

Mototaxistas participam de evento da AGE.

A Prefeitura de Petrolina, através da Agência Municipal do Empreendedor (AGE), garantiu uma linha de crédito especial para os mototaxistas da cidade, que, a partir de agora, poderão usá-lo para aquisição de novas motos.

O “Pit Stop AGE”, realizado nessa terça-feira (27), na Tenda Cultural do Bambuzinho, reuniu centenas de trabalhadores interessados em participar do projeto e tirar dúvidas a cerca da documentação necessária para aquisição da linha de crédito da Agência. A iniciativa também contou com as parcerias das revendedoras Honda e Yamaha.

Prefeitura promove melhorias no acesso ao crédito para microempreendedores de Petrolina

Para quem pretende empreender ou ampliar o próprio negócio, a Prefeitura de Petrolina traz uma boa notícia: a Agência Municipal do Empreendedor (AGE) já está ofertando um maior tempo de carência e ampliação das parcelas para o financiamento de crédito da linha Megaplus.

A inciativa faz parte de um pacote de ações da prefeitura que visa desenvolver e fortalecer os micro e pequenos empreendedores da região. A AGE também possibilita capacitação e acompanhamento do pequeno empreendedor após a liberação do financiamento.

Estou muito feliz por ter assinado a portaria nº 3 / 2018, onde foi feita uma alteração na linha Megaplus que, apesar de continuar com o mesmo valor, tem melhoria no processo de carência do empreendedor, pois, ele terá até três meses para iniciar o pagamento da primeira parcela do financiamento, além disso, conseguimos ampliar o prazo de pagamento do financiamento, que passou de dez para quinze meses, com juros de 1% ao mês. Vejo isto com uma importância muito grande, no que se refere ao fomento ao empreendedorismo no município, pelo fato de proporcionarmos uma melhor ferramenta de crédito aos empreendedores, fazendo com que eles possam administrar a aquisição dos seus produtos ou serviços”, comemorou o diretor-presidente da AGE, Sebastião Amorim.

O ponto importante que Sebastião alertou foi que para ter acesso ao programa de empréstimos, o empreendedor não pode ter pendências em órgãos de defesa de crédito (SPC, SERASA) e na prefeitura (IPTU, ISS, etc).

Linhas de crédito

Atualmente, a Agência oferece três linhas de crédito com juros de 1% ao mês. A exemplo da Popular que é até R$ 2 mil, a Plus que vai de R$ 2 mil até R$ 4 mil e com até 10 meses para quitar o financiamento. Já a Megaplus vai de R$ 4 mil a R$ 8 mil, com três meses de carência para iniciar o pagamento da primeira parcela e 15 meses para quitar o financiamento.

Câmara de Vereadores de Juazeiro aprova crédito especial de quase R$ 300 mil para SAAE

O crédito não implica em acréscimo ao valor total do orçamento.

Durante a sessão ordinária dessa terça-feira (11), a Câmara de Vereadores de Juazeiro aprovou, com 18 votos a favor e somente um contra, dois Projetos de Lei do Poder Executivo Municipal que autorizam a abertura de crédito especial para o Sistema de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) do município.

Os Projetos Nº 3.427/2018 e 3.428/2018 autorizam o Poder Executivo a abrir crédito especial no valor de R$ 225.872,94 e R$ 70.000,00, respectivamente, para contemplar despesas referentes à manutenção das atividades administrativas e atendimento comercial no esgotamento Sanitário do SAAE.

Os parlamentares Bené Marques (PSDB) e Charles Leal (PDT) não estavam presentes à sessão.

Prefeitura de Petrolina orientará pessoas com deficiência sobre acesso a crédito

(Foto: ASCOM)

Para garantir que pessoas com deficiência tenham acesso ao crédito, a Agência Municipal do Empreendedor de Petrolina (AGE), está discutindo ações que auxiliem este público a investir de forma assertiva em um negócio.

Durante encontro recente, o diretor-presidente da AGE, Sebastião Amorim, falou sobre o papel da agência e discutiu com os demais parceiros as principais atividades que serão desenvolvidas no intuito de garantir a inclusão das pessoas com deficiência às linhas de crédito da AGE, além de todo acompanhamento técnico de consultorias.

“É uma preocupação da gestão municipal, desenvolver ações que garantam o direito à cidadania e promovam a acessibilidade. E esta parceria é de fundamental importância para o trabalho que estamos desenvolvendo aqui na AGE. É importante também dizer que, além de oferecermos linhas de financiamento para o microempreendedor, a AGE é uma referência no atendimento direto aos informais, apoiando para a formalização com capacitações e consultorias para uma melhor administração do negócio”, relatou Sebastião.

Governo vai liberar crédito extraordinário para intervenção no Rio de Janeiro

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O presidente Michel Temer reuniu-se com ministros na noite deste domingo (18) no Palácio da Alvorada, em Brasília, para tratar do tema segurança pública. Na saída da reunião, o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, disse que o governo irá liberar um crédito extraordinário para a intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro. Também serão liberados mais recursos para o Ministério Extrordinário da Segurança Pública. O ministro afirmou que ainda não foram definidos os valores, nem as fontes do Orçamento que serão usadas.

“Ficou encaminhado da seguinte maneira: nós teremos para o Rio de Janeiro um crédito extraordinário, cujos valores ainda estão sendo levantados pelo Ministério da Segurança Pública e pelo interventor.  Deveremos ter isso até o final desta semana enviado ao Congresso Nacional”, disse.

“Além disso, teremos recursos para o Ministério da Segurança Pública nas suas atividades e para implementar sua política junto aos estados e ao sistema de segurança pública. Será feito através de um projeto de lei de crédito especial que também será enviado até o final da semana. As fontes desse crédito extraordinário ainda não foram completamente definidas. Estaremos nos próximos dias elaborando as fontes dentro do Orçamento que serão remanejadas para atender a essa demanda da área de segurança”, informou.

Participaram do encontro os ministros Extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann; da Justiça, Torquato Jardim; do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira; da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco; da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha; e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Sérgio Etchegoyen.

Idosos a partir de 60 anos com conta na Caixa ou BB receberão crédito do PIS/Pasep nesta segunda

Idosos a partir de 60 anos que tenham conta ou poupança individual na Caixa ou no Banco do Brasil receberão na noite desta segunda-feira (22) crédito automático do PIS/Pasep.

Para os idosos acima de 60 anos que não são clientes desses bancos, o saque estará disponível a partir da quarta-feira (24).

Tem direito aos recursos do fundo de cotistas o trabalhador do setor público ou privado que tenha contribuído para o PIS ou Pasep até 4 de outubro de 1988 e que não tenha feito o resgate total do saldo.

Em agosto, o presidente Michel Temer assinou a MP 797/2017 prevendo a liberação de saque para homens a partir de 65 anos e mulheres a partir de 62 anos. O texto perdeu a validade no dia 21 de dezembro, sem ter sido votado pelo Congresso Nacional. Por isso, entrou em vigor a nova MP que traz a idade mínima de 60 anos, tanto para homens quanto para mulheres.

Durante a validade da MP anterior, o pagamento dos recursos seguiu um outro calendário estipulado pelo governo, que teve três lotes, começando em outubro por quem tem a partir de 70 anos, depois para aposentados e então para homens com idade a partir de 65 e mulheres a partir de 62 anos, em novembro. De acordo com o Ministério do Planejamento, os pagamentos que já tinham sido liberados pela MP anterior foram retomados em janeiro.

Ainda segundo o ministério, a nova etapa de saques contempla 3,2 milhões de cotistas do PIS e do Pasep e um valor de R$ 5,6 bilhões.

A liberação do PIS/Pasep para idosos faz parte da agenda positiva do governo Michel Temer, que enfrenta baixa popularidade. A medida é similar ao saque das contas inativas do FGTS, que injetou neste ano cerca de R$ 44 bilhões na economia.

Crédito deve crescer após dois anos de retração

Depois de dois anos ladeira abaixo, o crédito no Brasil deve voltar a crescer em 2018. A expectativa se deve à queda no endividamento das famílias e, consequentemente, na trégua na inadimplência, o que contribui para aumentar o apetite dos bancos para emprestar.

O cenário mais benigno da economia brasileira, com juros e inflação em patamares mais baixos, deve permitir, segundo executivos de bancos, que o crédito cresça entre 4,5% e 8,0% no próximo ano, isso tanto para pessoa física quanto para empresas

O movimento se dará apesar de 2017 terminar sem solução do ponto de vista fiscal, com a votação da reforma da Previdência adiada, e da agenda das eleições. “De fato, os bancos estão otimistas em relação aos empréstimos ao consumidor”, avalia o analista do Deutsche Bank, Tito Labarta. Ele atenta, porém, para o fato de que as eleições presidenciais devem trazer volatilidade. Para Labarta, o saldo de empréstimos pode crescer ao redor dos 6% em 2017 e 8% em 2019.

Mas, em geral, os analistas que acompanham o setor bancário estão mais contidos. Casas como Credit Suisse, BB Investimentos e Bradesco esperam que os empréstimos cresçam mais perto dos 4,0%, mesmo caso da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Isso porque, embora os bancos esperem compensar com volume a redução das margens por conta dos juros baixos, o temor de aumento futuro de inadimplência, lembra o executivo de uma grande instituição, faz com que o apetite, ainda que maior, continue seletivo.

Segundo as projeções divulgadas na semana passada pelo Banco Central (BC), o saldo de crédito total deve crescer 3% no próximo ano, puxado pelas pessoas físicas. Enquanto os empréstimos para indivíduos devem se expandir em 7,0% no próximo ano. Para pessoas jurídicas, a autoridade monetária espera queda de 2%.

Escassez de crédito ameaça pequenas construtoras em Petrolina, diz Odacy Amorim

ENTRAVE – Segundo deputado, Banco Central baixou determinação para que Caixa restringisse financiamentos, fato que tem prejudicado venda de imóveis. Foto: Roberto Soares

Restrições para a concessão de financiamentos imobiliários pela Caixa Econômica Federal têm provocado prejuízos a empresários da construção civil de Petrolina, no Sertão do São Francisco. O fato foi levado à tribuna da Assembleia Legislativa pelo deputado Odacy Amorim (PT), nesta quarta (25).

O parlamentar afirmou existirem cerca de 150 pequenas empresas de engenharia na cidade, pouco mais de 50 delas integrantes de uma associação que reúne negócios do setor e que tem alertado para a situação. Segundo relatou o petista, o estoque de imóveis prontos e que não encontram compradores, somente entre os membros da associação, é de aproximadamente 600 casas.

Uma determinação do Banco Central para que a Caixa limite a oferta de crédito seria o principal entrave. Sem financiamento, interessados não fecham novos contratos e os imóveis concluídos se acumulam. “Isso deve estar se repetindo em todas as cidades do Estado e ameaça muitos postos de trabalho. Só em Petrolina, calcula-se que existam cinco mil empregos ligados às pequenas construtoras”, lamentou o deputado.

Amorim deixou apelo ao Ministério das Cidades, responsável pelo programa de moradias populares Minha Casa Minha Vida, para que interceda em favor dos empresários. O órgão é chefiado pelo deputado federal pernambucano licenciado Bruno Araújo (PSDB). “Neste momento da economia, é importante nos preocuparmos com os empregos e espero que o ministro tenha essa sensibilidade. Temos bons construtores, pessoas sonhando com a casa própria, e o Governo Federal tem um papel importante na questão.”

Governo vai pedir crédito extra de R$ 102 mi para retomar emissão do passaporte

(Foto: Arquivo)

O governo federal informou que enviará hoje (28) ao Congresso Nacional projeto de lei propondo abertura de crédito suplementar acima de R$ 102 milhões para o Ministério da Justiça regularizar os pagamentos para emissão de passaportes.

A Polícia Federal (PF) suspendeu ontem (27) a confecção de novos passaportes a partir das 22h dessa terça-feira (27). De acordo com nota da PF, a suspensão ocorre por causa da “insuficiência de orçamento destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem”.

Conforme nota divulgada hoje pelo Ministério do Planejamento, como a abertura do crédito é urgente, a Comissão Mista de Orçamento pode votar o projeto ainda nesta semana e o Congresso Nacional, na próxima semana. “A abertura de crédito suplementar no orçamento só pode ser feita via projeto de lei e não medida provisória”, diz a nota do ministério. 

12