Composição do jogador juazeirense Daniel Alves ganha clipe em iniciativa da ONU

Além de ser o jogador mais premiado da história do futebol, a frente até mesmo de Pelé e o saudoso Maradona, o juazeirense Daniel Alves ou Dani Alves como gosta de ser chamado, agora desponta também como compositor. O Jogador do São Paulo está participando do projeto Verificado, iniciativa global da Organização das Nações Unidas (ONU) que desenvolve ações em resposta à Covid-19 com foco em ciência, soluções e solidariedade, encerra o ano unindo 16 artistas consagrados de diversos estilos.

A música “Avião”, composição inédita de Dani Alves, Afonso Nigro, Milton Guedes e Mauricio Monteiro está sendo lançada nas redes sociais da ONU Brasil neste segunda-feira (28) reunindo um time de peso como Afonso Nigro, Alejandro Sanz, Carlinhos Brown, Daniel, Di Ferrero, Fábio Jr., Kaê Guajajara, Marcos & Belutti, Nando Reis, Roberta Miranda, Rodrigo Faro, Rogério Flausino, Sandra de Sá, Tiago Abravanel e Vitor Kley.

A composição mostra que quando trabalhamos juntos é possível construir um futuro melhor, superando os desafios que a pandemia pelo novo coronavírus instaurou.  E prova como são importantes nesses momentos a união e a cooperação global. click no Link para ver o clipe. http://bit.ly/MusicaAviao

Estátua de Daniel Alves vira meme e repercute na imprensa nacional

Léo Santana (dir.) é o autor da obra (Foto: Ascom/PMJ)

Daniel Alves é o atleta brasileiro com mais títulos em sua carreira. Ele supera até mesmo Pelé. Atleta do São Paulo e da Seleção, o juazeirense foi homenageado na sua cidade natal, na terça-feira (8). Mas a estátua em tamanho real acabou virando meme e repercutiu na imprensa nacional.

O assunto foi destaque no Globo Esporte e no portal UOL. O motivo? A falta de similaridades entre o monumento e o jogador. Comentários nas redes sociais chegam a estátua com Padre Cícero. Nos grupos de WhatsApp da região, há quem enxergue o treinador Baé e até mesmo o pai de Daniel.

Artista responsável pela obra, Léo Santana  afirmou ter se baseado em fotografias. “Costumo retratar pessoas que já faleceram e essa é uma das poucas pessoas vivas que retratei. Infelizmente não foi pessoalmente, mas ele tem um enorme número de fotos, então foi fácil de trabalhar“, disse ao Globo Esporte.

Escultura do futebolista Daniel Alves é inaugurada na Orla II de Juazeiro

Irmãs de Daniel Alves e o prefeito Paulo Bomfim. (Foto: Ascom/PMJ)

A solenidade de inauguração foi realizada na manhã desta terça-feira (08), com a presença do prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, o escultor Léo Santana, autor a obra e duas irmã de Daniel, Lucy e Lucivânia Alves.

O jogador mais premiado na história do futebol mundial, com 42 títulos, ficará imortalizado em um dos cartões postais da cidade,

Irmã do atleta homenageado, a esteticista Lucy Alves demonstrava alegria e satisfação durante o evento. “Essa é uma homenagem muito merecida, porque Daniel é especial, ele representa muito bem a cidade. Por onde vai, fala de Juazeiro. Sentimos um orgulho muito grande dele, de tudo o que representa para a família e para o povo de sua cidade”, disse.

O prefeito Paulo Bomfim comentou sobre a importância da obra. “Demonstramos respeito ao jogador, agregando à nossa cultura e fomentando o turismo. A homenagem ao jogador mundialmente reconhecido, Daniel Alves, é também um investimento para a cidade de Juazeiro da Bahia. Contamos com o cuidado das pessoas, para que a escultura permaneça intacta e seja mais um motivo de visitação à nossa cidade”, conclui Bomfim

Daniel Alves será homenageado nesta nesta-terça em Juazeiro

Daniel Alves. (Foto: AFP/CBF)

O jogador com mais títulos oficiais na história do futebol mundial será homenageado pela prefeitura de Juazeiro nesta terça-feira (8), com uma escultura produzida pelo artista plástico Leo Santana. A obra de arte está afixada na Orla 2 da cidade, próximo a Academia da Saúde e está prevista para ser inaugurada às 8h30. Não há informações se o jogador do São Paulo estará presente.

Nascido no Vale do Salitre, zona rural Juazeiro, Daniel Alves foi levado para o Bahia pelo o ex-técnico do Juazeiro Social Clube, José Carlos Queiroz, onde se tornou profissional.  De lá foi transferido para o Sevilla da Espanha, de depois para o Barcelona, onde ganhou boa parte de seus 42 títulos.

Para o prefeito Paulo Bomfim, esta uma homenagem mais que merecida. “Essa é uma homenagem justa, Daniel Alves merece o reconhecimento, pois se empenhou para alcançar o sucesso e levou o nome de Juazeiro, a nossa cidade, para ser conhecida mundialmente”, afirma Bomfim.

Carro do jogador Daniel Alves é roubado dentro de estacionamento em São Paulo

(Foto: Internet)

Na noite da última terça-feira (11), o jogador Daniel Alves teve o carro roubado dentro de um estacionamento, na região de Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo, o veículo se tratava de uma Mercedes Benz GLE40.

LEIA MAIS

Vereadores aprovam Título de Cidadão Petrolinense para Daniel Alves

Daniel Alves foi contratado recentemente pela equipe do São Paulo. (Foto: Internet)

Nesta terça-feira (13), os vereadores de Petrolina, durante sessão ordinária na Câmara Municipal, aprovaram, por unanimidade, o Projeto de Decreto Legislativo n° 041/2019, de autoria do vereador Zenildo Nunes, que concede Título de Cidadão Petrolinense ao jogador de futebol Daniel Alves.

O futebolista, atualmente na equipe do São Paulo, é considerado pela FIFA como o melhor lateral direito do mundo. Dani Alves soma passagens pelas equipes do Bahia, Sevilla, Barcelona – onde passou a maior parte de sua carreira, Juventus, Paris Saint-Germain e a Seleção Brasileira.

LEIA MAIS

Daniel Alves deve receber Título de Cidadão Petrolinense

Atleta nascido em Juazeiro deve receber homenagem em Petrolina.

Nesta terça-feira (06), os vereadores de Petrolina devem votar, durante a sessão ordinária, na Câmara Municipal, o Projeto de Decreto Legislativo n. 041/19, que prevê a concessão do Título de Cidadão Petrolinense ao jogador da seleção brasileira de futebol masculino Daniel Alves. A homenagem é de autoria de Zenildo Nunes.

O atleta é o jogador com mais títulos na história do futebol mundial. Natural de Juazeiro (BA), Dani Alves, como é chamado pelos colegas de clube, já é o melhor lateral direito do mundo, segundo prêmio da Fifa que, anualmente, elege os onze melhores da temporada mundial. Na última Copa América, foi considerado o melhor jogador do campeonato.

Por Copa, Daniel Alves muda planos e volta ao Brasil após 17 anos

O São Paulo anunciou a contratação do lateral Daniel Alves Foto: São Paulo/Divulgação / Estadão

Há um mês e meio, Daniel Alves falava que tinha “outros objetivos” antes de voltar a atuar no Brasil. Porém, os planos do lateral-direito de 36 anos mudaram principalmente por conta do sonho de disputar a Copa do Mundo de 2022. Sem receber alguma proposta que o agradasse de clubes europeus, ele resolveu aceitar o projeto do São Paulo e assinou contrato justamente até o fim de 2022.

Quando estava na disputa da Copa América, Daniel Alves foi questionado sobre a possibilidade de voltar ao Brasil. Na ocasião, ele falou sobre o carinho por São Paulo, seu time do coração, e Bahia, onde começou a carreira, mas ressaltou que ainda tinha o objetivo de atuar no exterior.

“Eu nunca digo ‘não’ às coisas por que você não sabe o que a vida prepara. O São Paulo é meu time, o meu pai torce para o Palmeiras, não pode misturar isso senão dá confusão em casa. Torci bastante pelo São Paulo no tempo do Telê, que Deus o tenha. E o Bahia, pelo que construí aqui, seria uma forma de agradecimento voltar para encerrar (…)Pretendo outras coisas na minha vida, tenho outros objetivos, não digo maiores, para não pensarem que estou menosprezando os clubes que gosto. Mas acredito que tenho desafios que quero viver e mostrar para outros atletas que eles é que têm que decidir quando começa e quando acaba. Eu que vou decidir, não vai ser o futebol que vai me mandar para casa”, disse o lateral em entrevista coletiva no dia 16 de junho.

Daniel Alves estava livre no mercado desde junho, quando acabou seu contrato com o Paris Saint-Germain, da França. Aos 36 anos, ele buscava um contrato longo de algum time europeu de ponta que disputasse a Liga dos Campeões. Também recebeu ofertas de clubes da China e do Catar que não empolgaram. Enquanto isso, o São Paulo monitorava a situação e adotava cautela. O clube tricolor avançou nas negociações comandadas pelo executivo de futebol Raí, e o lateral aceitou voltar a atuar no Brasil após 17 anos.

O São Paulo será o quinto clube de Daniel Alves, que realizará o sonho de jogar no seu time de coração. Ele iniciou a carreira no Bahia e ficou 17 temporadas na Europa: Sevilla e Barcelona, da Espanha, Juventus, da Itália, e Paris Saint-Germain, da França.

“Eu poderia ter escolhido qualquer lugar para jogar, mas eu escolho voltar para o Brasil. Pelo meu país, pelo meu povo, pelo meu clube de coração. É irreal, mas estou aqui”, afirmou Daniel Alves no vídeo do anúncio produzido pelo São Paulo.

Daniel Alves fechará o elenco do São Paulo para o restante de 2019. A chegada de um lateral-direito era pedida pelo técnico Cuca havia meses. Neste meio de temporada, o clube já tinha contratado o atacante Raniel.

“É algo que realmente me deixa muito feliz”, diz Daniel Alves ao ser comunicado sobre homenagem da prefeitura de Juazeiro

Prefeito Paulo Bomfim recebe Daniel Alves no Paço Municipal de Juazeiro (Foto: Ascom/PMJ)

O prefeito de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim (PCdoB), recebeu na manhã desta sexta-feira (26), a visita do craque juazeirense Daniel Alves, que estava acompanhado de familiares e amigos. De férias na cidade natal e à espera de fechar contrato com novo clube após encerrar vínculo com o clube francês PSG, o capitão da Seleção Brasileira, de 36 anos – campeão da última Copa América – foi recebido com entusiasmo pelo gestor do município e demais conterrâneos.

Paulo Bomfim agradeceu a visita e aproveitou para informar ao jogador sobre a homenagem que lhe será conferida pela Prefeitura Municipal. “É uma alegria e honra receber o maior vencedor do futebol internacional, nosso querido e vitorioso juazeirense Daniel Alves. Não podia perder a oportunidade de informá-lo e também anunciar ao mundo inteiro que nós vamos homenageá-lo com uma escultura em tamanho real para que o seu legado no futebol seja eternizado no lugar onde ele nasceu. Nada mais justo por tudo o que Daniel representa para o esporte e por sempre exaltar o nome de Juazeiro”, frisou o prefeito.

LEIA MAIS

Um matuto na Copa: conheça a história de Carlos Humberto, jornalista do Vale que está cobrindo a Copa América

Carlos Humberto reencontrou Daniel Alves durante cobertura da Copa América (Foto: Agência CH)

Salvador é uma das cidades sede da Copa América de 2019 e um jornalista com os pés em Juazeiro (mas nascido em Barro Vermelho, Curaçá) está na capital cobrindo a mais antiga competição entre nações do futebol. Carlos Humberto é ex-jogador de futebol, também foi presidente do Juazeiro e hoje é jornalista. Formado na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), o economista contou ao Blog Waldiney Passos como está sendo sua rotina durante a Copa América.

“Eu estou na capital baiana desde o dia 13, quando recebi colete para acesso ao campo e cartão para acesso à Zona Livre, onde acontecem as entrevistas após os jogos. A rotina basicamente é acompanhar a programação das seleções que estão na cidade – treinos e coletivas. Ainda não decidi se vou viajar para outra sede. Não tenho patrocínio, sou eu que banco as despesas”, disse.

Mais uma cobertura no currículo

Essa já é a terceira Copa de Carlos Humberto. Em 2013 ele esteve na Copa das Confederações e no ano seguinte, na Copa do Mundo, ambas em Salvador, através do projeto da UNEB chamado Chuteiras Fora de Foco enquanto era estudante em sua segunda graduação (primeiro ele se formou em Economia e depois realizou o sonho de ser jornalista). Diferentemente das edições anteriores, agora o jornalista vai a outra competição internacional formado e sendo referência no jornalismo esportivo do Vale.

LEIA MAIS

Juazeirense Daniel Alves será capitão do Brasil na Copa América

Atleta nascido em Juazeiro substituirá Neymar como capitão

Atleta que mais ganhou títulos na história do futebol, o lateral-direito Daniel Alves será o capitão da Seleção Brasileira na Copa América. O juazeirense foi escolhido por Tite, após Neymar ter se envolvido em uma polêmica na França.

Daniel já exercerá o posto de liderança no amistoso do dia 5, contra o Catar, em Brasília. A passagem da braçadeira de capitão de certa forma é uma punição a Neymar, camisa 10 da Seleção. O atacante foi destaque internacional por ter agredido com um soco um torcedor rival, após a final da Copa da França na qual o PSG foi derrotado pelo Rennes.

Tite chegou a ser questionado sobre a braçadeira durante a convocação para a Copa América, mas evitou comentar diretamente o fato. Ausente na Copa do Mundo da Rússia por lesão, Daniel era cotado para liderar o time e agora retomará seu posto na equipe.

Famosos se unem a corrente de solidariedade e pedem doações para jovem Arthur

(Foto: Reprodução/Internet)

A história de Arthur Brandão, garoto de Petrolina que está internado no Recife (PE) realizando tratamento contra leucemia ganhou as redes sociais nos últimos dias. Familiares e amigos se uniram em uma corrente de solidariedade e estão pedindo doações de sangue para o menino.

Arthur foi diagnosticado com Leucemia Promielocítica Aguda (LPA) e está em tratamento desde o dia 11, por isso a necessidade de doação de sangue. Famosos como o cantor Batista Lima e o jogador de futebol Daniel Alves se uniram a campanha e utilizaram suas redes sociais para pedir doações.

Daniel que está na região de férias fez um vídeo e pediu ajuda. “Estou fazendo a minha parte, convido a todos vocês para fazer a sua também. A gente está aqui para ajudar”, disse no vídeo.

As doações podem ser feitas no HIENE, na Rua Tabira, nº 54, Boa Vista, Recife, de segunda a sábado. Basta fornecer o nome completo do paciente: Arthur Augusto Amorim Brandão e fornecer o nome do hospital no qual ele se encontra, UTI Pediátrica do Hospital Real Português.

Fora da Copa, Daniel Alves afirma que “alma está em paz”

O lateral-direito do PSG e da seleção brasileira, Daniel Alves se pronunciou pela primeira vez após o anúncio do seu corte da Copa do Mundo 2018. O juazeirense se lesionou na semana passada e não terá condições de representar o Brasil na competição em junho.

Através de suas redes sociais, Daniel Alves emitiu um comunicado, no sábado (12), afirmou que sua “alma está em paz” e agradeceu pelas mensagens enviadas pelos fãs. “Pode ser que meu ego esteja um pouco sentido, mas a minha alma está em paz porque eu tentei fazer sempre o meu melhor. Confio muito nesse grupo, porque esse grupo sempre dá o melhor de si quando se junta, quando trabalha. Tenho certeza que vai dar tudo certo, já deu tudo certo”, disse.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) oficializou o corte do lateral na sexta-feira (11), após o médico da seleção dar o diagnóstico foi de que o lateral deve retornar a campo daqui seis meses. A possibilidade de cirurgia ainda não foi descartada.

Confira a íntegra do comunicado feito pelo juazeirense:

LEIA MAIS

Coordenador de Seleções da CBF lamenta lesão do juazeirense Daniel Alves que o impede de ir a Copa do Mundo

Edu Gaspar fala sobre situação de Daniel Alves durante coletiva em Paris. (Foto: Colin Vieira)

O juazeirense Daniel Alves está fora, do que seria, sua terceira Copa do Mundo. Após o anúncio oficial de que Daniel não jogará pelo Brasil na Rússia, o coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, apareceu para falar ao lado do médico Rodrigo Lasmar, em coletiva nesta sexta-feira em Paris. Ele destacou que, apesar da dor por perder a chance de disputar sua terceira Copa, Daniel Alves mandou uma mensagem de otimismo para o grupo que será convocado na próxima segunda-feira.

“Ele me mandou uma mensagem muito legal, para levar uma boa energia. Não perdemos só o Daniel jogador. Perdemos um líder, um grande campeão,” disse Edu.

LEIA MAIS

Lesão de Daniel Alves não é grave e jogador poderá participar da Copa do Mundo

A lesão do juazeirense Daniel Alves preocupou o treinador Tite e os companheiros de seleção brasileira. Mesmo com o susto, o lateral não precisará ser submetido a cirurgia. A informação foi confirmada nessa quarta-feira (9), após exames médicos.

Daniel Alves sofreu um estiramento no ligamento colateral do seu joelho direito. Com isso, o jogador deve ficar de repouso pelo menos três semanas. Mesmo assim o lateral-direito poderá ser convocado por Tite, mas perderá a estreia do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, no dia 17 de junho.

“Após o traumatismo do joelho direito de Dani Alves, que ocorreu ontem durante a final da Copa da França, os exames realizados hoje mostraram uma alta desinserção do ligamento cruzado anterior com entorse póstero-externo. Sua condição requer um mínimo de três semanas de cuidados antes de nova avaliação”, informou a assessoria do lateral-direito.

O jogador se lesionou na terça-feira (8), durante a final da Copa da França, entre PSG e Les Herbiers. Para a posição de Daniel Alves, Tite tem observado como possíveis opções ao titular do setor. Danilo, do Manchester City e Fagner, do Corinthians, que também está lesionado.

12