Prefeitura de Petrolina responde a apelo de moradores do bairro Pedra Linda

(Foto: Whatsapp)

Nesta terça-feira (24) moradores do bairro Pedra Linda, em Petrolina, entraram em contato com o blog Waldiney Passos, pedindo providências em relações a outros dois moradores da rua 12, que alimentam e dão banho em animais de grande porte, como jumentos, em cima das calçadas de suas residências.

Segundo os denunciantes, os infratores são dois homens, um por nome de José Rodrigues Filho, cujo apelido é Neguim da Carroça, e o outro é conhecido apenas por Bruno.

Segundo os vizinhos, essas atitudes têm causado mal cheiro, proliferação de moscas e sujeira na rua. Os moradores informaram que procuraram resolver a situação através do diálogo, mas os donos dos animais gritam que quem manda lá são eles e que os funcionários da Vigilância Sanitária são todos amigos e que não se importam com o que eles fazem.

Nós procuramos a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Município, que informou o seguinte:

Nota da Secretaria de Saúde

“A Prefeitura de Petrolina informa que as pessoas podem registrar denúncias de criação irregular de animais na Agência Municipal de Vigilância Sanitária, através da Ouvidoria Municipal, no número 156. É importante destacar que, devido à pandemia do coronavírus, as equipes da Vigilância estão desenvolvendo um importante trabalho de fiscalização, junto a outros órgãos municipais e o atendimento pode não acontecer imediatamente. Ressalta-se, no entanto, que a formalização da denúncia é fundamental para as ações de fiscalização no município.”

Moradores do bairro Pedra Linda, em Petrolina, alimentam e banham animais na calçada de casa e ação incomoda vizinhos

(Foto: Whatsapp)

Moradores do bairro Pedra Linda, em Petrolina, entraram em contato com o blog Waldiney Passos pedindo providências em relações a outros dois moradores da rua 12. Segundo os denunciantes, dois homens, um por nome de José Rodrigues Filho, cujo apelido é Neguim da Carroça, e o outro conhecido apenas por Bruno estão causando mal-estar na vizinhança.

De acordo com informações, os dois homens alimentam e dão banho em seus jumentos em cima da calçada de suas residências. Segundo o vizinhos, essas atitudes tem causado mal cheiro, proliferação de moscas e sujeira na rua.

Os moradores alegam que procuraram resolver a situação através do diálogo, mas os donos dos animais gritam que quem manda lá são eles e que os funcionários da Vigilância Sanitária são todos amigos e que não se importam com o que eles fazem.

Nossa produção tentou contato com a Vigilância Sanitária na tarde desta terça-feira (24), mas não obtivemos êxito. Porém, a prefeitura disponibiliza o número 156 para denúncias.

Após denúncia da prefeitura, MPPE classifica fake news de petrolinense sobre infecção do coranavírus como criminosa

As notícias falsas sobre o Coronavírus (Covid-19) em Petrolina (PE) chegaram ao conhecimento do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e do Ministério Público Federal (MPF). Estão sendo divulgadas, nas redes sociais Whatsapp e Instagram, fake news que inventam casos inverídicos de pessoas infectadas pelo vírus e que estariam sendo ocultados pelas autoridades locais.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura de Petrolina desmente informação sobre confirmação de coronavírus na cidade

A promotora de Justiça Ana Paula Cardoso alerta que não há caso algum de infecção por coronavírus confirmado no município e que as fake news só geram pânico na população. “O MPPE e o MPF mantêm contato diário com a Secretaria Municipal de Saúde, acompanhando os boletins epidemiológicos locais. Até então, não foi confirmado qualquer caso do Covid-19”, salientou.

LEIA MAIS

Descaso: homem cai de ponte e população juazeirense chama a atenção para falta de infraestrutura e ocorrência de acidentes na BR-407

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um acidente ocorrido na noite do último sábado (14), na rodovia Lomanto Júnior, trecho da BR-407, em Juazeiro (BA), deixou um ciclista ferido. Segundo informações de testemunhas, o homem teria caído da ponte que corta o canal do bairro Alto do Alencar.

“O rapaz quase morre afogado, muito mato, inseto. A malhada que corta o Alto do Alencar não tem iluminação, a ponte não tem guard rail, assim como a ponte do canal. Sem falar na situação dos canais, estão largados, onde concentra mais população, a obra não começa por aqui, começa por onde tem pouca gente”, disse um denunciante.

LEIA MAIS

Candidata aprovada em seleção da Educação não consegue assumir vaga; Prefeitura de Petrolina explica situação

Ela foi aprovada, convocada e quer sua vaga (Foto: Ascom/PMP)

O Blog foi procurado por uma leitora, que preferiu não ser identificada, para averiguar uma demanda da Educação. Ela fez a última seleção simplificada para o preenchimento das vagas nas unidades CMEIs e Novas Sementes de Petrolina. Aprovada e convocada, ela no entanto, não conseguiu assumir seu posto por conta do período de resguardo.

A convocação saiu oito dias após ela ter dado à luz. Mesmo com pouco tempo, ela procurou o setor de Recursos Humanos da Secretaria de Educação com o intuito de assumir a vaga. “Perguntei como ficaria porque ainda estava de resguardo, eles falaram que eu teria direito a minha vaga e tiraria quatro meses de licença e precisava assinar um documento comprovando que estava de licença pra garantir minha vaga. Com três dias depois me ligaram dizendo que eu não teria mas direito e que teriam colocado outra pessoa no meu lugar”, contou.

Unidade está sem profissional

Ela conta ainda que, apesar da resposta dada pelo setor competente de que alguém assumiu sua função, a unidade – localizada na zona rural – está com profissionais em falta, resultado inclusive na liberação mais cedo dos estudantes. “Passei, a vaga era minha, fui chamada pela convocação. Estou disposta a a trabalhar“, desabafou.

Em nota, a Prefeitura de Petrolina informou que busca solucionar essa demanda o mais rápido possível. “A Secretaria Municipal de Educação orienta que a profissional retorne ao setor competente para que o caso seja solucionado o mais breve possível. O órgão ressalta que o edital da seleção temporária previa comparecimento imediato dos candidatos convocados pela SEDUCE para início das atividades em unidades da sede e interior do Município, conforme a necessidade da Administração Pública”, pontua a nota.

Morador cobra solução para resto de material abandonado no Terras do Sul

Terreno está sendo usado como depósito de obras (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O resto de material usado em uma obra, supostamente executada pela Prefeitura de Petrolina no bairro Terras do Sul está deixando a comunidade incomodada. O problema da foto acima foi registrado na Rua 3, próximo à Igreja Assembleia de Deus, vizinho a ruas pavimentadas há alguns meses.

O serviço foi concluído, contudo, as equipes largaram o resto da obra em um terreno. “Já são mais ou menos três mês que as obras foram finalizadas e os entulhos estão aqui ainda jogados trazendo insegurança por conta dos morros de entulhos e isso incentiva outras pessoas a virem aqui jogar materiais”, desabafou um morador do bairro.

Nossa equipe entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina, porém, até a conclusão dessa matéria não tivemos resposta. O espaço do Blog segue aberto aos esclarecimentos.

Por falta de anestesista, Hospital Universitário remarca cirurgia de jovem com fraturas na face e família reclama

(Foto: Internet)

No dia 28 de fevereiro, o Blog Waldiney Passos mostrou trouxe à tona a angústia de dona Aparecida Silva, mãe de Cícero Vitor da Silva, paciente do Hospital universitário, que aguarda a realização de um cirurgia há 20 dias, para a reparação de três fraturas na face, ocasionadas por uma ação de espancamento, na qual o jovem foi vítima.

LEIA TAMBÉM

Mãe de paciente do Hospital Universitário cobra urgência na realização de cirurgia do filho 

Aparecida relatou, na época, que o filho ficou internado durante três dias no HU, teve alta no dia 18 de fevereiro, quando foi informado que sua cirurgia havia sido marcada para o dia 2 de março. Devido às dores que Cícero estava sentindo, a mãe cobrou agilidade na realização da cirurgia, porém o Hospital informou que não tinha como adiantar o procedimento, e que a cirurgia ocorreria na data marcada.

LEIA MAIS

Condutor de van solta o verbo com situação de estrada na divisa entre Pernambuco e Bahia

A estrada de acesso a barragem de Sobradinho, na Bahia, é uma dor de cabeça constante aos motoristas de vans. Esses profissionais saem de Pernambuco, pela estrada da Tapera que é asfaltada e faz a divisa entre Pernambuco e Bahia. Mas quando os condutores chegam no lado baiano a viagem se transforma numa corrida com obstáculos.

“Isso é aqui na divisa Pernambuco com Bahia, para quem vai à barragem de Sobradinho. Isso é um descaso dos governantes, era pra estar desenvolvido e chega ali é esse descaso. Constantemente tem assalto por causa da estrada de carroçal. Olhem pela Santa Rita, próximo à barragem“, disse o leitor que enviou o vídeo a seguir:

A estrada, segundo o mapa, não é rodovia estadual e está inserida no território de Sobradinho. O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Prefeitura para saber se a competência sob a via era da gestão, contudo, desde segunda-feira (2) não tivemos resposta.

Enquanto isso, os motoristas de vans e passageiros são obrigados a enfrentar a estrada, correndo riscos de sofrer acidentes ou até serem roubados.

Cadeirante denuncia condutores que estacionam em rampas de acessibilidade em Juazeiro

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Ana Paula é moradora do bairro Alagadiço, e denunciou através das redes sociais, a infração cometida por condutores que estacionam veículos nas rampas de acessibilidade, em vias de Juazeiro, principalmente, no Centro da cidade.

A denunciante relatou as dificuldades enfrentadas e cobra providências do poder público municipal.“Sou cadeirante e venho sempre passando por esses constrangimentos, todos os dias os carros ficam estacionados na porta da minha casa”, disse Ana Paula.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a prefeitura de Juazeiro, para saber quais medidas serão tomadas com o objetivo de resolver o problema. Até o momento a gestão municipal não se pronunciou sobre assunto.

Com dores, gestante aguarda cesariana há três dias no Hospital Dom Malan

(Foto: Arquivo)

Os casos de negligência no Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) parecem não ter fim. Esta semana, mais uma paciente está na unidade aguardando a realização de um parto. Temendo os riscos, a família da paciente resolveu denunciar.

Rosiane da Silva Pereira deu entrado no HDM no último domingo (1º), com fortes dores na barriga e pressão alta. Segundo parentes, ela foi medicada e informada de que seu parto seria feito na tarde de segunda-feira (2). No entanto, uma prima de Rosiane conta que, após a troca de plantão, a paciente foi informada que a cirurgia não seria mais feita.

LEIA MAIS

Mãe de paciente do Hospital Universitário cobra urgência na realização de cirurgia do filho 

(Foto: Ascom)

Cícero Vitor da Silva é morador do bairro Vila Eduardo, em Petrolina (PE), e há dias está sofrendo em casa à espera de uma cirurgia agendada para o próximo dia 2 de março, no Hospital Universitário.

O jovem foi vítima de agressões, que resultaram em três fraturas, todas na face. De acordo com Aparecida Silva, mãe de Cícero, ele deu entrada no último dia 18 de fevereiro no HU, ficou internado por três dias, e ao receber alta hospitalar, foi informado que a cirurgia havia sido agendada para o dia 2 de março.

Aparecida procurou o Blog Waldiney Passos e relatou que o filho continua sentindo fortes dores. Diante do sofrimento de Cícero, ela cobra urgência na realização da cirurgia. “Não pode acontecer isso, eu preciso trabalhar, meu filho está doente em casa, não come, até a saliva quando engole ele sente dor. Eles passaram remédio, mas não resolve. Ele continua sentindo dores, não consegue dormir à noite, por que é muita do que ele sente”, disse Aparecida.

LEIA MAIS

Mau cheiro provocado por esgoto vazamento de esgoto incomoda moradores do Alto do Cocar

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um esgoto estourado há aproximadamente quatro dias, na Avenida Palmeira Imperial, bairro Alto do Cocar, em Petrolina (PE), tem afetado a rotina da população local.

Além da lama e a proliferação dos mosquitos, a fedentina oriunda do vazamento tem incomodado os moradores. “O mau cheiro é terrível, que mora ou trabalha próximo a esse esgoto não agurenta mais. Isso é desumano, não vamos suportar muito tempo”, disse uma moradora.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), responsável pelo esgotamento da localidade, para saber quais providências serão tomadas. Até o momento, a Compesa não se pronunciou sobre o assunto.

Matagal nos arredores de creche municipal e posto de saúde preocupa moradores do bairro Tabuleiro

Matagal toma conta dos arredores do Posto de Saúde do bairro Tabuleiro. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Nesta quarta-feira (19), O Blog Waldiney Passos foi procurado por moradoras do bairro Tabuleiro, periferia de Juazeiro (BA), mães de alunos da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Jandira Borges Cunha, que denunciaram o matagal que toma conta dos arredores da creche municipal, assim como do Posto de Saúde, vizinho à instituição de ensino.

Nas fotos enviadas pelas mães dos alunos, é possível notar o mato, que já alcança a altura do muro da creche, em determinados pontos do prédio. As imediações da Unidade de Saúde Básica (UBS), que fica ao lado da creche, também está tomada pelas plantas.

LEIA MAIS

Leitor flagra esgoto sendo despejado no rio São Francisco; Compesa afirma que sistema pode ser clandestino

Leitor flagrou esgoto na Orla de Petrolina

Um leitor que preferiu não ser identificado encaminhou um flagrante em pela Orla de Petrolina. Ele passava pelo cartão postal da cidade nessa segunda-feira (17), quando flagrou um esgoto sendo despejado diretamente no rio São Francisco. Indignado com a situação, ele cobrou uma resposta da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Esgoto é irregular, afirma Compesa

Prontamente a Compesa respondeu à nossa Produção. Em nota, a Companhia informou que o problema mostrado no vídeo acima é oriundo de uma rede clandestina. Confira a nota:

LEIA MAIS

Justiça pede afastamento e prisão do prefeito de Jaguarari

O prefeito de Jaguarari (BA) sofreu mais um revés na Justiça. A Procuradoria Geral da Justiça pediu ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) o afastamento e a prisão preventiva de Éverton Rocha (PSDB), além da devolução de cerca de R$ 1,4 milhão, soma utilizada de forma indevida pelo gestor na realização do São João de 2017.

A Procuradoria lembrou que no período festivo a cidade estava em Situação de Emergência, devido à estiagem e Rocha teria contratado atravessadores para contratar prestadores de serviços no São João, encarecendo os custos do evento. Contudo, ele nega qualquer irregularidade.

Ao Bahia Notícias o prefeito afirmou que a medida se tornou “um prato cheio para os opositores ao governo municipal, que tem utilizado o novo pedido do MP como munição para atacar o gestor neste ano eleitoral”. Ainda na nota, o gestor afirma que as contas da gestão de 2017 foram aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, sob fiscalização do próprio Ministério Público.

123