Leitor volta a relatar falta de testes da covid em UBS de Juazeiro

(Foto: Ascom/PMP)

Semana passada o Blog Waldiney Passos publicou uma matéria sobre a falta dos testes de covid-19 nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Juazeiro (BA). Em resposta, a Secretaria de Saúde do município (SESAU) informou que a situação seria normalizada. Mas de acordo com um leitor, nada foi feito.

LEIA TAMBÉM

Gildásio Soares relata falta de testes da covid em UBS da zona rural de Juazeiro

Segundo leitor, está faltando testes de covid nas UBS de Juazeiro

Ele estava aguardando pelo teste no João Paulo II, diante da demora precisou procurar uma farmácia e pagar pela testagem. Além do prejuízo financeiro, o leitor ainda se surpreendeu com o diagnóstico positivo. “Fiz meu teste na farmácia e deu positivo. Ainda não tem teste [na UBS] pra o povo aqui em Juazeiro e a enfermeira falou que ainda continua sem previsão pra quando vai chegar“, contou à nossa equipe.

LEIA MAIS

Vereador Dr. Salvador questiona falta de vacinas da covid na periferia de Juazeiro

Dr. Salvador (PCdoB) está na “bronca” com a Prefeitura de Juazeiro (BA) sobre a vacinação da covid-19 nos bairros periféricos. Na sessão de terça-feira (27), o vereador questionou o motivo de a imunização ser concentrada em alguns locais, mas não contemplar os bairros afastados.

“Não entendo por que essas vacinas contra covid estão tendo tanto problema para chegar na periferia de Juazeiro. Não entendo porque tenham que vacinar em apenas cinco ou 10 locais. O maior bairro de Juazeiro, o João Paulo II não tem vacina, a vacina não está chegando. É perseguição? Quero acreditar que não seja“, disse.

Descentralização é necessária, justifica

O edil, que é da saúde, pediu a descentralização no atendimento. “É importante descentralizar. Tem idoso acamado que não consegue ir ao shopping“, salientou. Outra representante da saúde, Neguinha da Santa Casa solicitou um debate mais amplo para entender a situação.

Petrolina: leitor reclama de desorganização em fila da sede da Celpe e pede providências

Um leitor entrou em contato com o blog Waldiney Passos, nessa segunda-feira (12), para fazer uma denúncia a respeito do tratamento da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) com seus clientes no escritório que fica no Centro de Petrolina (PE).

De acordo com ele, a empresa tem prestado um péssimo serviço de atendimento aos clientes, que precisam ficar em uma fila embaixo do sol e sem qualquer organização. Ainda segundo leitor, parece que os clientes estão “mendigando favor à empresa”.

“Cadê os órgãos públicos que não se solidarizam com a população? Nada funciona nesta empresa online. A população é obrigada a sair de casa, seja idoso, deficiente ou gestante, para ficar cozinhando no sol?”, questiona o leitor.

Leitor flagra apartamento no Monsenhor Bernardino funcionando como sede de motoclube

Um leitor procurou o Blog para fazer uma denúncia referente ao Residencial Monsenhor Bernardino, em Petrolina. Apesar de muitas pessoas estarem precisando de uma moradia popular, o dono de um dos apartamentos resolveu alugar o imóvel para um motoclube.

O flagrante foi feito na Rua G, Bloco Novo Hamburgo. “Muitas pessoas precisando das casas e o povo tá é alugando. Alugaram pros motoqueiros e todo sábado eles fazem reunião. Tanta de gente precisando e o povo fica alugando“, conta o leitor. Procurada pelo Blog a Prefeitura de Petrolina emitiu uma nota.

Prefeitura investigará fato

“A Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Sustentabilidade informa que será enviada equipe de fiscalização para averiguação da denúncia. Esclarece ainda que o papel do município é fiscalizar as denúncias das supostas alienações dos imóveis concedidos pelos programas habitacionais. Em caso de constatação da irregularidade, é informado ao agente financeiro para que sejam tomadas as medidas cabíveis, uma vez que este é o único órgão competente para promover a retomada do imóvel”, diz a gestão.

A população pode contribuir, registrando denúncias através da Ouvidoria Municipal nos números 156 ou (87) 99190-7475 (de segunda a sexta-feira de 7h às 13h.)

Após bebê nascer morto e com ferimentos na cabeça, grávida acusa Hospital Materno de Juazeiro de negligência

(Foto: Ascom/PMJ)

Mais um caso de suposta negligência médica vem à tona nesta sexta-feira (9). O Blog Waldiney Passos foi procurado pela família de Sandriely Lorrane de Souza, que estava grávida e foi atendida no hospital Maternidade Municipal de Juazeiro (BA). Mas apesar dos pedidos para que uma cesariana fosse realizada, já que ela não tinha dilatação necessária ao parto normal, Sandriely passou horas aguardando atendimento. E quando a equipe médica resolveu realizar a cesárea, a bebê nasceu morta.

Para entender a situação por completo é necessário refazer os passos de Sandriely. Ela reside em Petrolina e inicialmente buscou atendimento no Hospital Dom Malan/IMIP. Na última quarta-feira (7) a gestante compareceu ao HDM com dores, passou a noite internada e recebeu alta.

Dores e demora no atendimento

Durante o dia, novas dores levaram Sandrielly a novamente buscar o HDM. Houve uma transferência ao Hospital Materno – administrado pela Prefeitura de Juazeiro. Na Bahia, foram horas aguardando o parto, que somente aconteceu pela tarde do dia seguinte, após muita insistência da grávida.

LEIA MAIS

Após vídeo de vereador, Governo de PE afirma ter cedido materiais ao Hospital de Campanha de Petrolina

O Hospital de Campanha montado pelo Governo de Pernambuco, em Petrolina, foi desativado ainda em 2020. E nesta semana o tema voltou a ser destaque na cidade, depois de o vereador Wenderson Batista (DEM) gravar um vídeo e divulgar nas redes sociais, na quarta-feira (31).

Nas imagens mostradas pelo edil, é possível observar diversas macas e equipamentos armazenados. “Tantos equipamentos guardados a tanto tempo“, afirmou Wenderson. Ele afirmou ainda criticou o governador Paulo Câmara (PSB) por supostamente ter despachado os materiais a outras cidades.

Equipamentos foram cedidos à Prefeitura de Petrolina, segundo Estado

Contudo, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) informou em nota que a realidade não é essa. O que houve foi uma cessão, no mês de março, dos equipamentos por parte do Estado à Prefeitura de Petrolina (confira a íntegra a nota ao final da matéria).

“O material remanescente, como monitores cardíacos, bombas de infusão, incentivadores respiratórios e eletrocardiógrafos, será absorvido na rede municipal de assistência aos usuários suspeitos e confirmados para o novo coronavírus com quadros mais leves”, diz a nota.

LEIA MAIS

Moradores do Residencial Praia do Rodeadouro temem acidente com cata-vento

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra a preocupação dos moradores do Residencial Praia do Rodeadouro com um cata-vento instalado na comunidade.

Nas imagens, o equipamento roda de forma veloz e parece que vai se soltar a qualquer instante. “É arriscado esse cata-vento soltar e matar muitas pessoas aqui no Rodeadouro. Ele roda a uma velocidade de 50 a 100 km/h”.

LEIA MAIS

Leitor reclama de descaso da Compesa na avenida principal do Santa Luzia, em Petrolina

Em contato com o blog Waldiney Passos, moradores do Santa Luzia, em Petrolina (PE), denunciaram o descaso da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em relação à um reparo feito em um cano estourado na avenida principal do bairro.

De acordo com a denúncia, é a terceira vez que o cano estoura e que o serviço da Compesa não é concluído. Um ônibus chegou a atolar no local, sendo preciso um morador ajudar na retirada do veículo para não parar o trânsito na via.

Ainda segundo os moradores, o ônibus não foi o único a ficar atolado no local. Vários outros veículos já atolaram e dificultaram o trânsito na região.

Leitor fica na bronca com PM sobre cumprimento do decreto de “lockdown” em Petrolina

(Foto: SDS)

Apenas as atividades classificadas como essenciais pelo Governo de Pernambuco estão autorizadas a funcionar, mas em Petrolina um morador do bairro Jardim Amazonas afirma que há várias pessoas contrariando as determinações desde a semana passada.

“Vejo muitos estabelecimentos desrespeitando o decreto, principalmente nas Ruas 7 e 8 estão com lojas e bares abertos”, conta o denunciante. O flagrante poderia ter sido observado pela Polícia Militar de Pernambuco, caso uma equipe fosse destacada ao local. Segundo relata o leitor, quem deveria estar atento ao cumprimento do decreto fez pouco caso. “Fiz denúncia pra 190 e notei o descaso em acolher minha denúncia“, afirmou.

PM afirma não ter sido acionada

Em nota, a PM-PE afirmou não ter registrado qualquer ocorrência no Jardim Amazonas através do 190. “Ao tomar ciência da informação noticiada pela imprensa, encaminhou viaturas ao local com o objetivo de verificar o fato. Nada foi constatado, no momento, apenas os serviços essenciais estavam funcionando“, diz o comunicado.

A instituição reforça a importância do registro de queixas pelo 190. “Ratificamos a importância do registro de ocorrências através do 190, a fim de denunciar atividades que vão de encontro ao Decreto Governamental 50.433, que proíbe, em todo o estado, em qualquer dia e horário, o funcionamento de estabelecimentos e a prática de atividades econômicas e sociais, de forma presencial. O policiamento no local é realizado através de Guarnições Táticas e Motopatrulheiros, que contam, ainda, com o apoio do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI)“, afirma a nota.

Governo registra 105 mil denúncias de violência contra a mulher

A maioria das denúncias tem como vítimas mulheres declaradas como de cor parda

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) divulgou neste domingo (7) o balanço de dados sobre a violência contra a mulher recebidos pelos canais de denúncia do governo federal. Ao todo, em 2020, foram registradas 105.671 denúncias de violência contra a mulher, tanto do Ligue 180 (central de atendimento à mulher) e do Disque 100 (direitos humanos).

Do total de registros, 72% (75.753 denúncias) são referentes à violência doméstica e familiar contra a mulher, informou a pasta. De acordo com a Lei Maria da Penha, esse tipo de violência é caracterizado pela ação ou omissão que cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico da mulher. Ainda estão na lista danos morais ou patrimoniais a mulheres.

LEIA MAIS

Leitor diz que “monopólio” de emplacamento está atrapalhando trabalhadores de frete no Mercado do Produtor

(Foto: Ascom/PMJ)

Um leitor entrou em contato com a nossa equipe para denunciar um problema registrado no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA). Ele relata que há um monopólio dentro da unidade, atingindo diretamente quem trabalha no frete das mercadorias.

“Nós que trabalhamos com o carreto estamos sendo extorquidos, sendo obrigados a pagar R$ 100,00 por semana por um aluguel de placa. Aluguel esse que está todo na mão de uma única pessoa. Existem vários trabalhadores que têm carrinho e não conseguem compra uma placa aqui para trabalhar, esse sujeito tem no mínimo umas 40 placas alugando. Quem quiser trabalhar que pague o alto preço“, relatou.

Denúncia de “vista grossa”, AMA se pronuncia

Ele também contou à nossa equipe que o problema surgiu no início da atual gestão. Segundo o leitor, “os fiscais da AMA e a Diretoria do Mercado fazem vista grossa” para essa situação. Procurada pelo Blog, a Agência Municipal de Abastecimento (AMA) informou que a exigência do emplacamento existe há anos e está iniciando em março o processo de recadastramento dos carrinheiros. De acordo com a AMA, o que pode ter acontecido é algumas pessoas que já trabalham no Mercado há anos possam estar comercializando as placas com terceiros.

Leia a seguir a resposta da AMA:

LEIA MAIS

Leitor registra poda irregular de árvores no Centro de Petrolina

AMMA afirmou já ter notificado o proprietário

Petrolina é uma cidade de muito calor e exposição solar. Mas enquanto se discute a necessidade de mais espaços verdes, um morador da Rua Engenheiro Carlos Pinheiro, no Centro da cidade removeu quatro árvores que estavam em uma calçada.

O flagrante se deu no cruzamento com a Rua Valério Pereira. O Blog obteve as imagens através de um leitor. Nossa equipe repassou o fato à Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), ligada à Prefeitura de Petrolina. A AMMA disse em nota já ter notificado o responsável pela poda.

“A Agência alerta que para podar ou eliminar uma árvore o cidadão deve ter em mãos uma autorização de órgãos ambientais competentes. Em Petrolina, esse processo está regulamentado através da Lei 1.838/06, que dispõe sobre a proteção das árvores de logradouros públicos“, ressalta a nota.

LEIA MAIS

Juazeiro: funcionários relatam sobrecarga de trabalho no Hospital de Campanha; Prefeitura afirma ter aberto seleção para reforçar equipe

(Foto: Ilustrativa)

Funcionários do Hospital de Campanha da Covid-19 e UPA 24h de Juazeiro (BA) entraram em contato com a Redação do Blog, para relatar alguns problemas enfrentados por eles. Os trabalhadores se dizem sobrecarregados, por conta de desfalques na equipe.

LEIA TAMBÉM

Depois da notícia de fechamento, vereadores visitam Hospital de Campanha de Juazeiro

“Estamos sofrendo com os desfalques. São poucos funcionários para muitos serviços. Temos que ficar nos desdobrando entre setores para cobrir os desfalques. Estamos esgotados“, relata um servidor, que terá sua identidade mantida em sigilo.

LEIA MAIS

Funcionários do Hospital Promatre cobram pagamento de salários

A paciência dos funcionários do Hospital Promatre, em Juazeiro (BA), se esgotou. Cansados de esperar, na terça-feira (23) gravaram um vídeo cobrando os pagamentos dos salários atrasados. A reivindicação é direcionada à Prefeitura de Juazeiro, que supostamente não teria feito repasses à administração da unidade.

Há alguns meses o Blog vem acompanhando essa situação. Na matéria mais recente publicada pela nossa equipe, os funcionários relatavam o não pagamento de direitos trabalhistas referentes a novembro passado. O Blog procurou a Prefeitura de Juazeiro, mas até a conclusão dessa matéria não obtivemos resposta. O espaço segue aberto aos esclarecimentos.

“Ladrão que não acaba mais”, desabafa leitor que teve cavalo furtado em Juazeiro

Quem tiver informações deve acionar o tutor

A ousadia dos criminosos não têm fim. Um leitor do Blog procurou a nossa equipe para relatar o furto de um cavalo pertencente a ele. O fato foi registrado na quinta-feira (18), no Sol Levante, em Juazeiro (BA). E ele pede ajuda para encontrar o animal.

“Estão roubando nosso animais, por favor divulgue esse fato ocorrido. É ladrão que não acaba mais“, conta Higor Santos, tutor do animal. Em contato com a nossa equipe Higor também disse que vai procurar a polícia e registrar um Boletim de Ocorrência já que o cavalo ainda não foi localizado.

Quem tiver informações sobre a localização do cavalo pode entrar em contato através do seguinte número: (74) 98824-3111.

123