Vereadores de Petrolina pedem valorização dos enfermeiros e técnicos de enfermagem 

(Foto: Ascom PMP)

Os vereadores César Durando (DEM), Diogo Hoffmann (PSC) e Ruy Wanderley (PSC) apresentaram o Requerimento n° 181/2021 em conjunto. O trio solicita empenho dos deputados federais e do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) para aprovação do projeto que cria o piso salarial nacional da enfermagem.

LEIA TAMBÉM

Representantes do Sindsemp se reúnem com Fernando Filho para debater projeto do piso salarial na saúde

“É uma pauta nacional e é importante o apoio dessa Casa, do nosso Senado Federal e da bancada pernambucana para que esse projeto seja votado“, destacou Ruy. Outro membro do Governo Municipal a apoiar a cobrança foi César Durando. “O projeto cria o piso salarial nacional, é importante essa discussão e já levamos essa discussão aqui também em Petrolina e eles tiveram uma grande vitória“, reiterou.

Diogo Hoffmann complementou que a aprovação do piso nacional é também uma forma de valorizar a classe. “Nesse momento de pandemia eles cresceram, certamente milhares e milhões foram salvos [na pandemia] pelos profissionais“, enfatizou.

Diogo Hoffmann pede vacinação prioritária dos conselheiros tutelares de Petrolina

Diogo Hoffmann (ao centro) quer vacinação dos conselheiros tutelares

Conforme o Blog relatou mais cedo, o vereador Diogo Hoffmann (PSC) apresentou um requerimento solicitando a inclusão dos conselheiros tutelares de Petrolina na vacinação contra a covid. O pedido veio através do Requerimento n° 149/2021, aprovado por unanimidade.

LEIA TAMBÉM

Títulos de Cidadão voltam a dominar sessão na Câmara de Petrolina

O edil justificou sua solicitação lembrando que esses profissionais seguiram atuando normalmente desde o início da pandemia, tendo contato direto com as populações mais vulneráveis e consequentemente, estão expostos ao coronavírus.

LEIA MAIS

“O que as igrejas querem é permanecer com seu papel de relevância social”, afirma vereador Diogo Hoffmann

Diogo Hoffmann (PSC) não gostou dos comentários negativos tecidos contra os pastores evangélicos, pela manifestação realizada na segunda-feira (22). Naquela ocasião, conforme o Blog mostrou, os líderes religiosos se uniram aos comerciantes contrários ao lockdown imposto pelo Governo de Pernambuco.

LEIA TAMBÉM

Ato encabeçado por pastores promove oração coletiva no Centro de Petrolina

Membro da chamada Bancada Evangélica na Câmara de Vereadores de Petrolina, Hoffmann classificou de preconceituosos os comentários da população. “Tenho visto vozes preconceituosas dizendo que é porque eles estão pensando no dízimo. Hoje, 99,9% das igrejas evangélicas têm arrecadação à distância. O que as igrejas querem é permanecer com seu papel de relevância social“, afirmou o vereador.

LEIA MAIS

Diogo Hoffmann cobra frota mínima durante lockdown para não prejudicar trabalhador petrolinense

(Foto: Ascom/PMP)

“Que seja mantida a oferta mínima de ônibus na cidade no período de restrições do decreto estadual”. Essa foi a cobrança de Diogo Hoffmann na sessão desta terça-feira (23) na Câmara de Vereadores de Petrolina.

O edil lembrou que estamos em um momento de isolamento e a redução da frota prejudica ainda mais os trabalhadores, resultado em aglomeração de pessoas. “Nos momentos em que ocorrem restrições de atividades econômicas, ocorre uma redução na oferta do transporte público fazendo com que os trabalhadores nos serviços ditos essenciais tenham que enfrentar dificuldades no transporte público“, afirmou.

A Indicação n° 335/2021 foi aprovada por 16×0 a segue para análise do prefeito Miguel Coelho (MDB) e da Autarquia  Municipal  de  Mobilidade  de  Petrolina (AMMPLA).

Câmara de Petrolina aprova projeto que garante acesso gratuito a personal trainer em academias

Profissionais poderão sim entrar nas academias sem pagar custo adicional

Além do projeto de reajuste salarial aos servidores municipais da educação e saúde, a Câmara de Petrolina aprovou por 20×0, na terça-feira (16), o Projeto de Lei n° 015/2021. A matéria garante acesso aos profissionais de educação física (personal trainer) devidamente registrados na classe, de forma gratuita em academias de ginástica.

LEIA TAMBÉM

Câmara de Petrolina aprova reajuste salarial dos servidores municipais

Dessa forma, as academias não poderão cobrar custo adicional dos alunos ou do próprio personal trainer. O texto assegura ainda que o acesso desse profissional é apenas para orientação das atividades e que quaisquer lesões provocadas no aluno – com exceção das que ficarem comprovadas ter sido causadas por falha nos equipamentos – a responsabilidade é do personal.

LEIA MAIS