Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Setor de serviços cresce 0,3% de março para abril, diz IBGE

(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Na passagem de março para abril deste ano, o setor de serviços cresceu 0,3%, segundo dados divulgados hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, a alta não recupera a perda acumulada de 1,8% nos três primeiros meses do ano.

Na comparação com abril do ano passado, houve uma queda de 0,7% no setor. No acumulado houve alta de 0,6% e, no acumulado de 12 meses, um crescimento de 0,4%.

LEIA MAIS

PIB recua 0,2% e mostra economia estagnada no início do governo Bolsonaro

(Foto: Internet)

O IBGE informou nesta quinta-feira (30) que o PIB contraiu 0,2% de janeiro a março, ante o 4º trimestre de 2018, confirmando o quadro de debilidade que vem sendo descrito por economistas. É o primeiro resultado no vermelho após dois anos (oito trimestres) seguidos de recuperação da atividade, ainda que com desempenho fraco. O PIB crescera 1,1% em 2017 e em 2018, após mergulhar 7,6% em 2015 e 2016. Nos últimos três meses de 2018, o desempenho foi de 0,1% e não houve revisão.

Pesquisa da agência Bloomberg indicava que a maior parte dos entrevistados projetava que o PIB recuaria 0,2% no primeiro trimestre. Já em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, a economia teve uma leve alta de 0,5%. Os analistas entrevistados pela Bloomberg previam uma alta igual.

Com o nível atual de atividade, a economia ainda não recuperou o que perdeu na crise. No primeiro trimestre, o PIB ainda estava 5,3% abaixo do pico atingido no primeiro trimestre de 2014. Hoje, a economia roda no mesmo patamar do primeiro semestre de 2012 -e os brasileiros ainda são quase 9% mais pobres do que em 2014.

LEIA MAIS

Governo estuda liberar dinheiro de contas ativas do FGTS para impulsionar economia

(Foto: Ilustrativa)

O Ministério da Economia estuda liberar dinheiro de contas ativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para impulsionar a economia brasileira. “Vamos liberar PIS/Pasep, FGTS, assim que saírem as reformas”, afirmou o ministro Paulo Guedes nesta quinta-feira (30).

No final de 2016, o governo de Michel Temer decidiu liberar recursos de contas inativas do FGTS para injetar fôlego na economia, em recessão. Agora, a ideia de Guedes é permitir também acesso ao dinheiro de contas ativas, vinculadas a trabalhadores com contratos ativos. Questionado sobre se a liberação incluiria contas ativas, o ministro confirmou. “Inativas e ativas. Cada equipe está examinando isso. Nós não batemos o martelo ainda, mas todas as equipes estão examinando isso.”

Para Guedes, são medidas que ajudam a economia, mas que têm que ser adotadas após a aprovação da reforma da Previdência, com a qual o governo busca equilibrar as contas públicas. “Ajuda [a economia]. O problema é que se você abre essas torneiras sem as mudanças fundamentais, é o voo da galinha. Você voa três, quatro meses porque liberou, depois afunda tudo outra vez. Mas na hora que você fizer as reformas fundamentais, e aí sim você libera isso, é como se fosse a chupeta de bateria. A bateria está parada, você dá a chupeta, mas tem a certeza de que o carro vai andar.”

LEIA MAIS

Comercialização de caprinos e ovinos movimentou mais de R$ 5 milhões durante a Caprishow 2019

(Foto: Divulgação)

A 14ª edição da maior Feira de Caprinos e Ovinos do Nordeste foi um sucesso. Durante quatro dias, criadores do Norte e Nordeste estiveram em Dormentes (PE) para expor e comercializar seus animais, movimentando aproximadamente R$ 5 milhões em negócios. A Caprishow reuniu mais de 120 mil pessoas durante os shows de atrações regionais e nacionais, como Wesley Safadão, Márcia Fellipe, Jefferson Moraes e The Fevers.

A feira que é realizada todos os anos no pátio de eventos Evercio de Macedo Coelho, no centro da cidade, contou com uma mega estrutura: 224 baias, 50 stands, palco de shows estilo festival, tendas culturais, centro gastronômico e áreas especiais para os visitantes tirarem fotos. Nesta edição foram expostos cerca de 1.500 caprinos e ovinos de raças especiais, como Dopper, Boer e Berganês, mistura das raças Bergamácia e Santa Inês, desenvolvida pelos criadores dormentenses.

Prefeitos de cidades de Pernambuco, Piauí e Bahia prestigiaram a Caprishow deste ano. Os deputados federais Fernando Monteiro, Gonzaga Patriota e Fernando Filho, os deputados estaduais Dulcicleide Amorim, Lucas Ramos e Antonio Coelho, assim como o presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim também marcaram presença. Quem também compareceu à Caprishow foi o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto. “Dormentes está de parabéns. É um evento grande e bem organizado que envolve toda a região, com criadores animados e animais de grande qualidade”, comentou o secretário.

LEIA MAIS

São João dos Bairros deve aquecer a economia de Petrolina; confira a programação dos festejos

(Foto: Arquivo da Prefeitura de Petrolina)

Em Petrolina (PE), ninguém precisa esperar o mês de junho para festejar o São João. No dia 17 de maio, a partir das 20h, já começa a programação nos bairros da cidade. Este ano, a festa começa na Cohab Massangano e na semana seguinte chega ao bairro José e Maria.

O São João dos Bairros deve atrair cerca de 20 mil pessoas por dia de festa. Dessa forma, a Prefeitura de Petrolina espera aquecer a economia local. “É um evento que tradicionalmente movimenta o comércio dos bairros. Além disso, vamos priorizar o acesso dos ambulantes da própria comunidade. A intenção é que a festa não seja só para proporcionar lazer, mas também gere renda para a população”, explica o secretário de Desenvolvimento econômico e Turismo, Emício Júnior.

LEIA MAIS

ExpoRajada movimenta quase R$ 500 mil em negócios com instituições financeiras

(Foto: Ascom)

A VIII Feira de Exposição de Caprinos e Ovinos de Rajada (ExpoRajada), realizada no último fim de semana superou as expectativas das instituições financeiras que participaram do evento. Um balanço realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Petrolina (Sedetur), aponta que foi gerado aproximadamente meio milhão de reais em negócios com as entidades presentes.

O valor inclui os negócios realizados com a Agência Municipal do Empreendedor (AGE), o Banco do Nordeste e o Banco do Brasil. Os recursos foram liberados para os criadores e produtores do distrito e, assim, fortalecer a feira. “Estamos muito felizes com este resultado, pois foi grande o esforço para reunir todas essas instituições e com a devida importância, visto que estavam presentes no evento todos os gerentes gerais dos bancos participantes e o Eliezio Ferreira, superintendente regional do Banco do Brasil”, pontuou o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico, Thiago Brito.

LEIA MAIS

Parceria entre a Prefeitura de Petrolina e bancos deve movimentar economia da região durante a ExpoRajada

(Imagem: Divulgação)

Produtores e criadores rurais de Rajada, distrito de Petrolina (PE), poderão solicitar crédito rural e renegociar dívidas durante a VIII Feira de Exposição de Caprinos e Ovinos de Rajada (ExpoRajada). A prefeitura fechou parcerias com o Banco do Nordeste e Banco do Brasil, visando movimentar a economia da região ao longo do evento. Os estandes vão funcionar das 10h às 18h no sábado (4) e das 8h30 às 12h no domingo (5).

LEIA MAIS

Pesquisa da CNDL e SPC Brasil mostra que Dia das Mães deve movimentar 24 bilhões de reais no varejo

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/EBC)

Considerada pelos varejistas como a principal data comemorativa do primeiro semestre e a segunda melhor do ano em termos de faturamento, perdendo apenas para o Natal, o Dia das Mães deve aquecer as vendas pelos próximos dias. Pesquisa feita em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revela que 78% dos consumidores devem realizar pelo menos uma compra no período — o dado fica bastante próximo dos 74% observados em 2018. Em números absolutos, a expectativa é de que aproximadamente 122,1 milhões de brasileiros presenteiem alguém este ano, o que deve movimentar uma cifra próxima de R$ 24,3 bilhões nos segmentos do comércio e serviços.

Ainda que a economia esteja longe de engatar uma recuperação mais consistente e o desemprego siga elevado, a pesquisa deste ano detectou um aumento de sete pontos percentuais na parcela de consumidores que pretendem desembolsar uma quantia maior na data: em 2018, apenas 19% dos consumidores acreditavam que iriam gastar mais com os presentes e agora, em 2019, o dado passou para 26% dos entrevistados. Outros 41% devem gastar a mesma quantia que em 2018, ao passo que 24% planejam gastar menos.

LEIA MAIS

Em parceria com a prefeitura, ‘Feira do MEI’ vai impulsionar segmento de alimentos e bebidas em Petrolina

(Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Petrolina se reuniu com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) para discutir a realização da ‘Feira do Microempreendedor Individual (MEI) 2019’. O evento será realizado em maio, em três polos: Recife que irá focar no segmento de salão de beleza; Caruaru com confecções e Petrolina com alimentos e bebidas.

O encontro contou com a presença do secretário executivo de Desenvolvimento Econômico, Thiago Brito e do diretor-presidente da Agência do Empreendedor de Petrolina (AGE), Sebastião Amorim, que analisou um modelo ideal para o evento. Outra novidade é que além da ‘Feira do MEI’, será realizada ao mesmo tempo a Semana Nacional de Educação Financeira, com seminários e palestras. Os polos serão integrados e transmitirão, ao vivo, as atividades das outras cidades.

A ‘Feira do MEI’ é uma realização do SEBRAE com apoio da Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

CDL teme prejuízos e até desemprego com saída de companhia aérea de Petrolina

Movimentação de passageiros no aeroporto de Petrolina deve diminuir consideravelmente.

Após o anúncio da Avianca do fechamento da base operacional em Petrolina (PE), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) teme que todos setores econômicos do município sejam afetados, assim como postos de trabalhos, que devem ser fechados, caso nenhuma medida seja tomada. A companhia aérea era responsável por 60% da movimentação de passageiros da cidade, com dois voos diários.

LEIA TAMBÉM

Avianca informa fechamento de base operacional em Petrolina

Em ofício a Infraero, prefeito de Juazeiro pede outra empresa para evitar monopólio com saída da Avianca de Petrolina

“Perde o comércio, o turismo de negócio e todos os moradores locais. Precisamos de medidas urgentes, é necessário o empenho de todos os representantes parlamentares pernambucanos, pois uma cidade com o porte de Petrolina não pode passar por esse transtorno”, alerta o presidente da CDL, Manoel Vilmar.

A entidade mostra indignação com o fim da operação da empresa em Petrolina e conclamou representantes do executivo do estado, do município, senadores, deputados federais e estaduais e Câmara Municipal a fim de unir forças para buscar soluções para o problema e espera que uma empresa possa substituir os voos prejudicados com a saída da empresa ‘Avianca’.

Cooperativa financeira  anuncia implantação de novas agências em Petrolina e Senhor do Bonfim

(Foto: Ascom)

O Sicredi, instituição financeira cooperativa que foi destaque em janeiro deste ano na revista ‘IstoÉ Dinheiro’, como uma das melhores opções para investimento em 2019, anunciou na noite de quarta-feira (27), em Petrolina (PE), que vai ampliar a oferta de serviços no Vale do São Francisco com a instalação de mais duas agências.

O anúncio das novas unidades, uma será construída em terreno já adquirido na avenida da Integração, importante via de Petrolina – e a outra na cidade baiana de Senhor do Bonfim, foi feito pelo presidente do Conselho de Administração da Sicredi Vale do São Francisco, Antônio Vinícius, durante assembleia geral ordinária, que reuniu um número recorde de associados.

LEIA MAIS

Reforma pode gerar economia de R$ 300 bi em 20 anos para prefeituras

Reforma da previdência pode gerar economia de R$ 300 bi.

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) estima que a aprovação da reforma da Previdência pode resultar em uma economia de quase R$ 300 bilhões ao longo de 20 anos para os municípios que têm regime próprio de Previdência. A estimativa é do presidente da entidade e prefeito de Campinas, Jonas Donizette, feita durante a 75ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos.

“Se for aprovada reforma, em quatro anos ela gerará economia de R$ 32 bilhões para os 35 maiores municípios e de R$ 156 bilhões em dez anos, de R$ 297 bilhões em 20 anos”, previu o presidente da FNP, referindo-se aos municípios que já têm regime próprio de Previdência.

Esse resultado positivo, no entanto, depende, em parte, do atendimento de cinco demandas feitas pela entidade. Entre elas está a de que se faça uma cobrança efetiva daqueles que devem à Previdência.

LEIA MAIS

Governo lança edital de estudos para concessão do aeroporto de Petrolina e outros 21

(Foto: Arquivo)

O Ministério da Infraestrutura publicou nessa segunda-feira (18) no Diário Oficial da União edital de chamamento público para interessados em realizar estudos técnicos para a concessão de 22 aeroportos em todo o país. Por meio de sua conta na rede social Twitter, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, confirmou a publicação.

“Conforme anunciado após sucesso do primeiro leilão de aeroportos em blocos, publicamos hoje no Diário Oficial da União o edital de chamamento para mais uma rodada de concessão de 22 terminais aeroportuários”.

Blocos

Freitas destacou que os projetos serão estruturados em três blocos: Bloco Sul, composto pelos aeroportos de Curitiba, Foz do Iguaçu (PR), Navegantes (SC), Londrina (PR), Joinville (SC), Bacacheri (PR), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS); Bloco Nortes, composto pelos terminais de Manaus, Porto Velho (RO), Rio Branco, Cruzeiro do Sul (AC), Tabatinga (AM), Tefé (AM) e Boa Vista; e Bloco Central, composto pelos aeroportos de Goiânia, São Luís, Teresina, Palmas, Petrolina (PE) e Imperatriz (MA).

LEIA MAIS

Bolsa encosta em 100 mil pontos e fecha em nível recorde

Durante a tarde, o indicador chegou a superar os 100 mil pontos.

Em um dia de otimismo no mercado financeiro, a bolsa de valores bateu recorde e encostou em 100 mil pontos. O dólar caiu para o menor valor em duas semanas. O indicador Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), fechou essa segunda-feira (18) em 99.994 pontos, com alta de 0,86%. Durante a tarde, o indicador chegou a superar os 100 mil pontos, cedendo nos momentos finais de negociação.

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou vendido a R$ 3,792, com recuo de R$ 0,029 (-0,76%. Em queda pela segunda sessão consecutiva, a divisa está no valor mais baixo desde 1º de março, quando tinha encerrado em R$ 3,78.

Esta semana é marcada por decisões importantes na economia, tanto no cenário interno como no exterior. No Brasil, o governo entregará, na quarta-feira (20), a proposta de reforma nas aposentadorias e pensões dos militares. Também nesta semana, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados começa a discutir a reforma da Previdência.

LEIA MAIS

Segundo pesquisa, apenas carne e leite não aumentaram de preço em fevereiro

em fevereiro, a cesta básica foi de R$ 325,16 em Juazeiro e R$ 318,17 em Petrolina. (Foto: Internet)

O Índice da Cesta Básica, realizado pelo colegiado do curso de Economia da Facape, apresentou, na comparação do mês de janeiro com fevereiro de 2019, inflação de 5,20% em Juazeiro (BA) e de 7,11% em Petrolina (PE). Considerando as informações das duas cidades, a inflação geral no período foi de 6,14%.

Isso indica que um trabalhador do Vale do São Francisco que recebeu um salário mínimo de R$ 998,00, gastou 32,2% da renda com a compra de produtos da cesta básica, restando R$ 676,33 para gastar com as demais despesas.

Com exceção da carne e do leite integral, todos os demais produtos aumentaram no período de análise. O feijão carioca e a banana, em Petrolina, e o feijão e o tomate, em Juazeiro, tiveram grande contribuição para o aumento do custo da cesta básica nas duas cidades.

LEIA MAIS
123