IEL está com inscrições abertas para o Programa Gestão da Produção

Gerentes, coordenadores, supervisores, agentes de mudança, profissionais da área, estudantes e empresários interessados já podem realizar inscrições no ‘Programa Gestão da Produção’, desenvolvido pelo Instituto Euvaldo Lodi – IEL, que acontecerá no formato online entre os dias 03 de novembro a 3 de dezembro, das 19h às 22h.

Com aulas ao vivo, pelo aplicativo Zoom, os participantes vão trocar experiências e ampliar os seus conhecimentos com os cursos: Fundamentos e estratégia da produção; Planejamento e controle da produção; Programa 5s/Gestão e melhoria e o curso de Segurança qualidade e sustentabilidade.

A capacitação, com carga horária de 48 horas, ficará por conta do instrutor Jullius Menino, com experiência de 15 anos nas ferramentas Lean e Gestão de Manufatura. O especialista possui passagens em empresas multinacionais como AMBEV, MARS, REXAM e IMPSA, sempre dentro das áreas de melhoria, gestão e planejamento.

De acordo com gestor regional do Sistema FIEPE, Flávio Guimarães, o objetivo é capacitar e qualificar os profissionais por meio da discussão, reflexão, aprofundamento e proposição de alternativas para a gestão das operações produtivas.

Para mais informações, entre em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone: (81) 3722- 5667 ou Whatsapp 81- 99165.5684.

Vereadora Maria Elena se reúne com artistas e donos de bares e restaurantes para discutir demandas da classe

(Foto: Divulgação)

Atendendo às solicitações de músicos da noite petrolinense e dos donos de bares e restaurantes da cidade,  a Vereadora Maria Elena Alencar (PSB) se reuniu com a classe, na tarde desta quinta-feira (10), na Câmara de Vereadores de Petrolina (PE).

O encontro teve como objetivo, discutir juntamente com a Amma e o setor jurídico do legislativo, sobre a Lei 2.556 de 2013 que dispõe sobres sons urbanos, fixação de níveis e horários em que será permitida sua emissão, licença para utilização sonora, assim como também a discussão do decreto de 2014 que determina o horário dos eventos de acordo com o número de pessoas.

Como resultado do evento, ficou agendada outra reunião com a presença dos representantes do ordenamento público para o próximo dia 25 de outubro, às 16h, na Casa  Plínio Amorim.

Empresários e produtores de Petrolina estão preocupados com retirada de atribuições da AMMA para o CPRH

Para o encontro, a entidade convidou o diretor-presidente da AMMA, Geraldo Miranda.

Empresários da construção civil e produtores rurais de Petrolina temem uma redução de produtividade com o aumento da burocratização no licenciamento ambiental em Pernambuco. O receio decorre de uma nova resolução do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema) que retira da AMMA (Agência Municipal de Meio Ambiente) a competência para licenciar atividades agrícolas e drenagem do solo.

O setor produtivo local vê a medida centralizadora como um travamento no controle, fiscalização e liberação das obras e serviços com impacto ambiental na cidade. A resolução já está em vigor há 25 dias e, na noite desta quarta-feira (21), foi tema da reunião do Conselho Empresarial da unidade regional da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE). Para o encontro, a entidade convidou o diretor-presidente da AMMA, Geraldo Miranda, que também é conselheiro do Consema.

Num primeiro momento, o setor agrícola é o que mais deve sofrer, considera o diretor regional da FIEPE, Albânio Nascimento, que citou o Projeto Pontal, na zona rural de Petrolina, como exemplo. “Em três, quatro anos, ele [o Pontal] já estará pronto para uso; imagine os colonos pegarem uma área dessas e terem de ir à Recife em busca da licença”.

LEIA MAIS

Encontro discute vias extrajudiciais para solução de conflitos em Petrolina

(Foto: ASCOM)

Em média, um processo na justiça leva dez anos para ser encerrado no Brasil. Na maioria dos casos, a escolha extrajudicial pela conciliação ou mediação de conflitos pode trazer às partes uma solução estratégica e ainda desafogar os tribunais. Para ajudar empresários a entender esses mecanismos, a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) realizou nesta quarta-feira (17), no SENAI em Petrolina (PE), um encontro com três mediadoras pioneiras na região.

As conciliadoras são representantes da Câmara de Conciliação e Mediação do Vale do São Francisco (CCMVASF), entidade instalada em Petrolina desde 2017, especializada em apaziguar os ânimos, promovendo o diálogo, na busca por um acordo benéfico entre empresas ou pessoas envolvidas: empresários, sócios, funcionários e consumidores.

No país, mais de 100 milhões de processos esperam por decisões da Justiça; uma litigiosidade que, segundo a mediadora Alina Monteiro, causa lentidão nas salas e audiências dos tribunais, ela ressaltou ainda que um procedimento de mediação leva, em média, de um dia a uma semana, dependendo da complexidade do caso; e que depois de assinado o acordo, ele passa “a ter força de lei”. “Todas as pessoas que optaram pelo mecanismo conseguiram uma taxa de sucesso de 90%, isso porque esses acordos não voltam à justiça para serem rediscutidos”, explica Alina, que é advogada especialista em mediação corporativa e empresarial.

LEIA MAIS

Produtores e trabalhadores rurais discutem acordo coletivo para 2018

A CCT 2018 é formada pelo empresariado agrícola e trabalhadores rurais do Vale do São Francisco. (Foto: ASCOM)

Reunindo líderes dos Sindicatos dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR) e Juazeiro (BA), sindicatos e confederações trabalhistas de sete municípios, além dos próprios empresários e trabalhadores rurais, aconteceu nessa terça (30) e quarta-feira (31) a Convenção Coletiva do Trabalho do Vale do São Francisco 2018.

O encontro tem como objetivo propor e efetivar acordos entre as duas classes visando a criação de um documento que vai reger as relações patrões e trabalhadores durante o ano de 2018.

Segundo o presidente do SPR Petrolina, Jailson Lira, ao final do evento é esperado um acordo que seja benéfico para os dois lados. “Esta já é a nossa 24ª convenção coletiva, entre o patronato e os trabalhadores, e a forma como o encontro tem se desenvolvido, demonstra uma grande maturidade das partes, que com certeza nos levará a um denominador comum”, analisa ele.

Entre as cidades participantes também estão Santa Maria da Boa Vista e Belém do São Francisco (PE), Curaçá, Casa Nova e Sobradinho (BA).

Empresários de Juazeiro vão poder renegociar dívidas de IPTU e ISS

Secretário Tiano Félix e representantes do setor empresarial. (Foto: ASCOM)

A prefeitura de Juazeiro elaborou um projeto de Lei que garante aos empresários do município renegociar suas dívidas relativas às taxas do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e do ISS (Imposto Sobre Serviço).

O anúncio foi feito ontem (1/12) na sede da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP) pelo o secretário Tiano Félix, durante uma reunião com o gerente regional do Sebrae de Juazeiro, Carlos Cointeiro, o assessor de governo e vice-presidente da Associação de Empresários do Distrito Industrial do São Francisco (AEDISF), Carlos Neiva, o presidente da AEDISF, Nilton Sampaio dos Santos e o representante da Associação dos Contadores do Vale do São Francisco (ACONVASF), Gilvan Ribeiro de Assis.

De acordo com Tiano Félix, essa proposta municipal de renegociação de dívidas do setor empresarial de Juazeiro, está dentro do Programa de Refinanciamento de Dívidas Tributárias (Refis) do governo federal. O projeto será encaminhado à Câmara de Vereadores para apreciação e votação, em seguida ele será sancionado no Paço Municipal (às 9h do dia 7 de dezembro).

“O projeto será encaminhado ao poder legislativo para garantir a renegociação das dívidas dos empresários. Isso é importante, pois há uma série de setores que possuem algum tipo de inadimplência com o município e esses seguimentos estão discutindo a sua regularidade para que possam usufruir desse benefício e tenham suas dívidas sanadas e regularizadas”, explicou Tiano.

Segundo o presidente da AEDISF, Nilton Sampaio dos Santos, toda representação presente está contribuindo para a melhoria do projeto. “Nós, enquanto empresários e atores desse setor, fomos convidados pela prefeitura para contribuir. O nosso papel é ajudar com as nossas experiências e competências para que o projeto abranja e beneficie a todos sem distinção”, observou Nilton.

Empresários visitam Agrovale e prospectam investimentos em Juazeiro

A Agrovale é a única indústria do setor no semiárido brasileiro que produz açúcar, etanol e bioeletricidade. (Foto: ASCOM)

Os diretores dos grupos empresariais SLC Agrícola, do Rio Grande do Sul, e FCK Construções e Incorporações, de Feira de Santana, na Bahia, desembarcaram em Juazeiro, na manhã desta quarta-feira (3), para prospecção de investimentos no segmento agrícola e sucroalcooleiro.

A comitiva empresarial, que veio com o vice-governador do estado, João Leão, foi recebida na Agrovale, única indústria do setor no semiárido brasileiro que produz açúcar, etanol e bioeletricidade.

Depois de conhecer a usina e percorrer parte da área irrigada que permite os maiores índices de produtividade de cana por hectare do país, o grupo de empresários se mostrou bastante interessado na elaboração de um projeto que visa adquirir terras e implantar novas usinas na região.

De acordo com diretor presidente da SLC Agrícola, Aurélio Pavinato, o Vale tem um alto potencial de produtividade e oferece muitas possibilidades para a implantação de novas unidades produtivas. “Tendo em vista a qualidade das terras, abundância de água e estrutura de produção, estudamos a viabilidade da implantação de uma área de cana-de-açúcar e posteriormente, quem sabe, das culturas que já trabalhamos”, adiantou.

LEIA MAIS

Governo vai liberar R$ 8,2 bi para pequenos empresários nos próximos dois anos

(Foto: Internet)

O governo federal vai disponibilizar R$ 8,2 bilhões em crédito para pequenos empresários nos próximos dois anos. Os recursos liberados são do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O objetivo é reduzir a inadimplência das empresas de menor porte e estimular a geração de empregos.

As medidas foram anunciadas hoje (18) pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), durante o lançamento do programa Empreender Mais Simples: menos burocracia, mais crédito. Por meio de convênio firmado com o Banco do Brasil e a Receita Federal, o Sebrae investirá R$ 200 milhões em sistemas para simplificar o processo de gestão do pequeno empreendedor.

Serão desenvolvidos dez sistemas que pretendem reduzir o tempo, a burocracia e a complexidade no cumprimento das obrigações previdenciárias, tributárias, trabalhistas e de formalização. O projeto prevê a abertura de novas linhas de financiamento para as microempresas. O acesso ao crédito ocorrerá sob acompanhamento e consultoria do Sebrae.

LEIA MAIS

Temer apela a empresários para pressionar Congresso e aprovar teto

(Foto: Internet)

Nas conversas com empresários, Temer afirmou que sua proposta funcionará como “meu Plano Real”. (Foto: Internet)

Em busca de apoio para sua proposta de teto para os gastos públicos, o presidente Michel Temer acertou com empresários um plano para pressionar o Congresso a aprovar a medida e determinou que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vá à televisão defender o projeto.

No sábado (1º), véspera do primeiro turno da eleição municipal, Temer reuniu-se com empresários em São Paulo e foi informado de que entidades do setor privado publicarão anúncio nos jornais nos próximos dias defendendo a aprovação do teto de gastos.

Meirelles deverá fazer seu pronunciamento nesta quinta (6), às 20h, em rede nacional de rádio e TV. Ele vai buscar traduzir para a população a necessidade de o governo federal controlar suas contas. A intenção do ministro é dizer que todos sabem que, quando a crise entra em casa, a família é obrigada a cortar despesas e o mesmo deve acontecer com o governo.

LEIA MAIS

Com o pé na estrada, deputado Miguel Coelho reforça pré-campanha

Miguel Coelho - Pré

Miguel Coelho participando da Tribuna 40 no bairro Pedra Linda

Após ter seu nome confirmado pelo governando Paulo Câmara como pré-candidato a prefeito de Petrolina pelo PSB, o deputado Miguel Coelho não tirou o pé do acelerador e reforçou sua agenda realizando a Tribuna 40, que dessa vez esteve no bairro Pedra Linda, na casa da Wilma,  pré-candidata a vereadora pelo PSC, que abriu as portas para receber os moradores da comunidade, que reclamaram bastante do descaso com a Saúde, pois precisam madrugar no posto para tentarem atendimento, e da falta de pavimentação no bairro.

“Ouvindo as queixas do moradores e conhecendo melhor a realidade em que vivem podemos criar um programa de governo que realmente atenda às suas necessidades”, comentou Miguel Coelho.

Miguel Coelho - Café“Terça também é dia de Café 40 e estivemos reunidos pela manhã com os empresários que atuam na Avenida dos Tropeiros. A infraestrutura da Avenida está comprometida, o que prejudica o dia a dia de quem trabalha na região e, consequentemente, toda a cidade. A recuperação de vias e avenidas precisa ser realizada sempre que necessário e, quando feita, o trabalho precisa ser de qualidade para ter durabilidade”, postou o pré-candidato nas redes sociais.

 

Empresários pernambucanos são alvos da nova fase da Lava-Jato

(Foto: Reprodução/Internet)

Os dois são pai e filho, sendo Marcos José o presidente da Cone S/A, que é um condomínio de logística. (Foto: Reprodução/Internet)

Os empresários pernambucanos Marcos José Moura Dubeux e Marcos Roberto Bezerra de Melo Moura Dubeux tiveram objetos e valores em dinheiro apreendidos na nova fase da Operação Lava-Jato. O fato aconteceu na casa dos empresários no Bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Vinte e cinco policiais federais, acompanhados de três procuradores da República, participaram da ação nas residências. A sede da Cone S/A, localizada na BR-101, no Distrito Industrial do Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife (RMR), também foi alvo da operação.

De acordo com a Polícia Federal (PF), o objetivo da operação é recolher documentos, aparelhos de informática e valores em dinheiro. Até o momento, foram recolhidos em posse dos empresários 30 mil euros e US$ 53 mil, além de aparelhos de informática. O chefe de comunicação da PF em Pernambuco, Giovani Santoro, declarou que a operação investiga um esquema de corrupção e a decisão da busca e apreensão foi tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), já que envolve políticos com direito a foro especial.

LEIA MAIS

Isaac Carvalho e Júlio Lóssio apresentam Anel Viário a grupo de empresários

Isac e Julio

O encontro foi realizado na sede da FIEPE, em Petrolina/PE

O prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho (PCdoB), apresentou, ao lado do prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB),  o projeto do Anel Viário que envolve as duas cidades ribeirinhas a empresários e investidores.

De acordo com os idealizadores, os chefes dos executivos de Juazeiro e Petrolina, é um projeto bastante audacioso, mas que deixará as cidades planejadas e com boas prospecções para o futuro. “A tendência é que as duas cidades se tornem grandes centros distribuidores do Nordeste. Teríamos conexões entre ferrovias, rodovias, aeroportos e a Hidrovia do São Francisco. Acreditamos que é possível e vamos fazer o máximo para que seja viabilizado”, garantiu o prefeito Isaac Carvalho.

Para o prefeito de Petrolina, desde 2009 ele e Isaac têm realizado encontros para debater estratégias de crescimento para o Vale.  “A ideia é criar um novo modal de transportes. Um anel viário que englobe Petrolina e Juazeiro. Nós maturamos esta ideia juntos, o nosso corpo técnico já consolidou o projeto, com orçamento e agora estamos abrindo o diálogo para a participação do empresariado. É um projeto de longo prazo, mas nos consolida como grande área de desenvolvimento”, enfatizou Lóssio.

O diretor do grupo Rocha, com sede em Petrolina, Antônio Cláudio Sá Barreto Couto, foi taxativo. “Será o ‘arco do futuro’ para as duas cidades”.

Empresários de padarias e confeitarias serão qualificados em Juazeiro

O empresário Rafael Sávio ingressou no setor de panificação há quatro meses. Tudo que o panificador deseja é desenvolver o potencial do seu negócio e tornar-se referência no segmento. Foi com esse objetivo que Sávio e outros empresários do ramo se reuniram na sede do Sebrae Juazeiro (BA), na quinta-feira, 17, para assinar o termo de adesão ao Plano de Melhoria do Desempenho Empresarial  (MEDE), e ao Programa de Desenvolvimento em Alimentação, Confeitarias e Panificadoras (Propan).

“A minha expectativa é conseguir construir indicadores que me ajudem a medir o desempenho da minha empresa, mostrem pontos fortes e onde preciso melhorar. Também pretendo acessar ferramentas que melhorem a gestão do negócio e eleve o nível de competitividade”, revela.

O coordenador de Indústria do Sebrae Bahia, Tércio Calmon, explicou que o MEDE é o novo modelo de abordagem e acompanhamento coletivo para empresas atendidas pelos projeto. “O objetivo é contribuir com assessoramento gerencial na empresas. Um consultor vai fazer um plano de melhorias, em seguida apresentar soluções para os problemas apontados no diagnostico, o processo será desenvolvido em um ciclo de nove meses e já inicia em abril”, esclarece.

Em seguida os empresários de panificação e confeitaria receberão consultorias especializadas em setores como produção, gestão de pessoas e marketing por meio do Propan, ministrado pelo Instituto Tecnológico de Processos e Competitividade (ITPC). O programa visa melhoria na qualidade dos produtos, redução dos custos e desperdícios e aumento da produtividade.

Durante o encontro, também foi anunciado a vinda de uma unidade móvel do Senai para capacitar empresários e funcionários de padarias e confeitarias. A iniciativa é fruto da parceria do Senai, Sebrae, Cieb e Prefeitura Municipal.

Outras informações sobre os programas e capacitações do Sebrae  podem ser obtidas sede do Sebrae Juazeiro, localizada na Rua Coronel João Evangelista, 22, no Centro, ou pelo telefone (74) 3612 0827.