MME reitera que horário de verão não resulta em economia de energia

(Foto: Internet)

Um novo estudo encomendado pelo Ministério de Minas e Energia reitera avaliação anterior de que a adoção de horário de verão não resulta em “economia significativa de energia”, e que as medidas adotadas pelas autoridades do setor são suficientes para garantir o fornecimento de energia.

Em nota, o ministério informa que “considerando análises técnicas devidamente fundamentadas, o MME entende não haver benefício na aplicação do horário de verão e que as medidas tomadas pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) e pela Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (CREG) têm se mostrado suficientes para garantir o fornecimento de energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional de energia elétrica (SIN) na transição do período seco para o período úmido”.

LEIA MAIS

Aneel deve aprovar reajuste e conta de energia ficará mais cara em julho

(Foto: Ilustração)

A conta de energia poderá ter um reajuste de 20% em julho. A expectativa é que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anuncie na próxima terça-feira (29), mais uma alta. No anúncio da Aneel é esperado um encarecimento para geração da luz nas residências.

Crise hídrica

O conselho diretor da agência deve aprovar um aumento que varia entre 40% e 60% das bandeiras. Ou seja, isto acarretará um aumento entre 15% e 20% na conta de luz. Vale lembrar que a Aneel impôs a bandeira vermelha 2 em junho por causa da crise hídrica que o Brasil enfrenta.

Bolso do brasileiro

Caso o aumento se confirme, o preço a mais do kWh passaria dos atuais R$ 6,24 para cerca de R$ 10. A informação é da Folha de São Paulo, que ouviu fontes nos bastidores da agência.

Conta de energia dos pernambucanos ficará mais cara a partir desta quinta

(Foto: Arquivo)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (27) um reajuste médio de 8,99% para a tarifa de energia da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). As novas tarifas entram em vigor a partir da próxima quinta-feira (29) para 3,8 milhões de clientes espalhados pelos 184 municípios do Estado, além do Arquipélago Fernando de Noronha.

Para os clientes residenciais, o aumento será de 7,46%. Assim, o consumidor residencial que pagava R$ 100 por mês terá que desembolsar R$ 107,46. Já para clientes não residenciais que demandam menos gastos energéticos, o reajuste será de 8,01%. Por sua vez, as indústrias verão o valar crescer 11,89%.

De acordo com a Aneel, ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. Entre os itens que contribuíram para o aumento da tarifa estão o custo de aquisição de energia, a inclusão de componentes financeiros, e os custos de distribuição.

A Celpe solicitou diferimento na revisão tarifária em razão da previsão de receita decorrente da ação judicial sobre os créditos tributários advindos da retirada do ICMS da base de cálculo do PIS e Cofins“, explicou a agência reguladora em nota divulgada nesta terça-feira (27).

Conta de energia em Pernambuco pode subir, em média, 9,99%

(Foto: Ilustração)

A conta de luz vai ficar mais cara para os pernambucanos. A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) define, nesta terça-feira (27), o aumento da tarifa de energia elétrica da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) que deve entrar em vigor nesta quinta-feira (29).

O efeito médio do reajuste da Celpe será de 9,99%, sendo que 8,81% seria o aumento médio dos clientes residenciais e 13,79% para os grandes clientes, como por exemplo as indústrias. Os percentuais acima são calculados pela Aneel com base nas planilhas e informações apresentadas pela Celpe.

A Aneel regula todo o setor elétrico e a definição dos percentuais ocorrerá numa decisão da diretoria. Os percentuais preliminares estão mais altos do que a inação oficial do País medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) que registrou um acumulado de 6,94% nos últimos 12 meses. Ou seja, o aumento está muito mais alto do que a inação.

LEIA MAIS

Desconto de 30% em contas atrasadas da Celpe segue até esta sexta

(Foto: Arquivo)

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) encerra na sexta-feira (16), a Campanha Saldão 30%. A iniciativa tem como finalidade zerar a cobrança de juros, correção e multa dos clientes que possuem contas de energia elétrica com mais de 180 dias de atraso no pagamento, podendo chegar a um desconto de até 30% no valor total da dívida.

Na campanha, a concessionária permite a quitação do débito à vista ou dividido em até doze parcelas no cartão de crédito. A intenção da companhia é contribuir com a recuperação financeira dos consumidores que tiveram dificuldade de liquidez durante a pandemia. Todo o processo é realizado de forma virtual, evitando assim aglomeração nas lojas da concessionária.

O Saldão 30% poderá ser aproveitado por clientes de todas as classes, podendo ser residencial, comercial, industrial, poder público ou qualquer outro que possua faturas com mais de seis meses de atraso no pagamento. As contas de energia em aberto com menos de seis meses de atraso não se enquadram na campanha.

LEIA MAIS

Corte de energia de famílias de baixa renda está suspenso até junho, informa Aneel

(Foto: Reprodução/Internet)

O corte no fornecimento de energia elétrica por falta de pagamento está suspenso em todo país até 30 de junho, mas apenas às famílias de baixa renda. A determinação é da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e contempla os consumidores inscritos no programa de Tarifa Social.

Cerca de 60 milhões de pessoas devem se beneficiar com essa medida, anunciada pela Aneel na sexta-feira (26). Ainda segundo a Agência, a suspensão abrange consumidores que necessitam de energia para manter em funcionamento equipamentos essenciais à vida e os que não estejam recebendo a fatura impressa.

O agravamento da pandemia e a consequente limitação de atividades pesou na decisão da Agência Nacional. Famílias que vivem em regiões onde não há postos de arrecadação, como lotéricas e instituições financeiras, em funcionamento, por causa de medidas restritivas de isolamento social também serão contempladas com a decisão.

Energia solar gera economia de R$ 45 milhões por ano em Petrolina e Juazeiro

Em 2021, o Brasil pode se tornar o terceiro maior mercado de geração distribuída de energia solar do mundo. Ocupando um lugar de destaque no ranking nacional de municípios com maior potência instalada, Petrolina – PE e Juazeiro – BA, já contam com 2.454 sistemas de energia fotovoltaica. Isso equivale a geração de 33.97 megawatts-hora e uma economia de R$ 45 milhões por ano, segundo relatórios das concessionárias, liberados pela Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica.

Solução limpa, renovável e sustentável que garante economia na conta de luz para residências e empresas, além de diminuir os poluentes lançados no meio ambiente, a energia solar está cada dia mais acessível e presente na vida da população.  A cooperativa de crédito Sicredi Vale do São Francisco, por exemplo, criou uma linha de financiamento que vem facilitando o acesso aos sistemas fotovoltaicos para os associados pessoa física e jurídica.

LEIA MAIS

Senado aprova MP que evita aumento de tarifas de energia

(Foto: Ilustração)

O Senado aprovou ontem (04) a Medida Provisória (MP) 998/2020, chamada de MP do Setor Elétrico. O texto destina recursos à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) para redução da tarifa de energia elétrica aos consumidores até 31 de dezembro de 2025.

Ela havia saído da Câmara em meados de dezembro, às vésperas o início do recesso parlamentar, com alterações e agora segue para sanção presidencial.

A CDE é um fundo do setor elétrico que custeia políticas públicas e programas de subsídio, como o Luz para Todos e o desconto na tarifa para irrigação. Os recursos que vão para a CDE são originalmente destinados à aplicação em pesquisa, investimento e inovação.

LEIA MAIS

Celpe oferece 20% de desconto a usuários que utilizarem plataforma de pagamento

(Foto: Ilustração)

Os clientes da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) terão a oportunidade de ganhar R$ 20 de desconto no pagamento da fatura de energia elétrica.

A concessionária fechou uma parceria com o aplicativo RecargaPay, que vai oferecer o desconto, a partir desta sexta-feira (29), para quem pagar com o cartão de crédito utilizando a plataforma digital.

O benefício será concedido a todos os consumidores que realizarem o download do app e quitarem a conta de energia pela primeira vez diretamente no RecargaPay.

LEIA MAIS

Zona Rural de Petrolina sofre sem energia há mais de 24 horas

Em contato com o nosso blog, um leitor relatou os problemas causados por um apagão que perdura desde a tarde dessa terça-feira (12) na Zona Rural de Petrolina. Segundo a denúncia, já são mais de 24 horas sem energia elétrica nas comunidades de Caldeirãozinho, Cacimba de Baltazar, Lagoa dos Cavalos, Barreiro, Varzinha, entre outras.

São mais de 200 famílias prejudicadas com esta falta de energia elétrica, prejudicando fortemente as atividades econômicas e sociais das localidades“, diz o leitor.

LEIA MAIS

Em live, Bolsonaro pede que população economize energia elétrica

(Foto: Carolina Antunes/PR)

O presidente Jair Bolsonaro fez um apelo, nessa quinta-feira (3), para que a população economize energia elétrica. Em sua live semanal, transmitida pelas redes sociais, Bolsonaro alertou sobre o baixo nível de água nos reservatórios de usinas hidrelétricas, que respondem pela maior parte da geração elétrica do país.

Já estamos numa campanha para economizar energia. Tenho certeza que você, que está em casa agora, pode apagar uma luz, evitar o desperdício. Tome um banho um pouquinho mais rápido, que ajuda a manter os reservatórios um pouco mais altos”, afirmou, ao lado dos ministros de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e de Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Bento Albuquerque relatou que o país vive a maior seca dos últimos anos e o nível dos reservatórios das usinas estão em uma situação preocupante. “Os reservatórios estão muito baixos, presidente. E isso nos levou a adotar medidas, como colocar nossas usinas termelétricas gerando energia. 65% da nossa energia é gerada por hidrelétricas, e com os reservatórios de água estando baixos, temos que utilizar as usinas termelétricas para suprir essa energia, gerar segurança de abastecimento e preservar aquilo que temos de água nos reservatórios”, explicou.

LEIA MAIS

Compesa esclarece falta de água em Lagoa Grande e Izacolândia

(Foto: Ascom)

A Companhia Pernambucana de Saneamento  (Compesa) afirma que queda de energia causou falta de água em Lagoa Grande e Izacolândia,  no Sertão de Pernambuco. Segue a nota na íntigra.

“A Compesa informa que o abastecimento do município de Lagoa Grande e do distrito de Izacolândia, na zona rural de Petrolina, foi afetado devido as fortes chuvas da última segunda-feira (2) e consecutivas quedas de energia. Após notificar a Celpe imediatamente, a concessionária chegou ao local de captação de água na manhã desta quarta- feira (4) para verificação e providências, porém, ainda não informou a previsão de retorno da energia. Tão logo o sistema volte a operar, o abastecimento será retomado e os calendários ajustados para atender à população.”

Funcionário da Celpe é assassinado ao tentar cortar energia de cliente

(Foto: Celpe/Divulgação)

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informou que um funcionário da empresa foi assassinado enquanto realizava seu trabalho, na Zona Rural de Limoeiro, no Agreste, nesta terça-feira (31).

José Reginaldo de Santana Júnior tinha 31 anos e era eletricista. Ele estava no local para procedimento legal de suspensão do fornecimento de energia por inadimplência e, segundo informações iniciais, foi assassinado pelo dono da propriedade que teria a energia cortada.

LEIA MAIS

Energia elétrica é cara ou muito cara para 84% dos brasileiros

(Foto: Ilustração)

Oitenta e quatro por cento dos brasileiros entrevistados pelo Ibope e pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) consideram a energia elétrica cara ou muito cara. Para a Abraceel, o valor pago pelos consumidores tem se tornado mais evidente nas despesas das famílias, já que as pessoas que consideravam o serviço caro ou muito caro no ano de 2014 – primeiro de realização da pesquisa – chegavam a 67%. O percentual atingiu a maior marca em 2014 (88%) e no ano passado (87%). A pesquisa ouviu 2 mil pessoas em todas as regiões do país, entre os dias 24 de março e 1º de abril.

Considerando os dados deste ano, 55% dos entrevistados afirmaram que o alto preço é causado pelos impostos e 28%, pela falta de concorrência no setor. “Hoje a energia elétrica é um dos serviços mais taxados, por uma razão muito simples: os governos estaduais têm muita facilidade em arrecadar imposto por meio da conta de luz, então incidem diversos impostos – federais, estaduais – e o consumidor percebe que a energia é cara devido aos muitos tributos”, disse o presidente da Abraceel, Reginaldo Medeiros.

LEIA MAIS

MP do Governo Federal deve reduzir contas de energia do Norte e Nordeste

(Foto: Ilustração)

O Governo Federal estuda, já para os próximos dias, a edição de uma Medida Provisória (MP) para o setor elétrico que deve reduzir o custo da energia de consumidores das regiões Norte e Nordeste.

A nova MP deve ser mais abrangente do que a última, que havia isentado famílias de baixa renda do pagamento da conta de energia elétrica durante a pandemia, e tem como objetivo direcionar os recursos pagos pelo setor para programas de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e Eficiência Energética para abater as tarifas de energia do consumidor.

LEIA MAIS
123