Confira o resultado da enquete sobre a gestão do prefeito Paulo Bomfim

(Foto: ASCOM)

Na última semana, o Blog Waldiney Passos lançou uma enquete para avaliação do mandato do Prefeito de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim (PCdoB), eleito no último pleito municipal, com 46.183 votos, ou 40,29% dos votos válidos.

LEIA TAMBÉM:

Enquete: como você avalia a gestão de Paulo Bomfim em Juazeiro?

A gestão de Paulo Bomfim tem sido alvo de críticas. Em meio a uma crise na área da saúde, e faltando pouco menos de um ano para as eleições, o atual prefeito resolveu recorrer ao ex-prefeito, Isaac Carvalho (PT), agora, Secretário de Governo.

Mesmo com o caos instalado, segundo o resultado da enquete, a opinião sobre o mandato de Bomfim divide a população. Você aprova o governo Paulo Bomfim em Juazeiro? Esse foi o questionamento feito pelo Blog. 51.55% votaram sim; 48.45% votaram não.

LEIA MAIS

Enquete: Como você avalia a gestão de Paulo Bomfim em Juazeiro?

Você aprova o governo Paulo Bonfim em Juazeiro?

Perto de finalizar seu terceiro ano de mandato, o prefeito de Juazeiro (BA) Paulo Bomfim tem sido alvo de críticas sobre como tem guiado o município. Eleito com 46.183 votos, ou 40,29% dos votos válidos, o pupilo do ex-prefeito Isaac Carvalho derrotou Joseph Bandeira nas eleições.

Com uma crise em andamento na área da saúde, denunciada por um dos maiores jornais do estado, e com a indicação do ex-prefeito Isaac Carvalho para secretaria do governo, os juazeirense tem questionado a forma de gestão do prefeito. Além disso, um recente atrito com um artista da cidade – criador da escultura da muriçoca – desgastou ainda mais o governo.

Mesmo com a maioria absoluta na Câmara de Vereadores da cidade – que chegou a ser totalmente de situação – o prefeito não tem conseguido emplacar investimentos de impacto para o município.

LEIA MAIS

Em enquete, população aprova Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro

Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Embora o Projeto de Decreto Legislativo que concederia Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro tenha sido retirado da pauta da sessão dessa quinta-feira (23) na Câmara Municipal de Petrolina, 83,47% dos participantes da enquete promovida pelo blog Waldiney Passos concordaram com a proposta, sendo favoráveis à entrega da homenagem ao presidente da República. 16,09% disseram não concordar com a proposição e 0,43% preferiram não opinar.

Durante a sessão dessa quinta, o vereador Elias Jardim, autor do projeto, decidiu retirar a proposta da pauta, devido à pressão de grupos que estiveram presentes na Casa Legislativa. Além disso, o vereador não estava confiante na aprovação do projeto.

LEIA TAMBÉM

Elias Jardim justifica retirada de projeto e se mantém firme na decisão de homenagear Bolsonaro

Repercussão negativa faz vereador Elias Jardim retirar Título de Cidadão a Bolsonaro da pauta

“[O projeto] vai voltar à pauta, o momento não estava tão bom para votar. Vou articular melhor, acho que falhei na articulação para que seja aprovado. A gente retirou o projeto porque sentiu que ele podia não passar, a gente não tinha segurança total para que o projeto fosse aprovado”, disse o parlamentar.

Ao todo, 4.865 usuários participaram da pesquisa. A enquete teve início nessa quarta-feira (22) às 22h25 e foi encerrada nesta sexta-feira, às 6h15. Para melhor precisão no questionamento, cada IP registrado só poderia votar uma vez.

Enquete: Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Nesta quinta-feira (23), o vereador Elias Jardim vai propor, durante a sessão ordinária na Câmara Municipal, um Título de Cidadão Petrolinense ao presidente Jair Bolsonaro, que vem a Petrolina nesta sexta-feira (24). A proposta deve gerar discussões acaloradas entre os parlamentares.

Na sua justificativa, Elias afirma que a homenagem ao presidente se deve “pelo seu grande esforço para retirar o Brasil de uma grande crise”. O projeto traz um pouco da história de vida pessoal e profissional de Bolsonaro.

Nosso blog quer saber se você concorda com a proposta que será apresentada nesta quinta. Deixe seu voto na nossa enquete: Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Enquete: mais de 85% dos petrolinenses desaprovam serviço prestado pela Compesa

A Compesa presta um bom serviço em Petrolina?

Uma enquete realizada pelo blog Waldiney Passos mostrou o descontentamento da população petrolinense com a atuação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na cidade. Dos participantes, 87,36% afirmaram que a empresa não presta um bom serviço na cidade. 8,24% aprovaram o trabalho da companhia e 4,40% disseram que não podiam opinar.

O resultado da pesquisa evidencia o descaso da Compesa com Petrolina. Além da constante falta de água registrada semanalmente em diversos bairros do município, os moradores reclamam de esgotos a céu aberto e bocas de lobo estouradas, por exemplo.

A municipalização do serviço, tratada como prioridade do governo municipal, se mostra uma saída plausível para a solução do problema. Caso se concretize, o serviço de saneamento e abastecimento será exercido por meio de uma Parceria Público Privada (PPP).

Enquete: a Compesa presta um bom serviço em Petrolina?

A Compesa presta um bom serviço em Petrolina?

 

Atual responsável pelo saneamento básico em Petrolina, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) é criticada diariamente pelo trabalho realizado no município. Embora seja eleita por revistas como uma das melhores empresas de saneamento do país, a companhia não consegue emplacar um bom serviço na cidade pernambucana.

Além da constante falta de água registrada semanalmente em diversos bairros do município, os moradores reclamam de esgotos a céu aberto e bocas de lobo estouradas, por exemplo.

A empresa, inclusive, chegou a ser multada duas vezes – em R$ 20 milhões e R$ 800 mil – pela prefeitura por despejar esgoto sem tratamento diretamente no Rio São Francisco. Na oportunidade, a Compesa negou as acusações.

Municipalização do serviço

A prefeitura de Petrolina, com a promessa de melhorar o serviço de saneamento para as comunidades, defende a municipalização do serviço, tratada como prioridade do governo municipal, que, caso se concretize, será exercida por meio de uma Parceria Público Privada (PPP).

LEIA MAIS

Enquete: você aprova a liberação da posse de armas?

Nesta terça-feira (15), dia em que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), assinou o decreto de flexibilização da posse de armas no país, o Blog Waldiney Passos lança a enquete: “Você aprova a liberação da posse de armas?”

De acordo com uma pesquisa feita pelo Instituto Datafolha, 61% da população brasileira é contrária a medida, defendida por Bolsonaro desde o período de campanha. A posse de arma garante ao cidadão o direito de manter uma arma de fogo na residência da pessoa, numa casa de campo ou na empresa em que ela trabalha.

Não fique de fora! O Blog Waldiney Passos quer saber a opinião de seus leitores sobre o assunto. A enquete ficará disponível no nosso site até o fim desta semana.

[poll id=”35″]

Enquete: 58% acham que Lula será condenado nesta quarta

[poll id=”33″]

De acordo com votação em enquete do blog Waldiney Passos, 58% das pessoas que participaram do questionamento acreditam que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva será condenado após julgamento do Tribunal Regional Federal da 4ª região. 37% acham que o petista não sofrerá condenação e 5% preferiu não opinar. Lula será julgado nesta quarta-feira (24), a partir das 8h30.

A sessão da 8ª Turma do TRF4, em Porto Alegre, vai analisar um recurso da defesa de Lula que contesta a condenação de nove anos e meio por corrupção e lavagem de dinheiro, determinada pelo juiz Sérgio Moro em 12 de julho do ano passado.

Você acredita que Lula será condenado?

[poll id=”33″]

O julgamento do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva nesta quarta-feira (24) deve definir o rumo da política nacional neste ano de eleição. A 8ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, vai analisar um recurso da defesa de Lula que contesta a condenação de nove anos e meio por corrupção e lavagem de dinheiro, determinada pelo juiz Sérgio Moro em 12 de julho do ano passado.

Mantida a condenação do juiz Sérgio Moro, pode ser que os desembargadores ordenem o cumprimento imediato da pena. Contudo, a prisão do ex-presidente seria uma surpresa, já que o procurador que atuará no julgamento já adiantou que não vê motivos para pedir a prisão de Lula antes do fim dos recursos.

Você acha que o tribunal irá manter a condenação ou que Lula será absolvido? Participe da nossa enquete e vote!

Enquete mostra disputa entre Fernando, Odacy e Júlio Lossio na preferência do internauta para governador do estado

Questionamos nossos leitores sobre o cenário político em Pernambuco, em relação a eleição para o governo de Pernambuco. Perguntamos em quem você votaria para governador do estado. 1.536 internautas participaram da nossa enquete.

Com 400 votos, o equivalente a 26% dos participantes, o atual senador Fernando Bezerra Coelho teve o melhor aproveitamento. Fernando é seguido de perto pelo o deputado estadual Odacy Amorim, que teve 387 votos (25%).

Em seguida vem o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio com 249 votos (16%), tecnicamente empatado com a vereadora do Recife Marília Arraes, que teve 248 votos (16%).

O atual governador Paulo Câmara aparece com 82 votos (5%). Armando Monteiro teve 24 votos (2%) e Mendonça Filho aparece em último lugar com 20 votos (1%).

126 internautas, ou seja, 8% das pessoas que participaram disseram que não votam em nenhuma das opções apresentadas.

[poll id=”32″]

Queremos deixar claro que não se trata de uma pesquisa eleitoral. Foi apenas uma consulta espontânea através do blog.

Uma nova enquete já está no ar: “Lula será condenado?” Acesse e vote.

O ex-presidente da República vai a julgamento em segunda instância, no caso do tríplex do Guarujá (SP), no próximo dia 24 de janeiro. Lula já foi condenado em primeira instância pelo o juiz Sérgio Moro a 9 anos e seis meses de prisão.

Enquete: em quem você votaria para Governador de Pernambuco?

Petrolina pode ter três candidatos ao governo estadual.

2018 é ano de eleição para Presidente da República, Senadores, Deputados Federais e Estaduais/Distrital e Governadores. Em Pernambuco, a luta pela vaga do Executivo Estadual tem sido cada vez mais acirrada.

Com Odacy Amorim disputando a vaga com Marília Arraes no Partido dos Trabalhadores para pleitar o cargo de governador, Fernando Bezerra Coelho assumindo a presidência do Partido mais importante – pelo tempo de propaganda na TV – na corrida eleitoral, o MDB, e Júlio Lossio já em caravana pelo estado, Petrolina larga na disputa com três possíveis candidatos.

Essa enquete não se trata de pesquisa eleitoral, dependendo apenas da participação espontânea do interessado.

E você? Em quem votaria caso as eleições fossem hoje? Enquete segue até o dia 14/01/2018, às 23h.

[poll id=”32″]

Enquete revela a falta de esperança dos eleitores diante do quadro político do Brasil

(Foto: Ilustração)

Entre os dias 04/08 e 25/09, questionamos os nossos leitores sobre o cenário político brasileiro e quais seriam os critérios de votação em 2018.  O resultado da pesquisa revelou a falta de esperança dos eleitores na política.

Com 34%, a opção “Vou votar mais consciente. Vou me informar sobre cada político”, aponta que o público está mais alerta diante das ações de cada político e que isso deve ser levado em consideração na hora de votar. Em segundo lugar, com 31%, aparece a opção “Não vou votar. Não confio mais nos políticos”, a aversão por partidos e políticos tem se tornado comum no Brasil, principalmente pelo cenário de corrupção e denúncias, que ganham destaque nos principais meios de comunicação.

Enquete: Blog Waldiney Passos. (Foto: Divulgação)

Na sequência, a opção “Vou votar branco ou nulo até que apareçam bons candidatos”, ganhou 24% dos votos. De acordo com o Glossário Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disponível no site do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) existe uma grande diferença entre as duas opções.

“O voto nulo era tido como um voto de protesto contra os candidatos ou contra a classe política em geral. Neste caso, o eleitor bastava escrever um número que não existia. Hoje, após a invenção da urna eletrônica, o voto nulo ainda existe. Para efetuá-lo é preciso digitar um número de candidato inexistente, por exemplo, “00”, e depois a tecla “confirma”.

Hoje, conforme a Constituição Federal de 1988 e a Lei das Eleições, apenas são contabilizados como votos válidos os votos nominais e os de legenda, excluindo-se os brancos e os nulos”, diz a publicação.

Em último lugar, com 11%, aparece a opção “Vou votar no menos pior”.

Nova enquete: “Qual a sua opinião sobre a legalização da Maconha?”

A legalização da maconha no Brasil é um tema em constante debate, pensando nisso, iniciamos nesta segunda-feira (25) uma nova enquete sobre o tema. Legalizar o comércio da maconha seria uma forma de enfrentar os traficantes?

No Uruguai a legalização já é uma realidade. O país se tornou o primeiro país a legalizar e a regulamentar a produção, a venda e o consumo da maconha.

Enquete mostra que 91% são favoráveis a trabalho obrigatório para presos

De acordo com a proposta, toda vez que o estabelecimento penal atingir a capacidade, deve ser realizado mutirão carcerário para verificar a situação dos presos e eventuais liberações. (Foto Internet)

O trabalho obrigatório para detentos obteve 91% de aprovação em enquete realizada pelo Instituto DataSenado. A enquete trata das modificações na Lei de Execução Penal (Lei 7.210/1984) propostas pelo Projeto de Lei do Senado (PLS) 513/2013 a ser votado na próxima terça-feira (21). O instituto ouviu 1.310 pessoas entre os dias 16 de fevereiro e 2 de março.

A enquete mostrou, ainda, que 72% dos internautas discordam do projeto em relação ao aumento da remuneração dos presos pelos trabalhos realizados. O projeto propõe que o valor passe de 75% do salário mínimo para um salário mínimo.

No que diz respeito à superlotação dos presídios, metade das pessoas que participaram da enquete opinou que presídios lotados não devem receber novos detentos, enquanto 46% opinaram que, mesmo nessa situação, o recebimento deve ser contínuo. Contudo, a maior parte das respostas (80%) foi contrária à possibilidade de antecipação de benefícios aos presos que estiverem em presídios com lotação além da capacidade.

LEIA MAIS

Enquete: 62% avaliam a gestão do presidente Michel Temer como péssima

Somando “péssimo” e “ruim” Temer tem 71% de rejeição segundo enquete deste blog

Concluímos mais uma enquete deste blog verificando uma grande rejeição dos nossos leitores à gestão do presidente Michel Temer (PMDB), que assumiu a Presidência após o impeachment de Dilma Rousseff.

Perguntados como avaliavam a gestão: 62% responderam que péssima, 9% ruim, 11% regular, 8% boa e 9% ótima.

Esses números reafirmam a impopularidade do presidente constatada em várias pesquisas de opinião e ao que tudo indica Michel Temer terá o desafio de driblar, em 2017, uma série de obstáculos políticos para manter a governabilidade e ter força no Congresso Nacional para aprovar reformas como a previdenciária e a trabalhista.

No horizonte do presidente da República, há preocupações com os imprevisíveis desdobramentos das delações premiadas dos executivos da Odebrecht, com o processo em andamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pode cassar o mandato dele e com os baixíssimos índices de popularidade que ele tem registrado nos últimos meses.

Temer foi citado no pré-acordo de delação premiada do ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho. Segundo o ex-dirigente da empreiteira, o presidente pediu, em 2014, R$ 10 milhões para campanhas do PMDB. Os fatos são investigados pela Operação Lava Jato.

Além disso, o TSE apura se a chapa formada por Dilma Rousseff e Temer para a eleição presidencial de 2014 cometeu abuso de poder econômico e se beneficiou do esquema de corrupção que atuou na Petrobras. Se o tribunal concluir que sim, Temer poderá ser afastado da Presidência.

Na avaliação do cientista político da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Sérgio Praça, o agravamento da crise política e da impopularidade de Temer deverão resultar em impacto negativo ainda maior para o governo, superior até ao desgaste causado pela demora na recuperação econômica.

ENQUETE: Blog Waldiney Passos quer saber sua opinião sobre a PEC 241

PEC 241 é prioridade do governo nesta semana na Câmara (Foto: Internet)

PEC 241 é prioridade do governo nesta semana na Câmara (Foto: Internet)

Nas últimas semanas o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 241 tem mexido coma  vida dos moradores das cidades irmãs Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Isso porque diversas instituições tem protestado contra o projeto que tramita na Câmara dos Deputados. Por isso, o Blog WP quer saber a opinião dos leitores sobre o assunto:

Você acha que a PEC 241 vai acarretar em quais consequências ao Brasil caso seja aprovada?

Para acessar a enquete entre na página inicial do blog Waldiney Passos, role a página para baixo e responda o questionamento ao lado direto da página, assim como mostra a imagem abaixo:

adsde

Sobre a PEC: 

A PEC 241 estabelece que as despesas da União (Executivo, Legislativo e Judiciário) só poderão crescer conforme a inflação do ano anterior.

LEIA MAIS
12