Com cara nova, escola do Roçado é inaugurada pela Prefeitura de Petrolina

Escola ganhou novos espaços e mais acessibilidade (Foto: Jonas Santos/Ascom PMP)

O Roçado, comunidade da zona rural de Petrolina ganhou hoje (5) uma nova unidade escolar. A unidade José Fernandes Coelho está totalmente renovada e foi inaugurada nessa quinta-feira pelo prefeito Miguel Coelho  (MDB). A Prefeitura investiu R$ 350 mil na obra, melhorando o atendimento no que é a única unidade da comunidade.

Foram feitas nova pintura, troca de piso, manutenção hidráulica, elétrica e sanitária. Além disso, o refeitório, cozinha passaram por melhorias e a unidade ganhou mais acessibilidade das crianças. Com essa, a rede escolar já foi 70% melhorada, de acordo com a gestão.

“É mais uma intervenção para melhorar a comunidade. Fizemos pavimentações, melhoramos acessos e essa manutenção tem uma importância enorme para quem mora aqui”, celebrou o prefeito Miguel.

 

Depois de ganhar quadra poliesportiva, Nova Vida será contemplado com escola

Quadra foi inaugurada na noite de quinta-feira (Foto: Jonas Santos/Ascom PMP)

Os moradores do Residencial Nova Vida ganharam um novo espaço de lazer. Na noite de quinta-feira (19) o prefeito Miguel Coelho (MDB) entregou uma quadra poliesportiva, resultado do investimento de R$ 235 mil investidos na construção do novo aparelho.

A quadra conta com iluminação, alambrado, traves, cesta de basquete e arquibancadas. Além do novo espaço de lazer, o residencial ganhará em breve uma escola. “Quero adiantar que estamos conseguindo com o deputado Fernando Filho recursos para a construção de uma escola nesse residencial, um sonho desejado há anos pelos moradores“, antecipou Miguel.

Essa é a 22ª quadra entregue pela Prefeitura de Petrolina em três anos. Todos contam com estrutura para a realização de diversas práticas esportivas.

Escola municipal de Juazeiro recebe doação para criação de horta comunitária

(Foto: Divulgação)

Cerca de 390 alunos da Escola Municipal Prefeito Aprígio Duarte, no Residencial Juazeiro I, que atende alunos também dos residencias Juazeiro II e III, em Juazeiro -BA, tiveram uma grata surpresa  na manhã desta sexta-feira (6).

Em meio ao anúncio do início dos trabalhos para implantação de uma horta comunitária, a criançada vibrou com a chegada dos equipamentos que vão permitir o cultivo de hortaliças, legumes e ervas medicinais nas dependências da escola.

A ação, que mobilizou os estudantes da Educação Infantil e Fundamental I, com idades entre 3 e 9 anos, faz parte do projeto ‘Horta na Escola’, desenvolvido pela Agrovale que pretende implantar mais três unidades em Juazeiro e Petrolina (PE), até o final deste ano.

LEIA MAIS

Chuva: estudantes assistem aula em meio a goteiras em escola municipal de Juazeiro

 

Através do WhatsApp, um leitor, que preferiu não se identificar, enviou um vídeo denunciando o descaso em uma escola da rede municipal de ensino de Juazeiro (BA), localizada no bairro Itaberaba.

As imagens feitas pelo celular, na manhã desta terça-feira (04), mostram a água da chuva entrando na sala pelo telhado da Escola Municipal Professora Dinorah Albernaz. No vídeo é possível identificar alguns alunos recuados no canto da sala, provavelmente para fugir das goteiras.

O vídeo ainda mostra a água da chuva escorrendo pelo telhado, entre lâmpadas e ventiladores, trazendo risco para alunos e professores da unidade educacional.

Nossa produção entrou em contato com a Prefeitura de Juazeiro para saber qual a explicação da gestão municipal sobre a estrutura da sala mostrada no vídeo, e quais medidas serão tomadas para solucionar o problema. Até o momento a prefeitura não se pronunciou sobre o caso.

Escola Municipal realiza a 2ª Mostra Científica em Juazeiro 

(Foto: ASCOM)

Com o objetivo de estimular os alunos a experiências científicas, a Escola Municipal Santo Antônio no Projeto NH3, distrito de Itamotinga em Juazeiro (BA), realizou nesta quarta-feira (31), a 2ª Mostra Científica ‘Experimentando Eu Aprendo’. O evento contou com a participação de mais de 300 alunos do 1º ao 5º ano, que apresentaram os trabalhos científicos criados ao longo do ano letivo.

Em sua segunda edição, a Mostra faz parte da estratégia da Secretaria de Educação e Juventude (SEDUC), em parceria com o Instituto Airton Sena, que busca melhorar a aprendizagem dos alunos através da ciência. De acordo com uma pesquisa inédita da Finep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que investe em ciência, tecnologia e inovação, mostra que a disciplina serve para estimular a alfabetização e garantir que eles já sejam capazes de escrever com fluência e estejam plenamente alfabetizados. É o chamado letramento científico.

LEIA MAIS

Guarda Civil de Petrolina realiza palestra sobre cidadania para estudantes de escola municipal

(Foto: ASCOM)

A convite da direção da Escola Municipal Nicolau Boscardin, que fica no bairro Fernando Idalino Bezerra, zona leste de Petrolina (PE), homens da Guarda Civil realizaram neste sábado (7), uma palestra para cerca de 135 estudantes do 6º ao 9° ano do Ensino Fundamental. Foi uma oportunidade para as crianças aprenderem mais sobre a importância do exercício da cidadania.

Com o tema “Cidadania com ordem e progresso: um novo caminho”, os integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), Cícero José da Silva e Raimundo Nonato da Silva, puderam destacar de maneira lúdica e prática, como a cidadania pode fazer a diferença na vida dos estudantes, enquanto cidadãos conscientes do papel que têm junto à sociedade.

De acordo com o secretário-executivo de Segurança Pública de Petrolina, José Silvestre, a iniciativa visa utilizar a educação como ferramenta de transformação social.

“Nossa missão consiste num trabalho de policiamento comunitário. E não existe ferramenta melhor na prevenção de crimes e delitos do que a educação. Quando realizamos esse trabalho com as crianças e adolescentes estamos plantando uma semente do bem e garantindo um futuro de paz em cada comunidade”, destaca Silvestre.

CONVITE

As escolas que desejam agendar uma palestra da Guarda, o gestor escolar deve enviar um ofício para a secretaria-executiva de Segurança Pública com o pedido para que a palestra possa ser agendada de acordo com o cronograma de ações da corporação.

Seduc de Petrolina rebate acusação de ter barrado estudantes de entrar em escola por usar sandálias

A Secretaria da Educação de Petrolina (SEDUC/PE), emitiu uma nota de esclarecimento nesta quarta-feira (16), sobre o fato de alunos terem sido barrados em uma escola do município por estarem usando sandálias  ao invés de tênis.

Confira a íntegra da nota:

A SEDUC é responsável pela política educacional no nosso município e a conduz observando os ditames da Lei e o respeito à dignidade das pessoas, em particular, dos seus alunos. A ordem e a disciplina, tão defendidas por todos, exigem compreensão e sacrifício, especialmente na formação de nossos futuros cidadãos.

Uso dos Sapatos fechado ou sapatilha para os estudantes das escolas municipais

Ficou acordado pela SEDUC, desde 2º semestre de 2015, que em todas as escolas municipais e CMEIS os estudantes devem utilizar o fardamento que é entregue gratuitamente pelo município, aliado ao uso do tênis, sapato fechado ou sapatilha. O acordo foi realizado em meados de setembro, para que todos pudessem instituir a nova regra disciplinar nos seus regimentos escolares já em 2016.

Historicamente o tênis faz parte do uniforme obrigatório, nas escolas brasileiras, justamente por ser a opção de calçado mais confortável e prático para a maioria dos estudantes. No caso do município, são permitidas também sapatilhas e outros calçados fechados, portanto o estudante pode sim aproveitar o calçado que já possui.

 Razões para uso de sapato 

 1º Proteção – proteger os pés de objetos cortantes, entre outros. O uso dos sapatos oferece ainda mais mobilidade para criança nos momentos de brincadeiras;

2º Higiene- Manter os pés limpos e livre de infecções;

 3º Organização- formar nos nossos estudantes o senso de disciplina e organização. Na nossa sociedade muitos jovens e adultos tem dificuldade de se adequar profissionalmente, inclusive usar uniformes e sapatos, uma vez que na sua formação não foram submetidos a tais regras;

 4º Saúde – Evita doenças ao pisar em substâncias contaminadas;

 5º Educação Física   – permite a prática de atividades e as próprias aulas de educação física em melhores condições;

 6º desenvolvimento Corporal, ajuda no crescimento e desenvolvimento dos pés.

 Custos 

Atualmente, e com a chegada de lojas de produtos importados, é possível adquirir tênis, sapato fechado ou sapatilha por um valor simbólico. Em muitos casos a sandália aberta torna-se até mais cara, como afirmou uma mãe no Programa radiofônico local, que comprou sandália por 70.00 reais. Uma das condicionantes para a família carente receber “bolsa família” é manter o dependente na escola. Tais recursos podem inclusive ajudar na aquisição do tênis em substituição a qualquer outro calçado.

Procedimentos de Gestão  

Os gestores escolares estão trabalhando na divulgação da regra desde o 2º semestre de 2015 e já a partir de 2016 passaram a inserir em seus regimentos. Em todas as escolas foram realizadas reuniões de pais e mestres para alinhar tal exigência. Após o prazo dado aos mesmos, os gestores começaram a fazer cumprir o acordo. Importante registrar que num universo de mais de 52.000 estudantes, são pontuais os casos de discordância e, ainda que as comunidades escolares têm se mobilizado para conseguir doar tênis aos que no momento não podem fazer a aquisição, ação que pode ser desenvolvida por todos nós, cidadãos, que tenham condições de ajudar ao próximo.

O uniforme ajuda na assimilação de normas e regras, contribuindo com o aprendizado da organização e da disciplina, indispensáveis para o desenvolvimento da criança.

Confere responsabilidade O uso diário do uniforme cria um distanciamento entre o momento de estudo e os momentos de lazer. “Isso, de certa forma, influencia no comportamento e na responsabilidade”, diz Débora Vaz, diretora pedagógica da Escola Castanheiras.

15 de março de 2016

PMP- SEDUC