Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

“Lagoa” de esgoto incomoda moradores do Pedra Linda

Problema é registrado na via que liga ao João de Deus (Foto: Arquivo Pessoal)

Um esgoto extravasado há mais de oito dias no bairro Pedra Linda vem tirando o sossego da população. A “lagoa” surgiu na via que liga a comunidade até o João de Deus e pelo fato de a rua não ser asfaltada, a água suja se mistura com terra dificultando a passagem de veículos e pedestres.

“Isso aqui está acontecendo no Pedra Linda, na estrada que vai pro João de Deus tem mais de oito dias. Está um perigo”, relatou uma leitora em contato através do WhatsApp do Blog.

Desde ontem nossa produção espera uma resposta da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), mas até o momento não tivemos retorno sobre quando o problema será sanado.

Cano estourado e chuva faz lama entrar em casas do São Joaquim, em Petrolina

Em contato com o blog Waldiney Passos, um morador do São Joaquim, em Petrolina (PE), relatou um grave problema na estrutura da rua da sua residência. Sem pavimentação, sempre que chove ou quando um cano da rede água estoura, o que acontece constantemente, a lama escorre pela rua 20 do bairro e chega a entrar dentro das casas.

“Já não bastava o lamaceiro das chuvas que tinha ficado por causa da estrutura da rua. Muita lama muito e esgoto. O grande problema é quando estoura [canos de rede de água] ou quando chove aqui nessa rua. A lama sempre entra na área da gente por causa da estrutura da rua”, diz o leitor.

O morador relatou ainda a situação que encontrou sua casa após o cano da rede de água ter estourado. “Ontem (27) quando cheguei do trabalho me deparei com a pior situação que já teve aqui. A lama já tinha entrado na minha casa e em algumas casas vizinhas. Minha área estava cheia de sujeira da lama. Horrível a situação”.

Ainda de acordo com a reclamação, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi acionada e tentou resolver o problema. No entanto, o cano da rede de água estoura constantemente, o que piora a situação deixada pelas chuvas que tem caído na cidade.

Moradores cobram solução para esgoto na Vila Marcela

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Há cinco dias os moradores da Rua 4 do bairro Vila Marcela estão convivendo com um esgoto a céu aberto em frente à casa de número 201. Comunitários procuraram o Blog nessa sexta-feira (8) fazendo um apelo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Comepsa), para que tome providências.

A situação fica ainda mais complicada porque na rua há estabelecimentos comerciais. “Aqui na Rua 4 tem uma boca de lobo estourado, a gente já ligou, ninguém toma uma providência. Tem restaurante, tem mercadinho e fica esse cheiro insuportável”, relatou uma moradora.

Nossa produção entrou em contato com a Compesa, pedindo informações sobre quando será feito a desobstrução na rede de esgoto do bairro. Contudo, até o momento não tivemos resposta. O Blog fica aberto aos esclarecimentos.

Leitor cobra solução para “lagoa de esgoto” no bairro São Joaquim

Lagoa de esgoto tomou conta da rua (Foto: Arquivo Pessoal/Luis Henrique)

Os problemas no bairro São Joaquim parecem não ter fim e novamente o leitor Luis Henrique de Campos procurou a nossa redação para chamar atenção da Prefeitura de Petrolina e Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Na Rua do Mercúrio, cruzamento com as Ruas 18 e 19 do referido bairro o leitor afirma existir um esgoto estourado há mais de um ano. O resultado é a presença de uma “lagoa de esgoto”, impossibilitando a passagem de veículos e pedestres.

Ele disse já ter procurado os dois órgãos, mas não houve mudanças. “Falam que vão mandar uma equipe pra resolver a situação mais nunca que mandam”, disse. Nós procuramos a Compesa e fomos informados que a companhia não atua no bairro.

Por outro lado, a Prefeitura informou que “a Compesa é a empresa responsável pelo abastecimento de água e tratamento e esgoto do município e por isso a companhia é quem deve tomar providências sobre o problema”.

Compesa e Prefeitura respondem leitor sobre demanda no Terras do Sul

(Foto: Arquivo Pessoal/Luis Henrique)

Na manhã de hoje (27) o Blog Waldiney Passos mostrou a situação da Avenida do Petróleo, no bairro Terras do Sul em Petrolina. Segundo um leitor há 30 dias esgotos escorrem a céu aberto pelas vias públicas e as autoridades não tomam providências para sanar a demanda.

Procurada por nossa equipe a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que não pode atender às demandas, já que não opera no bairro e cabe à Prefeitura de Petrolina resolver o problema.

LEIA TAMBÉM:

Esgoto estourado há 30 dias tira sossego de moradores do Terras do Sul

A Prefeitura respondeu através de nota encaminhada pela secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) que compete à Compesa atender o bairro já que é “a empresa responsável pelo abastecimento de água e tratamento de esgoto do município”.

De acordo com a Prefeitura, “a falta de infraestrutura de esgoto, principalmente no bairro Terras do Sul, se dá diante da falta de investimentos da companhia na cidade, a exemplo da não aplicação dos R$ 38 milhões que estão à disposição junto à Caixa Econômica Federal para a adequação da bacia do Dom Avelar”.

Esgoto estourado há 30 dias tira sossego de moradores do Terras do Sul

(Foto: Arquivo Pessoal/Luis Henrique)

A dor de cabeça dos moradores do bairro Terras do Sul, em Petrolina parece não ter fim. O Blog vem mostrando a vários dias a situação do esgotamento sanitário na comunidade e segundo o leitor Luis Henrique, há mais de 30 dias o cheiro de fezes predomina na comunidade.

A situação mais crítica é na Avenida do Petróleo e as autoridades ficam no jogo de empurra-empurra. “A única resposta que a Prefeitura nós dá é que a Compesa é a responsável pelo saneamento básico da cidade”, afirmou a nossa produção.

Enquanto isso os moradores são obrigados a conviver com esgoto a céu aberto e o mau cheiro que invade as casas. Nossa produção está em contato com a Prefeitura de Petrolina e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) buscando informações sobre o bairro.

Esgoto a céu aberto tira sossego de moradores do bairro Jardim Petrópolis

Há aproximadamente seis meses, moradores do bairro Jardim Petrópolis em Petrolina (PE) vivem em meio ao caos, por causa de problemas no saneamento da comunidade. Na Rua 25, a lagoa de esgoto tomou conta da área, e moradores foram obrigados a saírem de suas casas, por que a sujeira invadiu as residências.

Segundo Douglas José de Souza, morador do bairro, o esgoto que transbordou, é resultado do entupimento da rede coletora do saneamento.“Na realidade, o saneamento do Jardim Petrópolis é um saneamento que não foi concluído, e os moradores ligaram os PVs, ligaram as redes das casas, e o saneamento não tem saída e congestiona”, disse.

Ainda de acordo com Douglas, em outras ocasiões, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), responsável pelo serviço, atendia o chamado da comunidade e realizava procedimentos paliativos para conter o esgoto, mas ultimamente nem isso tem sido feito. “A Compesa fazia os paliativos, mas até hoje estamos pedindo e ela não está afim de fazer isso, e nós precisamos que ela venha”, afirma o morador.

Nossa produção entrou em contato com a Compesa para saber o motivo pelo qual a comunidade não foi atendida, e quais providências serão tomadas para resolver o problema. Segundo a Compesa, o bairro Jardim Petrópolis não é atendido pela Companhia, e a responsabilidade é da prefeitura. Até o momento não obtivemos reposta da gestão municipal.

Morador do Terras do Sul cobra solução para esgotos a céu aberto

Os esgotos correndo a céu aberto em várias ruas no bairro Terras do Sul, em Petrolina estão tirando o sossego dos moradores. Em contato com a nossa produção Luis Henrique fez um apelo às autoridades para que o problema seja solucionado.

“As ruas 4, 5, 6 e 7 esquina com a Avenida do Petróleo do bairro Terra do Sul estão uma vergonha. Bocas de lobo estourada a 25 dias, mau cheiro terrível e água de fezes ocorrendo a céu aberto na porta de casa”, disse ao Blog. Segundo o leitor a Prefeitura joga a responsabilidade para a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que volta a responsabilidade ao município e a comunidade fica no meio do “empurra-empurra”.

Outro lado

Nossa produção entrou em contato com a Compesa e Prefeitura. Em nota a secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) informou que “a Compesa é a empresa responsável pelo abastecimento de água e tratamento de esgoto do município” e que se os “R$ 38 milhões que estão à disposição junto à Caixa Econômica Federal” fossem utilizados na adequação da bacia do Dom Avelar, o Terras do Sul não estaria nessa situação.

A Compesa até o momento não se pronunciou a respeito da demanda. Reiteramos que o espaço do Blog continua aberto aos esclarecimentos.

Compesa não vai ao Alto da Boa Vista e esgoto continua incomodando moradores

Situação tem piorado no bairro.

Após quase um mês em meio ao esgoto na rua 11, no bairro Alto da Boa Vista, em Petrolina (PE), devido a um cano estourado, os moradores do local continuam a solicitar que a Compesa compareça para solucionar o problema.

Vale ressaltar que na semana passada, após uma denúncia no nosso blog, a companhia garantiu que iria ao bairro para consertar o cano estourado. No entanto, até o momento, ninguém apareceu para realizar o conserto.

LEIA TAMBÉM

Problema no Alto da Boa Vista será solucionado até amanhã, informa Compesa

Uma das dificuldades mencionadas pela denúncia, era justamente a falta de disponibilidade da empresa, que nunca respondia à solicitação dos moradores.

Entramos em contato novamente com a Compesa e aguardamos resposta.

Morador reclama de esgoto estourado há cerca de 20 dias no Alto da Boa Vista, em Petrolina

Um esgoto estourado há cerca de 20 dias no bairro Alto da Boa Vista, na rua 11, em Petrolina (PE), tem sido alvo de reclamação de um morador da localidade. Edmilson Vieira entrou em contato com o nosso blog e informou que a água já está retornando para os banheiros.

A dificuldade em conseguir resolver a situação também foi alvo de reclamação do morador. “A gente liga para a Compesa e a Compesa manda ligar para a prefeitura e vice-versa. O mau cheiro é insuportável. Estamos fazendo nossas refeições em restaurantes, porque não conseguimos comer em casa”, afirmou.

Nosso blog entrou em contato com a Compesa  e com a prefeitura e aguarda resposta.

Leitor reclama de bocas de lobo estouradas no José e Maria, em Petrolina

Em contato com o nosso blog nessa quinta-feira (29), um leitor reclamou de duas bocas de lobo estouradas no José e Maria, em Petrolina (PE). Segundo a denúncia, o problema persiste há três dias e nenhum providência é tomada pela Compesa.

O esgoto tem se acumulado em uma extensão de aproximadamente 300 metros na Avenida Nordeste, esquina com as ruas Ouro Preto e Rua Esperança. Além de atrapalhar o trânsito no local, o cheiro tem incomodado os moradores locais.

Nosso blog entrou em contato com a companhia e aguarda resposta.

Morador chama atenção da Compesa para esgoto na Cohab VI

Esgoto tem incomodado moradores.

Um leitor do Blog entrou em contato com a nossa produção para denunciar uma situação incômoda à comunidade da Cohab VI, em Petrolina (PE). Segundo o morador, há mais de uma semana um esgoto está transbordando para a via pública e provocando mau cheiro na Rua 82. “A fedentina está grande, o esgoto está voltando para o banheiro da gente“, relatou o leitor.

Outro lado

Em contato com a nossa produção, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que até às 17h dessa sexta-feira (16) o problema será solucionado.

Rua José Fernandes, no Jardim Maravilha será interditada para serviço da Compesa

(Foto: Reprodução/Google Maps)

A partir da tarde dessa quarta-feira (7) uma equipe da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) estará trabalhando no reparo a uma rede de esgoto na calçada da Escola de Referência Clementino Coelho, no bairro Jardim Maravilha.

Em decorrência do conserto a Rua José Fernandes será interditada por um curto período, enquanto a equipe trabalha para tamponar a rede de esgoto em manutenção.

“Será preciso tamponar ao rede de esgoto que está em manutenção, causando o extravasamento de esgoto nas vias ao arredor. O transtorno temporário será necessário para solucionar o problema de obstrução que é recorrente nesse local”, informou a Compesa por nota.

Por meio de nota, prefeitura de Petrolina e Compesa explicam o que está sendo feito para melhorar a situação da rua 20 do bairro São Joaquim

Rua 20, bairro São Joaquim. (Foto: morador do bairro)

No último sábado (15), fizemos uma matéria denunciando a situação da Rua 20 do bairro São Joaquim, em Petrolina (PE). Segundo os moradores que entraram em contato com o nosso blog, a rua virou uma lagoa de esgoto a céu aberto, eles relataram que a situação está insustentável e que a causa é a falta de saneamento no local.

Além do esgoto os moradores disseram que a rua está toda esburacada. Buscando o esclarecimento e a solução para o problema, procuramos a Prefeitura de Petrolina para esclarecer a situação da rua.

Em nota, a Prefeitura informou que está sendo  feita a drenagem da Lagoa do bairro São Joaquim a fim de baixar o nível da água e esgoto acumulados para que se faça a limpeza do local. Com relação aos buracos a Prefeitura adiantou que intervenções na rua em termos de pavimentação só podem ser feitas depois que for resolvido o problema de saneamento, que é de responsabilidade da Compesa.

A Prefeitura ainda informou que a Compesa já tem R$ 38 milhões disponíveis junto à Caixa Econômica Federal, para a realização do saneamento, mas para que o dinheiro seja liberado, a empresa precisa apresentar os projetos da obra.

Segundo a Compesa, o bairro São Joaquim faz parte da bacia Dom Avelar, sistema que não é operado pela Companhia e que possui obras inacabadas de responsabilidade da Prefeitura. A Compesa esclarece que elaborou um projeto para adequação de toda a bacia às condições de operação, porém os impedimentos jurídicos impostos pelo governo municipal dificultam a solução do problema para os petrolinenses que residem no local. A Compesa reforça ainda que Petrolina é a terceira cidade mais saneada do Norte e Nordeste e a 15º do Brasil.

Prefeitura de Petrolina reestabelece drenagem da Lagoa do São Joaquim

A medida visa minimizar os transtornos causados pela falta de saneamento básico na região da bacia do bairro Dom Avelar.

A Prefeitura de Petrolina restabeleceu, nesta quinta-feira (6), o serviço de drenagem da Lagoa do São Joaquim, zona norte da cidade. Uma bomba de sucção começou a retirar parte da água e do esgoto acumulados no local.

O trabalho de instalação da bomba começou na quarta-feira (5) e contou com o apoio de uma escavadeira hidráulica para fazer a abertura do espaço onde a tubulação foi colocada para sugar os resíduos. O equipamento tem capacidade de vazão de 200 mil litros/hora.

A ideia é baixar o nível da lagoa para que a escavadeira possa entrar com segurança no espaço a fim de realizar a remoção mecanizada do mato e do lixo que também estão acumulados no local.

Segundo secretário de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, Fred Machado, o serviço é paliativo. Ainda de acordo com o gestor, a prefeitura espera uma solução definitiva para o problema por parte da Compesa.

“Como a bacia do Dom Avelar ainda não recebeu os investimentos de R$ 38 milhões que estão disponíveis para investimento por parte da Compesa, o prefeito Miguel Coelho foi sensível à reivindicação da população sobre a necessidade de uma intervenção na lagoa. Este mesmo serviço foi realizado no fim do ano passado e agora, antes de começar o período chuvoso, estamos agindo para que possamos melhorar as condições do local e ao mesmo tempo tranquilizar a população que, assim como a prefeitura, espera uma solução definitiva para o problema por parte da Compesa”, destaca Machado.

123