Esgotos transbordam e invadem casas no bairro Mandacaru, em Petrolina

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

A atual situação do bairro Mandacaru, em Petrolina (PE), é desesperadora, segundo relatos de moradores da localidade. Inúmeras famílias estão sendo obrigadas a conviver com esgotos que transbordaram e invadiram as casas dos moradores. O problema é antigo e só piora.

“Os esgotos estão retornando para as casa, os PVs estão cheios. Infelizmente, a Compesa não opera aqui, por que existe uma briga entre a prefeitura e a Companhia. A prefeitura está com caminhões tentando desobstruir esgotos no bairro Dom Avelar e no bairro São Jorge, mas não manda pra cá”, disse a liderança comunitária, Pedro Japão.

LEIA MAIS

Prefeitura de Juazeiro prossegue com limpeza de canais

As equipes de limpeza têm encontrado muito lixo dentro e nas margens dos canais. (Foto: ASCOM)

A prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Serviços Públicos (SESP), mantém as ações de limpeza dos canais que cortam vários bairros do município. Nessa terça-feira (05), a escavadeira hidráulica foi utilizada no canal do Mulungu no Distrito Industrial, a pá carregadeira e caçamba atuaram na limpeza da borda do canal Mulungu Remanescente próximo ao bairro Dom Thomaz e a retroescavadeira na limpeza no canal do bairro João Paulo II.

De acordo com o secretário de Serviços Públicos, Celso Leal, os canais de Juazeiro estão sendo limpos pela segunda vez, seguindo um cronograma para que todos os bairros sejam atendidos.

“A SESP tem tido a preocupação de manter os canais limpos. Porém, a equipe tem encontrado muito lixo dentro e nas margens dos canais, o que dificulta o trabalho do poder público. Pedimos a compreensão da população para não jogar lixo, pois o depósito desses materiais provoca a proliferação de muriçocas”, alertou Celso Leal.

Solicitação

Para solicitar quaisquer serviços da SESP, a população deve ligar para o telefone 3612-5411, informando o endereço, demanda e um ponto de referência. A solicitação pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h

Compesa conclui obras na Orla I para coibir esgotos clandestinos

A Compesa também realizou serviços de geofonagem ao longo da Avenida Cardoso de Sá. (Foto: ASCOM)

A Compesa concluiu na última sexta feira (15), a execução de mais de 500 metros de uma nova rede coletora de esgotos para atender os pontos comerciais da Orla I. A ação faz parte do Projeto Orla Nossa em parceria com a prefeitura de Petrolina.

A Compesa também realizou serviços de geofonagem ao longo da Avenida Cardoso de Sá e ruas adjacentes paralelas aos canais e encontrou vários pontos clandestinos jogando esgoto nos canais de águas pluviais. Para esses casos foram realizados tamponamentos. Como resultado final de todas essas ações, a Compesa combateu todos os esgotos que antes eram despejados nessa área do rio.

“Redes de esgoto que não vão para o local adequado representam uma grave ameaça à saúde pública, pois as pessoas que têm contato com essa água poluída ficam suscetíveis a doenças”, ressalta o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, João Raphael.

Ele também reforça a necessidade de preservar o rio São Francisco e a importância de se trabalhe em parceria com a gestão municipal e com a população. “As tubulações de Esgoto da Compesa são redes fechadas que levam as águas sujas para a Estação de Tratamento. As redes de Drenagem, deveriam levar apenas águas da chuva para os Rios. Trabalhando em parceria, a população sentirá os benefícios. Cidades com qualidade de vida elevada têm água tratada e rede coletora de esgoto”, finaliza.

Petrolina: Morador do Park Jatobá II reclama de animais soltos e esgotos a céu aberto

(Foto: WhatsApp)

Um morador do bairro Park Jatobá II, em Petrolina (PE), mostrou indignação com o descaso dos poderes públicos com o bairro e a cidade. Ricardo Bonfim afirmou que o município “é uma das cidades mais bem representadas politicamente em número, mas não em qualidade”.

(Foto: WhatsApp)

As principais reclamações do leitor são o saneamento e a quantidade de animais soltos no bairro.

“Estes representantes não conseguem viabilizar recursos para o desenvolvimento da cidade no caso do saneamento, esgotos são jogados no Rio São Francisco sem nenhum tratamento, nos bairros de periferia, como é caso do Park Jatobá ll esgotos a céu a aberto e animais soltos nas ruas”.

Vereador denúncia esgotos estourados em Izacolândia e cobra providências da Compesa

Os moradores do Distrito de Izacolândia, interior de Petrolina, estão reclamando do grande número de esgotos estourados na localidade. Segundo o vereador Domingos de Cristália (PMDB), até mesmo a bomba da elevatória tem mais de mês que não funciona.

“Eu tenho a certeza que aquilo que acontece em Izacolândia se fosse no bairro que João Rafael mora há muito tempo que tinha resolvido”, disse em relação ao diretor regional da Compesa em Petrolina.

Domingos informou já ter levando alguns colegas edis da situação para observarem o problema in loco, mas até agora nada foi resolvido.

Ação elimina grande fonte de esgoto despejado no rio São Francisco em Petrolina

Com a proposta de revitalizar e preservar o ecossistema do rio São Francisco, a Prefeitura de Petrolina criou o projeto Orla Nossa. (Foto: ASCOM)

Durante o processo de retirada das baronesas das margens do Rio São Francisco, na Orla de Petrolina (PE), equipes da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) descobriram uma grande quantidade de esgoto saia de um ponto da rede pluvial, que deveria levar apenas água da chuva até o rio.

Desde a última segunda-feira (3), foi iniciada uma investigação a fim de saber a origem do problema. As equipes descobriram um dano na rede de esgoto na esquina das ruas João Cigano e Coronel José Rabelo Padilha, localizado no centro antigo da cidade.

Dessa forma, em vez de seguir pela rede de coleta, todo o esgoto das imediações daquela região central tinha como destino o Rio São Francisco. De acordo com o gerente de projetos da AMMA e responsável pelo projeto Orla Nossa, Victor Flores, esse tipo de situação ocasiona prejuízos significativos ao Velho Chico.

(Foto: ASCOM)

“Uma carga muito grande de esgoto leva nutrientes como nitrato e fósforo, além de gordura, que é muito difícil de tratar, diminuindo a quantidade de oxigênio na água e favorece a reprodução das baronesas, o que causa sérios impactos na flora e na fauna local”, destaca.

Para eliminar a grande quantidade de esgoto, imediatamente, a Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Mobilidade (SEINFRAHM) foi acionada e, através da Diretoria de Saneamento, mobilizou a Compesa a fim de realizar uma intervenção no local. O trabalho, que vai resolver o problema em definitivo, começou na última quarta-feira (5) e terminou ontem (6).

LEIA MAIS

Petrolina: estudos técnicos são iniciados para retirada de baronesas do rio São Francisco

(Foto: ASCOM)

A Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) de Petrolina (PE), em parceria com o  Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), iniciou nesta terça-feira (17) à primeira fase do projeto que vai resultar na retirada das plantas aquáticas conhecidas como “baronesas”, que tomam de conta das margens do rio São Francisco.

A primeira etapa contará com a ajuda de um barco para realizar o zoneamento das áreas com infestação de baronesas, além do georreferenciamento de uma área com 4km de extensão, entre o Iate Clube e o Porto da cidade. Dentro desse perímetro será realizada a coleta da vegetação e da água que serão analisadas nos laboratórios do IF Sertão-PE.

Todo o material recolhido nesta etapa servirá de base para o trabalho de retirada das plantas do rio. O processo de remoção deve ser iniciado em fevereiro. O estudo visa amenizar o impacto ambiental da retirada das baronesas. Para isso, estão projetando a contenção física e o controle biológico das plantas para que elas não voltem a se proliferar nas margens do Rio São Francisco.

Esgotos

Além do estudo ambiental, outra ação que busca a diminuição da poluição e da proliferação das baronesas será a eliminação do esgoto que é despejado no rio São Francisco. O diretor-presidente interino da AMMA, Manoel Rafael de Oliveira Neto, explica que um trabalho de fiscalização paralelo a uma parceria com a Compesa também será realizado para acabar com os pontos de despejo de esgoto no Velho Chico. 

LEIA MAIS

Miguel Coelho assegura investimentos para saneamento no São Gonçalo, Dom Avelar e Jatobá

Prefeito eleito Miguel Coelho em reunião com o presidente da Compesa Roberto Tavares

A manutenção da rede de esgoto dos bairros São Gonçalo, Dom Avelar e Jatobá será prioridade nos primeiros 100 dias de governo do prefeito eleito Miguel Coelho. A decisão foi acordada, na tarde de ontem (27), com o presidente da Compesa, Roberto Tavares, que garantiu a viabilização dos serviços no início do mandato do novo gestor. Além do tratamento da rede desses bairros, Miguel pediu o empenho da Compesa para solucionar o despejo irregular de esgoto no Rio São Francisco.

A retomada dos investimentos na rede de esgoto da capital do São Francisco foi um dos principais compromissos de campanha do novo prefeito. “Nossa cidade foi durante muito tempo uma referência em saneamento no Nordeste e precisamos resgatar essa condição. Vamos correr contra o tempo e, por isso, antes de assumir o mandato já encaminhei esse pacote de obras em bairros que sofrem com o esgoto a céu aberto. Espero já no primeiro mês de mandato acompanhar o início dessas ações”, explicou Miguel após a reunião.

Também participou do encontro o futuro secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Eduardo Carvalho, que será responsável por acompanhar o trabalho da Compesa em Petrolina. “Sabemos do imenso desafio que é o saneamento da cidade, em especial, nesses bairros. A Secretaria vai buscar recursos para novas obras e ao mesmo tempo cobrar da Compesa a melhoria dos serviços”, reforçou Carvalho.

Esgotos a céu aberto incomodam moradores da Vila Eulália

oie_2115238A2KmD6JS

Vergonha: esgotos correndo a céu aberto na Vila Eulália

Um comerciante da Vila Eulália, Petrolina-PE, nos enviou algumas fotos mostrando a situação gravíssima a qual os moradores daquele bairro são submetidos, tendo que conviver com a lama e a fedentina, colocando em risco a saúde de todos e causando enormes prejuízos.

oie_2115346SrQAa722

“Esgoto estourado a meses na Vila Eulália, nem Compesa e nem as autoridades, tomam nenhuma providência. E por causa do mau cheiro e das muriçocas os comerciantes tem que fechar mais cedo”, lamenta.

Vereador Edilsão do Trânsito se reúne com gerente regional da Compesa para discutir problemas no esgotamento sanitário de Petrolina

Durante o encontro, o vereador levantou a bandeira da comunidade do Vale Dourado, que há mais de um mês solicita um reparo no esgoto entupido na Rua 21/Foto:ASCOM

Durante o encontro, o vereador levantou a bandeira da comunidade do Vale Dourado, que há mais de um mês solicita um reparo no esgoto entupido na Rua 21/Foto:ASCOM

O vereador Edilsão do Trânsito (PRTB) esteve reunido com o gerente regional da Compesa em Petrolina, João Rafael de Queiroz, nesta semana, para apresentar algumas demandas da população em relação ao trabalho prestado pela companhia no município.

Durante o encontro, o vereador levantou a bandeira da comunidade do Vale Dourado, que há mais de um mês solicita um reparo no esgoto entupido na Rua 21. A situação nessa via é crônica e tem como agravante ser em frente à Estação de Tratamento do loteamento. “Já estive no local para ver de perto o problema e venho cobrando uma solução definitiva já que os reparos feitos não são suficientes e a comunidade está sendo obrigada a viver com esgoto escorrendo pelas ruas do loteamento”,afirma Edilsão.

Outra demanda exposta pelo vereador foi o esgotamento sanitário no bairro Caminho do Sol, José e Maria e Park Jatobá II. E o edil aproveitou a visita para reconhecer o compromisso da Compesa em relação às suas cobranças. “Solicitei alguns serviços no bairro Dom Malan e Caminho do Sol e prontamente uma equipe da Compesa foi solucionar os entupimentos nas redes” , destaca.

LEIA MAIS

Buracos e esgotos ilustram cenário de abandono da Rua 74 no bairro Cohab Massangano em Petrolina

Esgoto Rua 74 Cohab 2

Moradores denunciam que o dinheiro pago para taxa de esgoto e IPTU não estão sendo usados da forma como deveriam na Rua 74 do bairro Cohab Massangano, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Por meio de imagens enviadas ao Blog, os contribuintes mostram a realidade da Rua e o malabarismo feito pelos veículos para trafegar no local.
Esgoto Rua 74 Cohab 3

De acordo com populares que preferem anonimato o problema persiste há um mês e a Compesa bem como a prefeitura já teriam sido informadas da situação. Eles pedem providências urgentes das autoridades políticas e dos órgãos públicos competentes.
Esgoto Rua 74 Cohab 1

Descaso, esgoto a céu aberto e água estagnada, a triste realidade da avenida dos Tropeiros

Av dos tropeiros

Pagar impostos é uma obrigação dos cidadãos, reverter estes impostos em forma de trabalho à sociedade deveria ser a contrapartida dos gestores. infelizmente não é isso que acontece nas cidades brasileiras. Por mais que o cidadão faça a sua parte ele é penalizado de alguma forma. Essas fotos enviadas a nossa redação por um leitor da avenida dos Tropeiros em Petrolina-PE, atestam este descaso. Um absurdo, esgoto correndo a céu aberto, água estagnado propícia para a proliferação do mosquito da dengue, uma vergonha.

Av dos tropeiros 03

No meio do fogo cruzado a população até que cobra melhorias, mas não é levada a séria. A Compesa diz que a culpa é da Prefeitura, que por sua vez atribui a responsabilidade e Compesa, impondo aos munícipes essa situação deplorável.

Av dos tropeiros 04