Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Inadimplência do consumidor cresce 0,9% no primeiro semestre de 2019

(Foto: Internet)

O volume de consumidores com contas sem pagar cresceu 0,9% no primeiro semestre de 2019, na comparação com o final do ano passado. Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) é a segunda menor variação nos atrasos, desde 2012, quando a inadimplência havia crescido 5,8% no primeiro semestre.

Quando analisado só o mês de junho, o volume de consumidores com contas sem pagar, e registrados em listas de inadimplentes, teve alta de 1,7% ante o mesmo mês de 2018.

Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar da Costa, a inadimplência apresentar crescimento mais modesta é fator positivo, que acompanha a lenta recuperação da economia. Mas o número de pessoas com atraso nas contas e dificuldade de voltar ao mercado de crédito ainda é muito elevado. Até abril deste ano, eram 62,6 milhões de pessoas nessa situação, o que representa quase 41% da população adulta.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco registra redução recorde nos indicadores de homicídios no Estado

Governador Paulo Câmara participou da Reunião do Pacto Pela Vida (Foto: Hélia Scheppa/SEI)

O governador Paulo Câmara esteve à frente da reunião do Comitê Gestor do Pacto Pela Vida (PPV), na manhã desta quinta-feira (11), para um balanço do primeiro semestre de 2019, que registrou uma redução recorde no número de homicídios em Pernambuco, tornando este o semestre menos violento desde 2014. O Estado computou 1.757 homicídios, nesses primeiros seis meses, contra 2.284, no mesmo período do ano passado, o que representa 527 a menos, uma diminuição de 23% no comparativo com o primeiro semestre de 2018. O chefe do Executivo Estadual atribuiu a queda histórica ao caminho trilhado através das repactuações do Programa e aos investimentos.

“Estamos formando 500 novos policiais, criamos novas estruturas, como batalhões especializados da Polícia Militar em Caruaru e em Petrolina, instalamos 9 delegacias de Combate ao Tráfico de Drogas e batalhões na Região Metropolitana. Ou seja, fizemos uma série de ações que envolvem todas as áreas. A integração com o Poder Judiciário dentro do PPV ajuda a agilizar as prisões. E não estamos atuando apenas na repressão. Também lançamos um programa de prevenção. Estamos com 500 bairros mapeados para atuar nas comunidades mais vulneráveis e levar cidadania e qualificação. Isso ajuda a ter cada vez mais segurança e paz em Pernambuco, e é um compromisso nosso”, destacou Paulo Câmara.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, explicou a distinção entre o feminicídio e o homicídio contra mulheres. “O feminicídio teve uma redução de mais de 60% agora em junho, quando comparado com o mesmo período de 2018. É uma redução bastante expressiva. Da mesma forma, caiu o número de homicídios de mulher, cuja a motivação não é necessariamente o fato de a vítima ser mulher. As mulheres são mortas também por outros motivos, como por exemplo o envolvimento com tráfico de drogas e latrocínio. Esses casos não entram na conta do feminicídio. Mas a gente observa que há redução nas duas situações, tanto do feminicídio quanto do homicídio de mulheres”, detalhou.

LEIA MAIS

Celpe identifica mais de 65 mil ligações irregulares no primeiro semestre

(Foto: Divulgação)

A intensificação das ações de combate ao furto de energia promovidas pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) tem apresentado resultados recordes. Durante o primeiro semestre de 2019, a concessionária realizou cerca de 107 mil inspeções em Pernambuco, identificando 65.706 ligações irregulares. A energia recuperada nessas ações seria capaz de abastecer, por exemplo, a cidade do Cabo de Santo Agostinho durante três meses consecutivos.

Nos primeiros seis meses do ano, a Celpe realizou quase 20 mil inspeções a mais que o mesmo período em 2018, quando 88.182 inspeções foram executadas. Como consequência da intensificação das ações e da modernização do setor de inteligência, a quantidade de ligações clandestinas identificadas foi 73% maior em relação ao primeiro semestre do ano passado.

A Celpe atua de forma preventiva no combate às ligações irregulares e conta com uma equipe de inteligência que trabalha ativamente para identificar e retirar essas ligações. A concessionária reforça, ainda, que a ligação clandestina é crime com pena prevista no Código Penal Brasileiro e ressalta que a população pode realizar denúncias de forma anônima através dos canais de atendimento da empresa.

Motoristas jovens são os mais indenizados pelo Seguro DPVAT

(Foto: Internet)

Em 2018, pessoas de 18 a 34 anos foram as mais atingidas pelos acidentes de trânsito. As motocicletas foram responsáveis pela maioria das ocorrências, com cerca de seis vezes mais pagamentos do que os casos com automóveis.

Os dados do Seguro DPVAT revelam que os jovens ainda são as principais vítimas das ocorrências, principalmente quando estão no comando da direção. Dos mais de 191 mil motoristas indenizados no ano passado, cerca de 103 mil tinham entre 18 e 34 anos. Deste total, 62% eram condutores de motocicletas. Se analisados todos os tipos de vítima nesta faixa de idade (motorista, passageiro e pedestre), o veículo de duas rodas se mantém como o principal responsável pelos acidentes, registrando cerca de seis vezes mais pagamentos do que os casos envolvendo automóveis.

Segundo os dados da Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, além dos benefícios pagos por acidentes com motocicletas, os jovens também concentram a maioria dos pagamentos por ocorrências fatais no período, com cerca de 40% dos sinistros. São Paulo, Minas Gerais e Paraná lideram a lista de estados com maior quantitativo de indenizações por morte para jovens, com 2.177, 1.482 e 1.076 benefícios, respectivamente. Já Roraima, Amapá e Acre ocupam as últimas posições.

LEIA MAIS

Após surto de doença de chagas em Pernambuco, chega a 40 número de pessoas em tratamento

A doença de Chagas é causada pelo protozoário Tripanossoma cruzi, cujo vetor é o triatomíneo, popularmente conhecido como barbeiro (Foto: Internet)

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), o número de pessoas em tratamento por Doença de Chagas em Pernambuco, em função do surto da doença registrado no mês passado, subiu para 40 pessoas. Das 77 pessoas que participaram de um evento religioso na cidade de Ibimirim, no Sertão Pernambucano, onde teria acontecido a contaminação, 30 tiveram resultado laboratorial positivo para a doença. Outras 10 apresentaram os sintomas. Os dados foram atualizados na última sexta-feira (28).

Do total de participantes, 16 foram internados no Hospital Oswaldo Cruz (Huoc). Todos receberam alta. Um paciente foi atendido em uma unidade privada de saúde e também já recebeu alta. A SES informou que a investigação sobre o surto de doença de Chagas aguda ocorrido após um evento religioso, em abril, continua.

LEIA MAIS

Número de empresas inadimplentes cresce 2,90% em maio, segundo CNDL e SPC Brasil

(Foto: Internet)

O número de empresas com contas em atraso e inseridas no cadastro de inadimplentes segue crescendo, porém as taxas são menores do que aquelas observadas no período mais agudo da crise econômica. De acordo com o indicador calculado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a alta foi de 2,90% na comparação entre maio e o mesmo mês do ano anterior. Trata-se do menor aumento na quantidade de empresas inadimplentes desde 2011, considerando apenas os meses de maio, quando a alta fora de 13,48%. Em maio de 2018, o crescimento havia sido de 9,37%. Apesar do aumento no número de empresas inadimplentes, houve um pequeno recuo na quantidade de dívidas em atraso no nome de pessoas jurídicas: 0,80% menor em maio frente ao mesmo mês de 2018.

LEIA MAIS

Pernambuco abre 1,7 mil vagas de emprego formal em maio, aponta Caged

(Foto: Internet)

Pernambuco fechou o mês de maio com desempenho positivo na geração de empregos. No total, foram abertas 1.701 vagas de trabalho com carteira assinada, uma variação de 0,14% em relação a abril. Os dados estão no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na quinta-feira (27) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

LEIA MAIS

Pesquisa Ibope: Governo Bolsonaro tem menor índice de aprovação desde a posse

(Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

Encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27) mostra que 32% dos brasileiros consideram ótimo ou bom, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL); 32% avaliam como regular; como ruim ou péssimo foram 32%, enquanto 3% não sabem ou não responderam. Esse é o pior índice de aprovação desde o início do mandato.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
Em abril, o Ibope divulgou uma pesquisa também encomendada pela CNI sobre a aprovação do presidente. Os números de abril foram: Ótimo/bom: 35%; Regular: 31%; Ruim/péssimo: 27%; Não sabe/não respondeu: 7%.

LEIA MAIS

Cultura da cana-de-açúcar é destaque na geração de empregos em Juazeiro 

(Foto: Divulgação)

Cultura que mais contribui para as conquistas de Juazeiro (BA) no segmento de geração de empregos, a cana-de-açúcar vem ampliando sua participação, ano a ano, no saldo de contratações com carteira assinada.

Se em 2018, por exemplo, o município conquistou o título de maior gerador de empregos da Bahia, com mais de 2.000 novos postos de trabalho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (CAGED), sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), mais da metade desses números (61% do total dos contratados) vieram dos canaviais da usina Agrovale.

LEIA MAIS

Maio registra nova queda na taxa de homicídios em Pernambuco

(Foto: Ilustração)

O mês de maio foi o 18º consecutivo de redução no índice de homicídios em Pernambuco. A sequência de declínios foi iniciada em dezembro de 2017. O dado é do boletim da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE) divulgado nesta segunda-feira (17).

A queda foi observada em todas as regiões do Estado e 95 cidades não registraram assassinatos no mês. Foram contabilizados 299 homicídios em maio no Estado. No mesmo mês de 2018 a SDS registrou 356 mortes violentas. De janeiro a maio, a diminuição chega a 22,7%: de 1.948 em 2018 para 1.505 em 2019.

O destaque das regiões no boletim é o Agreste, com recuo de 29,9% nos assassinatos: de 97 em maio de 2018 para 68 em maio de 2019. Em seguida aparece a Zona da Mata com queda de 25%: de 72 mortes para 54. O Sertão acumulou 8% de queda com 34 homicídios contra 37 em maio de 2018. A Região Metropolitana do Recife (exceto a Capital) fecha a lista com redução de 3,9%: de 101 para 97.

LEIA MAIS

Setor de serviços cresce 0,3% de março para abril, diz IBGE

(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Na passagem de março para abril deste ano, o setor de serviços cresceu 0,3%, segundo dados divulgados hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, a alta não recupera a perda acumulada de 1,8% nos três primeiros meses do ano.

Na comparação com abril do ano passado, houve uma queda de 0,7% no setor. No acumulado houve alta de 0,6% e, no acumulado de 12 meses, um crescimento de 0,4%.

LEIA MAIS

Número de famílias endividadas subiu para 63,4% em maio, diz CNC

(Foto: Internet)

O percentual de famílias endividadas no país ficou em 63,4% em maio. Segundo dados divulgados nesta terça-feira (11) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a parcela de famílias endividadas é superior à registrada em abril (62,7%). Essa é a quinta alta consecutiva do indicador nesse tipo de comparação.

A parcela dos endividados também cresceu na comparação com maio do ano passado, quando foi registrada uma taxa de 59,1%. O percentual de famílias inadimplentes, isto é, com dívidas ou contas em atraso, ficou em 24,1%, acima dos 23,9% de abril deste ano, mas abaixo dos 24,2% de maio de 2018.

LEIA MAIS

Desperdício de água: estudo aponta que no Brasil são desperdiçados mais de 6,5 bilhões de metros cúbicos por ano

(Foto: Ilustração)

O volume de água que é perdida no sistema de abastecimento vem crescendo no Brasil e chega a mais de 6,5 bilhões de metros cúbicos (m³) por ano, segundo estudo divulgado hoje (5) pelo Instituto Trata Brasil e a consultoria GO Associados. A quantidade de água é equivalente a quase sete vezes o volume útil do Sistema Cantareira, principal manancial que abastece a Grande São Paulo. Em termos percentuais, significa que 38,3% da água tratada foi desperdiçada antes de chegar aos destinatários finais.

LEIA MAIS

Secretário de Desenvolvimento Econômico comemora manutenção de Juazeiro no Top 3 em geração de emprego no Nordeste

(Foto: Divulgação)

O município de Juazeiro (BA) está comemorando mais uma grande notícia neste ano de 2019. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na última sexta-feira (24), pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, o Estado da Bahia teve saldo positivo no mês de abril e Juazeiro foi a terceira cidade do Nordeste que mais gerou empregos nesse período, ficando atrás apenas de São Luiz (Maranhão) e Salvador (Bahia). Todos os setores da economia baiana tiveram saldo positivo, com destaque para a agropecuária (2,4 mil novos postos), indústria de transformação (2,4 mil), serviços (2,3 mil) e a construção civil (1,5 mil).

LEIA MAIS

Preços da gasolina e etanol registram alta acima de 2% na Região Nordeste

(Foto: Arquivo)

Pelo segundo mês consecutivo, o preço dos combustíveis subiu nos postos da Região Nordeste, como mostra o levantamento de abril do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). A gasolina registrou alta de 2,2% com o litro comercializado a R$ 4,656 e o preço do etanol avançou 2,8%, em relação à média de março. O combustível se destaca em Pernambuco, onde o aumento foi de 9%, o maior reajuste registrado em todo o País.

Os postos de Pernambuco também se destacaram com o menor preço médio do diesel S-10, com o litro vendido a R$ 3,649, ante os R$ 3,86 do Ceará e do Rio Grande do Norte, que dividem a posição de mais caros. A Bahia lidera o ranking do diesel comum mais barato, com o litro a R$ 3,672, valor 4% menor que o vendido em Sergipe, a R$ 3,808. Em Alagoas, a gasolina apresentou reajuste de 2%, vendida a R$ 4,599, e o etanol, de 1%; no Estado, o litro foi comercializado a R$ 3,60, ante os R$ 3,56 de março.

LEIA MAIS
12345