Mais uma reunião delibera sobre planejamento da passagem da Tocha Olímpica por Petrolina

Órgãos definem estratégias para a passagem da Tocha Olímpica/Foto: 5o BPM

Órgãos definem estratégias para a passagem da Tocha Olímpica/Foto: 5o BPM

Um dos maiores símbolos da prática desportiva no mundo, a Tocha Olímpica, passará por Petrolina, sertão pernambucano, no próximo dia 26 de maio. Na cidade, a Tocha percorrerá um trecho de 21 quilômetros, com cem condutores fazendo o revezamento. E para que tudo saia na mais perfeita sincronia, ordem e segurança, diversas reuniões de planejamento têm sido realizadas. Na manhã desta quarta (27), no anexo do Colégio da Polícia Militar, mais um encontro envolvendo representantes de secretarias municipais, além de órgãos de segurança – Policia Militar, Corpo de Bombeiros e Companhia Independente de Operações Especiais – serviu para traçar questões como organização do trânsito e segurança.

A Tocha Olímpica vai passar por 329 municípios brasileiros antes de chegar, em agosto, ao Rio de Janeiro, cidade sede das Olimpíadas 2016.

Polícia rodoviária e prefeitura traçam estratégias para reduzir animais soltos nas estradas de Juazeiro (BA)

Reunião busca de animais Juá

De acordo com o executivo juazeirense no mês de janeiro desse ano 67 apreensões de animais soltos em vias urbanas foram registradas em Juazeiro, no norte da Bahia e para reduzir esse quadro nesta segunda-feira (22) uma reunião entre o secretário Agenor Souza, o Diretor de Fiscalização, Péricles de Jesus e a Assessora Técnica Jurídica, Elaine Borges e o Inspetor Chefe da Polícia Rodoviária Federal, Magnum Guanaes debateu o assunto.

Na reunião ficou encaminhado a importância da parceria entre os órgãos públicos para o recolhimento de animais em vias urbanas e também de rodovias estaduais e federais.  Em um levantamento realizado pela PRF, entre 2010 e 2015 foram registrados 235 acidentes envolvendo animais nas pistas. Destes, 87 pessoas ficaram levemente feridas, 22 ficaram em estado grave e oito pessoas perderam a vida.

A Policia Rodoviária Estadual da 4ª Companhia de Juazeiro registrou entre janeiro de 2013 a 22 de fevereiro deste ano um total de 85 acidentes envolvendo animais na pista, com 93 veículos envolvidos onde 9 pessoas ficaram gravemente feridas e outras perderam a vida.

Segundo o Inspetor Guanaes, esses dados são das pessoas que registram o ocorrido. Esse número ainda é bem maior quando os danos são apenas materiais. “Vamos trabalhar na apreensão e destinação desses animais”, informou Guanaes.

O custo de um acidente por pessoa é destinado da seguinte maneira: sem vitima o custo é de R$ 16.840 reais; quando tem vítima (feridos) o valor é de R$ 86.032, mas quando tem fatalidade (morte) o valor é de R$ 418.341 por indivíduo.  Esses valores foram levantados com base em cuidados com a saúde (pré e pós hospitalares), remoção, translado e também com a perda de produção.

Os animais aprendidos são retirados da área urbana e direcionados para a área rural. “Os proprietários que deixarem seus animais soltos nas vias sofrerão multa. Pedimos a colaboração da população para quando identificarem animais como jumentos, cavalos e mulas soltos, informarem a SEMAOP pelo telefone 3612-3574 para que eles não venham ocasionar mais acidentes na cidade”, informou Agenor Souza.

Ministério Público e Prefeitura definem estratégias para combater à poluição sonora em Petrolina

MPPE e AMMA 1

Nesta quinta-feira (18) uma reunião com o promotor de cidadania, Lauriney Reis Lopes e a gestora da Agência de Meio Ambiente de Petrolina (AMMA), Denise Lima, traçou metas para o combate à poluição sonora do som de paredões na Terra dos Impossíveis.

Participaram da reunião o secretário Executivo da Ordem Pública, Jenivaldo Santos, Aionne de Souza e Daniel de Lima, representando a Vigilância Sanitária.

O promotor sugeriu que fosse realizado um levantamento de todos os estabelecimentos comerciais que são citados em denúncias de poluição sonora, para que os órgãos possam fazer ações conjuntas e coibirem esta que é uma das principais demandas observadas em Petrolina.

Denise Lima destacou que poluição sonora representa o maior número de denúncias que chegam à AMMA.  Segundo ela ano passado, o tema representou 43% das reclamações, “dos estabelecimentos que deram entrada solicitando o alvará sonoro, documento que permite a utilização de som de acordo com os parâmetros estabelecidos em lei, 20 conseguiram obter e trabalham dentro da legalidade.  Nosso trabalho não é o de proibir ninguém de utilizar som, mas sim, fazer com que cumpram as regras estipuladas na legislação ambiental”, pontuou a gestora.

Na reunião ficou encaminhado que acontecerá em breve um novo encontro para deliberar outras ações que deverão ser desenvolvidas por órgãos como MPPE, AMMA, Ordem Pública, Polícia Militar, Polícia Civil.

Polícia Federal prepara estratégias para atuar nas eleições municipais em outubro

PF eleições 2016
A Polícia Federal já esquadrinha o esquema de segurança para as eleições desse ano. Até abril deve ser concluída a estratégia e atuação da corporação nos centros e rincões do País.
Mas com o orçamento da corporação apertado e quadro defasado, muitos dos mais de 5 mil municípios vão ter que se virar sem o apoio da força federal.
Em tempo, em outra ponta, segue firme a ofensiva do Ministério da Justiça contra alas opositoras da Polícia Federal. Por ordem da pasta, especialistas do laboratório de DNA tidos como “independentes” são substituídos gradativamente por agentes alinhados à hierarquia.