Estudantes de Direito da UNEB lançam evento sobre Direitos Humanos

O evento acontecerá nos dias 23 e 24 de agosto, a partir das 14h. (Foto: Divulgação)

Estudantes do curso de Direito da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro (BA), que fazem parte do Coletivo de Assessoria Jurídica Popular Luiz Gama (CAJUP), que é um grupo de Assessoria Jurídica Popular estão lançando o “(Re) Unir Resistências”. O evento acontece em agosto com enfoque em Direitos Humanos.

Segundo os organizadores, o objetivo da proposta é abrir espaço para novas discussões na universidade que estejam alinhadas com a luta das comunidades para que, dessa forma, se possa (re)unir resistências em prol dos Direitos Humanos.

O evento acontecerá nos dias 23 e 24 de agosto, a partir das 14h, no Auditório Antônio Carlos Magalhães (ACM), do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais (DTCS), do Campus III, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB).

No evento será lançado um livro infantil, organizado pelo próprio grupo, tendo como protagonista Luizinho, que tem como objetivo descortinar o racismo e trazer a representatividade para as crianças negras, em um material que lhe possa ser acessível pedagogicamente.

Além disso, serão concedidos, exclusivamente por meio eletrônico, através do envio para o endereço de e-mail fornecido no ato da inscrição, certificado de participação com carga horária de 12 horas. As inscrições, que possuem o valor fixo de R$ 10,00, podem ser realizadas no do site do evento.

LEIA MAIS

Estudantes de Petrolina conhecem o Bioma Caatinga em passeio ecológico

(Foto: ASCOM)

Passeando de carroça pela trilha na Caatinga, atração que se tornou uma das mais queridas da Fazendinha do Vale, na zona rural de Petrolina (PE), as duas estudantes não se diferenciam muito do grupo de alunos que participaram do ‘Passeio Ecológico’.

Mas Ana Beatriz Rodrigues, de 9 anos, e sua coleguinha, Maria Rita Pinheiro, de 10 anos, alunas de um colégio particular da cidade, não foram na incursão atrás apenas de aventura.

Elas fazem parte das turmas de 3º a 5º ano do Ensino Fundamental da escola Junior que nesta sexta-feira (23) tiveram uma aula in loco sobre a Caatinga.

Dentre outras coisas, aprendem que o bioma é único, vivo e adaptado ao Semiárido nordestino, que é possível fazer casa, cola, corda e até remédio com sua flora, e, mesmo assim, é um dos ecossistemas mais degradados do mundo, tendo 80% de seu território já alterado.

A expedição, de acordo com a coordenadora do Fundamental I, Claudia de Souza, tem como objetivo sair “um pouco da sala de aula” para promover a interação das crianças com o meio ambiente e os animais, construindo conhecimentos a partir das experiências.

“Elas estão conhecendo a favela, o xique-xique, o caroá; aprendendo a importância da Caatinga para nossa região e começando a valorizá-la ao saber das suas utilidades”, explica.

A experiência

Cada turma de estudantes teve três educadores do Plenus para dar apoio às guias turísticas da Fazendinha. Além do passeio pela trilha ecológica, os guias e professores levaram as crianças para um banho de bica, modelagem de massinha, contação de histórias, lanche saudável e as tão aguardadas alimentação dos animais e corrida na carroça.

“Tudo foi muito legal. Gostei de conhecer as plantas da Caatinga, das historinhas sobre o homem degradando o meio ambiente. E quando chegou a hora do passeio de carroça, meu Deus, foi eletrizante”, disse Maria Rita. “Ela ficou nervosa quando o cavalo fez a curva”, entregou Ana Beatriz, enquanto ria.

As duas garotas se destacaram durante a incursão. Perguntavam, interagiam e eram as primeiras da fila em todas as atividades do passeio. Mas não foram as únicas.

Antônio Eduardo Gonçalves, de 9 anos, fez questão de alimentar o cavalo Zeus e descobrir por que a flora do Semiárido precisa de pouca água em relação aos demais biomas do Brasil. “Eu nunca tinha visto a Caatinga de perto, passeado de carroça, nem mesmo dado comida aos animais. Por isso quis aproveitar tudo”, concluiu.

Estudantes devem desconsiderar mensagem de bloqueio do cartão BIP; recadastramento será prorrogado

(Foto: Internet)

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Vale do São Francisco vai adotar uma nova ferramenta para agilizar o recadastramento dos estudantes usuários do Cartão BIP.

O processo está em fase de finalização e em breve, os usuários não mais precisarão comparecer às lojas BIP para se recadastrar, pois tudo ocorrerá de forma online.

A gestora do Setranvasf, Flávia Cavalcanti, lembra que podem ser desconsideradas as mensagens que aparecem nos validadores dos ônibus, informando sobre o bloqueio do cartão no final deste mês de março: “Eles continuarão valendo normalmente, até o período do recadastro, que será a partir de primeiro de junho”, informou Flávia.

Petrolina: alunos do Programa Nova Semente retornaram às aulas nesta segunda-feira

(Foto: ASCOM)

O primeiro dia de aula para os alunos do programa de Primeira Infância Nova Semente aconteceu nesta segunda-feira (19), em Petrolina (PE). Todas as 78 unidades iniciaram suas atividades recepcionando as quase sete mil crianças que terão atendimento integral e gratuito.

Para acompanhar a volta à rotina, a secretária interina de Educação, Larissa Soeiro, visitou várias unidades na sede e no interior. O momento foi uma oportunidade de acolher as crianças e conhecer o dia a dia das unidades escolares, bem como o desenvolvimento dos trabalhos pedagógicos.

“Esse contato é fundamental, pois permite uma maior integração. Estamos trabalhando, sob orientação do prefeito Miguel Coelho, para que nossa educação tenha um padrão excelente de qualidade e cuidar da primeira infância é uma das prioridades”, destacou.

Larissa pontuou como grande ganho este ano para o Nova Semente a presença de professores em todas as turmas. “Algo inédito que vai, com certeza, refletir no futuro das crianças”, completou.

As unidades receberam nova pintura e reformas pontuais, além de abastecimento de gêneros alimentícios, de limpeza e material pedagógico.

A dona de casa Silvana Medeiros, que tem uma filha na unidade Arco Iris, no Quati I, era só sorriso. “Mesmo com o coração apertado por esse momento de retomada, estou muito satisfeita em saber que ela estuda em uma creche linda e com uma excelente estrutura. Fico tranquila na hora de deixar minha filha na creche. (…) Toda a comunidade aqui do bairro está feliz”, disse dona Silvana.

Estudantes podem se inscrever no Fies a partir desta segunda-feira

(Foto: Divulgação)

A inscrições para o financiamento estudantil do governo federal começaram nesta segunda-feira (19), e podem ser feitas até o dia 28 de fevereiro. O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), é destinado a financiar alunos em cursos superiores privados, desde que esses tenham avaliação positiva no Ministério da Educação (MEC).

A previsão do governo é atender a 310 mil pessoas em 2018. No início do mês, o Comitê Gestor do Fies definiu os limites do financiamento: máximo de R$ 30 mil por semestre e mínimo de R$ 300. O montante a ser pago depende de uma fórmula que leva em consideração o preço da mensalidade e a renda familiar do candidato.

As condições do financiamento precisam ser estipuladas entre o banco que irá conceder o empréstimo, a instituição de ensino e o aluno. Após a conclusão do curso, o valor da parcela dependerá da renda do estudante.

Inscrições
Pode se inscrever quem teve média de pelo menos 450 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que não tenha zerado a redação. Outra exigência é se encaixar dentro dos limites de faixa de renda estabelecidos para o programa.

As inscrições devem ser feitas no site do MEC. O candidato deve fornecer o número do CPF, a data de nascimento e um e-mail válido. Além disso, deve informar a renda familiar para comprovar que se encaixa nas exigências do programa.

Calendário
Após o encerramento das inscrições, no dia 28 de fevereiro, serão divulgados os resultados de pré-seleção e as listas de espera. A modalidade Fies disponibilizará os nomes no dia 5 de março, enquanto a P-Fies tornará público os contemplados no dia 12 de março.

Quem for pré-selecionado na modalidade Fies terá de 6 a 8 de março para fazer a complementação da inscrição. Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre o calendário ou outros aspectos da seleção, o candidato deve acessar o site oficial do programa.

IF Sertão Campus Petrolina Zona Rural abre inscrições para programas de assistência estudantil

O campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE, está com inscrições abertas para seleção de estudantes para ingresso nos programas de assistência estudantil. Os interessados podem se inscrever até o dia 23 de fevereiro.

De acordo com o edital, são oferecidas 160 vagas para auxílio moradia, 350 para auxílio transporte, 96 vagas para residência estudantil, sendo 32 para mulheres e 64 para homens, e 16 vagas para creche. Os valores variam de R$ 60 a R$ 160.

Podem concorrer estudantes regularmente matriculados no campus Petrolina Zona Rural nas modalidades Médio Integrado, Subsequente, Superior e Proeja, prioritariamente em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

O estudante poderá acumular auxílios de naturezas distintas, exceto a Residência Estudantil, que não poderá ser acumulada com os auxílios transporte e moradia. Os alunos veteranos (vinculados até 2017.1), não podem ter sido reprovados por falta em duas ou mais disciplinas durante o ano letivo de 2017.

As inscrições podem ser feitas através da entrega de comprovante de preenchimento de formulário eletrônico e documentação exigida pelo edital, que deverá ser digitalizada em formato PDF e anexada ao formulário eletrônico.

O resultado preliminar deverá ser divulgado no dia 28 de fevereiro e o resultado final no dia 5 de março.

Clique aqui para conferir o edital nº 01/2018 completo.

Lançamento de noticiário escolar é realizado por estudantes em Juazeiro, BA

A Praça da Mônica, no bairro do Alagadiço, em Juazeiro (BA), foi palco para o lançamento do Jornal Notícias Escolares, escrito e produzido por alunos entre seis e 12 anos da Escola Nossa Senhora das Grotas. O evento ocorreu na manhã desta terça-feira (28) e contou com apresentações artísticas e educacionais. No jornal, através de textos e imagens, são apresentados assuntos como inclusão social, meio ambiente, Direito das Crianças e dos Adolescentes, projetos científicos entre outros, com uma linguagem simples e didática.

Representantes da Secretaria Municipal de Educação e das empresas Agrovale, Banco Cooperativo Sicredi e Vidraçaria Juazeiro, que patrocinam o jornal, estiveram no lançamento; além de pais, grupo de capoeiristas e estudantes de fisioterapia da Faculdade São Francisco de Juazeiro (FASJ). “Nosso trabalho pedagógico acompanhou a escrita feita pelos próprios alunos, a correção dos textos em sala de aula e o olhar didático sobre as imagens do jornal”, explica um dos articuladores do projeto, professor Joedson Silva. Durante o evento, o educador ressaltou que o periódico foi produzido por alunos de seis turmas.  “Cada grupo teve seu espaço para abordar um tema de interesse”, disse.

A primeira edição do Notícias Escolares teve 5 mil exemplares impressos, conta com 17 imagens coloridas, 10 artigos informativos, espaços de entretenimento e o editorial da escola. Segundo Joedson Silva, o apoio de empresas como a Agrovale foi determinante para o lançamento do noticiário. “Foi ela, inclusive, a primeira a abraçar a causa, foi a que mais fez aporte financeiro e a que garantiu a impressão”, salientou.

O jornalista Carlos Laerte, diretor da CLAS Comunicação e Marketing – assessoria de Imprensa da Agrovale – representou a empresa no lançamento. Após receber das crianças o certificado de ‘Amigo da Escola’, afirmou que a Agrovale entende que a escrita e a leitura têm papel transformador na sociedade. “Sabemos que o futuro da nossa cidade, estado e do país está nas mãos dessas crianças, que estão semeando horizontes hoje. Então investir em inciativas como essa é também contribuir para o desenvolvimento sustentável e educacional do país”. O jornalista adiantou ainda que a Agrovale está colocando no planejamento anual para 2018 a possibilidade de manter o apoio para a produção das próximas edições do impresso.

Coroação dos esforços

Durante o evento, as crianças do Coral da Escola Nossa Senhora das Grotas fizeram uma releitura da música ‘Trem-Bala’, da cantora Ana Vilela; as meninas da turma do 4º ano realizaram uma homenagem ao Mês da Consciência Negra, dançando ritmos de origens afro-brasileiras; e prestaram atenção à encenação teatral das estudantes da FASJ, que abordou questões como deficiência física e inclusão social.

A aluna de 9 anos, Yasmin Karilen Ferreira, foi uma das pequenas jornalistas que produziram o noticiário. Presenciou as apresentações artísticas, participou das danças e não escondeu a alegria de fazer parte do projeto. “Me sinto orgulhosa e muito valorizada com isso. O jornal é muito importante para gente pois tem vários assuntos que estudamos e os nossos esforços em fazer bem feito”. Ela continua. “Nós mobilizamos todos os alunos, ficamos pedindo, pedindo e pedindo ajuda de todos até que deu certo”, concluiu a aluna.

Projeto ‘Bode Parede’ colore muros das escolas municipais de Petrolina

(Foto: ASCOM)

Quatro escolas da Rede Municipal de Petrolina ganharão um novo visual. Os muros das unidades serão as telas para os artistas do projeto ‘Bode Parede’.

De acordo com o diretor artístico, Celso Carvalho, o ‘Bode Parede’ é um projeto de intervenção artística e urbanística, através das artes visuais, e que vai colorir oito muros em Petrolina.

“O projeto tem uma referência bem humorada do Cow Parede, um projeto de intervenção artística internacional, que trouxemos com nossos elementos, a exemplo do bode – um contraponto com a Cow que em inglês significa vaca. (…) Estamos muitos felizes em poder pintar os muros das escolas, pois podemos gerar um envolvimento maior na sociedade e da comunidade com as artes, através, inclusive de ações de acessibilidade e inclusão, como, por exemplo, a disponibilização da descrição em áudio para surdos”, explica.

Nesta sexta-feira (24), a primeira escola que ganhou um novo colorido foi a Eliete Araújo de Souza, área central da cidade. No muro, o artista plástico Jocélio Bello pintou a obra ‘Bode Soul Music’. O evento de entrega contou com shows musicais, apresentações das comunidades e ações de inclusão e acessibilidade.

LEIA MAIS

Universitários de Cabrobó cobram transporte para Belém do São Francisco

Vários estudantes estiveram na prefeitura da cidade para cobrar medidas do prefeito. (Foto: Blog Didi Galvão)

Na noite dessa quinta-feira (16), estudantes universitários de Cabrobó (PE), que estudam em faculdades de Belém do São Francisco (PE), foram à prefeitura da cidade cobrar o transporte oferecido pelo município.

De acordo com os proprietários dos veículos que prestam serviço para a prefeitura, as viagens foram suspensas por falta de pagamentos. Um dos motoristas informou que estaria há seis meses sem receber salário.

O prefeito Marcílio Cavalcanti não estava na prefeitura no momento do protesto. Contudo, o vice-prefeito, Pedro Caldas, informou que buscaria a melhor forma para resolver a situação.

Leitora lamenta situação da Biblioteca Municipal de Petrolina

Atraso na reforma tem atrapalhado estudos, segundo leitora. (Foto: Arquivo)

Diante da dificuldade de concurseiros e estudantes de Petrolina em encontrar locais adequados para dar seguimento aos seus estudos, uma leitora lamentou a situação da Biblioteca Municipal Cid Carvalho, localizada em Petrolina (PE). Indignada, ela reclama do atraso na entrega da reforma do prédio que começou na gestão passada.

Confira o relato

Biblioteca Cid Carvalho

É com pesar e lágrimas nos olhos que escrevo mais uma vez para o blog com o objetivo de relatar a situação precária, triste e de descaso com a população de Petrolina, aliás, com os estudantes e concurseiros do Vale do São Francisco.

Petrolina, cidade conhecida mundialmente sua exportação de frutas e comidas típicas, primeira cidade do sertão pernambucano com faculdades, uma federal, estadual e Municipal, porém, precária em cultura. A preferência que seja lembrada por um São João (milionário com artistas famosos), do que uma reforma adequada e de qualidade para os estudantes da região.

A cidade, hoje, não tem um espaço de estudo oferecido pelo município, sendo necessário utilizar as bibliotecas das faculdades ou salas de estudos dos cursinhos preparatórios.

Tudo começou na gestão anterior, depois de várias manifestações dos frequentadores da biblioteca, o senhor prefeito pediu o prédio para uma reforma. Reforma essa que até os dias atuais continua, e, a, biblioteca sem atendimento ao público. Detalhe, a reforma feita na mesma não passou de conserto no teto (Precisava com urgência, é verdade!), pintura nas paredes e vidros separando os funcionários do público.

Tinha um aviso na entrada falando que seria reaberta no dia 26 de outubro de 2017, chegando lá foi encontrada no mesmo estado, com um novo aviso: atendimento interno, sem limpeza nenhuma e os funcionários morrendo no calor. Afinal, além de não colocarem refrigeradores, ainda colocaram vidros onde circulava o ar.

Portanto, fica minha indignação. Primeira como eleitora, segunda como pagadora de impostos e cidadã e terceiro e não menos importante estudante que precisa urgente de espaço para estudar.

Obrigada!

Paula Sá

Petrolina, 14 de novembro de 2017”.

Por falta de pagamento do Governo da Bahia, cerca de mil alunos de Casa Nova podem ficar sem aula

Motoristas reclamam de atraso de pagamento do Governo do Estado. (Foto: Manoel Leão)

Cansados das promessas que nunca se cumprem, 20 proprietários de ônibus que transportam alunos do interior de Casa Nova (BA) para a sede ou para as extensões dos colégios estaduais resolveram na tarde desta segunda-feira (23) paralisar o transporte.

André Lima, um dos proprietários, que fala mesmo temeroso “das represálias”, explica. “A situação é feia. A gente rodou no mês de março e ainda tem umas diárias sem receber. Mês de agosto não saiu nada, mês de setembro não recebemos. Estamos no final do mês de outubro sem receber um real!”

Segundo André Lima, rodeado de diversos outros proprietários de ônibus, cada um deles transportam em média 55 a 60 alunos diariamente, alguns percorrendo mais de cem quilômetros por dia. Porém, nem o governo, nem os responsáveis pela empresa que presta o serviço dão explicações. “É hoje, é amanhã e nada. Só promessa mesmo”.

(Foto: Manoel Leão)

Esta semana o posto que vendeu combustível à empresa responsável pelos veículos parou o fornecimento por falta de pagamento.

“Resolvemos parar, porque agora  estamos andando com óleo que tomamos emprestado. Quem presta serviços ao município está normal, está bom demais, recebe certinho a cada trinta dias enquanto a gente tem 90 dias sem receber um real”, fala outro proprietário, que não quer se identificar.

LEIA MAIS

Prefeitura leva 600 estudantes da rede municipal para espetáculo do Lé Cirque em Petrolina

(Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (20) mais de 600 estudantes da Rede municipal de Petrolina, tiveram a oportunidade de assistir, gratuitamente, ao espetáculo do circo francês Lé Cirque, que está em temporada na cidade.

Para o público, o Lé Cirque apresentou um espetáculo com palhaços, equilibristas, dançarinos, malabares, contorcionistas e mágicos, mas os pontos altos, que arrancou mais animação do público, foram o carro Transformers e o Globo da morte.

De acordo com Sônia Passos, secretária executiva da pasta, a atividade extraescolar, além de ser um momento de diversão e alegria para os alunos, destaca a importância do circo como patrimônio cultural.  “A escola também precisa proporcionar momentos lúdicos, de diversão e, acima de tudo, aprendizado”, disse.

O circo, considerado o maior do Brasil e premiado como o melhor espetáculo circense do ano de 2016, faz apresentações por todo o país e sempre destina um dia de espetáculo gratuito para as crianças. O relações públicas do Le Cirque, Kelson Seibert, afirmou que a parceria foi um sucesso. “Esse é um momento muito importante para as crianças, uma lembrança que talvez elas levem pra toda a vida e uma satisfação para nosso Circo”, afirmou.

Adolescente que sofria bullying mata a tiros dois colegas e deixa outro feridos em Goiânia

Os estudantes João Vitor Gomes e João Pedro Calembo, cujas idades ainda não foram divulgadas, morreram no local. (Foto: Reprodução)

No final da manhã de hoje (20) um estudante de 14 anos atirou em diversos colegas, dentro do Colégio Goyases, escola particular de ensino infantil e fundamental, em Goiânia (GO).

Segundo informações do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, os estudantes João Vitor Gomes e João Pedro Calembo, cujas idades ainda não foram divulgadas, morreram no local e outros quatro ficaram feridos na unidade.

O crime ocorreu às 11h50, quando adolescente do 8º ano que é filho de policiais militares, estava dentro da sala de aula e, no intervalo, tirou da mochila a arma, uma pistola .40, e efetuou os disparos. Em seguida, quando ele se preparava para recarregar o revólver, foi contido por alunos e professores.

O suspeito foi levado à sede da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai) e, em seguida, encaminhado para o IML para os exames de corpo de delito.

Petrolina: pais de alunos da rede municipal terão acesso à vida escolar dos filhos por mensagem de celular

A iniciativa é oferecida pela Fundação Lemann. (Foto: Montagem)

Petrolina foi uma das cidades selecionadas para implantação da plataforma EduqMais em parceria com a Fundação Lemann. Serão beneficiados 30 mil alunos de 80 escolas da Rede municipal de Educação, do ensino fundamental I e II.

O EduqMais incentiva o engajamento dos pais em dois eixos de comunicação: escola-família, onde os diretores podem informar diretamente aos responsáveis sobre o desempenho dos seus filhos, eventos escolares, reuniões; e o engajamento através de dicas sobre como apoiar a educação dos filhos e melhorar os resultados escolares.

“A implantação dessa tecnologia vai ser muito importante para aumentar a proximidade entre os pais, professores e ambiente escolar e, por consequência, melhorando a qualidade na formação de nossas crianças”, ressalta o prefeito Miguel Coelho.

LEIA MAIS

Estão abertas as inscrições para residência médica da Secretaria de Saúde de Pernambuco

Os selecionados vão receber uma bolsa mensal de R$ 3.330,43 durante todo o tempo de residência, que varia de 1 a 3 anos. (Foto: Internet)

Começou hoje (16) o período de inscrições para a seleção do programa de residência médica em 2018. A iniciativa oferece oportunidades de residência multiprofissional e em área profissional de saúde para alunos de cursos como enfermagem, nutrição e odontologia.

A seleção será realizada pela Secretaria de Saúde de Pernambuco e oferece 1.387 vagas, sendo 826 de Residência Médica e 561 em área Profissional da Saúde. As inscrições podem ser feitas até o dia 12 de novembro, no portal da Secretaria de Saúde. A prova está marcada para o dia 8 de dezembro.

As residências médica e multiprofissional são modalidades de pós-graduação destinadas a médicos e profissionais de saúde de diversas áreas, caracterizada por ensino em serviço.

A inscrição custa R$ 450 e o boleto deve ser pago em qualquer agência da Caixa Econômico Federal (CEF), até o dia 13 de novembro. Há possibilidade de isenção para pessoas consideradas de baixa renda ou que estejam cadastradas em programas do governo federal.

Os selecionados vão receber uma bolsa mensal de R$ 3.330,43 durante todo o tempo de residência, que varia de 1 a 3 anos. Podem concorrer às vagas os universitários que concluirão o curso até fevereiro de 2018. Outras informações, através do edital.

Com informações do G1

12345