WhatsApp suspende contas do PT por disparo de mensagens

12 contas do Partido dos Trabalhadores (PT) foram suspensas no aplicativo WhatsApp, pertencente ao Facebook. A empresa afirma que as contas violaram os termos de serviço e estariam operando de forma automatizada. O bloqueio aconteceu no último dia 25 de junho e somente ganhou repercussão nessa semana.

A direção do PT disse não ter sido oficialmente informada sobre a decisão, mesmo após quase 15 dias da decisão. Segundo o Extra, a assessoria do partido também entrou em contato com a empresa responsável pelo disparo das mensagens, mas ainda não obteve resposta.

O serviço

Os perfis eram gerenciados pela empresa Lead Whats – contratada há três meses – que em seu site oferecia o serviço de gestão e automatização do WhatsApp para Empresas. Na decisão de suspender as contas o WhatsApp informou que o aplicativo não foi projetado para enviar mensagens em massa.

Na quarta-feira (8) o Blog noticiou a suspensão de contas do Facebook ligadas aos ex-partido do atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), por disseminação de fake news.

Facebook derruba rede de fake news ligada à família Bolsonaro e ao PSL

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (8) que derrubou uma rede de perfis falsos ligados ao PSL e a funcionários dos gabinetes do presidente Jair Bolsonaro, do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) e dos deputados estaduais pelo PSL do Rio de Janeiro Anderson Moraes e Alana Passos.

O anúncio foi feito numa chama online com jornalistas de diversos países, segundo o Estado de S. Paulo, que participou da chamada. Foram identificadas 35 contas, 14 páginas, 1 grupo e 38 contas no Instagram. As páginas no Facebook tinham 883 mil seguidores, enquanto as contas no Instagram tinham 917 mil seguidores. 350 pessoas estavam no grupo., diz o jornal.

No material postado estavam conteúdos relacionados às eleições, memes políticos, críticas à oposição, empresas de mídia e jornalistas, além de material relacionado ao coronavírus. Segundo a rede social, parte do conteúdo dessa rede já havia sido removido da plataforma por violar os padrões de comunidade. Entre as violações estavam conteúdo de discurso de ódio.

Além do Brasil, foram derrubadas redes nos EUA, na Ucrânia e na América Latina, incluindo países como El Salvador, Argentina, Uruguai, Venezuela, Equador e Chile. No caso brasileiro, as investigações e remoções ocorreram a partir de notícias na imprensa brasileira e referências feitas ao assunto no Congresso durante a CPMI das fake news.

Nesta quinta (28), vereadores da Bancada de Oposição vão realizar mais uma reunião pelo facebook

Nesta quinta (27), os vereadores da Bancada de Oposição de Petrolina vão realizar a 6ª reunião virtual na página do facebook https://www.facebook.com/bancadadeoposicaopetrolina.

Esses encontros acontecem todas as terças e quintas às 9h, mesmo horário das sessões na Casa Plínio Amorim, que mesmo com as sessões suspensas em detrimento da normatização da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o distanciamento social, os vereadores Paulo Valgueiro, Cristina Costa, Elismar Gonçalves, Gabriel Menezes e Gilmar Santos decidiram manter a pauta de debates com a população de Petrolina.

Os vereadores de oposição cumprem a função de fiscalizar e elaborar sugestões propositivas em prol da sociedade petrolinense e mantêm a discussão de temas relevantes para o município, bem como interagem para ouvir as demandas da população local.

Usuários relatam instabilidade no WhatsApp

Os usuários do WhatsApp relataram dificuldades para enviar fotos, vídeos e áudios nesse domingo (19). O aplicativo registrou instabilidade nas versões para Android e iPhone e atinge as versões WhatsApp Web, bem como WhatsApp Desktop, acessados via computador.

O site DownDetector, especializado em registrar falhas de plataformas digitais, contabilizou milhares de reclamações entre 8h, quando o problema foi detectado, e 9h. Por volta de 9h17 usuários relataram que o envio de arquivos foi restabelecido.

Até o momento o Facebook, detentor do WhatsApp não se manifestou sobre o que teria provocado a instabilidade na rede mundial, já que usuários de outros países também enfrentaram problemas no envio de arquivos.

 

Usuários relatam problemas em aplicativos do Facebook

(Foto: Ilustração)

Facebook, WhatsApp e Instagram estão com instabilidade no sistema nessa quarta-feira (3). O problema sentido pelos brasileiros foi relatado por usuários em outros países como Argentina, Peru e Colômbia, além de parte da Europa.

Entre os principais problemas encontrados pelos usuários estão o envio de mídias, como fotos, vídeos, áudios e figurinhas. O site Down Detector relatou ter registrado diversas queixas, mas até o momento não há informações sobre a causa da instabilidade. O Facebook, dono do WhatsApp e Instagram ainda não se manifestou. (Com informações do G1).

Facebook e Instagram apresentam instabilidade nesta quarta-feira

(Foto: Ilustração)

Desde o início da tarde desta quarta-feira (13), o Facebook e o Instagram estão apresentando instabilidade no Brasil e em outros países.

A reclamação mais recorrente dos usuários é sobre dificuldades para postar conteúdos nos perfis. As tentativas resultam em uma mensagem de problema para atualizar o status. Alguns também não conseguem sequer logar na rede social.

LEIA MAIS

Facebook intensificará combate a fake news sobre vacinas

(Foto: Estadão Conteúdo/Reprodução)

O Facebook prometeu intensificar o combate a fake news na rede social. O anúncio foi feito na quinta-feira (7) e mira grupos e páginas que espalham informações falsas a respeito da vacinação. Segundo a maior rede do planeta, com 2,27 bilhões de perfis, o Brasil é o terceiro país com mais usuários na plataforma.

Em comunicado assinado pela vice-presidente global de Políticas de Conteúdo, Monika Bickert as medidas tomadas vão reduzir o destaque de grupos e páginas com fake news no feed de notícias. Esse tipo de material também não será incluído nas recomendações quando o internauta digitar palavras-chave nas ferramentas de busca.

Enquanto isso, o Ministério da Saúde registrou 185 focos de fake news na internet, envolvendo saúde e dados incorretos. 90% das informações são sobre vacinas e o Governo Federal credita a tais fatos mentirosos a queda na imunização contra doenças como sarampo e poliomielite. Com informações do Correio da Bahia.

TSE determina que Facebook e YouTube removam vídeos de Bolsonaro sobre ‘kit gay’

(Foto: Internet)

O ministro Carlos Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou a remoção de seis postagens no Facebook e no YouTube em que o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), faz críticas ao livro “Aparelho Sexual e Cia.” e afirma que a obra integraria material a ser distribuído a escolas públicas na época em que Fernando Haddad (PT) comandava o Ministério da Educação.

No vídeo, Bolsonaro afirma que o livro é “uma coletânea de absurdos que estimula precocemente as crianças a se interessarem pelo sexo”. “No meu entender, isso é uma porta aberta para a pedofilia”, diz o candidato do PSL, que ainda afirma que “esse é o livro do PT”.

Em nota, o Ministério da Educação (MEC) já afirmou em diversas oportunidades que não produziu nem adquiriu ou distribuiu “Aparelho Sexual e Cia.”, esclarecendo que o livro é uma publicação da editora Companhia das Letras, publicada em 10 idiomas.

LEIA MAIS

Perfis de usuários com menos de 13 anos será suspenso do Facebook

Perfis de usuários com menos de 13 anos serão identificados e excluídos do Facebook. A informação foi divulgada pela empresa e é uma atualização em sua política, que já proibia contas criadas por crianças e eram burladas. Esse mesmo posicionamento será feito no Instagram, pertencente ao Facebook.

Até então, o processo de banir usuários com idade inferior à mínima exigida era realizado de forma passiva: a equipe avaliava o conteúdo de uma conta quando um usuário notificava o Facebook após suspeitar que o perfil era administrado por uma criança.

Com essa mudança, analistas serão mais reativos e vão conferir fotos e textos de usuários para tentar descobrir a idade. A conta identificada será suspensa e somente liberada caso comprovado a idade do criador.

“Estamos atualizando as orientações para revisores para que suspendam qualquer conta”, disse Monika Bickert, vice-presidente global de políticas de conteúdo da empresa.

De acordo com o Facebook, a intenção é tornar a rede mais segura aos usuários, evitando casos de bullyiong, ódio, fake news e outros crimes.

Em evento do Facebook, Miguel fala como as redes sociais o ajudaram a se tornar prefeito de Petrolina

(Foto: ASCOM/ Jonas Santos)

Petrolina sediou, na manhã desta sexta-feira (8), um encontro oficial do Facebook voltado para o empreendedorismo no ambiente digital.  O evento teve a participação do prefeito Miguel Coelho, que falou sobre sua experiência nas redes sociais para se relacionar com a população, como essas ferramentas contribuíram para sua eleição e nas decisões para a gerir a cidade sertaneja. O encontro foi o primeiro realizado pelo Facebook no interior de Pernambuco e reuniu mais de 300 empreendedores, estudantes e influenciadores de Petrolina.

Com mais de 86 mil seguidores no Facebook e 53 mil no Instagram, Miguel é hoje um dos políticos mais influentes do Nordeste. Por conta disso, o prefeito de Petrolina foi convidado pelo Facebook para relatar como chegar a esse ponto em quatro anos. Segundo Miguel, o primeiro passo foi entender como as redes sociais ajudam a se relacionar com o público. “Os tempos estão mudando, as mídias também. Eu percebi que nas redes sociais poderia alcançar um público que não atingiria com qualquer outro meio de comunicação formal e de maneira rápida”, explicou.

LEIA MAIS

Facebook promove formação para empreendedores de Petrolina e região

Na manhã dessa sexta-feira (8) empreendedores de Petrolina e cidades vizinhas se reuniram na Sociedade 21 de Setembro para ouvir orientações e dicas sobre a utilização das redes sociais. O evento foi promovido pelo Facebook e faz parte de um projeto da empresa norte-americana iniciado em 2015.

O “Impulsione o seu negócio” foi realizado pela primeira vez no estado de Pernambuco. Durante a manhã os empreendedores e empresários puderam conhecer mais sobre o Facebook e Instagram, além de ouvirem casos bem-sucedidos de empresários da região.

A abertura do evento contou com a participação do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que relembrou a importância das redes sociais na sua campanha eleitoral. “A rede proporciona mais proximidade, mesmo no ambiente virtual você tem essa aproximação. Quando entrei no Instagram tinha 4 mil seguidores, hoje sou o político mais seguido de Pernambuco”, disse.

Durante esses três anos a equipe do Facebook viajou a América Latina, conhecendo histórias de empreendedores. Hoje, segundo a empresa, as mídias tradicionais perderam espaço para os smartphones e tablets e o comércio digital é um caminho a ser explorado pelos empresários.

O público presente era composto por pessoas com ou sem experiência nas redes sociais, com um objetivo: aprender mais a respeito dessas ferramentas.

A jornalista e microempreendedora individual, Fernanda Marins afirmou que esse momento é importante para trocar conhecimentos. “Eu já trabalho na área e é uma questão de me atualizar mais, é um evento importante também para fazer networking porque reuniu muitos empreendedores do Vale”, destacou.

Prazo para Facebook remover postagens contra Marielle Franco termina nessa tarde

(Foto: Internet)

O prazo de 24 horas dado ao Facebook para remover todas as postagens caluniosas contra a vereadora Marielle Franco (PSOL) termina na tarde dessa quarta-feira (4). A decisão do juiz da 15ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Jorge Novelle foi tomada na semana passada, mas a rede social somente foi notificada na tarde da terça-feira (3).

A ação foi movida pela irmã de Marielle, Anielle Silva e pela víuva da vereadora, Mônica Benício. Até a manhã de hoje, os conteúdos continuavam disponíveis no Facebook. Caso haja descumprimento da medida, as advogadas que acompanham o caso entrarão com uma petição para que a decisão seja integralmente cumprida.

A liminar concedida no ultimo dia 28 determina ainda que o Facebook precisa fornecer dentro do mesmo prazo informações sobre a autoria das postagens, bem como a administração das páginas e os IPs dos computadores de onde partiram as calúnias.

Desde o assassinato da vereadora e do seu motorista, Anderson Gomes, no dia 14 de março, começaram a circular “fake news” sobre Marielle, difamando a edil morta no mês passado.

Receita Federal cruza dados de declarações com publicações em redes sociais

(Foto Ilustração)

A Receita Federal divulgou que usará perfis de Facebook, Instagram e Twitter, por exemplo, para embasar dados concedidos ao Leão. A “investigação” pode levar muita gente para a malha fina.

O cruzamento de informações já foi adotado na análise das declarações do ano passado. A Receita Federal disse que cerca de dois mil contribuintes foram flagrados pelo método em 2016. Os monitoramentos das declarações são realizados em uma sala de segurança máxima, por supercomputadores. Em caso de suspeita, o programa avisa e o auditor entra em ação para comprovar ou não a sonegação.

A Receita não dá detalhes, até para não atrapalhar as investigações, mas dois mil ‘contribuintes-ostentação’ já foram pegos porque se exibiram nas redes sociais, contrariando o que estava na declaração de Imposto de Renda.

Com informações do Bom dia Brasil

Fugitivo de presídio no AM posta foto no Facebook

(Foto: Facebook)

Um presidiário que conseguiu fugir durante as rebeliões ocorridas em presídios de Manaus no domingo (1º) postou foto em rede social logo após a fuga.

O condenado por tráfico de drogas Brayan Bremer cumpre pena de sete anos. Após fuga no fim de semana, ele postou foto no Facebook comendo jaca na mata com outra pessoa. No post, o presidiário digitou: “Na fulga (sic) da cadeia”.

Segundo o Governo do Amazonas, 184 presos conseguiram fugir das unidades Antônio Trindade (72 fugas) e Anísio Jobim (112 fugas), todas localizadas no Km 8 da BR 174, que liga o Amazonas ao estado de Roraima.

O Jornal Hoje informou que 40 presos já foram recapturados, entre eles Brayan. Em Manaus, as polícias Civil e Militar realizam operações em busca de outros 144 fugitivos que continuam nas ruas.

Com informações do Jornal Hoje

123